SkyscraperCity banner

141 - 160 of 15461 Posts

·
Compro e vendo likes
Joined
·
6,962 Posts
Parece que o Mineirão e o Pacaembú tbm são..me corrijam se estiver errado...
Pacaembu não leva acento. :lol:

O projeto de reforma do Mineirão é LINDÍSSIMO. Junto com o do Beira-Rio e Arena das Dunas, considero o TOP 3 do Brasil.
 

·
The Power Of Green
Joined
·
2,727 Posts
Eu sempre ia ao Vivaldão em jogos do tufão,a parte mais dificil era pegar o ônibus no T1 em dia de jogo importante.
mas com a mobilidade do monotrilho e esse novo estádio vou voltar a acompanhar os jogos do Tufão.

ninguém gosta de ser tratado como gado!!!!
 

·
Registered
Joined
·
2,755 Posts
Licitação de obra em arena de Manaus pode ser anulada

LIEGE ALBUQUERQUE - Agencia Estado

MANAUS - O Ministério Público Federal e o Ministério Público do Estado do Amazonas recomendaram ao governo estadual, nesta quinta-feira, que anule o procedimento de pré-qualificação de empresas para a construção da Arena Amazônia, complexo esportivo que será construído como parte das obras para a Copa do Mundo de 2014 e que substituíra o estádio Vivaldo Lima.

A anulação, segundo os órgãos, deve ser feita por conta de diversas irregularidades encontradas no edital que impediriam o caráter competitivo da licitação. Entre elas, estão a exigência de valores mínimos de faturamento anterior e a limitação de tempo para as comprovações de experiência, além da proibição de participação de consórcio.

Para o Ministério Público Federal, as exigências de valores mínimos de faturamento anterior e de limitação de tempo para comprovações de experiência são ilegais e atentam contra o princípio da livre concorrência, restringindo o caráter competitivo do procedimento licitatório. Das 14 empresas que adquiriram o edital, apenas três - Construtora Andrade Gutierrez S/A, Construções e Comércio Camargo Corrêa S/A e Odebrecht Serviços de Engenharia e Construção S/A - participaram da pré-qualificação.

A reportagem procurou a assessoria do governo estadual para comentar sobre a recomendação, mas não obteve retorno.

http://www.estadao.com.br/noticias/esportes,licitacao-de-obra-em-arena-de-manaus-pode-ser-anulada,483912,0.htm
 

·
Eu sou a mosca...
Joined
·
1,484 Posts
Parece que o Mineirão e o Pacaembú tbm são..me corrijam se estiver errado...
São Januário também.

Licitação de obra em arena de Manaus pode ser anulada

LIEGE ALBUQUERQUE - Agencia Estado

MANAUS - O Ministério Público Federal e o Ministério Público do Estado do Amazonas recomendaram ao governo estadual, nesta quinta-feira, que anule o procedimento de pré-qualificação de empresas para a construção da Arena Amazônia, complexo esportivo que será construído como parte das obras para a Copa do Mundo de 2014 e que substituíra o estádio Vivaldo Lima.

A anulação, segundo os órgãos, deve ser feita por conta de diversas irregularidades encontradas no edital que impediriam o caráter competitivo da licitação. Entre elas, estão a exigência de valores mínimos de faturamento anterior e a limitação de tempo para as comprovações de experiência, além da proibição de participação de consórcio.

Para o Ministério Público Federal, as exigências de valores mínimos de faturamento anterior e de limitação de tempo para comprovações de experiência são ilegais e atentam contra o princípio da livre concorrência, restringindo o caráter competitivo do procedimento licitatório. Das 14 empresas que adquiriram o edital, apenas três - Construtora Andrade Gutierrez S/A, Construções e Comércio Camargo Corrêa S/A e Odebrecht Serviços de Engenharia e Construção S/A - participaram da pré-qualificação.

A reportagem procurou a assessoria do governo estadual para comentar sobre a recomendação, mas não obteve retorno.
É uma pena! A administração ainda não aprendeu que algumas coisas já não têm mais lugar. Não estou dando uma Poliana de acreditar que não existe mais corrupção, mas esse tipo de exigência em editais é amadorismo demais. O rol de decisões - de contas e judiciais - que anulam licitações que contêm essas exigências é vasto e, mesmo assim, insistiram com isso...:eek:hno:
 

·
Banned
Joined
·
5,149 Posts
São Januário também.



É uma pena! A administração ainda não aprendeu que algumas coisas já não têm mais lugar. Não estou dando uma Poliana de acreditar que não existe mais corrupção, mas esse tipo de exigência em editais é amadorismo demais. O rol de decisões - de contas e judiciais - que anulam licitações que contêm essas exigências é vasto e, mesmo assim, insistiram com isso...:eek:hno:
Toda licitação aqui é direcionada. São sempre as mesmas construtoras trabalhando para o Governo e Prefeitura. RD Engenharia, por exemplo, que só não está à frente das três grandes nesta empreitada pq é uma obra de porte muito grande.
 

·
Banned
Joined
·
1,493 Posts
^^Uauu muito linda . :eek2:
 

·
Banned
Joined
·
1,493 Posts
Amazonas e BNDS alinham projetos para Copa 2014

11 de fevereiro de 2010

Fonte:

MANAUS - Representantes do Governo do Amazonas e do Banco Nacional de Desenvolvimento Socioeconômico (BNDES) fizeram ontem (11) reunião de alinhamento técnico em torno dos projetos do Manaus Copa 2014 com vistas a acordos de financiamento.

O BNDES dispõe de recursos de R$ 4,8 bilhões para investimentos em projetos da Copa com prioridade para as obras das arenas que serão erguidas nas cidades que sediarão o evento.

Depois da apresentação dos projetos de construção da Arena da Amazônia e do Sistema Bimodal Monotrilho-BRT, a comitiva fez uma visita de inspeção aos locais previstos para as obras no entorno e instalações do estádio Vivaldo Lima.

A delegação do BNDES, formada por Lincoln Brando e André Cavalcante, visitou as instalações do Vivaldo Lima e acompanhou o fluxo do trânsito no entorno do Estádio, onde está prevista a instalação da linha do Monotrilho.

O BNDES definiu como critério para financiamento das obras de arenas esportivas a apresentação de projeto básico aprovado pela Fifa, com normas de sustentabilidade ambiental, plano de viabilidade econômica pós-Copa e plano de adequação e inserção urbana, além de contratação de empresa independente de fiscalização.

O projeto da Arena da Amazônia tem custo estimado em R$ 505,5 milhões, com o início das obras previsto para março deste ano e conclusão em 30 de dezembro de 2012, para abrigar a Copa das Confederações que acontece em junho de 2013.

O estudo de viabilidade econômica da Arena estima uma receita/ano de R$ 2,338 milhões com a realização de eventos. A contratação de empresa independente de fiscalização será objeto de estudo.

O projeto de mobilidade urbana Monotrilho está estimado em R$ 1,3 bilhão em um percurso de 20 quilômetros ligando a Zona Norte pelo corredor da avenida Constantino Nery ao Centro da cidade.

O projeto BRT, na alçada da Prefeitura de Manaus, tem percurso de 40 quilômetros e deve formar um anel viário na cidade, completando com o Monotrilho a solução de transporte de massa para a capital. (GC).

http://portalamazonia.globo.com/pscript/noticias/noticias.php?idN=100376
 

·
The Power Of Green
Joined
·
2,727 Posts
Nossa arena ficará show.Manaus surpreenderá o mundo em 2014
 

·
Registered
Joined
·
487 Posts
Obras na Arena da Amazônia deverão começar na próxima semana

24 de fevereiro de 2010


MANAUS – Iniciou na manhã de hoje (24), a abertura dos envelopes para definir a contratação da empresa que ficará responsável pelas obras da Arena da Amazônia. O projeto substituirá o Estádio Vivaldo Lima e faz parte das ações voltadas à Copa de 2014.


A definição da empresa selecionada pela subcomissão criada para os projetos especiais da Copa, sob coordenação da Comissão Geral de Licitação do Poder Executivo (CGL), será revelada nesta sexta-feira (26), às 15h, em nova reunião na sede da instituição, segundo o presidente da comissão, Epitácio Neto.

- Começamos, hoje a análise da documentação entregue pelas duas empresas que concorrem à licitação das obras da Arena. Os quesitos que serão avaliados envolvem as questões jurídicas, regularidade fiscal, qualidade econômico-financeira e qualificação técnica, observou o presidente da comissão.


Foto: Divulgação

Escolhida a empresa, as obras deverão começar na próxima semana para atender a demanda da Federação Internacional de Futebol (Fifa), quanto aos prazos para a Copa.

- Em condições ideais, os trabalhos devem começar na próxima semana, para atender o calendário da FIFA, complementou.

As obras na Arena da Amazônia devem empregar, segundo estimativa do titular da Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Econômico (Seplan), Marcelo Lima, cerca de duas mil pessoas. (JK)


http://portalamazonia.globo.com/pscript/noticias/noticias.php?idN=101014
...
 

·
Banned
Joined
·
1,232 Posts
Amanhã sai o resultado né??
E as obras começam já semana q vem??
Q bom... tava com medo de atrasar!!
 

·
Registered
Joined
·
487 Posts
Arquitetos da Arena Amazônia viajam para a África do Sul
25 de fevereiro de 2010


MANAUS - Os arquitetos Danilo Carvalho, Ralf Amann e Robert Hormes, responsáveis pelo projeto da Arena Amazônia para a Copa de 2014, embarcam no domingo (28 de fevereiro) para a África do Sul. Eles viajam com outros profissionais que integram o Time de Arquitetos da Copa.

A comitiva irá conhecer estádios e outras instalações dedicadas exclusivamente ao Mundial 2010.

Ao todo, o país sul-africano investiu R$ 7,97 bilhões em estruturas esportivas e infraestrutura necessárias à realização do evento.

A missão é organizada pelo Portal 2014 (www.copa2014.org.br), parceria entre o Sinaenco – Sindicato Nacional da Arquitetura e da Engenharia e a Editora Mandarim, e tem como patrocinadores Usiminas, ArcelorMittal, Lanxess e CSN.

- A viagem é uma oportunidade para que os profissionais conheçam a experiência da África do Sul na organização desse que é um dos eventos mais grandiosos e empolgantes do planeta, afirma o diretor de Marketing do Portal, Rodrigo Prada.

O Time de Arquitetos da Copa reúne profissionais brasileiros e estrangeiros responsáveis pelos estádios que irão receber o torneio no Brasil.

O roteiro da viagem tem passagens por cinco cidades-sede e sete modernos estádios, incluindo aqueles onde a seleção brasileira irá jogar, e visitas aos locais em que serão montadas as FIFA Fan Fests, áreas públicas para torcedores acompanharem as partidas exibidas em telões.

- Esses encontros serão de fundamental importância para que os arquitetos colham informações sobre os desafios encontrados durante as preparações para a Copa do Mundo. Assim como o Brasil, a África do Sul é um país que enfrenta dificuldades de diversas ordens, mas que com competência e criatividade está conseguindo realizar seus projetos, observa Rodrigo Prada.

O Time retorna ao Brasil em 8 de março.
http://portalamazonia.globo.com/pscript/noticias/noticias.php?idN=101074
 

·
Registered
Joined
·
2,755 Posts
Novidades?!?! E a licitação, e a demolição??
Atualizando então com as notícias mais recentes:

Seplan apresenta números das obras para a Copa de 2014 - 09 de março de 2010

MANAUS - A Secretaria de Planejamento (Seplan) apresentou na manhã de hoje (9), números das obras de construção da Arena da Amazônia e o do Sistema de Transporte Monotrilho, previstas para a Copa do Mundo de 2014. A apresentação reuniu auditores, conselheiros e técnicos do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

O secretário Marcelo Lima apresentou aos conselheiros o cronograma do projeto Copa na Amazônia. Segundo o palestrante, as obras serão divididas em fase Preparatória, Contratação dos Projetos Básicos e Contratação das obras

- É muito importante que o Tribunal de Contas, como órgão fiscalizador, tenha conhecimento desde já da administração dos recursos públicos -, comenta o secretário.

Ao todo, as obras de construção civil para a Copa do Mundo somarão o montante de R$ 2 bilhões. O valor é voltado principalmente para as obras do monotrilho e da arena, que substituirá o atual Estádio Vivaldo Lima.

Investimentos

A Seplan informou que na fase Preparatória, o Governo gastou R$ 585 mil na elaboração do projeto de Manaus para o evento. Outros R$ 149 mil foram gastos com estudos para o projeto do metrô de superfície na capital, o monotrilho.

Para a elaboração do projeto da Arena da Amazônia foram investidos R$ 14,950 milhões, além de R$ 4 milhões para a gestão dos projetos.

O valor total da Arena, que terá capacidade para mais de 44 mil assentos ,está orçado em R$ 499.508.704,17. A Construtora Andrade Gutierrez venceu a licitação e será a responsável pela construção. A previsão é que as obras comecem até o final do mês de março.

A estimativa é que sejam gerados cerca de 9 mil empregos na construção das obras. Para a Arena, serão 1,5 mil postos de trabalho diretos, além de outros 4,5 mil indiretos. Já o monotrilho demandará cerca de 700 trabalhadores diretos e 2,1 mil indiretos.

Prazos

O Conselheiro do TCE, Josué Filho, demonstrou preocupação para com o início efetivo das obras do novo estádio e ampliação do Aeroporto Internacional. Alguns conselheiros do TCE também mostraram preocupação com os prazos das construções.


Marcelo Lima explica que não há preocupações. Segundo o secretário, as obras estão dentro do cronograma. Ele explica ainda que a construção da Arena da Amazônia já ira começar no final de março, já que a construtora escolhida já foi aprovada na licitação.

- Quanto aos prazos nós estamos bastante tranquilos. Não há neste momento motivo para preocupação -, relata.

Reaproveitamento

A Seplan anunciou ainda que para um maior aproveitamento de materiais, o Estádio Vivaldo Lima não será implodido. Lima explicou que com a demolição mecânica da estrutura, serão reaproveitados os bancos, que serão distribuídos para mais de 30 prefeituras no Estado.

A cobertura metálica retirada da atual estrutura também será enviada para o interior do Estado. O estádio de Manacapuru, a 68 quilômetros da capital, que é bastante utilizado pelo futebol profissional do Estado, receberá o material.

O custo também influenciou na escolha pela demolição, ao invés da implosão. Segundo o secretário, a implosão também geraria o descarte de resíduos, mas em um custo muito maior.


Fonte: Portal Amazônia, com informações da Rádio Amazonas
http://portalamazonia.globo.com/pscript/noticias/noticias.php?idN=101736
_________________________________________________________________

Estudo Ambiental será apresentado nesta quarta-feira - 16 de março de 2010


MANAUS - A Secretaria de Estado de Planejamento e Desenvolvimento Econômico (Seplan) apresenta nesta quarta-feira (17), às 15h, o Estudo Ambiental Simplificado (EAS) da Arena da Amazônia,onde serão realizados os jogos da Copa 2014, elaborado pelo Instituto Piatam (I-Piatam).

O estudo traz um diagnóstico dos meios físico, biótico e socioeconômico das áreas de influência do empreendimento. A equipe de 20 pesquisadores do I-Piatam foi a campo para investigar, entre outros tópicos, a qualidade dos recursos hídricos existentes, patrimônio histórico, paisagístico e arqueológico.

A Construtora Andrade Gutierrez foi declarada classificada da concorrência 017/2010, referente à contratação de empresa para execução das obras civis, estrutura de cobertura metálica, estruturas elétricas, estruturas hidráulicas, instalação dos sistemas de ar-condicionado, de segurança, broadcasting e todos os demais ambientes contidos nos projetos da Arena Amazônia.

Investimentos

Os serviços e obras são necessários para sediar os jogos de futebol da Copa do Mundo de 2014 no estado do Amazonas. A Seplan informou que na fase Preparatória, o Governo gastou R$ 585 mil na elaboração do projeto de Manaus para o evento. Outros R$ 149 mil foram gastos com estudos para o projeto do metrô de superfície na capital, o monotrilho.

Para a elaboração do projeto da Arena da Amazônia foram investidos R$ 14,950 milhões, além de R$ 4 milhões para a gestão dos projetos.O valor total da Arena, que terá capacidade para mais de 44 mil assentos ,está orçado em R$ 499.508.704,17.

A estimativa é que sejam gerados cerca de nove mil empregos na construção das obras. Para a Arena, serão 1,5 mil postos de trabalho diretos, além de outros 4,5 mil indiretos. Já o monotrilho demandará cerca de 700 trabalhadores diretos e 2,1 mil indiretos. (JK)


Fonte: Portal Amazônia: http://portalamazonia.globo.com/pscript/noticias/noticias.php?idN=102094
 
141 - 160 of 15461 Posts
Top