Tróia Resort - Page 37 - SkyscraperCity
 

forums map | news magazine | posting guidelines

Go Back   SkyscraperCity > European Forums > Fórum Português > Arquitectura e Urbanismo > Sul > Projectos


Global Announcement

As a general reminder, please respect others and respect copyrights. Go here to familiarize yourself with our posting policy.


Reply

 
Thread Tools
Old September 18th, 2015, 12:20 AM   #721
pc327
pc327
 
pc327's Avatar
 
Join Date: Feb 2008
Location: Santiago do Cacém
Posts: 267
Likes (Received): 28

Bom equipamento! Aqui para os lados de Santo André já houve um projecto para um centro de estágios também, mas não avançou.
pc327 no está en línea   Reply With Quote
Sponsored Links
Advertisement
 
Old November 26th, 2015, 11:43 PM   #722
Viriatox
Geógrafo
 
Viriatox's Avatar
 
Join Date: Feb 2005
Posts: 2,971
Likes (Received): 1132

Pestana investe seis milhões na quarta fase do Tróia Eco Resort

As obras estão no terreno desde o passado mês de Setembro para que as casas estejam concluídas em Maio de 2016.


O grupo Pestana lança hoje a última fase do projecto Tróia Eco-Resort & Residences, que irá acrescentar 50 a 60 unidades à actual oferta. Esta última fase irá receber um investimento de cerca de seis milhões de euros. O administrador da maior cadeia hoteleira portuguesa, José Roquette, revela ao Diário Económico que “a quarta e última fase está a ser lançada numa conjuntura económica muito melhor, pelo que será um pouco maior do que as anteriores em que se construiu cerca de 35 a 40 unidades”.

http://economico.sapo.pt/noticias/pe...rt_235866.html
Viriatox no está en línea   Reply With Quote
Old January 18th, 2016, 09:08 PM   #723
fidalgo
the mitty
 
fidalgo's Avatar
 
Join Date: Mar 2007
Location: Setuþalmela
Posts: 9,809
Likes (Received): 31185

Público terá acesso condicionado à praia do Grupo Pestana em Tróia

A zona balnear foi projectada para receber 750 veraneantes. Aos frequentadores do eco-resort estão destinados 525 lugares. Os de fora podem utilizar os restantes 225, mas terão de percorrer 1,5 quilómetros pelas dunas.


http://www.publico.pt/local/noticia/...720303?frm=ult
__________________

Barragon, pai nosso, sergut liked this post
fidalgo no está en línea   Reply With Quote
Sponsored Links
Advertisement
 
Old November 6th, 2016, 07:52 PM   #724
Barragon
Barra for Friends
 
Barragon's Avatar
 
Join Date: Dec 2004
Location: Barreiro
Posts: 140,577
Likes (Received): 15771

Atlantic Villas: casas de férias em Tróia

http://www.diarioimobiliario.pt/Actu...erias-em-Troia

Desde 359.000 euros e com projecto de arquitectura incluído, a JLL-Cobertura - empresa responsável pela comercialização exclusiva do Tróia Resort - está a vender lotes de terreno para a construção de moradias unifamiliares no empreendimento turístico da margem esquerda da foz do Sado. Os potenciais compradores podem beneficiar ainda de um desconto equivalente ao IMT caso as escrituras se realizem até 31 de Dezembro de 2016.

Os lotes integram o projecto Atlantic Villas, composto por 96 lotes de moradias distribuídos entre a praia, o lago, o golfe e as dunas.

As moradias únicas a construir nos respectivos lotes, poderão ter um máximo de construção de 344 m2, com projectos desenhados pelos arquitectos João Paciência, J. J. Silva Garcia e pelo Gabinete de Arquitectura Intergaup.

__________________
::: Portuguese Forum :::

Tocha :: Mira :: Vagos :: Ílhavo :: Praia da Barra :: Curia :: Anadia :: Oliveira do Bairro :: Águeda

Fat people are harder to kidnap

sergut, Gorky, Andre_Filipe liked this post
Barragon no está en línea   Reply With Quote
Old March 31st, 2017, 08:27 PM   #725
Barragon
Barra for Friends
 
Barragon's Avatar
 
Join Date: Dec 2004
Location: Barreiro
Posts: 140,577
Likes (Received): 15771

Última fase do Pestana Tróia Eco-Resort & Residences

http://www.diarioimobiliario.pt/Actu...ort-Residences



A 250 metros da areia das praias de Tróia vai arrancar a última fase do Pestana Tróia Eco-Resort & Residences, num investimento de oito milhões de euros.

Projectado para uma construção em cinco fases e ao longo de dez anos, o Pestana Tróia Eco-Resort & Residences ficará concretizado em apenas oito anos, fruto de um investimento total de 80 milhões de euros, prevendo-se que gere uma receita global na ordem dos 150 milhões.

Com 100% das casas das fases anteriores já vendidas, o Grupo madeirense avança agora para a última, designada Pestana Eco Village, onde inclui a construção de Pine Villas, da autoria do arquitecto Miguel Passos de Almeida & PMC Arquitectos e de Beach Villas, projectadas por arquitectura Dueto/ Jaime Morais & Modular System.

As casas têm entre 3 e 4 assoalhadas com valores de venda que começam nos 400.000 euros ou a partir de 150.000 euros através do sistema inovador de fraccionado, que permite que em co-propriedade e através de escritura plena, seja possível usufruir do imóvel 15 dias de 2 em 2 meses. Todas estarão prontas para entrega no verão do próximo ano.

José Roquette, Chief Development Officer do Pestana Hotel Group e Administrador responsável pelo projeto Pestana Tróia Eco Resort, adiantou que "até agora temos 100% das quatro fases vendidas e em tempo record. Temos consciência que se trata de um resultado excepcional e que em muito se deve ao conceito do Eco-Resort, à sua qualidade e localização ímpar e à reconhecida excelência da marca Pestana".

O Pestana Tróia Eco-Resort & Residences é o projecto com a menor densidade de construção de toda a Costa Alentejana e um dos poucos PIN (Projetos de Interesse Nacional). Trata-se de um Eco-Resort inserido numa zona de Reserva Ecológica, onde a construção ocupa apenas 5% de todo o terreno. Os restantes 95% da área do eco-resort são Reserva Ecológica (50%) e Área Verde Protegida (45%).

Para minimizar o impacto ambiental, foram escolhidas técnicas construtivas e materiais amigos do ambiente, resultando numa construção sustentável, de alta qualidade e durabilidade. Houve ainda um investimento de dois milhões de euros no projecto urbanístico, tendo sido plantadas duas mil novas árvores e mais de 75 mil novas plantas, todas autóctones.

O empreendimento dispõe ainda de um club-house com ginásio, spa, piscina interior e exterior, sala de jogos e leitura, parque aventura, ciclovia ecológica, campo de padel, courts de ténis, campos de jogos multiusos, restaurante, bar e apoio de praia.
__________________
::: Portuguese Forum :::

Tocha :: Mira :: Vagos :: Ílhavo :: Praia da Barra :: Curia :: Anadia :: Oliveira do Bairro :: Águeda

Fat people are harder to kidnap
Barragon no está en línea   Reply With Quote
Old June 11th, 2017, 10:05 AM   #726
Barragon
Barra for Friends
 
Barragon's Avatar
 
Join Date: Dec 2004
Location: Barreiro
Posts: 140,577
Likes (Received): 15771

Pestana Tróia Eco-Resort & Residences está de portas abertas

http://www.diarioimobiliario.pt/Actu...portas-abertas



Pestana Tróia Eco-Resort & Residences está de portas abertas nos dias 10 e 13 de Junho para uma open house onde é possível ficar a conhecer este projecto que apresenta a menor densidade de construção de toda a Costa Alentejana.

A open house é uma oportunidade para visitar o interior das unidades modelo.

Trata-se do primeiro Eco-Resort do país, cuja qualidade e localização ímpar, aliadas à excelência da marca Pestana, fazem dele um dos poucos PIN (Projetos de Interesse Nacional). Encontra-se inserido numa zona de Reserva Ecológica e a construção ocupa apenas 5% de todo o terreno, sendo os restantes 95% da área do eco-resort considerados Reserva Ecológica (50%) e Área Verde Protegida (45%),

A quinta e última fase, designada Pestana Eco Village, inclui a construção de Pine Villas, da autoria do Arquiteto Miguel Passos de Almeida & PMC Arquitetos e de Beach Villas, projetadas por Arquitetura Dueto/ Jaime Morais & Modular System. As primeiras casas estarão já disponíveis no Verão do próximo ano.

Pensado para minimizar o impacto ambiental, foram escolhidas técnicas construtivas e materiais amigos do ambiente, resultando numa construção sustentável, de alta qualidade e durabilidade. Houve ainda um investimento de dois milhões de euros no projecto urbanístico, tendo sido plantadas 2 mil novas árvores e mais de 75 mil novas plantas, todas autóctones.

O empreendimento dispõe de um club-house com ginásio, spa, piscina interior e exterior, sala de jogos e leitura, parque aventura, ciclovia ecológica, campo de padel, courts de ténis, campos de jogos multiusos, restaurante, bar e apoio de praia.

Com 100% das casas das fases anteriores já vendidas, o Pestana Tróia Eco-Resort & Residences foi projectado para uma construção em cinco fases e ao longo de dez anos, ficará concretizado em apenas oito anos, fruto de um investimento total de 80 milhões de euros, prevendo-se que gere uma receita global na ordem dos 150 milhões.
__________________
::: Portuguese Forum :::

Tocha :: Mira :: Vagos :: Ílhavo :: Praia da Barra :: Curia :: Anadia :: Oliveira do Bairro :: Águeda

Fat people are harder to kidnap
Barragon no está en línea   Reply With Quote
Old September 10th, 2017, 09:59 PM   #727
Barragon
Barra for Friends
 
Barragon's Avatar
 
Join Date: Dec 2004
Location: Barreiro
Posts: 140,577
Likes (Received): 15771

Como Troia está a duplicar



http://expresso.sapo.pt/economia/201...sta-a-duplicar

1. SONAE CAPITAL
43 hectares
No coração do Troia Resort, palco da demolição das famosas torres do antigo empreendimento Torralta, falta construir 946 camas. O projeto turístico da Sonae Capital prevê apartamentos perto da praia e dos aparthotéis, restaurantes e lojas já existentes na marina, onde desembarcam os passageiros do catamarã de Setúbal. À sociedade gestora de fundos Oxy Capital pertencem os 61 quartos e 144 suites residenciais do resort de cinco estrelas Troia Design Hotel, bem como o casino de Troia. A compra destes ativos à Amorim Turismo foi notícia no final de 2014

2. SONAE CAPITAL
78 ha
Esta área virada para a praia acolhe as 90 casas do Troia Resort Village e um conjunto de 96 lotes para moradias com vista para a praia, 
o lago ou o golfe

3. SONAE CAPITAL
101 ha
Junto ao Troia Golf, o projeto de desenvolvimento turístico da Sonae Capital prevê a construção de um novo hotel resort de cinco estrelas até 600 camas virado para a praia

4. SONAE CAPITAL
264 ha
Junto às ruínas romanas de Troia, a Sonae Capital prevê a instalação de um pequeno hotel de charme com 60 camas. Também nesta zona envolvente à Caldeira, a laguna virada para o rio Sado, serão construídas 125 novas moradias, num total de 640 camas

5. GRUPO PESTANA
104 ha
Mesmo em frente ao ferry que transporta os carros vindos de Setúbal, o Pestana Troia Eco-Resort & Residences já construiu cerca de dois terços do máximo de 955 camas previstas. A construção ocupa 5% do terreno, a área verde 45% e a reserva ecológica 50%

6. PROPRIETÁRIOS SOLTROIA
134 ha
Neste loteamento nascido há meio século com vista para o mar e para o rio, existem 1457 fogos entre apartamentos e moradias de segunda habitação. Ainda há lotes à venda nesta urbanização que prevê 3600 camas residenciais e aguarda a aprovação do plano de pormenor pela Câmara Municipal de Grândola

7, 8 E 9 GRUPO ROSP
333 ha
O grupo de Sandra Ortega, herdeira da Zara e considerada a mulher mais rica de Espanha, celebrou o contrato de promessa de compra e venda com a Sonae Capital no final de 2016. Além do novo campo de golfe virado para o Sado, estes terrenos permitem construir mais 3300 novas camas turísticas viradas para o mar. Mas o grupo Rosp planeia edificar menos

COMPORTA
Vinte quilómetros à frente, há novos empreendimentos turísticos já em construção na aldeia do Carvalhal. É o caso do La Réserve, do grupo francês Térresens, e do hotel Quinta da Comporta, do arquiteto Miguel Câncio Martins. Dez quilómetros depois, o grupo Vanguard Properties, do francês Claude Berda, está prestes a arrancar com as obras do Muda Reserve


Entre hotéis, aparthotéis, aldeamentos e moradias turísticas ou apartamentos e moradias residenciais, o número de camas da península de Troia está a duplicar, com o novo impulso trazido pelos projetos de desenvolvimento turístico do grupo Sonae, do grupo Pestana ou do grupo Rosp de Sandra Ortega, a filha do fundador da Zara, tida como a mulher mais rica de Espanha.

Troia já contava com cerca de 6000 camas quando há precisamente 12 anos, a 8 de setembro de 2005, Belmiro de Azevedo se juntou ao então primeiro-ministro José Sócrates para acionar o famoso detonador que provocaria a implosão dos dois antigos edifícios da Torralta e que marcaria o arranque formal do investimento do grupo Sonae no Troia Resort.

Desde então, o número de camas turísticas e residenciais já superou a barreira dos 9 mil e promete ultrapassar largamente a barreira dos 12 mil com os projetos imobiliários projetados para esta península nos próximos anos.

O Expresso falou com todos os protagonistas para traçar o mapa dos principais projetos de investimento planeados ao longo dos nove quilómetros de estrada deste destino turístico tão próximo de Lisboa (ver foto). Ao todo, são 15 mil as camas permitidas nestes mil hectares rodeados de praias e zonas verdes de reserva natural, dizem as regras do plano de urbanização de Troia, aprovado pela Câmara Municipal de Grândola em 2011, que divide a península em nove unidades operativas de planeamento e gestão (UNOP).

As primeiras quatro UNOP estão na mão da Sonae Capital e do seu projeto Troia Resort, um investimento que ascende a €400 milhões e que se estende por 486 hectares de terreno num total superior a 7 mil camas residenciais e turísticas, incluindo mais de duas mil camas em hotéis, seis centenas de apartamentos e três centenas de moradias.

As vendas de imobiliário estão a crescer. No passado mês de junho foi ultrapassado o marco das 400 unidades vendidas, num valor total superior a €200 milhões, repartido entre clientes portugueses e estrangeiros. Atualmente à venda, estão apartamentos turísticos entre €224 mil e €759 mil, moradias entre €494 mil e €1,5 milhões e lotes a partir de €359 mil.

Os imóveis, que atraem estrelas como José Mourinho, são uma opção de férias, mas também de investimento, já que a Sonae Capital garante uma rentabilidade de 4% durante três anos. Quem comprar um imóvel de €600 mil, por exemplo, pode ganhar €24 mil por ano, gozando 20 semanas de férias na sua casa e entregando-a à exploração turística do Troia Resort nas restantes 32 semanas do ano. O proprietário recebe dinheiro e não tem de se preocupar com nada, já que o imóvel vem mobilado e equipado e o Troia Resort trata do aluguer aos turistas. O facto de o proprietário ter liberdade na escolha dos períodos em que pode usufruir da sua unidade em exploração turística é outra das vantagens destacadas pela Sonae Capital.

Quanto à hotelaria, os hotéis sob gestão da Sonae Capital — Aqualuz e Troia Residence — registaram um aumento dos clientes em 10% até agosto. A marina teve o melhor verão de sempre assim como o Troia Design Hotel, cujo acionista maioritário é a sociedade gestora de fundos de capital de risco Oxy Capital. Este hotel de cinco estrelas perspetiva um fecho de ano extremamente positivo, a crescer dois dígitos, graças ao evento da passagem de ano a anunciar em breve.

O Troia Resort completa dez anos em 2018 e do seu plano de desenvolvimento faltam construir 946 camas em apartamentos na UNOP1, 600 camas no novo hotel na UNOP 3 e outras 700 camas entre o hotel de charme e as 125 moradias previstas para a UNOP4.

PESTANA VENDE TUDO
O Pestana Troia Eco Resort já construiu cerca de dois terços do máximo de 955 camas previstas para a UNOP 5 que ocupa mesmo em frente ao ferry que liga Troia a Setúbal. Fruto de um investimento total de €80 milhões, prevê gerar uma receita global na ordem dos €150 milhões.

Pensado para ser desenvolvido em cinco fases ao longo de dez anos, o projeto ficará concretizado em apenas oito anos, dadas as atuais condições do mercado. Este ano está a ser o melhor em termos de vendas. As casas das primeiras quatro fases foram 100% vendidas e a quinta e última fase agora em construção vendeu 50% em apenas seis meses.

Os valores de venda das casas disponíveis começam nos €475 mil, ou em alternativa nos €160 mil, se o investidor optar pelo inovador sistema fracionado que permite, em copropriedade e através de escritura plena, comprar 25% do imóvel mobilado e dele usufruir 15 dias de dois em dois meses. Também restam cinco lotes para construção de moradias exclusivas perto da praia.

LOTES EM SOLTROIA
Ao lado do novo Pestana Troia Eco Resort fica o conjunto de 400 lotes residenciais da urbanização Soltroia, idealizada por um investidor árabe na década de 60. Os lotes que restam são vendidos a €400 mil e as moradias já construídas podem superar os €2 milhões.

Para suster a pressão imobiliária e evitar a construção maciça de apartamentos em altura nos últimos lotes disponíveis da UNOP 6, a associação dos cerca de 1400 proprietários de Soltroia (Aprosol) aguarda agora que a autarquia de Grândola aprove o plano de pormenor e evite a descaracterização desta urbanização que atrai todos os anos conhecidos empresários, políticos, jornalistas, juízes ou generais, incluindo o antigo Presidente da República Ramalho Eanes.

À ESPERA DA ZARA
Foi no final de 2016 que a Sonae Capital celebrou um contrato de promessa de compra e venda no valor de €50 milhões para que Sandra Ortega, a herdeira da Zara e considerada a mulher mais rica de Espanha, seja a próxima dona das UNOP 7, 8 e 9, através do seu grupo Rosp. O grupo ainda não é proprietário dos terrenos e está a estudar o projeto.

Para os terrenos virados para o rio, está previsto um novo campo de golfe, mas para os terrenos virados para o mar ainda nada está decidido sobre o novo empreendimento turístico contíguo a Soltroia que deverá arrancar em 2018 e abrir portas em 2021. Certo é que este será o empreendimento com menor densidade de construção da península de Troia já que o grupo prevê ocupar apenas uma pequena fração da capacidade de construção permitida pelo plano de pormenor que é de dois hotéis e de 240 moradias, num total superior a três mil novas camas turísticas.

O 25 DE ABRIL SALVOU TROIA
“O que salvou Troia foi o 25 de Abril porque parou os planos de construção e betão da antiga Torralta e manteve Troia hibernada durante décadas até a Sonae arrancar com este projeto mais sustentável e respeitador da natureza”, diz Pedro Filiol de Raimon, gestor da imobiliária local Casa Caso. De facto, o projeto inicial da antiga Torralta previa cerca de 70 mil camas, cinco vezes mais do que o atual projeto para toda a península de Troia. A construção arrancou em 1971, mas o Estado teve de intervir na empresa em dificuldades no final de 1974. Na viragem do século, o grupo Sonae adquiriu os créditos da Torralta e as obras do novo Troia Resort arrancaram em 2005, dando um novo fôlego a este destino de férias. Preocupada está a associação nacional de conservação da natureza Quercus. “Vemos com muita apreensão o retomar do projeto de desenvolvimento turístico de Troia, designadamente a construção de milhares de novas camas na região. Por diversas ocasiões, a Quercus teve oportunidade de alertar para os riscos de uma excessiva ocupação deste território muito sensível do ponto de vista ecológico. Agora, face às informações de que o projeto será retomado com a construção de diversos empreendimentos, a situação terá obviamente tendência a agravar-se”, diz o dirigente Nuno Sequeira. Contra o modelo de desenvolvimento intensivo definido no plano de urbanização 
de Troia aprovado em 2011, 
a associação espera que “o município e os operadores turísticos e imobiliários, passados seis anos, percebam que o caminho para 
um turismo de qualidade 
não é este”, reduzindo significativamente a densidade 
de construção. Já António Figueira Mendes, autarca de Grândola desde 2013, garante que “Troia nunca será nenhum Algarve em termos 
de excesso de construção”.
__________________
::: Portuguese Forum :::

Tocha :: Mira :: Vagos :: Ílhavo :: Praia da Barra :: Curia :: Anadia :: Oliveira do Bairro :: Águeda

Fat people are harder to kidnap
Barragon no está en línea   Reply With Quote
Old September 10th, 2017, 10:07 PM   #728
DiogoBaptista
Registered User
 
DiogoBaptista's Avatar
 
Join Date: May 2011
Posts: 7,736
Likes (Received): 11632

Siga mais investimento sempre a par do respeito pela natureza e protecção ambiental!

Gostava de ver o centro/zona da marina com mais edifícios altos e modernos! Actualmente a zona não passa de um destino apenas para férias mas era bom ser criado um hub de habitação permanente.
DiogoBaptista no está en línea   Reply With Quote
Old September 10th, 2017, 10:11 PM   #729
Barragon
Barra for Friends
 
Barragon's Avatar
 
Join Date: Dec 2004
Location: Barreiro
Posts: 140,577
Likes (Received): 15771

a maioria das pessoas vive em Setúbal e nos municípios de Alcácer e Grândola.
__________________
::: Portuguese Forum :::

Tocha :: Mira :: Vagos :: Ílhavo :: Praia da Barra :: Curia :: Anadia :: Oliveira do Bairro :: Águeda

Fat people are harder to kidnap
Barragon no está en línea   Reply With Quote
Old September 11th, 2017, 10:59 AM   #730
sulista
Registered User
 
Join Date: May 2011
Posts: 198
Likes (Received): 37

...

Last edited by sulista; September 11th, 2017 at 12:51 PM.
sulista no está en línea   Reply With Quote
Old September 11th, 2017, 01:05 PM   #731
DiogoBaptista
Registered User
 
DiogoBaptista's Avatar
 
Join Date: May 2011
Posts: 7,736
Likes (Received): 11632

Quote:
Originally Posted by Barragon View Post
a maioria das pessoas vive em Setúbal e nos municípios de Alcácer e Grândola.
Só se for as pessoas que lá trabalham porque quem lá tem casa é de muito longe e de outros bolsos!
DiogoBaptista no está en línea   Reply With Quote
Old April 14th, 2018, 12:33 PM   #732
Barragon
Barra for Friends
 
Barragon's Avatar
 
Join Date: Dec 2004
Location: Barreiro
Posts: 140,577
Likes (Received): 15771

Dono e maior credor salva Casino Hotel de Tróia

O fundo Aquarius da Oxy, que detém 75% do capital e 55% dos créditos de 158 milhões de euros do Casino Hotel de Tróia, apresentou um acordo extrajudicial de recuperação da empresa que prevê o reembolso através da venda dos apartamentos.



O Casino Hotel de Tróia (CHT), que se apresenta como Tróia Design Hotel, abriu em 2009 com a "bandeira" de ser o primeiro "condo-hotel" do país, misturando 61 quartos com 144 apartamentos de luxo para venda. Mas sem compradores, não demorou muito a mudar a agulha da estratégia, optando por fazer apenas exploração hoteleira e aguardar que a crise metesse férias para voltar à carga da venda imobiliária.

Um empreendimento promovido pela Amorim Turismo, que, entretanto, com uma grande dívida às costas, decidiu alienar 75% do seu negócio hoteleiro, incluindo o hotel e o casino de Tróia, ao fundo Aquarius, da capital de risco Oxy Capital, no final de 2014. Mas a dívida não se evaporou, apenas mudou de titular. Esta segunda-feira, deu entrada em tribunal a lista de credores do CHT, no quadro de um Processo Especial de Revitalização (PER).

Trata-se de um procedimento PER simplificado, pois o CHT apresentou um acordo extrajudicial de recuperação da empresa, sabe o Negócios. A homologação do plano está, assim, praticamente garantida ou não tivesse a aprovação da maioria dos detentores dos 157,9 milhões de euros de créditos. O Aquarius, dono da empresa e de 55% dos créditos – que é garantido com hipotecas –, é o primeiro subscritor do plano e terá conseguido o apoio de outros grandes credores, entre os quais o segundo maior, o BCP.

Fonte conhecedora do PER adiantou ao Negócios que o plano de recuperação aponta para um caudal de reembolso condicionado à comercialização das fracções do complexo hoteleiro. Outra fonte próxima do processo garantiu que "a Oxy meteu o PER para se defender de um credor que ameaçava requerer a insolvência da empresa".

PER com o gestor judicial "estrela" Pedro Pidwell
O banco presidido por Nuno Amado viu ser-lhe reconhecidos 41 milhões dos 50 milhões que reclamava no PER do CHT. "O remanescente reclamado, 8,8 milhões, respeita a obrigações de sociedades terceiras (Goldtur e Grano Salis) até ao limite garantido pelas hipotecas constituídas", segundo a lista de 114 credores submetida a tribunal pelo gestor judicial Pedro Pidwell. Este é o mesmo administrador de insolvência que foi escolhido para liderar processos como os da Soares da Costa, Ricon, Fundação Horácio Roque, Urbanos, Finpro, algumas sociedades do GES e clubes como Os Belenenses, o Beira-Mar e a Naval 1.º de Maio.

Ao BPI são reconhecidos 12,7 milhões de euros, sendo 12,4 milhões também legitimados para o Popular Portugal, agora integrado no Santander Totta. A Fazenda Nacional, com o Ministério Público como mandatário, surge com uma dívida reconhecida de quatro milhões de euros. O único credor privilegiado que surge é a Segurança Social, por retenção de taxa social única, no valor de 44 mil euros.

O Negócios contactou vários intervenientes neste processo, como Pedro Pidwell, Jorge Armindo (presidente da Amorim Turismo), BPI, BCP e Santander, mas todos se recusaram a falar sobre a matéria. Já a Oxy Capital, capital de risco fundada em 2012 por Miguel Lucas (ex-McKinsey), mandou dizer que "não faz qualquer tipo de comentários sobre esse assunto".

A Oxy Capital e a Amorim Turismo estão em diferendo por conta de um dos imóveis envolvido no negócio realizado no final de 2014, o hotel algarvio de luxo Lake Resort. Segundo o semanário Expresso, as divergências em relação ao futuro deste complexo hoteleiro, com a Amorim a considerar que tem uma palavra a dizer sobre a sua venda, foram a justificação para a acção judicial colocada pelo grupo presidido por Jorge Armindo contra a Oxy, exigindo dois milhões de euros àquela capital de risco.

Casino é o "patinho feio" do sector

Inaugurado a 1 de Janeiro de 2011, o Casino Tróia, que também é controlado em 75% pelo fundo Aquarius, é um "flop" comercial. Nunca conseguiu singrar no panorama do jogo físico em Portugal. No ano passado, foi mesmo o único dos 11 casinos nacionais (o 12.º, de Ponta Delgada, abriu em Março de 2017) que fechou o exercício com menos receitas do que no ano anterior – facturou apenas 3,8 milhões de euros, o que representou uma quebra anual de 4,7%. Isto num ano em que os casinos agregaram um crescimento de 4,5%, para 309,2 milhões de euros. Contas feitas, o Casino Tróia chegou ao final do último ano com uma quota de mercado de somente 1,24%, que desceu ainda mais no primeiro trimestre deste ano – facturou apenas 763 mil euros entre Janeiro e Março, o que traduz uma quebra homóloga de cerca de 18%.
__________________
::: Portuguese Forum :::

Tocha :: Mira :: Vagos :: Ílhavo :: Praia da Barra :: Curia :: Anadia :: Oliveira do Bairro :: Águeda

Fat people are harder to kidnap
Barragon no está en línea   Reply With Quote
Old June 18th, 2019, 12:06 AM   #733
DiogoBaptista
Registered User
 
DiogoBaptista's Avatar
 
Join Date: May 2011
Posts: 7,736
Likes (Received): 11632

Moradias do Pestana Tróia Eco-Resort estão quase todas vendidas
O complexo está quase concluído e os negócios já chegam aos 160 milhões de euros.

O Pestana Tróia Eco-Resort está quase concluído, oito anos após o início da construção. São 300 moradias turísticas com acesso exclusivo à praia que estão a ser vendidas a privados, mas que poderão ser exploradas pelo Grupo Pestana.

As vendas já chegam, no total, aos 160 milhões de euros. O resort sustentável terá piscinas privadas e um campo de ténis. As obras deverão ficar concluídas este verão, avança José Roquette, administrador do Grupo Pestana, ao “Eco”.

Esperam vender 252 unidades até ao final do mês de junho. As últimas 48 serão lançadas no mercado em setembro. As moradias são vendidas a investidores que têm a hipótese de colocá-las em alojamento turístico, aliando-se ao Grupo Pestana, durante o tempo e a periodicidade que quiserem.

Estima-se que ficar hospedado nas casas que serão exploradas para turismo neste alojamento ecológico custará 400 euros por noite, em média, na época alta.

O Pestana Tróia Eco-Resort está dividido por villas, com diferentes tipologias, compostas por dois a cinco quartos, casa de banho, cozinha, sala de estar e de jantar. Todos os hóspedes terão acesso exclusivo à praia, restaurante, ginásio, campo de ténis e padel, jacuzzi, sauna e banho turco.
DiogoBaptista no está en línea   Reply With Quote
Old June 18th, 2019, 12:16 AM   #734
Barragon
Barra for Friends
 
Barragon's Avatar
 
Join Date: Dec 2004
Location: Barreiro
Posts: 140,577
Likes (Received): 15771

são ótimas notícias
__________________
::: Portuguese Forum :::

Tocha :: Mira :: Vagos :: Ílhavo :: Praia da Barra :: Curia :: Anadia :: Oliveira do Bairro :: Águeda

Fat people are harder to kidnap
Barragon no está en línea   Reply With Quote
Old June 18th, 2019, 12:30 AM   #735
ERVATUGA
- Take it easy -
 
ERVATUGA's Avatar
 
Join Date: Apr 2010
Location: Shéol
Posts: 65,198
Likes (Received): 20361

__________________
- Please, be Happy -
ERVATUGA no está en línea   Reply With Quote
Sponsored Links
Advertisement
 


Reply

Tags
casino, hotel, resort, setubal

Thread Tools

Posting Rules
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off



All times are GMT +2. The time now is 10:00 AM.


Powered by vBulletin® Version 3.8.11 Beta 4
Copyright ©2000 - 2019, vBulletin Solutions Inc.
vBulletin Security provided by vBSecurity v2.2.2 (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2019 DragonByte Technologies Ltd.
Feedback Buttons provided by Advanced Post Thanks / Like (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2019 DragonByte Technologies Ltd.

SkyscraperCity ☆ In Urbanity We trust ☆ about us