Melgaço - Page 4 - SkyscraperCity
 

forums map | news magazine | posting guidelines

Go Back   SkyscraperCity > European Forums > Fórum Português > Arquitectura e Urbanismo > Norte > Imagens

Imagens Minho, Douro e Trás-os-Montes


Global Announcement

As a general reminder, please respect others and respect copyrights. Go here to familiarize yourself with our posting policy.


Reply

 
Thread Tools
Old September 3rd, 2008, 01:08 AM   #61
alentejolover
Registered User
 
alentejolover's Avatar
 
Join Date: Jun 2007
Location: Evora-World Heritage Site since 1986
Posts: 24,849
Likes (Received): 2840

Olha a terrinha do franciu
__________________
Évora, o 2.º concelho do país com mais Monumentos Nacionais
alentejolover está en línea ahora   Reply With Quote
Sponsored Links
Advertisement
 
Old September 3rd, 2008, 06:22 AM   #62
Viriatox
Geógrafo
 
Viriatox's Avatar
 
Join Date: Feb 2005
Posts: 3,025
Likes (Received): 1228

Pelas fotos mostradas o centro histórico esta em muito boas condições. Resulta muito agradável ver isso.
Viriatox no está en línea   Reply With Quote
Old October 12th, 2008, 03:26 PM   #63
pauloluso
Metro Lisboa
 
pauloluso's Avatar
 
Join Date: Oct 2007
Location: Aldeia Galega, Costa Azul
Posts: 8,505
Likes (Received): 271

Incentivos e deduções fiscais para atrair pessoas

Uma noticia sobre a aldeia do Ennis. Volta para a terra

http://dn.sapo.pt/2008/10/12/cidades...is_para_a.html


Quote:
Incentivos e deduções fiscais para atrair pessoas


CMelgaço. Medidas para 2009 com 'retroactivos' de 2008
Incentivos financeiros aos nascimentos e casamentos e deduções fiscais no IMI (imposto municipal sobre imóveis) são algumas das medidas de discriminação positiva que vão ser adoptadas pelo município raiano a partir de Janeiro, mas com efeitos retroactivos deste ano.

O objectivo é combater a regressão demográfica de um concelho que, em 50 anos, perdeu oito mil habitantes. O presidente da câmara, Rui Solheiro, diz que se trata de um programa "solidário" a implementar "durante alguns anos", tendo em conta o cada vez menor número de nascimentos. Em 2008, nasceram 50 crianças em Melgaço, onde habitam actualmente dez mil pessoas. "Temos de rejuvenescer a população, já que o saldo natural, entre mortos e nascimentos, continua a ser negativo."

É esta tendência que o autarca socialista quer reverter através do Plano de Desenvolvimento Sustentável e Solidário, já aprovado pela câmara, no qual se prevê a atribuição de 500 euros com o nascimento ou adopção do primeiro e segundo filhos. A partir do terceiro filho, o subsídio ascenderá a mil euros. "Em 2009, vamos começar a pagar este incentivo, já sobre os nascimentos ocorridos este ano", garantiu Solheiro. A câmara suportará ainda a mensalidade da creche para os agregados familiares com maiores dificuldades financeiras. Com o objectivo de fixar casais jovens, está igualmente prevista a isenção de taxas de edificação para pessoas até aos 35 anos, enquanto as famílias numerosas (com cinco ou mais pessoas), beneficiarão de reduções na tarifa da água.

A redução do IMI e do IMT e a fixação em 0% da derrama sobre o lucro tributável das empresas são outras medidas do plano, para "chamar mais gente e investimento". Para 2009, a autarquia minhota decidiu abdicar da totalidade dos 5% de IRS dos sujeitos passivos com domicílio fiscal no concelho, verba a que os municípios passaram a ter direito com a Lei das Finanças Locais.

A regressão demográfica de Melgaço começou nos anos 50, com "a emigração em força" da população que procurava noutros países melhores condições de vida. Esse êxodo, garante o autarca, foi travado. "Pela primeira vez em décadas, temos um saldo migratório positivo, sendo mais as pessoas que aqui se fixam do que as que saem. Mas ainda não é suficiente", lamenta.|

PAULO JULIÃO
pauloluso no está en línea   Reply With Quote
Sponsored Links
Advertisement
 
Old November 23rd, 2008, 12:48 PM   #64
Miguel_Arq
Home, sweet home
 
Miguel_Arq's Avatar
 
Join Date: Aug 2008
Location: Famalicão
Posts: 10,754
Likes (Received): 241

Mapa da Região de Entre Douro e Minho


Localizado na margem Sul do Rio Minho, Melgaço é o Município situado mais a Norte de Portugal.



Grande parte do território de Melgaço fica inserido no Parque Internacional Peneda – Gerês, por isso é um dos Municípios mais despovoados da Região. O Município tem actualmente 9.739 habitantes.

Tomando como provável a tradição, o castelo de Melgaço terá sido construído no reinado de D. Afonso Henriques, por volta de 1170. Foi aliás este monarca quem concedeu a Melgaço a sua primeira carta de Foral, entre 1183 e 1185, carta essa que foi confirmada por D. Afonso II em 1219, para ser substituída, no reinado de D. Afonso III, em 1258, por nova Carta de Foral.
Na colina de Melgaço, sobranceira ao Rio Minho, estrategicamente colocada em relação à passagem para a Galiza, instalaram-se colonos e desenvolveu-se um centro de trocas comerciais. Na vizinhança adejavam as asas protectoras de dois grandes mosteiros: Fiães e Paderne. O ainda incipiente burgo, muito à mercê das investidas das tropas leonesas, necessitava de uma protecção mais eficaz do que aquela que lhe era facultada pela pequena fortaleza que o primeiro rei terá mandado construir no topo mais setentrional da penedia, sítio onde mais tarde seria erguida a torre de menagem.
Foi no reinado de D. Sancho II que a vila começou a ser rodeada de uma cerca defensiva.

FOTOGRAFIAS DE MELGAÇO:

01 – Local situado mais a Norte de Portugal, com vista para o Rio Minho


02 – Praça da República


03 – Câmara Municipal de Melgaço


04 – Castelo de Melgaço


05 – Castelo de Melgaço


06 – Castelo de Castro Laboreiro


07 – Parque do Centro de Estágio


08 – Parque de Eólico (energia produzida pelo vento)


09 – Vista Geral da Área Sul do Município


10 – Hotel Monte Prado


11 – Igreja de Fiães


12 – Torre de Menagem do Castelo de Melgaço


13 – Neve em Lamas de Mouro


14 – Neve em Lamas de Mouro


15 – Lamas de Mouro


16 – Museu de Arqueologia (entrada)


17 – Museu de Arqueologia (cobertura)


18 – Museu do Cinema


19 – Igreja e Convento de Paderne


20 – Pena de Numão


21 – Piscinas Municipais


20 – Ponte Internacional, ligação de Melgaço a Espanha


21 – Ponte Medieval de Castro Laboreiro


22 – Porta para o interior da Muralha


23 – Vista Geral da Praça da República


24 – Praça da República


25 – Rio Minho


26 – Rio Minho


27 – Rio na Peneda


28 – Largo Hermegildo Solheiro


29 – Igreja Senhora da Orada


30 – Serra da Peneda em Lamas de Mouro


31 – Termas de Peso


32 – Solar do Alvarinho


33 – Vinha de Alvarinho


34 – Vista do Centro Histórico


35 – Vista do Centro Histórico


36 - Castro Laboreiro com neve


37 - Castro Laboreiro, rocha em forma de tartaruga
__________________

Ana_Rita, Bombexx liked this post
Miguel_Arq no está en línea   Reply With Quote
Old November 23rd, 2008, 12:58 PM   #65
Barragon
Barra for Friends
 
Barragon's Avatar
 
Join Date: Dec 2004
Location: Barreiro
Posts: 150,298
Likes (Received): 17243

boa. Assim ficam aqui as fotos belíssimas do mais norte do norte.
__________________
Barragon no está en línea   Reply With Quote
Old December 1st, 2008, 12:51 AM   #66
rpc08
Registered User
 
rpc08's Avatar
 
Join Date: Mar 2008
Location: Serra da Estrela [P]
Posts: 6,513
Likes (Received): 1218

Neve em Lamas de Mouro, fotos retiradas do site meteopt.com:









































__________________
rpc08 @ SSC-PT
rpc08 no está en línea   Reply With Quote
Old December 1st, 2008, 03:16 AM   #67
pauloluso
Metro Lisboa
 
pauloluso's Avatar
 
Join Date: Oct 2007
Location: Aldeia Galega, Costa Azul
Posts: 8,505
Likes (Received): 271

Sublime...
pauloluso no está en línea   Reply With Quote
Old December 1st, 2008, 04:31 AM   #68
Karsh
fcp fcp fcp
 
Karsh's Avatar
 
Join Date: Jun 2005
Location: Bragança
Posts: 2,136
Likes (Received): 79

Que beleza...
__________________
Meet Bragança I & II, Portugal
Karsh no está en línea   Reply With Quote
Old December 1st, 2008, 05:12 PM   #69
Barragon
Barra for Friends
 
Barragon's Avatar
 
Join Date: Dec 2004
Location: Barreiro
Posts: 150,298
Likes (Received): 17243

Que fantástico!
__________________
Barragon no está en línea   Reply With Quote
Old December 1st, 2008, 06:27 PM   #70
Ennis
BANNED
 
Join Date: Apr 2007
Posts: 3,370
Likes (Received): 9

Estas ultimas fotos passaram-me ao lado... que delicia. Jà sabia que houvera um grande nevão nestes ultimos dias, as fotos confirmam..

Obrigado Rpc por partilhar.
Ennis no está en línea   Reply With Quote
Old July 23rd, 2009, 03:22 AM   #71
Miguel_Arq
Home, sweet home
 
Miguel_Arq's Avatar
 
Join Date: Aug 2008
Location: Famalicão
Posts: 10,754
Likes (Received): 241

Passeio Minhoto-Galego IV | Melgaço

Localizado na margem Sul do Rio Minho, Melgaço é o Município situado mais a Norte de Portugal.



Melgaço é uma vila portuguesa no Distrito de Viana do Castelo, região Norte e sub-região do Minho-Lima, com cerca de 1 300 habitantes.

É sede de um município com 239,04 km² de área e 9 996 habitantes (2001), subdividido em 18 freguesias. O município é limitado a norte e leste pela Espanha, a sudoeste pelo município de Arcos de Valdevez, e a oeste por Monção. É o município mais setentrional do país.

O ponto mais elevado do concelho situa-se no Giestoso, com 1335 metros de altitude, na freguesia de Castro Laboreiro.

Tomando como provável a tradição, o castelo de Melgaço terá sido construído no reinado de D. Afonso Henriques, por volta de 1170. Foi aliás este monarca quem concedeu a Melgaço a sua primeira carta de Foral, entre 1183 e 1185, carta essa que foi confirmada por D. Afonso II em 1219, para ser substituída, no reinado de D. Afonso III, em 1258, por nova Carta de Foral.
Na colina de Melgaço, sobranceira ao Rio Minho, estrategicamente colocada em relação à passagem para a Galiza, instalaram-se colonos e desenvolveu-se um centro de trocas comerciais. Na vizinhança adejavam as asas protectoras de dois grandes mosteiros: Fiães e Paderne. O ainda incipiente burgo, muito à mercê das investidas das tropas leonesas, necessitava de uma protecção mais eficaz do que aquela que lhe era facultada pela pequena fortaleza que o primeiro rei terá mandado construir no topo mais setentrional da penedia, sítio onde mais tarde seria erguida a torre de menagem.
Foi no reinado de D. Sancho II que a vila começou a ser rodeada de uma cerca defensiva.


Ortofoto da vila de Melgaço




Centro Histórico de Melgaço




No segundo dia da visita pelas Terras do Minho e Galiza, saímos de casa, rumo a Melgaço.


A primeira paragem foi em São Gregório, o território situado mais a Norte de Portugal.

01.


02.



Após uns minutos de conversa com um habitante local, que falava uma espécie português misturado com galego, seguimos viagem. O destino seria a Aldeia de Fiães.

A igreja românica de Fiães, Monumento Nacional, tem sido uma das mais debatidas, na questão da organização espacial e estrutural entre cluniacenses e cistercienses. A maioria dos autores tem considerado o templo como uma obra unicamente cisterciense, mas indícios há que apontam para que, pelo menos, parte do monumento que chegou até nós seja anterior, da época em que o cenóbio era regido por monges beneditinos.
O plano do corpo, organizado em três naves de quatro tramos, separadas por arcarias longitudinais de arcos de volta perfeita, denuncia um modelo planimétrico estritamente beneditino e aplicado ao longo de todo o século XII nos maiores mosteiros da Ordem de Cluny em Portugal.
Contudo, a cabeceira tripartida e escalonada, com planta quadrangular, é um dos aspectos mais característicos desta renovação, por oposição à preferência beneditina por modelos de capela-mor e absidíolos de planta circular. A ábside, de dois tramos e abóbada de berço quebrado, é iluminada por duas frestas, e toda esta parte tem vindo a ser considerada como "uma realização programada segundo o melhor espírito cisterciense.
A igreja caracterizada-se por uma quase total ausência de motivos ornamentais.
O portal principal, entre dois contrafortes poderosos e limitado, superiormente, por uma cornija, segue a mesma tendência anti-decorativista.

03.


04.


05.


06.


07.


08.


09.


10.


11.


12.


13.



Situada nas proximidades de Fiães, é linda a Aldeia de Jugaria!

14.


15.



Descemos a encosta, rumo à Vila de Melgaço.
Ainda a vila estava longe e já se avistava, com o a seu castelo e a imponente Torre de Menagem.

16.


17.



O primeiro ponto de paragem na vila foi a Praça da República. Tempo para estacionar o carro e abastecer o corpo e a mente com cafeína!

18.


19.


20.


21.


22.



Subimos na direcção do castelo.
Os jardins que circundam a muralha estão muito bem cuidados.

23.


24.



A muralha e o castelo de Melgaço estão classificados Monumentos Nacionais.
A fortaleza medieval de Melgaço foi o principal ponto estratégico militar do Alto Minho no século XII. Ao contrário dos castelos roqueiros que ordenavam este território até ao início da nacionalidade, e diferente das posteriores póvoas ribeirinhas fortificadas de Caminha, Valença ou Monção, Melgaço foi concebido como uma estrutura capaz de proteger a primitiva povoação aqui existente e capaz de simbolizar a autoridade do nascente reino de Portugal face ao seu hostil vizinho galego, em terras acerrimamente disputadas por ambos os poderes.

O perímetro amuralhado que envolve o núcleo urbano mais antigo de Melgaço, e que se ligava ao castelo através de duas torres quadrangulares, é uma obra do século XIII, construída na mesma altura em que o velho castelo românico da vila foi objecto de uma reforma quase integral.

25.


26.


27.


28.


29.



Lá do alto da Torre de Menagem, as vistas são...

30.


31.


32.


33.


34.


35.


36.



Saímos do Castelo e dirigímo-nos para o Casco Medieval. A Rua Direita é a principal artéria desta zona dentro de muralhas. Este arruamento, tipicamente medieval, pecorre todo o aglomerado, ligando a porta principal da muralha à Igreja Matriz.

37.


38.


39.



Em plena Rua Direita, ergue-se o imponente Solar do Alvarinho, de arcadas e paredes sólidas.

40.


41.


42.



E finalmente, o exterior da muralha!

43.


A Alameda Inês Negra circunda parte da muralha. Junto da porta da muralha está uma estátua da lendária personagem de Melgaço.

Esta história teve lugar em 1388, no início do reinado de D. João I, em que se travou uma guerra contra Castela pela independência de Portugal.
Foi durante esta guerra civil que a Inês Negra, uma mulher do povo fiel à causa portuguesa, abandonou Melgaço quando esta cidade se pôs ao lado do rei de Castela. Quando D. João I decidiu reconquistar Melgaço, Inês Negra juntou-se ao seu exército, mas as duas facções nunca chegaram a defrontar-se. A batalha travou-se entre Inês Negra e uma sua inimiga de longa data, a "Arrenegada", que tinha optado por apoiar os castelhanos.
Inês Negra, de espada na mão, defrontou a sua inimiga apoiada pelos gritos de incitamento dos homens de D. João I. O silêncio instalou-se quando a "Arrenegada" fez saltar com um golpe a espada das mãos de Inês, mas esta tirou uma forquilha da mão de um camponês e fez-se à luta, procurando atingir a "Arrenegada" nas pernas. Sentindo-se em desvantagem, esta atirou fora a espada e pegou num varapau que quebrou com fúria nas costas de Inês. Louca de fúria e de dor, Inês Negra largou a forquilha e atirou-se com unhas e dentes à sua oponente, rolando ambas no chão empoeirado. Um grito de dor gelou a assistência, que não conseguia perceber qual das duas vencera. Foi então que a "Arrenegada" se levantou e fugiu para o castelo, tapando as nódoas e o sangue do rosto com as mãos. Os castelhanos abandonaram Melgaço no dia seguinte e D. João I quis recompensar a heroína, mas esta respondeu que estava plenamente recompensada pela sova que tinha dado à sua inimiga.

44.



E porque o JohnnyMass também ia nesta viagem, não podía-mos deixar de visitar as igrejas de Melgaço.
Primeiro a Igreja da Misericórdia...


45.


46.


47.



... E posteriormente o Largo e a Igreja Matriz.

48.



49.


50.


51.


52.



No Largo Hermegildo Solheiro localiza-se a Câmara Municipal de Melgaço.

53.



E logo ao lado, o recém criado jardim do Ribeiro do Porto. Um belíssimo espaço verde localizado junto do ribeiro que lhe deu o nome.

54.


55.



Na outra extremidade da recém-construida ponte pedonal, localiza-se o Espaço Memória e Fronteira, Museu dedicado ao contrabando e a emigração, que preencheu a história mais recente do concelho.
No inteiror pode ver-se o barco que se usava para fazer contrabando no rio, assim como malas e passaportes da emigração, entre muitas outras coisas ligadas a esses dois temas.
Tudo isto tem como objectivo promover a reflexão sobre dois aspectos muito importantes para o desenvolvimento deste concelho.

56.


57.


58.


59.


60.


E antes de sair da vila, mais uma paragem junto destes belos edifícios. No edifíco branco está em funcionamento um Polo do Instrituto Politécnico de Viana do Castelo.

61.


62.



A última paragem neste Município de Melgaço seria na Igreja e Convento de Paderne, classificado Monumento Nacional.

A história da igreja românica de Paderne é particularmente complexa, em especial a que se relaciona com as suas origens. Na primeira metade do século XII, o local foi sede de um mosteiro feminino, comunidade a que D. Afonso Henriques passou carta de couto (1141), em agradecimento pelo auxílio das monjas na tomada do castelo de Castro Laboreiro.

Dois elementos em calcário - um fragmento de friso e um capitel - (que claramente nada têm que ver com a construção em granito do século XIII), parecem ser os únicos vestígios da igreja do século XII.
De um ponto de vista planimétrico, a solução empregue neste mosteiro é única entre nós, na medida em que, a uma cabeceira tripartida, quadrangular, corresponde apenas uma nave, relativamente curta; paralelamente, a noção de espaço longitudinal é quebrada pela existência de um desenvolvido transepto, cujo braço Norte integra um portal virado a poente.
O portal principal é uma obra considerada já proto-gótica e realizada sob a distante influência da arte de Mestre Mateo de Compostela. Este facto, a par das características dominantes da escultura do interior - realizada à base de uma "decoração vegetal simplificada e pouco volumosa", provam a construção tardia do monumento e o seu afastamento estilístico em relação ao rico foco de influência galega (em particular tudense) da segunda metade do século XII e primeiros anos do XIII, que tão bem caracteriza as igrejas de Ganfei, Longos Vales e Friestas.


63.


64.


65.


66.



E aqui terminou a nossa visita pelas terras de Melgaço.
JohnnyMass e Miguel_arq partiram rumo a outro concelho do Alto Minho.

Last edited by Miguel_Arq; July 25th, 2009 at 06:58 PM.
Miguel_Arq no está en línea   Reply With Quote
Old July 23rd, 2009, 03:38 AM   #72
JohnnyMass
Whatever
 
JohnnyMass's Avatar
 
Join Date: Feb 2005
Location: Porto
Posts: 45,885
Likes (Received): 1511

Quote:
Originally Posted by Miguel_Arq View Post
E porque o JohnnyMass também ia nesta viagem, não podía-mos deixar de visitar as igrejas de Melgaço.
Ainda vais ganhar um trauma qualquer por causa disso!

Ficaram boas as fotitas! Vou-me ver grego para mostrar algo que não tenha já ficado mostrado!
__________________
Edit my Signature
JohnnyMass no está en línea   Reply With Quote
Old July 23rd, 2009, 03:40 AM   #73
Miguel_Arq
Home, sweet home
 
Miguel_Arq's Avatar
 
Join Date: Aug 2008
Location: Famalicão
Posts: 10,754
Likes (Received): 241

Quote:
Originally Posted by JohnnyMass View Post
Ainda vais ganhar um trauma qualquer por causa disso!

Ficaram boas as fotitas! Vou-me ver grego para mostrar algo que não tenha já ficado mostrado!
Obrigado, Johnny!

Ainda vou virar católico!

Oh, podes por fotos semelhantes.
O mesmo objecto, duas visões!

Last edited by Miguel_Arq; July 23rd, 2009 at 03:48 AM.
Miguel_Arq no está en línea   Reply With Quote
Old July 23rd, 2009, 03:47 AM   #74
JohnnyMass
Whatever
 
JohnnyMass's Avatar
 
Join Date: Feb 2005
Location: Porto
Posts: 45,885
Likes (Received): 1511

vai ter mesmo de ser!

quanto às igrejas, pensa nelas apenas como obras de arquitectura, a religião não é para aqui chamada!
__________________
Edit my Signature
JohnnyMass no está en línea   Reply With Quote
Old July 23rd, 2009, 03:50 AM   #75
Miguel_Arq
Home, sweet home
 
Miguel_Arq's Avatar
 
Join Date: Aug 2008
Location: Famalicão
Posts: 10,754
Likes (Received): 241

Quote:
Originally Posted by JohnnyMass View Post
vai ter mesmo de ser!

quanto às igrejas, pensa nelas apenas como obras de arquitectura, a religião não é para aqui chamada!
Em Caminha, as fotos que eu tenho tambem são de ângulos semelhantes aos teus.

Em relação às igrejas, é obvio que estou a brincar.
Miguel_Arq no está en línea   Reply With Quote
Old July 23rd, 2009, 03:54 AM   #76
JohnnyMass
Whatever
 
JohnnyMass's Avatar
 
Join Date: Feb 2005
Location: Porto
Posts: 45,885
Likes (Received): 1511

pois é difícil não serem, o percurso foi o mesmo!
__________________
Edit my Signature
JohnnyMass no está en línea   Reply With Quote
Old July 23rd, 2009, 04:24 AM   #77
Luís Raposo Alves
Registered User
 
Luís Raposo Alves's Avatar
 
Join Date: Oct 2008
Location: LX
Posts: 11,778
Likes (Received): 1958

excelentes fotos

no entanto, não sei como é que vocês distinguem essas terras, são todas iguais.
__________________
A L F A M A C A S T E L O S É G R A Ç A S Ã O V I C E N T E B A I X A M O U R A R I A B I C A C H I A D O B A I R R O A L T O
Luís Raposo Alves no está en línea   Reply With Quote
Old July 23rd, 2009, 04:33 AM   #78
JohnnyMass
Whatever
 
JohnnyMass's Avatar
 
Join Date: Feb 2005
Location: Porto
Posts: 45,885
Likes (Received): 1511

têm uma placa à entrada com o nome.
__________________
Edit my Signature
JohnnyMass no está en línea   Reply With Quote
Old July 23rd, 2009, 04:59 AM   #79
Karsh
fcp fcp fcp
 
Karsh's Avatar
 
Join Date: Jun 2005
Location: Bragança
Posts: 2,136
Likes (Received): 79

Simplesmente linda!

Mas a CM destoa um pouco do resto da vila não?
__________________
Meet Bragança I & II, Portugal
Karsh no está en línea   Reply With Quote
Old July 23rd, 2009, 09:11 AM   #80
Naoum
Rider on the storm
 
Naoum's Avatar
 
Join Date: Mar 2009
Location: Agen - France
Posts: 1,452
Likes (Received): 2

O mais surpreendente nesta caminhada em torno do Minho é a sua unidade. As paisagens são semelhantes baixo esses montes povoados de ventoinhas e prontos para voar. Como sempre, factos históricos e lendas se entrelaçam no imaginário popular.

Belas fotos Miguel!
__________________
ubi bene, ibi patria
Naoum no está en línea   Reply With Quote
Sponsored Links
Advertisement
 


Reply

Tags
chaviães, cristoval, hotel, melgaço, minho, paderne, remoães, roussas, são paio, vila

Thread Tools

Posting Rules
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off


Similar Threads
Thread Thread Starter Forum Replies Last Post
Finalmente, estação Chácara Klabin inaugurada... nas coxas!!! (fotos fotos e fatos) Heilig Infraestrutura e Transporte 63 January 11th, 2016 01:27 PM
Fotos de Porto Alegre - links para todos os threads com fotos minhas portoimagem Sul 6 August 2nd, 2007 10:45 PM
<<SANTIAGO>> Nuevos ANGULOS, OTRA MIRADA... (fotos robadas por mi ) Ojo, muchas fotos OscarSCL Ciudades y Urbanismo 31 January 7th, 2006 06:56 PM


All times are GMT +2. The time now is 03:26 PM.


Powered by vBulletin® Version 3.8.11 Beta 4
Copyright ©2000 - 2020, vBulletin Solutions Inc.
vBulletin Security provided by vBSecurity v2.2.2 (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2020 DragonByte Technologies Ltd.
Feedback Buttons provided by Advanced Post Thanks / Like (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2020 DragonByte Technologies Ltd.

SkyscraperCity ☆ In Urbanity We trust ☆ about us