(SP) São Paulo | Marginal Pinheiros | Parque Global | Arquitectonica | Related Group e BN Engenharia - Page 7 - SkyscraperCity
 

forums map | news magazine | posting guidelines

Go Back   SkyscraperCity > Latin American & Caribbean Forums > Brasil > Fóruns Gerais > Projetos e Obras


Global Announcement

As a general reminder, please respect others and respect copyrights. Go here to familiarize yourself with our posting policy.


Reply

 
Thread Tools
Old September 24th, 2013, 07:28 PM   #121
Marck Sanches
Registered User
 
Marck Sanches's Avatar
 
Join Date: Apr 2013
Location: São Paulo
Posts: 1,554
Likes (Received): 1026

Quote:
Originally Posted by Marcio Staffa View Post
Com VGV total de R$ 8 bilhões de reais.

São Paulo ganhará empreendimento imobiliário de R$ 8 bilhões

Lançamento do empreendimento, que ainda não teve seu valor de comercialização divulgado, deve ocorrer até o fim deste ano.

SÃO PAULO - A cidade de São Paulo está prestes a ganhar um empreendimento imobiliário, cujo VGV (Valor Geral de Vendas) está na casa dos R$ 8 bilhões, sendo este um dos maiores projetos do mercado no ano.

Batizado de Parque Global, o megaprojeto será construído em uma área de 218 mil metros quadrados, situada na Marginal Pinheiros, entre o Complexo Cidade Jardim e o Parque Burle Marx.

Fruto de uma parceria entre a Benx, empresa do Grupo Bueno Netto, e a Related Brasil, associação das incorpodoras americanas The Related Group (Miami) e Related Companies (Nova York), com os executivos Clifford Sobel e Daniel Citron, o empreendimento contará com torres residenciais e comerciais, hotéis, shopping center, além de áreas verdes e uma estação de metrô da nova linha ouro.
Caramba é o dobro do VGV do Parque da Cidade, nem assim sai um supertall, desisto..
__________________
“Na vida real, com certeza, há sempre alguma coisa acontecendo, o balé não tem intervalo, mas a sensação geral é serena (…)” (Morte e Vida de Grandes Cidades – pág. 56)Jane Jacobs
Marck Sanches no está en línea   Reply With Quote
Sponsored Links
Advertisement
 
Old September 25th, 2013, 11:57 AM   #122
caiocco
UFABC User
 
caiocco's Avatar
 
Join Date: Dec 2010
Posts: 5,615
Likes (Received): 3921

Para sair, só em outra região e com infraestrutura de peso, algo que não existe no local em questão.
__________________
Caio César
COMMU - Coletivo Metropolitano de Mobilidade Urbana (Facebook | Twitter | Medium)
caiocco no está en línea   Reply With Quote
Old September 25th, 2013, 01:22 PM   #123
CARBONI
Registered User
 
CARBONI's Avatar
 
Join Date: Feb 2010
Location: São Paulo
Posts: 215
Likes (Received): 26

25/09/2013 - 03h30
Plano diretor prevê triplicar área para construção em São Paulo
PUBLICIDADE

EDUARDO GERAQUE
DE SÃO PAULO


O novo plano diretor que deverá chegar a Câmara Municipal amanhã vai triplicar a quantidade de área para a construção de imóveis.

A ampliação vale apenas para as vias com corredores de ônibus ou linhas de metrô e terrenos em um raio de 400 metros das estações de trem.

Associação civil critica e cobra estudo mais profundo dos eixos
Para presidente de sindicato, plano cria situação injusta em SP

"A escolha é pela otimização do uso da terra", afirma Fernando de Mello Franco, secretário de Desenvolvimento Urbano da gestão Fernando Haddad (PT).

Editoria de arte/Folhapress

Pelo plano atual, menos de 4% da mancha urbana da cidade tem um coeficiente de aproveitamento do terreno de índice quatro.

Nesse tipo de área, por exemplo, em um terreno de mil metros quadrados, o edifício que for erguido ali poderá chegar aos 4.000 metros quadrados de área construída. Até uma vez a área do terreno, nada é cobrado ao empreendedor pela prefeitura.

Quando o limite é ultrapassado, a construção só é liberada pelo pagamento da chamada outorga onerosa.

No futuro, se nada mudar no texto do projeto feito pelo poder Executivo, todas as margens dos chamados eixos de desenvolvimento poderão ter esse mesmo índice quatro.

Isso significa uma área de quase 13% da mancha urbana de toda a cidade, segundo os cálculos oficiais.
O plano da atual gestão é oferecer mais poder de construção ao setor imobiliário onde há corredores de ônibus e linhas de trem ou metrô.

A iniciativa é considerada válida por muitos urbanistas. Na visão do setor imobiliário, porém, pode não dar certo ou alterar demais regiões da cidade que estão consolidadas.

ESTÍMULO

A prefeitura dará incentivo para que o adensamento ocorra ao lado das eixos de transporte público.

O valor da outorga onerosa será um dos instrumentos. Segundo Franco, em termos relativos, quanto mais o empreendedor usar o terreno e se aproximar do índice quatro, menor será o preço do metro quadrado construído.

"Tudo isso é para adensar mesmo essas áreas", diz.

Outra novidade do texto é a dispensa da outorga onerosa para o construtor que, nos eixos de transporte, abrir até 20% da área construída para o público em geral, por meio de uma praça ou de lojas.

A limitação de uma vaga apenas para cada apartamento também continua válida --caso haja mais de uma, haverá cobrança da outorga.

Para o setor imobiliário, há dúvidas sobre se o consumidor adepto de muitas vagas de garagem vai aceitar pagar mais para ficar perto dos corredores de ônibus e trens.
__________________
Rogério Carboni
São Paulo - SP
CARBONI no está en línea   Reply With Quote
Sponsored Links
Advertisement
 
Old September 25th, 2013, 04:32 PM   #124
Gutovsky
Registered User
 
Gutovsky's Avatar
 
Join Date: Aug 2006
Location: São Paulo
Posts: 10,064
Likes (Received): 7491

Esse empreendimento inteiro está do lado da estação do monotrilho, então se enquadra nessa hipótese. Espero que não haja limitação da altura...
Gutovsky no está en línea   Reply With Quote
Old September 25th, 2013, 04:34 PM   #125
caiocco
UFABC User
 
caiocco's Avatar
 
Join Date: Dec 2010
Posts: 5,615
Likes (Received): 3921

Metrô leve, com capacidade não muito elevada...
__________________
Caio César
COMMU - Coletivo Metropolitano de Mobilidade Urbana (Facebook | Twitter | Medium)
caiocco no está en línea   Reply With Quote
Old September 25th, 2013, 10:53 PM   #126
marcusesa
Registered User
 
Join Date: Sep 2013
Posts: 16
Likes (Received): 52

Quote:
Originally Posted by caiocco View Post
Para sair, só em outra região e com infraestrutura de peso, algo que não existe no local em questão.
Cara vai ter a estação do monotrilho, do outro lado do rio tem as estações da cptm tem uma via expressa a marginal pinheiros. Do outro lado ainda vai ter a extensão da Chucri Zaidan com corredor de ônibus e tem a ciclovia do rio pinheiros. Ou seja, qual é o argumento para a baixa infraestrutura e qual região de São Paulo você acha que seria melhor?
marcusesa no está en línea   Reply With Quote
Old September 25th, 2013, 11:30 PM   #127
srdpv
Registered User
 
Join Date: Sep 2013
Posts: 1
Likes (Received): 0

Olá. Sou usuário novo, mas acompanho há muito tempo a discussão da linha 17 do metro e agora essa que me interessa particularmente. No caso desse empreendimento, Parque global, como ficaria a via de trás, que hoje é formada pela Av. Prof. Benedito Montenegro, continuando como Av. Da. Maria Mesquita de Mota e Silva e depois Rua Colégio Pio XII? Hoje essa é a via de ligação entre o Panamby mais próximo do Parque Burle Marx e a Av. Morumbi, e é uma via de mão dupla, muito estreita (uma faixa de cada mão apenas). Se alguém souber ou tiver dados, agradeço. Abraço
srdpv no está en línea   Reply With Quote
Old September 26th, 2013, 01:03 AM   #128
rcaruzzo
Registered User
 
Join Date: Apr 2013
Posts: 187
Likes (Received): 142

Fico impressionado com a velocidade de obras privadas...

Passei há pouco mais de 3 semanas na região e praticamente só havia poucos tratatores fazendo limpeza de terreno. Hoje, passei novamente e notei que já tem até um trecho da nova avenida...

Enquanto isso, a construção de um acostamento de emergência, de pouco mais de 100 metros na av. Nações Unidas, tá levando quase 1 mês para ficar pronto!
rcaruzzo no está en línea   Reply With Quote
Old September 26th, 2013, 03:55 AM   #129
caiocco
UFABC User
 
caiocco's Avatar
 
Join Date: Dec 2010
Posts: 5,615
Likes (Received): 3921

Quote:
Originally Posted by marcusesa View Post
Cara vai ter a estação do monotrilho, do outro lado do rio tem as estações da cptm tem uma via expressa a marginal pinheiros. Do outro lado ainda vai ter a extensão da Chucri Zaidan com corredor de ônibus e tem a ciclovia do rio pinheiros. Ou seja, qual é o argumento para a baixa infraestrutura e qual região de São Paulo você acha que seria melhor?
A ciclovia não consegue ainda, da forma que ela está, compor uma alternativa forte, até porque, não é uma ciclovia, é uma via dupla de serviço da CPTM e da EMAE transformada em ciclovia.

As estações da CPTM agonizam o pensamento de que a infraestrutura ferroviária não tem limites ou de que expandir a oferta é trivial como fritar pastel, só que não é. O trecho com menores intervalos da Linha 9 hoje oferta trens a cada 4 minutos em média, ele faz parte do serviço de loop operacional entre Pinheiros e Jurubatuba, qualquer coisa além disso e os intervalos são maiores, qualquer tentativa de reduzir os intervalos e não haverão trens, qualquer tentativa de aumentar os trens rodando e os circuitos de via não permitirão nada menor do que 3 minutos, que só serão regulares com o ATO, que ainda não está funcionando.

Cada trem do monotrilho vai carregar umas 400 pessoas, o intervalo será de 75 segundos. Com 75 segundos e 400 pessoas por trem você terá uns 20 mil lugares hora/sentido, quase o mesmo do que a Linha 12 da CPTM, só que a Linha 12 tem uma diferença: ela você consegue espremer até 60 mil se precisar (na verdade até 100 mil ou pouco mais, basta querer), embora não seja trivial (e seria ainda mais difícil do que com a Linha 9), com a Linha 17, 75 segundos e a oferta que eu acabei de dizer e acabou, você está no máximo. Só teremos o empreendimento em questão? Não, sabemos que não teremos, sabemos que a especulação fará o papel que sempre teve e que haverá adensamento... então não é possível considerar que o empreendimento está instalado com ampla oferta de transporte coletivo, pois não está e mesmo se estivesse, estaria bem atendido em um horizonte de quantos anos, 4 ou 8, no máximo?

E... se o corredor está do outro lado, como fica a alimentação dele por parte de quem acessa o complexo? E qual a oferta pretendida? Depois, corredor tem atuação limitada, ele não tem o mesmo potencial de recebimento de usuários de partes bem distintas da capital como tem um sistema sobre trilhos, a eficiência é incomparavelmente menor. A Marginal Pinheiros não é uma região qualquer, ela é um subcentro, ela concorre com outros locais e, lamento, ela não tem uma infraestrutura sensacional de transporte coletivo, a região vem ganhando, mas não tem.

Enfim, isso é bem off topic, o que quero dizer é: supertalls exigem gabaritos permissíveis o suficiente (e isso implica em distâncias seguras de aeroportos) e também em infraestrutura adequada, como várias linhas de metrô pesado passando no subsolo (ou ao lado, ou em elevado, que seja), em uma estação devidamente bem dimensionada e integrada.
__________________
Caio César
COMMU - Coletivo Metropolitano de Mobilidade Urbana (Facebook | Twitter | Medium)
caiocco no está en línea   Reply With Quote
Old September 26th, 2013, 11:25 PM   #130
marcusesa
Registered User
 
Join Date: Sep 2013
Posts: 16
Likes (Received): 52

Quote:
Originally Posted by caiocco View Post
A ciclovia não consegue ainda, da forma que ela está, compor uma alternativa forte, até porque, não é uma ciclovia, é uma via dupla de serviço da CPTM e da EMAE transformada em ciclovia.

As estações da CPTM agonizam o pensamento de que a infraestrutura ferroviária não tem limites ou de que expandir a oferta é trivial como fritar pastel, só que não é. O trecho com menores intervalos da Linha 9 hoje oferta trens a cada 4 minutos em média, ele faz parte do serviço de loop operacional entre Pinheiros e Jurubatuba, qualquer coisa além disso e os intervalos são maiores, qualquer tentativa de reduzir os intervalos e não haverão trens, qualquer tentativa de aumentar os trens rodando e os circuitos de via não permitirão nada menor do que 3 minutos, que só serão regulares com o ATO, que ainda não está funcionando.

Cada trem do monotrilho vai carregar umas 400 pessoas, o intervalo será de 75 segundos. Com 75 segundos e 400 pessoas por trem você terá uns 20 mil lugares hora/sentido, quase o mesmo do que a Linha 12 da CPTM, só que a Linha 12 tem uma diferença: ela você consegue espremer até 60 mil se precisar (na verdade até 100 mil ou pouco mais, basta querer), embora não seja trivial (e seria ainda mais difícil do que com a Linha 9), com a Linha 17, 75 segundos e a oferta que eu acabei de dizer e acabou, você está no máximo. Só teremos o empreendimento em questão? Não, sabemos que não teremos, sabemos que a especulação fará o papel que sempre teve e que haverá adensamento... então não é possível considerar que o empreendimento está instalado com ampla oferta de transporte coletivo, pois não está e mesmo se estivesse, estaria bem atendido em um horizonte de quantos anos, 4 ou 8, no máximo?

E... se o corredor está do outro lado, como fica a alimentação dele por parte de quem acessa o complexo? E qual a oferta pretendida? Depois, corredor tem atuação limitada, ele não tem o mesmo potencial de recebimento de usuários de partes bem distintas da capital como tem um sistema sobre trilhos, a eficiência é incomparavelmente menor. A Marginal Pinheiros não é uma região qualquer, ela é um subcentro, ela concorre com outros locais e, lamento, ela não tem uma infraestrutura sensacional de transporte coletivo, a região vem ganhando, mas não tem.

Enfim, isso é bem off topic, o que quero dizer é: supertalls exigem gabaritos permissíveis o suficiente (e isso implica em distâncias seguras de aeroportos) e também em infraestrutura adequada, como várias linhas de metrô pesado passando no subsolo (ou ao lado, ou em elevado, que seja), em uma estação devidamente bem dimensionada e integrada.
Entendi a sua crítica com a infraestrutura do local e acho bem válida, mas qual região de São Paulo você acha que tem condições melhores para abrigar supertalls?
marcusesa no está en línea   Reply With Quote
Old September 27th, 2013, 12:17 AM   #131
Renaudt
Registered User
 
Renaudt's Avatar
 
Join Date: Mar 2011
Location: São Paulo
Posts: 3,793
Likes (Received): 4605

Passei hoje na frente e me impressionei com a velocidade em que estão construindo o stand de vendas, deve sair nos próximos dias, infelizmente nao consegui fazer fotos.
__________________

Mateus Goloni, Dom Drácula liked this post
Renaudt no está en línea   Reply With Quote
Old September 27th, 2013, 11:56 AM   #132
nerziego
Registered User
 
Join Date: Sep 2013
Posts: 7
Likes (Received): 14

Avanço da obra

https://db.tt/QgniYKhE
Foto aérea tirada em 26/09.
Já da para ver a primeira rua sendo construída.
__________________
nerziego no está en línea   Reply With Quote
Old September 27th, 2013, 02:50 PM   #133
Marcio Staffa
Registered User
 
Marcio Staffa's Avatar
 
Join Date: May 2010
Posts: 6,730
Likes (Received): 22899

Mandou bem, Nerziego!

__________________

Marck Sanches liked this post
Marcio Staffa no está en línea   Reply With Quote
Old September 27th, 2013, 09:54 PM   #134
Marck Sanches
Registered User
 
Marck Sanches's Avatar
 
Join Date: Apr 2013
Location: São Paulo
Posts: 1,554
Likes (Received): 1026

O terreno é mesmo imenso e ao vista dali será bem interessante, principalmente depois que o Parque da cidade e o WT Morumbi estiverem concluídos.
__________________
“Na vida real, com certeza, há sempre alguma coisa acontecendo, o balé não tem intervalo, mas a sensação geral é serena (…)” (Morte e Vida de Grandes Cidades – pág. 56)Jane Jacobs
Marck Sanches no está en línea   Reply With Quote
Old September 28th, 2013, 06:07 AM   #135
Renaudt
Registered User
 
Renaudt's Avatar
 
Join Date: Mar 2011
Location: São Paulo
Posts: 3,793
Likes (Received): 4605


É verdade, o Parque da Cidade vai mudar totalmente essa vista!
Renaudt no está en línea   Reply With Quote
Old September 30th, 2013, 12:19 AM   #136
guigao
Registered User
 
guigao's Avatar
 
Join Date: Sep 2010
Posts: 178
Likes (Received): 72

Esse empreendimento promete. cabe algumas considerações:

Estão descrevendo que haverá uma estação do metrô no meio. Seria mais preciso dizer que vai ser uma estação de monotrilho. Não interessa se vai ser administrado pelo metrô etc....obviamente a informação está sendo mal usada.

É interessante como os investimentos imobiliários já estão antecipando a limpeza dos rios pinheiros e tietê. Vários empreendimentos divulgando o pinheiros como se fosse o sena. Seria interessante o estado vender alguns terrenos grudados no rio e na represa guarapiranga para construção de grandes torrres e atrelar investimentos privados na limpeza do rio e da represa, adiantando essa solução. Imaginem o rio totalmente navegável e termos uma verdadeira marina na cidade? valorizaria muito a região da represa, com vários yatchs passeando por lá, hehe. Mas isso deve fazer parte da especulação (o que é bom) e planejamento do poder público, mas não com arbitragem (o que é ruim) das decisões políticas favorecendo grupos imobiliários.

Na imagem divulgada da vista da marginal pinheiros, está a raia da usp. Acho que só se houver torres altíssimas para ter vista para aquele ponto. a vista dali será para a ponte estaiada e para o shopping cidade jardim.

Estive há menos de um mês no supermercado Extra que vai ficar bem no meio desse empreendimento. Acho que ele possui grande potencial para virar logo um grande shopping, seu terreno é mto grande tbm. Espero que as obras de despoluição do rio avancem no ritmo desse empreendimento, pois o cheiro no estacionamento do supermercado já estava horrível nesse dia.
guigao no está en línea   Reply With Quote
Old September 30th, 2013, 02:29 PM   #137
Luis FTC
eSPetacular
 
Luis FTC's Avatar
 
Join Date: Jan 2005
Location: São Paulo
Posts: 5,328
Likes (Received): 9872

Quote:
Originally Posted by guigao View Post
Esse empreendimento promete. cabe algumas considerações:

Estão descrevendo que haverá uma estação do metrô no meio. Seria mais preciso dizer que vai ser uma estação de monotrilho. Não interessa se vai ser administrado pelo metrô etc....obviamente a informação está sendo mal usada.
Mas o monotrilho pode ser chamado de metrô. Metrô não é uma tecnologia, mas sim um serviço.
__________________
Pro Brasilia Fiant Eximia
Luis FTC no está en línea   Reply With Quote
Old September 30th, 2013, 03:30 PM   #138
Guille Panebianco
Registered User
 
Guille Panebianco's Avatar
 
Join Date: May 2009
Location: São Paulo
Posts: 1,090
Likes (Received): 28



Fora que a Linha 17 terá tanta ou mais capacidade que muitos metrôs de várias cidades do mundo.
__________________
##Por uma São Paulo mais sustentável##

¿Quién los ve andar por la ciudad si todos están ciegos?
Julio Cortázar
Guille Panebianco no está en línea   Reply With Quote
Old September 30th, 2013, 05:10 PM   #139
caiocco
UFABC User
 
caiocco's Avatar
 
Join Date: Dec 2010
Posts: 5,615
Likes (Received): 3921

Quote:
Originally Posted by marcusesa View Post

Entendi a sua crítica com a infraestrutura do local e acho bem válida, mas qual região de São Paulo você acha que tem condições melhores para abrigar supertalls?
Pois é... não temos. Poderíamos ter, mas por enquanto não temos. Apesar da oferta desperdiçada na Zona Leste, acho que seria preocupante instalar edifícios do tipo por lá, fora o preconceito com a região. Acho que a Região Metropolitana poderia receber, conectando os empreendimentos com a CPTM, mas é preciso um estudo.

Quote:
Originally Posted by Guille Panebianco View Post


Fora que a Linha 17 terá tanta ou mais capacidade que muitos metrôs de várias cidades do mundo.
A oferta é baixinha. Cada trem transporta umas 400 pessoas apenas.
__________________
Caio César
COMMU - Coletivo Metropolitano de Mobilidade Urbana (Facebook | Twitter | Medium)
caiocco no está en línea   Reply With Quote
Old September 30th, 2013, 05:24 PM   #140
gerd.jak
bye Iguaçu, hi Tietê
 
gerd.jak's Avatar
 
Join Date: Feb 2008
Location: São Paulo
Posts: 12,267
Likes (Received): 13267

Quote:
Originally Posted by caiocco View Post
Pois é... não temos. Poderíamos ter, mas por enquanto não temos. Apesar da oferta desperdiçada na Zona Leste, acho que seria preocupante instalar edifícios do tipo por lá, fora o preconceito com a região. Acho que a Região Metropolitana poderia receber, conectando os empreendimentos com a CPTM, mas é preciso um estudo.



A oferta é baixinha. Cada trem transporta umas 400 pessoas apenas.
A oferta definitiva será de 750 pessoas por trem, com composição de 5 carros; inicialmente, será de 450, com 3 carros. Mas o que dá a oferta total não é a capacidade de um trem, mas a capacidade por hora. E aí o headway baixo, de 75 s, faz a diferença, aproximando a capacidade total da linha de sistemas que usam trens maiores: o metrô-SP, em suas linhas mais antigas, tem o dobro de capacidade do trem (1500 passageiros), mas com headway atual de 108-120 s tem uma oferta total não muito diferente do "pequeno" monotrilho. Para a demanda de uma linha perimetral, ainda que com novos polos de viagens, é bastante confortável.
__________________

FelixMadero liked this post
gerd.jak no está en línea   Reply With Quote
Sponsored Links
Advertisement
 


Reply

Thread Tools

Posting Rules
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off



All times are GMT +2. The time now is 10:35 AM.


Powered by vBulletin® Version 3.8.11 Beta 4
Copyright ©2000 - 2019, vBulletin Solutions Inc.
vBulletin Security provided by vBSecurity v2.2.2 (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2019 DragonByte Technologies Ltd.
Feedback Buttons provided by Advanced Post Thanks / Like (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2019 DragonByte Technologies Ltd.

SkyscraperCity ☆ In Urbanity We trust ☆ about us