SkyscraperCity Forum banner

A vida na Torre de David, o arranha-céu que virou favela em Caracas

10498 Views 26 Replies 23 Participants Last post by  Renato Garcia
A vida na Torre de David, o arranha-céu que virou favela em Caracas
Centro financeiro nunca terminado se tornou moradia de ocupantes e patrulhas de segurança
Três mil pessoas vivem atualmente no local, que foi retratado pela série americana ‘Homeland’


O Globo
Com agências internacionais
Publicado: 26/04/14 - 7h00
Atualizado: 26/04/14 - 9h05


Centro financeiro nunca terminado se tornou moradia de ocupantes e patrulhas de segurança em Caracas
Foto: Jorge Silva / Reuters


CARACAS — Construção de prédio não é terminada. Pessoas ocupam o edifício e o transformam em moradia. Se a lógica já é conhecida no Brasil, ela assume proporções gigantescas na Torre de David, em Caracas, onde moram hoje cerca de 3 mil ocupantes, que se dividem entre a segurança de ter um lar e o medo da violência.

Terceiro maior arranha-céu da Venezuela, o Centro Financeiro Confinanzas era originalmente um edifício comercial de 190 metros de altura que começou a ser construído em 1990 e foi interrompido quatro anos depois. Com uma grave crise bancária e a morte do principal acionista, o banqueiro David Brillembourg, o projeto foi abandonado e tomado pelo governo venezuelano.

Em 2007, com a crise que provocou uma escassez imobiliária em Caracas, o prédio foi tomado por famílias que não tinham onde morar. Desde então, o governo venezuelano não tomou medidas para coibir a ocupação. Pouco a pouco, vieram mais pessoas. Atualmente, por conta de insuficiências estruturais, apenas 28 dos 45 andares do edifício são ocupados.

Como a Torre de David, cujo apelido é dado em homenagem ao banqueiro que mais investiu nela, nunca foi terminada, os serviços e instalações são precários. Não há água corrente nem energia elétrica no esqueleto, mas moradores locais conseguiram adaptar um sistema no qual conseguem levar ambas até o 22º andar. Há enormes vãos na estrutura e os elevadores não existem. Ainda assim, por conta de um projeto de garagem no edifício, é possível chegar de moto até o 10º andar.

As famílias pagam pelos serviços uma taxa mensal que equivale a cerca de R$ 75 e inclui os custos com uma patrulha de segurança — que nada mais é do que uma milícia. Os moradores afirmam que a criminalidade na Torre de David é praticamente inexiste, apesar de pessoas no entorno do edifício afirmarem que há uma onda de crimes por lá.

A série “Homeland”, a favorita do presidente americano Barack Obama, retratou o local como um lugar de gangues e degradação em um episódio (gravado em Porto Rico), mas o governo venezuelano criticou a forma como o local foi abordado. Apesar disso, nada foi feito desde então.

Hoje, há por lá lojas, salão de beleza e dentista, todos atendendo às famílias que fogem da violência nas favelas tradicionais venezuelanas. A Torre de David não chega perto do que um dia foi a Cidade Murada de Kowloon, em Hong Kong, que possuía mais de 33 mil habitantes, mas impressiona por seu tamanho.

Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/mundo/a-vid...irou-favela-em-caracas-12296520#ixzz301D8spY7
© 1996 - 2014. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.
See less See more
  • Like
Reactions: 1
1 - 20 of 27 Posts
Que decadência desse país que tinha tudo pra ser pelo menos um Chile hoje em dia.

Governantes patéticos não souberam aproveitar os benefícios que o petróleo pode trazer, a Venezuela poderia hoje estar produzindo o mesmo que uma Arábia Saudita da vida.
  • Like
Reactions: 3
Me lembrou os filmes Dredd e The Raid.



Não pela arquitetura, mas pelo uso do prédio. Principalmente pq existe uma milícia que cuida do prédio.
See less See more
  • Like
Reactions: 1
Isso que dá clocar o país nas mãos de políticos bananeiros esquedistas... A Venezuela, que já foi até a década de 50 uma dos países mais desenvolvidos da América Latina, hoje agoniza com uma inflação de quase 40%, crescimento econômico medíocre, desindustrialização e um governo que se mantem no poder gastando as verbas do petróleo com medidas populistas.

É esse o futuro dos países que caem nas mãos de polítics esquerdistas na AL. Enquanto isso, os liberais e ortodoxos Chile, México, Peru e Colômbia crescem a na média anual de 4,5%, com inflação de 3% ao ano e juros que não ultrapassam os 5%... Só em comparação, o Brasil mantem média de crescimento de 1,7% nos últimos 3 anos, com inflação anual de 6% e juros de 11%... se formos então comparar com a Argentina e a Venezuela, ainda estamos bem na fita.

vislumbro o Brasil caminhando para isso, caso esse governo de m#rda se mantenha no poder.
See less See more
  • Like
Reactions: 5
Isso que dá clocar o país nas mãos de políticos bananeiros esquedistas... A Venezuela, que já foi até a década de 50 uma dos países mais desenvolvidos da América Latina, hoje agoniza com uma inflação de quase 40%, crescimento econômico medíocre, desindustrialização e um governo que se mantem no poder gastando as verbas do petróleo com medidas populistas.

É esse o futuro dos países que caem nas mãos de polítics esquerdistas na AL. Enquanto isso, os liberais e ortodoxos Chile, México, Peru e Colômbia crescem a na média anual de 4,5%, com inflação de 3% ao ano e juros que não ultrapassam os 5%... Só em comparação, o Brasil mantem média de crescimento de 1,7% nos últimos 3 anos, com inflação anual de 6% e juros de 11%... se formos então comparar com a Argentina e a Venezuela, ainda estamos bem na fita.

vislumbro o Brasil caminhando para isso, caso esse governo de m#rda se mantenha no poder.
(2)
See less See more
Nos centros das grandes cidades brasileiras tem várias dessas favelas verticais.
O edifício apavorante dá uns dois do São Vitto que foi demolido aqui.


http://en.wikipedia.org/wiki/Edifício_São_Vito

Sociedade, economia e política venezuelana rolando ladeira abaixo em direção ao precipício
e ainda temos alguns políticos e eleitores aqui que querem se espelhar neste atraso mundial.
Não dá para entender, aliás só mesmo nas eleições que se aproximam para podermos dar o troco
neles.
See less See more
  • Like
Reactions: 3
E as tragicômicas colocações do threads políticos chegaram ao de discussões urbanas...

Agora querem dizer até mesmo que a multiplicação de favelas neste país não ocorreu em governos de direita, mereço?
Ah como os nosso liberais e ortodoxos eram democráticos, respeitadores do estado de direito e progressistas:


E os que colocam este tipo de comentários são os defensores do partido que ainda trocou "o salário não dá" por "salário nenhum", fazendo o crescimento de favelas ainda mais expressivo nos anos 90...
See less See more
  • Like
Reactions: 2
vislumbro o Brasil caminhando para isso, caso esse governo de m#rda se mantenha no poder.
A-hã...
O edifício apavorante dá uns dois do São Vitto que foi demolido aqui.


http://en.wikipedia.org/wiki/Edifício_São_Vito
Governo Investe R$ 28,5 Milhões no Município de Três Rios
19/03/2014 - 16:51h - Atualizado em 19/03/2014 - 16:51h
» Ascom da Secretaria de Habitação

Mais de 400 moradores do município de Três Rios, no Centro-Sul Fluminense, serão beneficiados com a entrega de casas do Conjunto Habitacional Bairro Habitat. O sorteio que definiu os imóveis de cada uma das 426 famílias foi realizado nesta quarta-feira (19/3). O conjunto tem previsão de inauguração para o próximo mês. Além da construção das unidades, a Cehab-RJ também realizou obras de infraestrutura e urbanização do condomínio e de outro conjunto vizinho, melhorando a qualidade de vida de 7 mil pessoas. Em outra ação na cidade, a Secretaria de Habitação recuperou o Núcleo Residencial Lúcia Isabel, onde vivem 160 moradores. O valor aplicado por parte do Estado nas duas obras foi de R$ 28,5 milhões.

– O investimento no interior é fundamental para o crescimento social e econômico dos municípios. Para isso, trabalhamos tanto na construção de novos imóveis, quanto na preservação dos já existentes, sem esquecermos as obras de urbanização – afirmou o secretário de Habitação, Rafael Picciani.

O empreendimento Habitat é composto de 426 unidades, sendo 413 com quarto, sala, cozinha, banheiro e espaço para construção de mais um cômodo. Além disto, o conjunto conta com 13 casas adaptadas para portadores de necessidades especiais, com pisos antiderrapantes e barras de apoio no banheiro e portas mais largas para facilitar a locomoção de cadeiras de roda. As obras custaram R$ 40,9 milhões, sendo R$ 28 milhões de recursos estaduais e R$ 12,9 milhões, oriundos do Banco do Brasil.

Os serviços de infraestrutura de urbanização incluíram terraplenagem, instalação de redes de abastecimento de água, esgotamento sanitário, construção de estação de tratamento de esgoto, drenagem pluvial, instalações hidráulicas e elétricas, vias, calçadas, paisagismo, iluminação pública, dragagem, contenções e projetos estruturais.

Programa De Cara Nova já recuperou 119 conjuntos

Com investimento de R$ 341 milhões, mais de 78 mil pessoas de 119 conjuntos habitacionais já foram beneficiadas pelo programa De Cara Nova, que promove a reforma de antigos núcleos residenciais. No Condomínio Lúcia Isabel, foram investidos R$ 523 mil na recuperação de telhados, caixas d´água, redes de esgoto, pintura das fachadas e de muros nos quatro blocos de apartamentos, com 32 imóveis.




Habitação investe R$ 28,5 milhões no município de Três Rios. Vista aérea do conjunto Habitacional.
Fotógrafo: Divulgação
See less See more
3
  • Like
Reactions: 1
É o prédio que aparece na série de tv Homeland, não é?
E as tragicômicas colocações do threads políticos chegaram ao de discussões urbanas...

Agora querem dizer até mesmo que a multiplicação de favelas neste país não ocorreu em governos de direita, mereço?
Ah como os nosso liberais e ortodoxos eram democráticos, respeitadores do estado de direito e progressistas:


E os que colocam este tipo de comentários são os defensores do partido que ainda trocou "o salário não dá" por "salário nenhum", fazendo o crescimento de favelas ainda mais expressivo nos anos 90...
Basta se lembrar que tanto governos ditos como de esquerda (como nosso irrepreensível Brizola) quanto os ditos de direita contribuíram muito para o crescimento das favelas. Independente da suposta colocação ideológica (que em Terra Brasilis nunca fez muita diferença a nível de políticas de governo - especialmente a nível local), favela sempre foi uma estratégia clara de arrebanhar currais eleitorais.

No caso da Venezuela, se o Chavo del 8 era tragicômico, os que o antecederam também não eram muito melhores. E, keep calm, aqui, apesar dos muitos pesares, ainda não chegamos nesse nível.
See less See more
É o prédio que aparece na série de tv Homeland, não é?
Sim.
Mas olha que chique, até a favela de lá tem prédio mais alto que o do Brasil. Xúuuupa Mirantão :lol:
  • Like
Reactions: 1
Não tem elevador? Os moradores sobem todos esses andares de escada? o.0 MEDO DESSE PRÉDIO. apavorante...
Relaxa david logo você irá ganhar companheiros na venezuela até fecharem a próxima Kowloon.
Nossa, é a decadência total da venezuela bolivariana esquerdo chavista bananeira.
1 - 20 of 27 Posts
This is an older thread, you may not receive a response, and could be reviving an old thread. Please consider creating a new thread.
Top