Rede Ferroviaria Nacional - Page 11 - SkyscraperCity
 

forums map | news magazine | posting guidelines

Go Back   SkyscraperCity > European Forums > Fórum Português > Transportes e Infra-Estruturas > Ferrovias


Global Announcement

As a general reminder, please respect others and respect copyrights. Go here to familiarize yourself with our posting policy.


Reply

 
Thread Tools
Old September 1st, 2008, 10:32 AM   #201
Ricardo Jorge
Registered User
 
Ricardo Jorge's Avatar
 
Join Date: Jul 2005
Location: Costa Azul, Portugal
Posts: 1,805
Likes (Received): 7

Quote:
Originally Posted by Viriatuus View Post


Faria sentido essa ligação como muitas outras... infelizmente vivemos num país que só pensa em "TGV" - alguns mas são os que mandam... - e em que tudo o que cheirar a "Norte" não é para investir... logo...
Não é Norte. É tudo o que cheirar a não-lucro chorudo e imediato. As linhas foram abandonadas por todo o país, não é cheiro a Norte.

As linhas do Dão e Vouga, no Centro tal como noutros sítios, tiveram grandes pressões das Rodoviárias locais para serem encerradas!!!

E o Ramal de Famalicão é posse actual da empresa Metro do Porto: nunca sequer se ouviu um suspiro sequer da Metro do Porto sobre alguma remota ideia de reactivar esse troço.
Ricardo Jorge no está en línea   Reply With Quote
Sponsored Links
Advertisement
 
Old September 1st, 2008, 11:59 AM   #202
encarnado
Bending Realities...
 
Join Date: Nov 2007
Posts: 1,913
Likes (Received): 7

Vocês vão-se preparando que a coisa não está nada boa.
Esperem pela implementação do TGV que isto vai dar uma reviravolta completa, tanto a nivel de infraestrutura como de preços e tudo mais relacionado com a ferrovia em Portugal.
__________________
Remember, remember, the fifth of November, gunpowder treason and plot. I know of no reason why the gunpowder treason should ever be forgot. Ideas do not bleed, they do not feel pain...
encarnado no está en línea   Reply With Quote
Old September 1st, 2008, 06:00 PM   #203
Puro_pt
O Terrouriiiiiii...
 
Join Date: May 2005
Location: Paxaixa
Posts: 859
Likes (Received): 11

Por falar em teorias da conspiração... Alguém leu o diario económico de hoje? É que há por lá alguem a defender a quadruplicção da linha do norte... tipo o presidente da CP...

Por acaso não andei eu e uns quantos elementos por aqui a defender isso mesmo?
Agora já nem esperam 6 meses... ao fim de dois já por ai andam a usar as nossas ideias

Tanto melhor, desde que seja bom para todos

http://diarioeconomico.sapo.pt/edici...o/1159812.html

CP exige duplicação da linha do Norte
Presidente da operadora diz que a empresa está a perder dinheiro nos comboios Alfa e Intercidades entre Lisboa e o Porto.

Nuno Miguel Silva

A CP está a perder dinheiro e qualidade de serviço todos os dias com a saturação da linha do Norte. A ligação entre Lisboa e o Porto está “saturada” e já não é possível colocar mais comboios em funcionamento por falta de disponibilidade da infra-estrutura.

Em entrevista ao Diário Económico, Francisco Cardoso dos Reis, presidente da CP, sublinha que, face ao “estrangulamento da linha do Norte temos consequências em termos de tempos perdidos pelos comboios, facto fortemente penalizador da qualidade do serviço de Alfas Pendulares e Intercidades e cujas consequências financeiras são mensuráveis pelas devoluções que fazemos do dinheiro em caso de atrasos”.

De acordo com o presidente da operadora ferroviária nacional, esta verba, “que é só aquela que é reclamada, havendo número significativo de clientes que não procede à reclamação”, apresenta valores da ordem dos 150 mil euros por ano, sendo integralmente assumida pela CP.

O real impacto das perdas financeiras provocadas por esta situação não é “facilmente quantificável”, mas pode perceber-se a situação crítica que se vive na operação da CP na linha do Norte com o tempo perdido com os afrouxamentos das composições e outras perturbações provocadas por trabalhos na via ou na restante infra-estrutura, que no final do primeiro semestre totalizaram 25 dias completos.

“Às sextas e aos domingos, todos os lugares do Alfa entre Lisboa e o Porto estão esgotados. E são composições de 12 carruagens e não de seis, além de fazermos um desdobramento no Alfa das sete da tarde. Estamos a encher os comboios, nomeadamente os Alfas e os Intercidades, e isso dá-nos uma forte motivação, mas também estamos a sofrer uma forte pressão do lado da procura”, diz Cardoso dos Reis.

O presidente da CP é peremptório: “A linha do Norte é um eixo fundamental do nosso País e não tem capacidade para introduzir mais comboios e nós precisamos de ter mais linha e mais comboios, de passageiros e de mercadorias, entre Lisboa e o Porto”.

Por isso Cardoso dos Reis considera que “as pessoas não estão a discutir o essencial, ao circunscrever a discussão sobre se é necessário a alta velocidade entre Lisboa e o Porto”, porque, no seu entender, está provado que “o facto é que é mesmo preciso um par de linhas ao lado da linha do Norte para libertar a linha existente para os comboios suburbanos e de mercadorias”.

Aliás, o próprio programa de investimento da CP na renovação do material circulante, que está em curso, exige que a linha do Norte seja reforçada.

Seja em alta velocidade, seja para comboios convencionais, uma nova linha ferroviária entre Lisboa e o Porto só deverá estar concluída em 2013, na melhor das hipóteses. “Vamos ter pela frente sete anos de dores de cabeça, toda a gente nos vai chamar nomes porque as pessoas não vão perceber como é que não conseguimos responder às necessidades”, conclui Cardoso dos Reis.

O presidente da CP explica que neste interregno a empresa que dirige “vai ter de arranjar políticas comerciais para atrair pessoas para horas mais mortas e optimizar a utilização dos nossos meios de produção”.

Francisco Cardoso dos Reis acrescenta que o problema da linha do Norte é tanto mais sensível, quanto esta infra-estrutura se inscreve na perfeição na famosa lei do “efeito borboleta”, segundo a qual o bater de asas de uma borboleta num lado do Mundo pode provocar um tufão do outro lado.

“Um atraso ligeiro na saída de um comboio no Algarve pode ter influências ou consequências enormes em Campanhã. O efeito borboleta é uma realidade na CP, porque gerimos um sistema interligado onde circulam 2.100 comboios por dia”, sublinha Cardoso dos Reis.
__________________
Aterrorizando tudo e todos numa ferrovia perto de si desde 1999...
Puro_pt no está en línea   Reply With Quote
Sponsored Links
Advertisement
 
Old September 1st, 2008, 06:08 PM   #204
JMFA
Registered User
 
Join Date: Aug 2007
Location: Lisbon
Posts: 1,609
Likes (Received): 2

não percebo como é que com os comboios cheios, perdem dinheiro... quando andavam mais vaziozitos ganhava-se mais? é que é preciso saber que a cp cobra penalidades à refer pelos atrasos "provocados" pela infraestrutura, pelo que o dinheiro devolvido aos clientes que reclamam atrasos, terá sido recuperado (totalmente / parcialmente?) pela cp... basicamente o que o sr quer dizer é que é necessário uma nova linha Lisboa-Porto ou entendi mal?
JMFA no está en línea   Reply With Quote
Old September 1st, 2008, 06:45 PM   #205
emarques
Registered User
 
emarques's Avatar
 
Join Date: Jan 2008
Posts: 4,685
Likes (Received): 170

Quanto atraso é que é preciso para se poder reclamar e conseguir a devolução do dinheiro? Ontem o IC entrou em Sta Apolónia com 5 minutos de atraso, quero o meu dinheiro de volta...

Quote:
A CP está a perder dinheiro e qualidade de serviço todos os dias com a saturação da linha do Norte. A ligação entre Lisboa e o Porto está “saturada” e já não é possível colocar mais comboios em funcionamento por falta de disponibilidade da infra-estrutura.
Então é porque a linha está saturada ou porque a frota de longo curso não chega para as encomendas? Decidam-se!
emarques no está en línea   Reply With Quote
Old September 1st, 2008, 09:32 PM   #206
Ricardo Jorge
Registered User
 
Ricardo Jorge's Avatar
 
Join Date: Jul 2005
Location: Costa Azul, Portugal
Posts: 1,805
Likes (Received): 7

O dinheiro que desapareceu na suposta modernização da Linha do Norte dava para fazer umas 2 ou 3 Linhas do Norte...

Teria sido muito fácil: 2 vias completamente novas num traçado corrigido. Quando acabassem, punham os comboios a circular aí e arranjavam as outras 2 vias. Simples, não?

Agora que andam a pensar em TGV é que se lembram disto? só podem estar a gozar. Este país é uma comédia...

Last edited by Ricardo Jorge; September 1st, 2008 at 09:38 PM.
Ricardo Jorge no está en línea   Reply With Quote
Old September 3rd, 2008, 10:37 AM   #207
numa
Registered User
 
Join Date: Jan 2007
Posts: 4
Likes (Received): 0

a falta de visão a longo prazo das mentes responsáveis pelas decisões que regem o panorama ferroviário nacional é de facto atordoante. as obras que estão a decorrer há anos já deviam estar a preparar a principal artéria ferroviária do país para este momento. como contribuinte (descontente com tanto dinheiro mal empregue) só consigo pensar na piada do médico que deixa cair o relógio durante a operação e só se apercebe disso quando acabou de coser o doente! a renovação da linha do norte tem de ser verdadeiramente ambiciosa, ainda assim fica-se por isto:

.é o principal canal ferroviário do país e ainda não acabaram as obras de beneficiação e já está saturadíssima;
.a renovação não contempla a famosa travessa bibitola (quando ouviremos falar de mudança de bitola?!);
.misturam-se mercadorias, urbanos, IRs, ICs e pendulares no mesmo tacho, o que provoca atrasos frequentes e claro está, a insatisfação do cliente;
.deixa-se de poder atrair mais clientes pois não há como providenciar-lhes um serviço decente: faz muito tempo que não vejo um anúncio na tv, o que é imcompreensível (para mais nesta altura de subida de preço de combustíveis). imagino também que muitas outras mercadorias poderiam ser retiradas à estrada, mas assim é simplesmente impossível e mais vale estar quieto (para fugir a futuras indemnizações);
.falta material circulante, quer electrico, quer diesel (ou alternativo)

a verdade é que muita coisa melhorou. é também verdade que não gostaria de estar nos sapatos de quem toma estas decisões. mas, por muito complexas/delicadas/ponderadas que estas sejam, o que salta cá para fora deixa muito a desejar!
numa no está en línea   Reply With Quote
Old September 3rd, 2008, 11:47 AM   #208
Barragon
Barra for Friends
 
Barragon's Avatar
 
Join Date: Dec 2004
Location: Barreiro
Posts: 144,469
Likes (Received): 16320

O pior é que muitas vezes não se consegue compreender algumas decisões...

Está tudo relacionado com interesses.

Bem vindo
__________________
::: Portuguese Forum :::

Alcobaça :: Mosteiro de Alcobaça :: Batalha :: Leiria

Fat people are harder to kidnap

Last edited by Barragon; September 3rd, 2008 at 11:59 AM.
Barragon no está en línea   Reply With Quote
Old September 3rd, 2008, 12:11 PM   #209
Ricardo Jorge
Registered User
 
Ricardo Jorge's Avatar
 
Join Date: Jul 2005
Location: Costa Azul, Portugal
Posts: 1,805
Likes (Received): 7

Quote:
Originally Posted by numa View Post
a falta de visão a longo prazo das mentes responsáveis pelas decisões que regem o panorama ferroviário nacional é de facto atordoante. as obras que estão a decorrer há anos já deviam estar a preparar a principal artéria ferroviária do país para este momento. como contribuinte (descontente com tanto dinheiro mal empregue) só consigo pensar na piada do médico que deixa cair o relógio durante a operação e só se apercebe disso quando acabou de coser o doente! a renovação da linha do norte tem de ser verdadeiramente ambiciosa, ainda assim fica-se por isto:

.é o principal canal ferroviário do país e ainda não acabaram as obras de beneficiação e já está saturadíssima;
.a renovação não contempla a famosa travessa bibitola (quando ouviremos falar de mudança de bitola?!);
.misturam-se mercadorias, urbanos, IRs, ICs e pendulares no mesmo tacho, o que provoca atrasos frequentes e claro está, a insatisfação do cliente;
.deixa-se de poder atrair mais clientes pois não há como providenciar-lhes um serviço decente: faz muito tempo que não vejo um anúncio na tv, o que é imcompreensível (para mais nesta altura de subida de preço de combustíveis). imagino também que muitas outras mercadorias poderiam ser retiradas à estrada, mas assim é simplesmente impossível e mais vale estar quieto (para fugir a futuras indemnizações);
.falta material circulante, quer electrico, quer diesel (ou alternativo)

a verdade é que muita coisa melhorou. é também verdade que não gostaria de estar nos sapatos de quem toma estas decisões. mas, por muito complexas/delicadas/ponderadas que estas sejam, o que salta cá para fora deixa muito a desejar!
Excelente opinião! Ora aí está, tudo somado.
Já agora, bem-vindo!
Ricardo Jorge no está en línea   Reply With Quote
Old September 3rd, 2008, 12:47 PM   #210
JMFA
Registered User
 
Join Date: Aug 2007
Location: Lisbon
Posts: 1,609
Likes (Received): 2

... eu não concordo com a critica fácil... a linha do norte teve décadas sem qualquer investimento e chegou ao ponto de rotura em inúmeros sitios.. rotura em termos de capacidade de exploração e rotura em termos fisicos da plataforma... talvez o nome do projecto tenha sido mal explicado, já que o objectivo que tem mobilizado os prinicpais recursos nesta "modernização", tem sido trabalhos que permitam colocar a plataforma a níveis que assegurem a circulação em segurança... isto sem falar nas centenas de PN´s encerradas, e sem falar nos diversos ciclos politicos que têm parado/ abrandado os trabalhos em curso, pois não têm grande visibilidade e o retorno é lento... e para a opinião publica só sai o número de minutos que se poupou no trajecto Lx-Porto, comparado com os milhões gastos, mas sem se procurar saber quanto desses milhões foi gasto no efectivo aumento de velocidade..

é preciso ver que não se trata de uma auto-estrada onde, apesar de tudo, é fácil desviar o tráfego... ali tem de continuar tudo a passar, o que transforma uma obra simples num trabalho quase ao cronometro e a demorar e custar 10 vezes mais....
Quanto ao facto de estar saturada, bom, mas isso, mesmo que não tivesse trabalhos pesados em curso (e neste momento praticamente não tem), é um facto que nalguns troços, não há grande folga... e são precisamente nessas zonas onde o custo de quadriplicação é extremamente caro, além de ser zonas onde o canal está densamente ocupado (p.ex. toda a zona de gaia) e que terá uma contestação social enorme!
conclusão: na minha opinião, para a ferrovia ser concorrencial, é necessário uma nova linha.

Quanto à travessa bi-bitola, fala-se como se já existisse há centenas de anos e resovesse de imediato todos os problemas...
julgo que a sua aplicação em espanha não terá mais de uma dezena de anos... e procuremos ser práticos... mesmo que em todos os troços que já foram reabilitados, a travessa instalada fosse bi-bitola, faltariam ainda muitos quilómetros onde ainda não teria sido possível instalar essa travessa. mas imaginemos que sim, que teria sido possível colocar integralmente essa travessa na linha do norte... e agora? quanto tempo de linha em via única até se ter uma das linhas em bitola integralmente europeia (não dá ter por troços, pois um troço de 10km ou 100km, lá pelo meio, numa bitola diferente não serve para anda)... e depois mais não sei quanto tempo para fazer o mesmo na outra via... e no final, tinhamos toda a linha em bitola europeia, e todo o material circulante em bitola ibérica... tudo tudo tudo o que passa lá tinha de ser convertido, se é que seria possível tal tarefa...
parece fácil??
JMFA no está en línea   Reply With Quote
Old September 3rd, 2008, 01:32 PM   #211
Ricardo Jorge
Registered User
 
Ricardo Jorge's Avatar
 
Join Date: Jul 2005
Location: Costa Azul, Portugal
Posts: 1,805
Likes (Received): 7

Quote:
Originally Posted by JMFA View Post
... eu não concordo com a critica fácil... a linha do norte teve décadas sem qualquer investimento e chegou ao ponto de rotura em inúmeros sitios.. rotura em termos de capacidade de exploração e rotura em termos fisicos da plataforma... talvez o nome do projecto tenha sido mal explicado, já que o objectivo que tem mobilizado os prinicpais recursos nesta "modernização", tem sido trabalhos que permitam colocar a plataforma a níveis que assegurem a circulação em segurança... isto sem falar nas centenas de PN´s encerradas, e sem falar nos diversos ciclos politicos que têm parado/ abrandado os trabalhos em curso, pois não têm grande visibilidade e o retorno é lento... e para a opinião publica só sai o número de minutos que se poupou no trajecto Lx-Porto, comparado com os milhões gastos, mas sem se procurar saber quanto desses milhões foi gasto no efectivo aumento de velocidade..
Os maquinistas da CP, que normalmente também conhecem o panorama estrangeiro, são unânimes em considerar que a modernização da Linha do Norte é algo que está em marcha há muitos anos e que foi um processo absolutamente vergonhoso de imcompetência. Como eles dizem, a Linha do Norte está num processo de modernização da modernização da modernização que nunca tem acabado.

Não houve um plano nem com visão nem com organização.

Só um pequeno exemplo, houve troços onde ainda havia pouco tempo que tinham colocado via nova e travessas bi-bitola, levantaram tudo para colocar travessas mono-bloco... isto quando já se sabia que as travessas monobloco bi-bitola deveriam ser implementadas.

Não há nada de novo, o país é em geral gerido pela incompetência avulsa.
Ricardo Jorge no está en línea   Reply With Quote
Old September 3rd, 2008, 01:59 PM   #212
JMFA
Registered User
 
Join Date: Aug 2007
Location: Lisbon
Posts: 1,609
Likes (Received): 2

... deviamos por os maquinistas da CP a gerir o país...
o grande problema da LdN foi/é falta de coragem politica para levar a obra de seguida e explicar bem aos portugueses os problemas existentes... que aliás so foram sendo seriamente identificados com o desenrolar dos trabalhos...
mas afinal de contas o desporto favorito dos portugueses é criticar, sem procurar fundamentar.... quanto ao exemplo dado, desconheço a sua veracidade, mas há que dar maior valor a uma maldicencia, do que se fosse a dizer bem de algo... afinal de contas é mais fácil resumir tudo a incompetentes... parece que "nós" somos melhor que "eles"...
(P.S. não trabalho nem nunca trabalhei para a refer nem para a LdN, mas conheço o que realmente se tem passado)
JMFA no está en línea   Reply With Quote
Old September 3rd, 2008, 02:10 PM   #213
Ricardo Jorge
Registered User
 
Ricardo Jorge's Avatar
 
Join Date: Jul 2005
Location: Costa Azul, Portugal
Posts: 1,805
Likes (Received): 7

A corporação dos maquinistas não é nenhuma estirpe de iluminados, mas acredito que orientariam melhor que as pessoas que lá têm estado.

É então um país exemplar? Muitas vezes aqui discutimos contigo porque tu defendes bastante o «lado de lá» de uma forma muita rígida e relativizadora. Achas com frequência que nós somos jogadores de Sim-City e que se soubéssemos mais, teríamos outra opinião.

Concerteza duvidarás que era normal fazerem-se reuniões para desorganizar uma tabela de horários, de modo a reduzir a procura a uma linha, para poder justificar o encerramento. Não tenho dúvidas que não acreditarás nisso, mas pronto, cada um acredita no que quer.

Eu pessoalmente acho que estou à vontade para criticar. Sei alguma coisa e seria concerteza capaz de fazer muito melhor, se pudesse ter uma equipa escolhida por mim e metade dos fundos que têm sido disponibilizados.

Nós não temos especifidades geográficas nenhumas muito diferentes de outros países. Temos é um país administrado por uma mentalidade e competência semi-albanesa, que se perpetua nos círculos de poder.
Ricardo Jorge no está en línea   Reply With Quote
Old September 3rd, 2008, 02:27 PM   #214
JMFA
Registered User
 
Join Date: Aug 2007
Location: Lisbon
Posts: 1,609
Likes (Received): 2

bem, começo pelos maquinistas... obviamente não fariam melhor... simplesmente porque (alguns) são bons em ser.. maquinistas... parece-me lógico e julgo que apesar de ser bastante importante, o bom senso não é suficiente para formar um técnico competente na sua área ou um gestor eficaz...
quanto às "discussões", se calhar apenas assim parecem porque são escritas e às vezes, é fácil parecer-se demasiado rigido, mas basicamente a minha opinião é essa. de todos os assuntos que eu tenho um conhecimento mais aprofundado, vejo que as noticias que conduzem a formação de opiniões são geralmente mal apresentadas ou erróneas.. e se isso se passa com as matérias que eu conheço, imagino que o mesmo se passe com a generalidade das situações... isto não quer dizer que não se deve deixar de ler noticias... apenas questionar se não existirá um outro lado da noticia que, com bom senso, explicaria a razão da aparente "irracionalidade"...

quanto à linha do norte, eu vejo como causa de todos os males a falta de capacidade politica que existiu em persistir com os trabalhos ao longo dos anos.... e não incompetencia generalizada dos técnicos e gestores (não estou a dizer que não existirão opções que se revelaram erradas)... país exemplar???? só se fosse parvo diria algo sequer próximo disso, mas acho que tenho capacidade para tentar ver coisas bem feitas... chama-me optimista...

mas já diversas vezes se abordou aqui a questão da travessa bi-bitola, como se a sua aplicação por si só resolvesse o problema!! não resolve!!

quanto às tabelas de horários, não tenho dificuldade em acreditar, porque não conheço essa realidade
JMFA no está en línea   Reply With Quote
Old September 3rd, 2008, 02:44 PM   #215
Ricardo Jorge
Registered User
 
Ricardo Jorge's Avatar
 
Join Date: Jul 2005
Location: Costa Azul, Portugal
Posts: 1,805
Likes (Received): 7

Quote:
Originally Posted by JMFA View Post
mas já diversas vezes se abordou aqui a questão da travessa bi-bitola, como se a sua aplicação por si só resolvesse o problema!! não resolve!!
Eu pessoalmente acho uma solução muito complexa. Porque a mudança também implica a adaptação de todo o material circulante.

Acho que há muito tempo atrás deveriam ter tido a coragem de pensar em quadruplicar toda a Linha do Norte e aí talvez aproveitassem para começar a transição, se é que ela é assim tão necessária:

Passo 1: construir ao lado (ao lado... em traçado bem melhorado) 2 novas vias (talvez em bitola 1435?).

Passo 2: começar a fazer a substituição dos eixos nos bogies há medida que se transferia o serviço para a linha nova.

Passo 3: recuperar as 2 vias anteriores - e convertê-las de 1668 para 1435 (caso se tivesse optado pela mudança para a bitola convencional).

Para as linha de via única, a mesma coisa, mas só com mais 1 via.

Expropriações, engenharia, problemas... bem, isso existe em todo o lado. Quando se tem um objectivo bem delineado, é uma questão de atingi-lo por metas e sensatez.
Ricardo Jorge no está en línea   Reply With Quote
Old September 3rd, 2008, 02:55 PM   #216
emarques
Registered User
 
emarques's Avatar
 
Join Date: Jan 2008
Posts: 4,685
Likes (Received): 170

Quote:
Originally Posted by numa View Post
.deixa-se de poder atrair mais clientes pois não há como providenciar-lhes um serviço decente: faz muito tempo que não vejo um anúncio na tv, o que é imcompreensível (para mais nesta altura de subida de preço de combustíveis).
Discordo de que não seja um serviço decente, principalmente na relação qualidade/preço. É de lembrar que na Itália se queixam que o serviço "Eurostar" (os ETR460 "Pendolino", +/- os nossos CP4000) nunca tem climatização a funcionar na segunda classe, e em geral têm manutenção deficiente. E pagam para aí duas vezes o que nós pagamos por km. E os outros serviços na linha do norte também não têm grandes problemas no aspecto qualidade/preço.

Por outro lado, suponho que seja pouco interessante andar a anunciar o serviço na TV quando ao mesmo tempo se estão a queixar que os comboios que têm a funcionar já têm taxas de ocupação altas, não têm mais material para aumentar a oferta, e mesmo se tivessem mais material ele não "caberia" na linha.
emarques no está en línea   Reply With Quote
Old September 3rd, 2008, 03:02 PM   #217
Barragon
Barra for Friends
 
Barragon's Avatar
 
Join Date: Dec 2004
Location: Barreiro
Posts: 144,469
Likes (Received): 16320

Ve lá... escolhe-me que quero o tacho
__________________
::: Portuguese Forum :::

Alcobaça :: Mosteiro de Alcobaça :: Batalha :: Leiria

Fat people are harder to kidnap
Barragon no está en línea   Reply With Quote
Old September 3rd, 2008, 04:02 PM   #218
JMFA
Registered User
 
Join Date: Aug 2007
Location: Lisbon
Posts: 1,609
Likes (Received): 2

Quote:
Originally Posted by Ricardo Jorge View Post

Passo 1: construir ao lado (ao lado... em traçado bem melhorado) 2 novas vias (talvez em bitola 1435?).
Pois. esse passo é o que está previsto - chama-se LAV... a única diferença é que esse ao "lado em traçado bem melhorado" implica que os parâmetros de traçado usados são incompativeis com a simetria que se julgaria que poderia existir e que o canal junto à actual linha é bastante ocupado com edificações... logo, na prática, resulta mais eficiente construir num "corredor ao lado"... e depois a LdN foi construída no início do sec. XX.. estamos no início do sec. XXI.. é natural que o canal estabelecido anteriormente não responde às exigencias actuais...
mas considerando esse "ao lado" num sentido lato, é o que se propõem fazer
JMFA no está en línea   Reply With Quote
Old September 3rd, 2008, 04:12 PM   #219
numa
Registered User
 
Join Date: Jan 2007
Posts: 4
Likes (Received): 0

Quote:
Originally Posted by emarques View Post
Discordo de que não seja um serviço decente, principalmente na relação qualidade/preço. É de lembrar que na Itália se queixam que o serviço "Eurostar" (os ETR460 "Pendolino", +/- os nossos CP4000) nunca tem climatização a funcionar na segunda classe, e em geral têm manutenção deficiente. E pagam para aí duas vezes o que nós pagamos por km. E os outros serviços na linha do norte também não têm grandes problemas no aspecto qualidade/preço.
fui incorrecto no comentário (ou talvez pouco claro). o conforto e custo das viagens melhoraram a olhos visto e posicionaram-se num nível de excelência admirável (lembro-me perfeitamente da minha 1ª viagem num pendular. só dizia "ena!!!"). a minha crítica dirige-se aos atrasos: de que vale viajar em carruagens com pendulação, ar condiocionado, etc, qd todo o potencial da composição não pode ser aproveitado (e aqui refiro-me à rapidez e cumprimento de horários)? é claro que podemos circular a 220 km/h. mas o patamar de velocidades não é constante, resultando numa verdadeira manta de retalhos (com uma grande disparidade nas velocidades praticadas), seja pela sobrelotação das vias, seja pelos kms não renovados/em renovação (já que ao nível de material circulante, este é perfeitamente capaz)

continuando... a utilização das travessas não resolvem o problema, apenas são parte de uma complexa solução que jamais poderá ser implementada sem o devido acerto destas inumeras "pequenas coisas". apenas acho que algo tão simples (travessas com furações extra) já deveria estar a ser implementado em "doses" consideráveis! caso contrário teremos de esperar de fim do tempo de vida útil destas infraestruturas para ser trocadas? ou (o mais provável) faz-se tudo de novo? basta lembrar que nos kms de via férrea renovada/construida de norte a sul deste país a bibitola surge com pequenissimos apontamentos (o ramal da siderurgia creio que foi construido com estas travessas).

e continuando... a passagem de 2 para 4 linhas é certamente a solução lógica a implementar em muitos dos troços da linha do norte. mas então penso nas infraestruturas que ainda cheiram a novo e não estão de todo preparadas para receber mais vias. daqui resultará certamente uma salada de enterramentos, variantes, expropriações, etc., etc. muitos deles implementados em zonas acabadinhas de renovar. e esta é a minha principal crítica: a falta de visão a longo prazo (que bem vistas as coisas não é assim tão distante)!

para acabar... basta comparar o actual estado da ferrovia nacional com o que era há 10 anos atrás! não tem comparação! mas talvez por ter passado à categoria "efectiva" de contribuinte ( lol ) tenha passado a estar mais atento ao que acontece à minha volta e ao modo como o "meu" dinheiro é utilizado.
numa no está en línea   Reply With Quote
Old September 3rd, 2008, 04:34 PM   #220
Ricardo Jorge
Registered User
 
Ricardo Jorge's Avatar
 
Join Date: Jul 2005
Location: Costa Azul, Portugal
Posts: 1,805
Likes (Received): 7

Quote:
Originally Posted by JMFA View Post
considerando esse "ao lado" num sentido lato, é o que se propõem fazer
Só que vai dar em Coimbra-B e Coimbra-TGV, por exemplo. Santarém, esquece, está fora do mapa.

Basicamente vão ser linhas tão diferentes, e com propósitos tão diferentes, que a nova nunca poderá servir de transferência enquanto se convertia a Linha do Norte para 1435 de empreitada.

O traçado original, com as devidas rectificações está bem colocado e seria mais fácil expropriar para aumentar a Linha do Norte do que para toda a nova linha AV, que lá vai abrir mais um rasgo no meio-ambiente do país.

Qualquer dia o litoral de Portugal não tem valor nenhum. A1, A8, IC2, IC3, LdO, LAV, LdN... já há zonas ali em Aveiro onde olhas para a esquerda, vedações, olhas para a direita, vedações...

Qual seria a diferença de tempo de trajecto entre uma Linha do Norte assim rectificada e quadruplicada, comparado com o TGV? meia-hora? se tanto.

Quote:
Originally Posted by numa View Post
e continuando... a passagem de 2 para 4 linhas é certamente a solução lógica a implementar em muitos dos troços da linha do norte. mas então penso nas infraestruturas que ainda cheiram a novo e não estão de todo preparadas para receber mais vias. daqui resultará certamente uma salada de enterramentos, variantes, expropriações, etc., etc. muitos deles implementados em zonas acabadinhas de renovar. e esta é a minha principal crítica: a falta de visão a longo prazo (que bem vistas as coisas não é assim tão distante)!
Essa é que é essa...
Ricardo Jorge no está en línea   Reply With Quote
Sponsored Links
Advertisement
 


Reply

Tags
alentejo, ferrovia, nal, portugal, rede ferroviária, refer, tgv, ttt, viseu

Thread Tools

Posting Rules
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off


Similar Threads
Thread Thread Starter Forum Replies Last Post
Rede Ferroviária Federal S/A- 50 anos (1957-2007) Ramos Transporte Ferroviário 1 October 28th, 2007 06:43 PM
Corredor Oeste irá integrar rede ferroviária mike_headbanger Transporte Ferroviário 2 October 22nd, 2007 09:55 PM


All times are GMT +2. The time now is 07:01 AM.


Powered by vBulletin® Version 3.8.11 Beta 4
Copyright ©2000 - 2019, vBulletin Solutions Inc.
vBulletin Security provided by vBSecurity v2.2.2 (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2019 DragonByte Technologies Ltd.
Feedback Buttons provided by Advanced Post Thanks / Like (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2019 DragonByte Technologies Ltd.

SkyscraperCity ☆ In Urbanity We trust ☆ about us