MT | VLT de Cuiabá e Várzea Grande - Page 6 - SkyscraperCity
 

forums map | news magazine | posting guidelines

Go Back   SkyscraperCity > Latin American & Caribbean Forums > Brasil > Fóruns Gerais > Infraestrutura e Transporte > Infraestrutura e Transporte > Transporte Ferroviário


Global Announcement

As a general reminder, please respect others and respect copyrights. Go here to familiarize yourself with our posting policy.


Reply

 
Thread Tools Rating: Thread Rating: 193 votes, 4.98 average.
Old July 12th, 2011, 02:00 AM   #101
Paulo Magalhães
Registered User
 
Paulo Magalhães's Avatar
 
Join Date: May 2010
Posts: 4,209
Likes (Received): 611

Quote:
Originally Posted by RobertoBarrich26 View Post
Todos esses viadutos q foram mostrados aí terão que sofrer adaptações... já que o transporte sobre trilhos exige inclinações menores que os de transporte sobre rodas... o q, no final, acabará encarecendo o valor final destas obras (q não são orçadas juntamente com o VLT), além de atrasar os tramites para o inicio das obras do mesmo (q ao meu ver é o principal problema)...




disse tudo...



Vamos ser mais diretos e específicos, apresentarei números, talvez fica mais fácil a compreensão...

Sobre BRT (projeto para Cuiabá/VG)

Capacidade Máxima de transportados por dia: 400 a 600 mi passageiros/dia
Valor da Frota: R$ 120 mi (trocas a cada 7 anos,já está previsto dentro do valor total de custos 70%)
Velocidade Média de Percurso: de 28 a 35 km/h (operando em linhas paradoras e expressas com até 10 linhas expressas/paradouras apenas nos eixos de BRT: Coxipó/Centro - Coxipó/Aeroporto - Coxipó/CPA - Coxipó/Mario Andreazza - CPA/Centro - CPA/Aeroporto - CPA/Mario Andreazza - Aeroporto/Mario Andreazza - Mario Andreazza/Centro - Aeroporto/Centro)
Valor de Custo dos Corredores: 3 corredores (33km) por 450 mi (aproximadamente)
Valor de Desapropriações (previsão mais acertada): entre R$ 700 mi a R$ 1 bi (mas é bom atentar q nessas desapropriações já estão inclusos tbém os valores dos viadutos, trincheiras, pontes, duplicações, mergulhões de todas as obras de artes a serem executadas nesses três eixos, ou seja, a maioria acontecerão com ou sem BRT - e é isso q o pessoal não entende)
Valor de previsão tarifária: de R$ 1,50 a R$ 2,50 (nos dias atuais e sem subsídio)

Sobre o VLT (projeto para Cuiabá/VG)

Capacidade Máxima de transportados por dia: de 200 a 350 mi passageiros/dia
Valor da Frota: entre R$ 500 mi a R$ 800 mi, dependendo podendo atingir valores maiores (trocas a cada 30 anos, não está dentro do valor total de custos projetados)
Velocidade Média de Percurso: de 20 a 28 km/h (em duas linhas simples que serão paradoras e operando em apenas duas linhas: CPA/Centro/Aeroporto e Coxipó/Centro, e não há informações - por não haver projeto - de como serão realizadas as integrações entre VLT e o restante da rede)
Valor de Custo dos Corredores: 2 corredores (22km) entre R$ 700mi a R$ 1,1 bi (muito variável por não se saber que tipo de VLT será implantado)
Valor de Desapropriações (previsão mais acertada): Não existe valores para desapropriações por inexistir projeto básico, mas, por baixo, bem por baixo, fala-se em apenas 20% do total necessário para os BRT, ou seja: de R$ 140 a R$ 250 mi (mas é bom ressaltar q esse valor não incluí as desapropriações com obras de arte/intervenções necessários)
Valor de previsão tarifária: de R$ 3,00 a R$ 5,00 (nos dias atuais e sem subsídio, com subsídio do governo podendo cair cerca de 50% a 70%)

Enfim... fazendo uma análise final (lembrando que o BRT já são número exatos e o VLT prevista bem por baixo) teremos:

3 linhas de 33km de BRT (misto e com ultrapassagem) com velocidade média de operação na casa do 28/35 km/h por R$ 2,05 bi (para operar com trocas previstas de frota a cada 7 anos, por 35 anos e já contando o valor das desapropriações de obras de arte/intervenções), transportando (tendo a capacidade) de até 600 mi passageiros/dia (dentro dos três eixos) a um custo tarifário para o passageiro igual ou menor ao praticado no restante do sistema.

Já com 2 linhas de VLT de 22km (sem ultrapassagem) com velocidade média de operação de 24km/h por R$ 2,15 bi (sem contar o valor das desapropriações de obras de artes/intervenções), transportando até 350 mi passageiros/dia nos dois eixos a um custo tarifário para o passageiro maior...

Enfim... agora é só tirar as conclusões!!!

Como o Tiago bem disse acima, está se reduzindo a abrangência do sistema e capacidade do mesmo por um valor final maior e ainda um valor tarifário tbém maior...

Por isso sou contra ao VLT nessas linhas (especificamente) em Cuiabá/VG... mas sou inteiramente a favor em uma linha de VLT, por exemplo, ligando o Centro Histórico, bairro Santa Rosa, Miguel Sutil, Rodoviária, Consil/Bosque da Saúde (Centro Hoteleiro e Empresarial), Centro Político Administrativo num percurso de 15 km.. pois estaria passando por uma área estreita q demanda um transporte público mais caro, e que gera uma demanda com maior poder aquisitivo q poderá sustentar o sistema.

.
Bem... não se mostram como dados absolutos.

Qual seria a fonte?
Paulo Magalhães no está en línea   Reply With Quote
Sponsored Links
Advertisement
 
Old July 12th, 2011, 02:39 AM   #102
RobertoBarrich26
Eng. Tráfego e Designer
 
RobertoBarrich26's Avatar
 
Join Date: Jan 2009
Location: Centro-Oeste - GYN Melância
Posts: 13,970
Likes (Received): 1416

Quote:
Originally Posted by Paulo Magalhães View Post
Bem... não se mostram como dados absolutos.

Qual seria a fonte?
Sobre o BRT: Plano Diretor Viário do Aglomerado Urbano de Cuiabá 2007/2008 locado no Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento Urbano (IPDU) da Prefeitura Municipal de Cuiabá, ou então no Setor de Desenvolvimento Urbano da Prefeitura Municipal de Várzea Grande (estudo de centenas de páginas e aberto à qquer cidadão)...

Sobre o VLT: somente notícias q saem na mídia!!!

.
__________________
Informações em tempo real sobre o trânsito e transportes de Goiânia e RM: http://www.facebook.com/TransitoGoianiago
-------------------------

Outros Threads Meus de: GOIÁS / MATO GROSSO
RobertoBarrich26 no está en línea   Reply With Quote
Old July 12th, 2011, 02:46 AM   #103
Paulo Magalhães
Registered User
 
Paulo Magalhães's Avatar
 
Join Date: May 2010
Posts: 4,209
Likes (Received): 611

Quote:
Originally Posted by RobertoBarrich26 View Post
Sobre o BRT: Plano Diretor Viário do Aglomerado Urbano de Cuiabá 2007/2008 locado no Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento Urbano (IPDU) da Prefeitura Municipal de Cuiabá, ou então no Setor de Desenvolvimento Urbano da Prefeitura Municipal de Várzea Grande (estudo de centenas de páginas e aberto à qquer cidadão)...

Sobre o VLT: somente notícias q saem na mídia!!!

.
Ai é que reside o problema... a mídia
Paulo Magalhães no está en línea   Reply With Quote
Sponsored Links
Advertisement
 
Old July 12th, 2011, 02:56 AM   #104
paulo lima
Mobilidade Urbana Moderna
 
paulo lima's Avatar
 
Join Date: Sep 2009
Location: Campinas-SP
Posts: 3,833
Likes (Received): 1073

Quote:
Originally Posted by RobertoBarrich26 View Post
Sobre o BRT: Plano Diretor Viário do Aglomerado Urbano de Cuiabá 2007/2008 locado no Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento Urbano (IPDU) da Prefeitura Municipal de Cuiabá, ou então no Setor de Desenvolvimento Urbano da Prefeitura Municipal de Várzea Grande (estudo de centenas de páginas e aberto à qquer cidadão)...

Sobre o VLT: somente notícias q saem na mídia!!!

.
Sabe o que me preocupa as vezes

E que desde que o VLT foi escolhido para ter em Cuiaba, ate que tudo bem todos nos ficamos felizes por que Brasil prescisa desse Transporte adotada pelos Europeus, e nao ficar so pensando em Onibus e Onibus. Ja estamos na hora de ter um Transporte em Massa e Exelente, para o desensvolvimento de nosso Pais. So que infelizmente muitos de nossos Politicos tem pensamentos atrasados e faz que o Nosso Pais nao vao pra frente.
So espero que o Projeto do VLT avançe, o meu medo que o Projeto nao avança por faltar $$$$, e derrepente em cima da hora o Governo voltar a decidir de novo os BRTs , imagina que tristeza para quem tanto esperava por VLT? Espero que a Prefeitura de Cuiaba tire os BRTs do Plano Diretor logo logo, para que poe o VLT no lugar imediatamente, para que futuramente nao desistam de novo do VLT.
Pode ser que o VLT ja foi definido, mais a minha preocupaçao sao essas: Sera que tem dinheiro mesmo?? Pq o VLT e caro. Sera que ja tem o Edital para o Projeto?? E ja esta no Plano Diretor?? E o Projeto do BRT ja foi Cancelado??
Sao essas preocupaçoes que ainda deixa duvidoso a respeito do Projeto do VLT de Cuiaba . Espero que saia sim, mais..... Tudo bem, pode ser que na Midia se fala que vai ter VLT, mais e no Projeto do Governo?? Tem? E nao estao insistindo no Projeto do BRT ainda(isso o Lobby das Empresas de Onibus)??

Nao sei se sai ate a Copa,mais vamos esperar pra ver.

Last edited by paulo lima; July 12th, 2011 at 03:03 AM.
paulo lima está en línea ahora   Reply With Quote
Old July 12th, 2011, 03:42 AM   #105
RobertoBarrich26
Eng. Tráfego e Designer
 
RobertoBarrich26's Avatar
 
Join Date: Jan 2009
Location: Centro-Oeste - GYN Melância
Posts: 13,970
Likes (Received): 1416

Quote:
Originally Posted by Paulo Magalhães View Post
Ai é que reside o problema... a mídia
Não.. o problema reside em: escolher/trocar um sistema com total e completo estudo já realizado a muito tempo por um outro sistema q se quer se tem a ideia de viabilidade, planilhas de custos, estudos de tarifação, implantação, integrabilidade e sustentabilidade...

Esse é o problema!!!

.
__________________
Informações em tempo real sobre o trânsito e transportes de Goiânia e RM: http://www.facebook.com/TransitoGoianiago
-------------------------

Outros Threads Meus de: GOIÁS / MATO GROSSO
RobertoBarrich26 no está en línea   Reply With Quote
Old July 12th, 2011, 03:44 AM   #106
RobertoBarrich26
Eng. Tráfego e Designer
 
RobertoBarrich26's Avatar
 
Join Date: Jan 2009
Location: Centro-Oeste - GYN Melância
Posts: 13,970
Likes (Received): 1416

Quote:
Originally Posted by paulo lima View Post
Sabe o que me preocupa as vezes

E que desde que o VLT foi escolhido para ter em Cuiaba, ate que tudo bem todos nos ficamos felizes por que Brasil prescisa desse Transporte adotada pelos Europeus, e nao ficar so pensando em Onibus e Onibus. Ja estamos na hora de ter um Transporte em Massa e Exelente, para o desensvolvimento de nosso Pais. So que infelizmente muitos de nossos Politicos tem pensamentos atrasados e faz que o Nosso Pais nao vao pra frente.
So espero que o Projeto do VLT avançe, o meu medo que o Projeto nao avança por faltar $$$$, e derrepente em cima da hora o Governo voltar a decidir de novo os BRTs , imagina que tristeza para quem tanto esperava por VLT? Espero que a Prefeitura de Cuiaba tire os BRTs do Plano Diretor logo logo, para que poe o VLT no lugar imediatamente, para que futuramente nao desistam de novo do VLT.
Pode ser que o VLT ja foi definido, mais a minha preocupaçao sao essas: Sera que tem dinheiro mesmo?? Pq o VLT e caro. Sera que ja tem o Edital para o Projeto?? E ja esta no Plano Diretor?? E o Projeto do BRT ja foi Cancelado??
Sao essas preocupaçoes que ainda deixa duvidoso a respeito do Projeto do VLT de Cuiaba . Espero que saia sim, mais..... Tudo bem, pode ser que na Midia se fala que vai ter VLT, mais e no Projeto do Governo?? Tem? E nao estao insistindo no Projeto do BRT ainda(isso o Lobby das Empresas de Onibus)??

Nao sei se sai ate a Copa,mais vamos esperar pra ver.
Num vou repetir tudo isso não.. leia aí atrás q tem a resposta (e explicações) pra todas essas questões...

__________________
Informações em tempo real sobre o trânsito e transportes de Goiânia e RM: http://www.facebook.com/TransitoGoianiago
-------------------------

Outros Threads Meus de: GOIÁS / MATO GROSSO
RobertoBarrich26 no está en línea   Reply With Quote
Old July 12th, 2011, 03:56 AM   #107
Paulo Magalhães
Registered User
 
Paulo Magalhães's Avatar
 
Join Date: May 2010
Posts: 4,209
Likes (Received): 611

Quote:
Originally Posted by RobertoBarrich26 View Post
Não.. o problema reside em: escolher/trocar um sistema com total e completo estudo já realizado a muito tempo por um outro sistema q se quer se tem a ideia de viabilidade, planilhas de custos, estudos de tarifação, implantação, integrabilidade e sustentabilidade...

Esse é o problema!!!

.
O que tento expor é que os dados apresentados, em relação a ambos os modais, divulgados por seja lá quais veiculos ou instituições não se mostram como absolutos...
Simplesmente, a imprensa pode ter tomado como referencial uma caso que não se traduza na realidade da cidade de campo grande, causando uma errônea impressão tanto como podem haver inconsistências nos dados apresentados pelos orgãos burocráticos locais.

Portanto, quando os projetos referentes à implantação do sistema de vlt forem concluídos... será cabível tomar alguma conclusão, esta agora provida do devido embasamento
Caso contrário, se mostra bem clara a defesa e a predileção pessoal por um determinado modal ou vertentes locais.

Last edited by Paulo Magalhães; July 12th, 2011 at 04:02 AM.
Paulo Magalhães no está en línea   Reply With Quote
Old July 12th, 2011, 04:08 AM   #108
luiz belenense
Terra de ricas florestas
 
luiz belenense's Avatar
 
Join Date: Nov 2009
Location: Carajás PA
Posts: 9,193
Likes (Received): 257

Quote:
Originally Posted by RobertoBarrich26 View Post
Vamos ser mais diretos e específicos, apresentarei números, talvez fica mais fácil a compreensão...

Sobre BRT (projeto para Cuiabá/VG)

Capacidade Máxima de transportados por dia: 400 a 600 mi passageiros/dia
Valor da Frota: R$ 120 mi (trocas a cada 7 anos,já está previsto dentro do valor total de custos 70%)
Velocidade Média de Percurso: de 28 a 35 km/h (operando em linhas paradoras e expressas com até 10 linhas expressas/paradouras apenas nos eixos de BRT: Coxipó/Centro - Coxipó/Aeroporto - Coxipó/CPA - Coxipó/Mario Andreazza - CPA/Centro - CPA/Aeroporto - CPA/Mario Andreazza - Aeroporto/Mario Andreazza - Mario Andreazza/Centro - Aeroporto/Centro)
Valor de Custo dos Corredores: 3 corredores (33km) por 450 mi (aproximadamente)
Valor de Desapropriações (previsão mais acertada): entre R$ 700 mi a R$ 1 bi (mas é bom atentar q nessas desapropriações já estão inclusos tbém os valores dos viadutos, trincheiras, pontes, duplicações, mergulhões de todas as obras de artes a serem executadas nesses três eixos, ou seja, a maioria acontecerão com ou sem BRT - e é isso q o pessoal não entende)
Valor de previsão tarifária: de R$ 1,50 a R$ 2,50 (nos dias atuais e sem subsídio)

Sobre o VLT (projeto para Cuiabá/VG)

Capacidade Máxima de transportados por dia: de 200 a 350 mi passageiros/dia
Valor da Frota: entre R$ 500 mi a R$ 800 mi, dependendo podendo atingir valores maiores (trocas a cada 30 anos, não está dentro do valor total de custos projetados)
Velocidade Média de Percurso: de 20 a 28 km/h (em duas linhas simples que serão paradoras e operando em apenas duas linhas: CPA/Centro/Aeroporto e Coxipó/Centro, e não há informações - por não haver projeto - de como serão realizadas as integrações entre VLT e o restante da rede)
Valor de Custo dos Corredores: 2 corredores (22km) entre R$ 700mi a R$ 1,1 bi (muito variável por não se saber que tipo de VLT será implantado)
Valor de Desapropriações (previsão mais acertada): Não existe valores para desapropriações por inexistir projeto básico, mas, por baixo, bem por baixo, fala-se em apenas 20% do total necessário para os BRT, ou seja: de R$ 140 a R$ 250 mi (mas é bom ressaltar q esse valor não incluí as desapropriações com obras de arte/intervenções necessários)
Valor de previsão tarifária: de R$ 3,00 a R$ 5,00 (nos dias atuais e sem subsídio, com subsídio do governo podendo cair cerca de 50% a 70%)

Enfim... fazendo uma análise final (lembrando que o BRT já são número exatos e o VLT prevista bem por baixo) teremos:

3 linhas de 33km de BRT (misto e com ultrapassagem) com velocidade média de operação na casa do 28/35 km/h por R$ 2,05 bi (para operar com trocas previstas de frota a cada 7 anos, por 35 anos e já contando o valor das desapropriações de obras de arte/intervenções), transportando (tendo a capacidade) de até 600 mi passageiros/dia (dentro dos três eixos) a um custo tarifário para o passageiro igual ou menor ao praticado no restante do sistema.

Já com 2 linhas de VLT de 22km (sem ultrapassagem) com velocidade média de operação de 24km/h por R$ 2,15 bi (sem contar o valor das desapropriações de obras de artes/intervenções), transportando até 350 mi passageiros/dia nos dois eixos a um custo tarifário para o passageiro maior...

Enfim... agora é só tirar as conclusões!!!

Como o Tiago bem disse acima, está se reduzindo a abrangência do sistema e capacidade do mesmo por um valor final maior e ainda um valor tarifário tbém maior...

Por isso sou contra ao VLT nessas linhas (especificamente) em Cuiabá/VG... mas sou inteiramente a favor em uma linha de VLT, por exemplo, ligando o Centro Histórico, bairro Santa Rosa, Miguel Sutil, Rodoviária, Consil/Bosque da Saúde (Centro Hoteleiro e Empresarial), Centro Político Administrativo num percurso de 15 km.. pois estaria passando por uma área estreita q demanda um transporte público mais caro, e que gera uma demanda com maior poder aquisitivo q poderá sustentar o sistema.

.
Lamentável isso Roberto, capacidade deveria ser a base de tudo..., mas parece que esqueceram disso...

vlw pelo esclarecimento
__________________
I Belém

Carajás - Amazônia - Brasil
luiz belenense no está en línea   Reply With Quote
Old July 12th, 2011, 04:20 AM   #109
RobertoBarrich26
Eng. Tráfego e Designer
 
RobertoBarrich26's Avatar
 
Join Date: Jan 2009
Location: Centro-Oeste - GYN Melância
Posts: 13,970
Likes (Received): 1416

Quote:
Originally Posted by Paulo Magalhães View Post
O que tento expor é que os dados apresentados, em relação a ambos os modais, divulgados por seja lá quais veiculos ou instituições não se mostram como absolutos...
Simplesmente, a imprensa pode ter tomado como referencial uma caso que não se traduza na realidade da cidade de campo grande, causando uma errônea impressão tanto como podem haver inconsistências nos dados apresentados pelos orgãos burocráticos locais.
Amigo... é CUIABÁ, capital do Estado brasileiro de Mato Grosso, população de 551.350 hab (senso 2010)... a 600 km (aproximadamente) de Campo Grande, capital do estado brasileiro do Mato Grosso do Sul...

Enfim, dito isso...

Esse levantamento (usado por mim e pela imprensa) são números médios a respeito da implantação do VLT em qquer lugar do mundo... ou seja, valores médios... e é exatamente o ponto que eu queria chegar (e te disse acima) realizaram uma escolha sem embasamento técnico algum (sem estudo algum)...

ESSE É O PONTO!!!

Capice???

Quote:
Portanto, quando os projetos referentes à implantação do sistema de vlt forem concluídos... será cabível tomar alguma conclusão, esta agora provida do devido embasamento
Caso contrário, se mostra bem clara a defesa e a predileção pessoal por um determinado modal ou vertentes locais.
BINGOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO...

Só qdo os projetos a respeito do VLT estiverem pronto se poderá tomar uma decisão mais coerente e concisa....

ATÉ Q ENFIM ALGUÉM ENTENDEU...

Porém, o que vc não percebeu ainda (acredito eu) é q essa decisão já foi tomada sem ter base de estudo algum..., ou seja, já escolheram o VLT como sistema a ser implantado em Cuiabá/Várzea Grande

.
__________________
Informações em tempo real sobre o trânsito e transportes de Goiânia e RM: http://www.facebook.com/TransitoGoianiago
-------------------------

Outros Threads Meus de: GOIÁS / MATO GROSSO
RobertoBarrich26 no está en línea   Reply With Quote
Old July 12th, 2011, 04:27 AM   #110
RobertoBarrich26
Eng. Tráfego e Designer
 
RobertoBarrich26's Avatar
 
Join Date: Jan 2009
Location: Centro-Oeste - GYN Melância
Posts: 13,970
Likes (Received): 1416

E mais uma para comprovar minha TESE MALUCA


Governo do MT esconde estudo que enfraquece projeto de trem bilionário

O governo do Mato Grosso escondeu da população um estudo que encomendou e mostra que a construção de três corredores de ônibus (BRT) é a obra de mobilidade urbana ideal para Cuiabá. O estudo contraria a escolha feita pelas autoridades locais, de construir o VLT (Veículo Leve sobre Trilhos), opção que custa o dobro do preço. O trem foi o modal escolhido pelo estado para ser construído dentro do plano de desenvolvimento urbano para a Copa do Mundo de 2014. Conforme o UOL Esporte apontou em reportagem publicada no dia 7/7, os motivos que levaram à escolha do VLT em detrimento do BRT não foram técnicos.

A Agecopa (Agência Estadual de Execução dos Projetos da Copa do Mundo do Pantanal), órgão estadual que produziu o estudo em março deste ano, jamais divulgou seu resultado à população matogrossense. Ao invés disso, o então presidente da agência quando o estudo foi feito, Yênes Magalhães, foi tirado do cargo no dia 15 de abril. Engenheiro especialista em sistemas de transporte e ex-secretário de Transportes de Cuiabá, Magalhães era um defensor ferrenho da ideia de seguir os conselhos dos técnicos em favor do BRT. Em seu lugar, assumiu o então secretário-chefe da Casa Civil, Eder Moraes.

Dois meses depois, atendendo aos apelos do deputado José Riva (PP), presidente da Assembleia Legislativa do Mato Grosso e principal defensor do VLT, a Agecopa aprovou o VLT, sem apresentar qualquer justificativa técnica para a mudança. Até então, o BRT fazia parte do plano oficial do Ministério do Esporte para as obras de mobilidade urbana das cidades-sede da Copa. Já havia sido liberado um empréstimo de R$ 451 milhões da Caixa Econômica Federal para financiar o projeto. O UOL Esporte tenta desde o dia 4/7 buscar um posicionamento da Agecopa e de seu atual presidente sobre o assunto, mas recebe como resposta que Eder Moraes está em viagem e é o único profissional da agência apto a conceder informações à imprensa.

O trabalho encomendado pela Agecopa, de 124 páginas, foi feito pela consultoria Oficina de Engenheiros Associados. A análise aponta que o custo de implantação do VLT será de R$ 1,13 bilhão, enquanto os investimentos necessários para o construir o BRT seriam de R$ 563 milhões. Além disso, sempre de acordo com o estudo da Agecopa, o VLT provavelmente não ficará pronto a tempo de estar funcionando durante a Copa de 2014, já que levaria pelo menos três anos para ser concluído, e a agência estadual ainda não possui sequer um projeto básico, ao contrário do que já existia com o BRT.

O deputado José Riva faz campanha pelo VLT há, pelo menos, dois anos. No dia 5/4 deste ano, entregou ao governo do Estado um estudo que encomendou junto a uma empresa que fabrica sistemas elétricos e de rolagens para trens, a TTrans, que afirma ser o VLT a melhor opção para Cuiabá. O UOL Esporte também teve acesso a este estudo, que tem apenas dez páginas e não é baseado em qualquer estudo sobre a realidade urbanística da cidade, nem apresenta metodologia de cálculos ou contexto econômico.

No dia 7/7, Riva publicou uma nota de esclarecimento à reportagem do UOL Esporte, onde afirmava que "até hoje ainda não há um estudo conclusivo que aponta o preço final do VLT, principalmente no valor informado na notícia. Os estudos hoje apontam um custo de R$ 700 milhões, mas ainda não é o valor final". Procurado pela reportagem, Riva ainda não se manifestou sobre o documento da Agecopa que contraria sua nota.

http://esporte.uol.com.br/futebol/co...bilionario.htm
__________________
Informações em tempo real sobre o trânsito e transportes de Goiânia e RM: http://www.facebook.com/TransitoGoianiago
-------------------------

Outros Threads Meus de: GOIÁS / MATO GROSSO
RobertoBarrich26 no está en línea   Reply With Quote
Old July 12th, 2011, 01:51 PM   #111
igor_carlos
GASPARETOUR.COM
 
igor_carlos's Avatar
 
Join Date: Jul 2009
Location: Dublin( ) Cuiaba(X) Nagoya( )
Posts: 8,277
Likes (Received): 675

Mudança de BRT para VLT causou surpresa a Ministério


O Ministério das Cidades “estranhou” a decisão do governo do Estado em escolher o Veículo Leve sobre Trilho (VLT) como transporte público de Cuiabá para a Copa do Mundo de 2014. A Agência Executora das Obras da Copa do Mundo (Agecopa) foi notificada a esclarecer a escolha do VLT na próxima reunião entre ministério e Agência, que deverá ocorrer ainda neste mês.

Segundo a assessoria de imprensa do ministério, “causou surpresa e estranhamento a decisão da Agecopa em preterir o Bus Rapid Transit (BRT) em favor do VLT, tardiamente”.

“O BRT já tinha um projeto completo, recurso garantido pela Caixa Econômica Federal e, ao mudar para o VLT, Mato Grosso vai começar do zero. Mas o ministério quer entender os motivos da mudança antes de fazer um julgamento, por isso foi pedida a justificativa”, informou a assessoria de imprensa do órgão.

O governo federal ressaltou que os estados têm autonomia para decidir sobre as obras a serem feitas nas cidades-sedes da Copa do Mundo, apesar dos recursos serem provenientes da União, mas, se ficar comprovada a incapacidade de se realizar alguma obra, o ministério poderá decidir o que entender ser melhor para a cidade.

A assessoria de imprensa da Agecopa informou que nenhum dos diretores se pronunciaria sobre o assunto enquanto o diretor-presidente, Éder Moraes, não voltasse de viagem. Moraes retorna a Cuiabá hoje à noite, após viajar por 10 dias com o governador Silval Barbosa (PMDB) para a Rússia e China.

O estudo do BRT contém centena de páginas e se aprofunda nas questões urbanísticas e econômicas da capital mato-grossense, o que foi confirmado pela assessoria do ministério. Um software de engenharia de tráfego (Transcad) foi utilizado para determinar os fluxos de transporte da cidade.

Conforme o ministério informou, com a escolha do VLT, Cuiabá perdeu um financiamento de R$ 451 milhões da Caixa Econômica Federal para a construção de três corredores do BRT, para investir R$ 1,1 bilhão no VLT.

Além disso, Cuiabá não precisaria de um sistema de transporte que pudesse transportar mais do que 20 mil pessoas por hora. Com o projeto de BRT sugerido à prefeitura, é possível transportar até 30 mil pessoas por hora.

Já o VLT transporta até 40 mil pessoas por hora. As linhas de BRT somariam 33 quilômetros e teriam 32 estações, ligando o Centro da cidade ao aeroporto e ao estádio que está sendo construído. Já o VLT ainda não tem itinerário e extensão definidos.


Fonte: Diário de Cuiabá
igor_carlos no está en línea   Reply With Quote
Old July 12th, 2011, 03:30 PM   #112
luiz belenense
Terra de ricas florestas
 
luiz belenense's Avatar
 
Join Date: Nov 2009
Location: Carajás PA
Posts: 9,193
Likes (Received): 257

Quote:
Originally Posted by RobertoBarrich26 View Post
E mais uma para comprovar minha TESE MALUCA


Governo do MT esconde estudo que enfraquece projeto de trem bilionário

O governo do Mato Grosso escondeu da população um estudo que encomendou e mostra que a construção de três corredores de ônibus (BRT) é a obra de mobilidade urbana ideal para Cuiabá. O estudo contraria a escolha feita pelas autoridades locais, de construir o VLT (Veículo Leve sobre Trilhos), opção que custa o dobro do preço. O trem foi o modal escolhido pelo estado para ser construído dentro do plano de desenvolvimento urbano para a Copa do Mundo de 2014. Conforme o UOL Esporte apontou em reportagem publicada no dia 7/7, os motivos que levaram à escolha do VLT em detrimento do BRT não foram técnicos.

A Agecopa (Agência Estadual de Execução dos Projetos da Copa do Mundo do Pantanal), órgão estadual que produziu o estudo em março deste ano, jamais divulgou seu resultado à população matogrossense. Ao invés disso, o então presidente da agência quando o estudo foi feito, Yênes Magalhães, foi tirado do cargo no dia 15 de abril. Engenheiro especialista em sistemas de transporte e ex-secretário de Transportes de Cuiabá, Magalhães era um defensor ferrenho da ideia de seguir os conselhos dos técnicos em favor do BRT. Em seu lugar, assumiu o então secretário-chefe da Casa Civil, Eder Moraes.

Dois meses depois, atendendo aos apelos do deputado José Riva (PP), presidente da Assembleia Legislativa do Mato Grosso e principal defensor do VLT, a Agecopa aprovou o VLT, sem apresentar qualquer justificativa técnica para a mudança. Até então, o BRT fazia parte do plano oficial do Ministério do Esporte para as obras de mobilidade urbana das cidades-sede da Copa. Já havia sido liberado um empréstimo de R$ 451 milhões da Caixa Econômica Federal para financiar o projeto. O UOL Esporte tenta desde o dia 4/7 buscar um posicionamento da Agecopa e de seu atual presidente sobre o assunto, mas recebe como resposta que Eder Moraes está em viagem e é o único profissional da agência apto a conceder informações à imprensa.

O trabalho encomendado pela Agecopa, de 124 páginas, foi feito pela consultoria Oficina de Engenheiros Associados. A análise aponta que o custo de implantação do VLT será de R$ 1,13 bilhão, enquanto os investimentos necessários para o construir o BRT seriam de R$ 563 milhões. Além disso, sempre de acordo com o estudo da Agecopa, o VLT provavelmente não ficará pronto a tempo de estar funcionando durante a Copa de 2014, já que levaria pelo menos três anos para ser concluído, e a agência estadual ainda não possui sequer um projeto básico, ao contrário do que já existia com o BRT.

O deputado José Riva faz campanha pelo VLT há, pelo menos, dois anos. No dia 5/4 deste ano, entregou ao governo do Estado um estudo que encomendou junto a uma empresa que fabrica sistemas elétricos e de rolagens para trens, a TTrans, que afirma ser o VLT a melhor opção para Cuiabá. O UOL Esporte também teve acesso a este estudo, que tem apenas dez páginas e não é baseado em qualquer estudo sobre a realidade urbanística da cidade, nem apresenta metodologia de cálculos ou contexto econômico.

No dia 7/7, Riva publicou uma nota de esclarecimento à reportagem do UOL Esporte, onde afirmava que "até hoje ainda não há um estudo conclusivo que aponta o preço final do VLT, principalmente no valor informado na notícia. Os estudos hoje apontam um custo de R$ 700 milhões, mas ainda não é o valor final". Procurado pela reportagem, Riva ainda não se manifestou sobre o documento da Agecopa que contraria sua nota.

http://esporte.uol.com.br/futebol/co...bilionario.htm
Como dito na reportagem aí de cima, será que não a possibilidade de Governo Federal intervir?? pois o BRT já tem estudo concluído e etc. enquanto que o VLT ..., nekas.!

Já foi anunciado algo sobre a captação de recursos para implantar o 'tiro no escuro' do VLT ??
__________________
I Belém

Carajás - Amazônia - Brasil
luiz belenense no está en línea   Reply With Quote
Old July 12th, 2011, 03:48 PM   #113
RobertoBarrich26
Eng. Tráfego e Designer
 
RobertoBarrich26's Avatar
 
Join Date: Jan 2009
Location: Centro-Oeste - GYN Melância
Posts: 13,970
Likes (Received): 1416



Tiveram algumas reuniões com uma empresa portuguesa e argentina... nada mais!!1

O estado aelga ter o dinheiro para o investimento... R$ 1 bi...

Mas fala-se tbém q vão fazer tanta coisa com esse dinheiro... toda obra q falam q vão construir em Cuiabá falam desse fundo...

...
__________________
Informações em tempo real sobre o trânsito e transportes de Goiânia e RM: http://www.facebook.com/TransitoGoianiago
-------------------------

Outros Threads Meus de: GOIÁS / MATO GROSSO
RobertoBarrich26 no está en línea   Reply With Quote
Old July 12th, 2011, 04:58 PM   #114
Timbu
Vida que Segue
 
Timbu's Avatar
 
Join Date: Jan 2008
Location: Recife
Posts: 8,575
Likes (Received): 1096

Quote:
Originally Posted by RobertoBarrich26 View Post


Tiveram algumas reuniões com uma empresa portuguesa e argentina... nada mais!!1

O estado aelga ter o dinheiro para o investimento... R$ 1 bi...

Mas fala-se tbém q vão fazer tanta coisa com esse dinheiro... toda obra q falam q vão construir em Cuiabá falam desse fundo...

...
Roberto... você tem o traçado do VLT que você sugeriu??
Timbu no está en línea   Reply With Quote
Old July 12th, 2011, 05:22 PM   #115
RobertoBarrich26
Eng. Tráfego e Designer
 
RobertoBarrich26's Avatar
 
Join Date: Jan 2009
Location: Centro-Oeste - GYN Melância
Posts: 13,970
Likes (Received): 1416

tenho sim... já fiz estudo sobre ele um tempo atrás... ver se acho aqui no GE da empresa... se não, só em casa (de noite eu posto)..

.
__________________
Informações em tempo real sobre o trânsito e transportes de Goiânia e RM: http://www.facebook.com/TransitoGoianiago
-------------------------

Outros Threads Meus de: GOIÁS / MATO GROSSO
RobertoBarrich26 no está en línea   Reply With Quote
Old July 12th, 2011, 05:52 PM   #116
RobertoBarrich26
Eng. Tráfego e Designer
 
RobertoBarrich26's Avatar
 
Join Date: Jan 2009
Location: Centro-Oeste - GYN Melância
Posts: 13,970
Likes (Received): 1416

Aqui... minha proposta para fomentar e viabilizar uma linha de VLT em Cuiabá é essa:



Como disse, ligaria o Centro Histórico e Comercial de Cuiabá, ao Centro Político Administrativo do Estado, passando por regiões de maior poder aquisitivo e tbém de maior interesse dessas classes, como Shoppings (Goiabeiras e Pantanal), Parques (Mãe Bonifácia e Massairo Okamura), além dos bairros nobres do Goiabeiras, Santa Rosa, Duque de Caxias, Santa Marta, Quilombo, Araés/Consil/Bosque da Saúde (bairro típicamente Hoteleiro/Empresarial), Jd. Aclimação...

Além de possuir duas integrações com o BRT CPA/Aeroporto (uma no Centro e outra na frente do Pantanal Shopping) e uma integração com o BRT Coxipó/Centro (no centro)... Total de, aproximadamente, 15km...

No centro iria ter apenas uma via descendo a Isaac Póvoas e contornando o Centro todo e voltando (subindo) a Getúlio Vargas... em linha a ser instalada no corredor direito dessas vias sem ter a necessidade de desapropriações... e na Prainha seria um trecho elevado (de 300m)...

Já no Bairro Bosque da Saúde teríamos uma parte subterrânea (700m)... todo o restante do trajeto seriam realizados nos canteiros centrais... diminuindo o máximo possível o número de desapropriações...

Com maiores detalhes:



__________________
Informações em tempo real sobre o trânsito e transportes de Goiânia e RM: http://www.facebook.com/TransitoGoianiago
-------------------------

Outros Threads Meus de: GOIÁS / MATO GROSSO

Last edited by RobertoBarrich26; July 12th, 2011 at 05:57 PM.
RobertoBarrich26 no está en línea   Reply With Quote
Old July 12th, 2011, 08:33 PM   #117
jedeao
Eu sou de Cuiabá/MT
 
jedeao's Avatar
 
Join Date: Jun 2010
Location: Cuiabá/MT
Posts: 3,592
Likes (Received): 720


Legal! Contemplando a Rodoviária.

Parece-me que os projetos atuais (tanto de BRT, quanto de VLT) se esqueceram da nossa Rodoviária.
jedeao no está en línea   Reply With Quote
Old July 12th, 2011, 08:40 PM   #118
jedeao
Eu sou de Cuiabá/MT
 
jedeao's Avatar
 
Join Date: Jun 2010
Location: Cuiabá/MT
Posts: 3,592
Likes (Received): 720

Mas o legal mesmo seria ter sim desapropriação nessa região central (300 metros da Prainha).

Já pensou termos a chance de colocar no chão um prédio como este:





Meu sonho!!!
jedeao no está en línea   Reply With Quote
Old July 12th, 2011, 08:43 PM   #119
jedeao
Eu sou de Cuiabá/MT
 
jedeao's Avatar
 
Join Date: Jun 2010
Location: Cuiabá/MT
Posts: 3,592
Likes (Received): 720


No local daria uma baita estação central!
jedeao no está en línea   Reply With Quote
Old July 12th, 2011, 10:10 PM   #120
Timbu
Vida que Segue
 
Timbu's Avatar
 
Join Date: Jan 2008
Location: Recife
Posts: 8,575
Likes (Received): 1096

Quote:
Originally Posted by RobertoBarrich26 View Post
Aqui... minha proposta para fomentar e viabilizar uma linha de VLT em Cuiabá é essa:



Como disse, ligaria o Centro Histórico e Comercial de Cuiabá, ao Centro Político Administrativo do Estado, passando por regiões de maior poder aquisitivo e tbém de maior interesse dessas classes, como Shoppings (Goiabeiras e Pantanal), Parques (Mãe Bonifácia e Massairo Okamura), além dos bairros nobres do Goiabeiras, Santa Rosa, Duque de Caxias, Santa Marta, Quilombo, Araés/Consil/Bosque da Saúde (bairro típicamente Hoteleiro/Empresarial), Jd. Aclimação...

Além de possuir duas integrações com o BRT CPA/Aeroporto (uma no Centro e outra na frente do Pantanal Shopping) e uma integração com o BRT Coxipó/Centro (no centro)... Total de, aproximadamente, 15km...

No centro iria ter apenas uma via descendo a Isaac Póvoas e contornando o Centro todo e voltando (subindo) a Getúlio Vargas... em linha a ser instalada no corredor direito dessas vias sem ter a necessidade de desapropriações... e na Prainha seria um trecho elevado (de 300m)...

Já no Bairro Bosque da Saúde teríamos uma parte subterrânea (700m)... todo o restante do trajeto seriam realizados nos canteiros centrais... diminuindo o máximo possível o número de desapropriações...

Com maiores detalhes:





Rapaz... tu já mandou isso pra algum político (que queira trabalhar) ou alguém da imprensa (com compromisso com jornalismo sério)?

Esse seu traçado com VLT + os corredores BRT sería fantástico
Timbu no está en línea   Reply With Quote
Sponsored Links
Advertisement
 


Reply

Tags
cuiabá

Thread Tools
Rate This Thread
Rate This Thread:

Posting Rules
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off



All times are GMT +2. The time now is 09:53 AM.


Powered by vBulletin® Version 3.8.11 Beta 4
Copyright ©2000 - 2019, vBulletin Solutions Inc.
vBulletin Security provided by vBSecurity v2.2.2 (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2019 DragonByte Technologies Ltd.
Feedback Buttons provided by Advanced Post Thanks / Like (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2019 DragonByte Technologies Ltd.

SkyscraperCity ☆ In Urbanity We trust ☆ about us