SkyscraperCity banner

1 - 3 of 3 Posts

·
Registered
Joined
·
36 Posts
Discussion Starter #1 (Edited)


Machu Picchu como se conhece hoje em dia, cidadela do Império Inca, cujas ruínas datam do perído 1300 D.C conhecida como “ Montanha Velha”, como sua tradução indica, provém da linguagem nativa “Quechua”, língua com muita presença em algumas comunidades do sul do país, onde se encontra a cidade mais conhecida, Machu Picchu. Esta cidadela contém um dos restos do antigo povoado que deu inicio a civilização inca, localizada ao este das montanhas de Machu Picchu e Huayna Picchu com os Andes Centrais ao sul do país. Esta localização geográfica na encosta este da cordilheira de Vilcanota está localizada a 80 Km da cidade de Cusco, e ainda possui muitos restos arqueológicos e ruínas de pedra construídas por todas as ladeiras destas montanhas, representando os diferentes períodos históricos da civilização inca que deixaram suas pegadas na história da cidade de Machu Picchu.

A construção da cidade de Machu Picchu se atribuí ao grande imperador e grande estadista inca Pachacútec que, durante seu império desde o ano de 1438 ao 1471 DC, planificou o desenho da cidadela para atacar o problema do crescimento demográfico da população assim como a exploração das terras. Esta situação demográfica forçou Pachacutec a enviar uma série de equipamentos de exploração para assegurar os assentamentos seguintes. Após a vitória na batalha da civilização chanca em Machu Picchu, o império de Pachacútec iniciou a sua expansão, chegando até a sua máxima culminação com a criação da grande cidade de Cuzco.

Tudo indica que o motivo principal foi tanto a expansão demográfica como intelectual, onde Pachacútec foi bem conhecido como um líder espiritual e um excelente dirigente. Ao final, o uso da cidadela ficou reservado estritamente à alta nobreza inca e graças à estratégia de seu planejamento para aproveitar ao máximo a sua localização, a cidadela soube como alojar mais de três gerações, uma vez que evitava o acesso a todos aqueles que não pertencessem a nobreza inca, pois somente existia uma única entrada que era utilizada a seu favor como medida de proteção da cidade. O assentamento se encontrava em vales profundos rodeados de quilômetros de densa selva, ocasionando uma grande facilidade de defesa contra um possível ataque, e também para evitar o acesso da baixas classes sociais, os plebeus.

O Império de Tahuantinsuyo é o único que possui colossais maravilhas arquitetônicas que incluem as mundialmente conhecidas cidades de Machu Picchu e de Ollantaytambo. Pachacútec escolheu a localização exata para estes assentamentos, que ocasionaram um grande desenvolvimento agrícola e também um grande desenvolvimento da extração de minerais, devido as grandes condições climáticas e o excelente solo tanto para a agricultura como para a exploração dos minérios.

A grande fertilidade do terreno e as excelentes condições do meio-ambiente e clima para a produção agrícola não foram as únicas motivações de Pachucutéc para a expansão do império até estes inexplorados territórios, onde suas ruínas compreendiam um grande número de edificações que formaram a infraestrutura de toda uma cidade.

A instalação de Machu Picchu foi realizada com a idéia de acomodar a alta aristocracia do Império Inca, e por este motivo, esta cidadela apresenta tantas obras arquitetônicas imperiais.

Outro motivo seria a localização geográfica de Machu Picchu, extremamente importante para a religião da civilização, pelo conjunto de montanhas teria um grande significado espiritual, e também onde se realizavam estudos astronômicos das constelações das estrelas, do sol e dos astros que representavam os deuses da civilização Inca.

A cidade está completamente construída por pedras e localizada a uma elevada altura, a exatamente 2.400 metros acima do nível do mar. Foi sem dúvida, um grande lugar de retiro espiritual, descanso e centro de meditação por excelencia, reservado como local de santuário das mais altas classes da sociedade inca. As ladeiras da cordilheira de Vilcanota serviram como centro de abastecimento ao povoado de Machu Picchu.

Também dizem que foi projetada com a idéia de defesa de possíveis ataques de outras civilizações vizinhas. A história confirma que Huayna Picchu foi um ponto de vigilancia da cidade de Machu Picchu que servia como vigia contra as civilizações vizinhas e mais tarde dos conquistadores espanhóis. Desta maneira, a cidade podia estar preparada para receber o ataque do inimigo. Portanto este santuário pode conservar a sua finalidade como centro de ócio e descanso para a alta sociedade graças a sua localização que se encontrava oculta dentre a selva andina.

Fonte: www.machupicchupacotes.com
 
1 - 3 of 3 Posts
Top