SkyscraperCity Forum banner
1 - 20 of 503 Posts

·
BAHIA
Joined
·
7,934 Posts
Discussion Starter · #1 ·
Fonte: CBTU


Novo modelo de trem urbano é apresentado no Maceió nos Trilhos

O segundo dia do Seminário Maceió nos Trilhos – Integração, Tecnologia e Sustentabilidade começou com uma mesa redonda intitulada “Trem Padrão: a visão de quem fabrica, financia, opera e usa”. O debate teve a participação da CBTU; da empresa Alstom; da Associação Brasileira da Indústria Ferroviária – Abifer; do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES e da Câmara Municipal de Maceió.

Silvio Mesquita, chefe do Departamento de Material Rodante da CBTU/AC, iniciou a discussão ressaltando que a CBTU entende que deve modernizar os sistemas de Maceió, João Pessoa e Natal para dar mais qualidade de vida à população e, segundo ele, o Trem Padrão, um veículo moderno, eficiente, confortável, com bom desempenho e bonito, seria a aposta para esses locais. “É preciso mudar a idéia de que trem é algo pesado, barulhento e indesejável”, ratifica.

De acordo com ele, os veículos seriam desenvolvidos aqui no Brasil e operariam nas vias férreas existentes, o que diminuiria os custos. Silvio registrou o interesse do BNDES em ser parceiro na implantação do modelo Veículo Leve sobre Trilhos - VLT. Os modelos teriam tração a diesel, locomotiva de “duas frentes”, bitola métrica, climatização, carros de aço inoxidável, níveis controlados de poluição, sinalização, sonorização e radiocomunicação, vigilância automática, velocidade máxima de 80 km/h para o VLT e 100 km/h para o Trem Regional.

A visão de quem fabrica esse tipo de veículo ferroviário foi dada por Wanderlei Barneschi, representante da Alstom. Ele iniciou a apresentação falando sobre o conceito atual de tecnologia metroferroviária, que leva em consideração a segurança, visual moderno, funcionalidade e agilidade operacional e conforto. Depois foram apresentados modelos de VLT, que estão em pleno funcionamento em países europeus e que seriam perfeitamente adaptáveis para a realidade brasileira.

João Sharinger, representante do BNDES, apresentou o estudo feito pelo órgão que buscou aferir o potencial da malha ferroviária brasileira para implantação do chamado Trem Regional, um tipo de trem que passaria por cidades com até 100 mil habitantes e com distâncias das cidades de até 200 km. O Trem Regional operaria em linhas férreas já existentes e inicialmente seriam implantados em nove trechos. “Os investimentos poderiam ser estaduais e até municipais, pois o custo não é tão alto”, complementou Sharinger. Entre os trechos destacados por ele estão Maceió-União do Palmares (AL), Cabedelo-João Pessoa-Campina Grande (PB) e Natal (RN). A tecnologia utilizada seria a mesma dos VLTs.


Depois das apresentações, os palestrantes participaram de um debate com o vereador de Maceió, Judson Cabral (PT), representante da Câmara Municipal; e Luiz Cesário, presidente da Abifer. O fórum girou em torno da pergunta: Porque o Trem Padrão ainda não foi implantado? Cesário destacou que a industria ferroviária brasileira tem plenas condições de competir com as empresas estrangeiras e o que falta é investimento.

O parlamentar, Judson Cabral, atribuiu a falta de decisão política como principal motivo para a falta de implantação de projetos que mostram a viabilidade deste transporte.
 

·
Registered
Balls on are, oh!
Joined
·
3,600 Posts
Nossa, que massa! Esse projeto tem que sair mesmo.. os VLTs TÊM que virar uma realidade das capitais brasileiras, seria muito descaso e imcompetência isso não acontecer.

A mais pura realidade de porque nada funciona no Brasil: "O parlamentar, Judson Cabral, atribuiu a falta de decisão política como principal motivo para a falta de implantação de projetos que mostram a viabilidade deste transporte."
 

·
Registered
Joined
·
591 Posts
O VLT proposto é completamente diferente dos VLT que conhecemos das cidades européias, norte-americanas e asiáticas. Na realidade, é um TUD (trem unidade diesel), conhecida também como litorina ou ferrobus. Não possui "locomotiva", e sim carros-motor ou motriz, e poucos carros-reboque. Também não tem "duas frentes", mas é uma composição denominada bidirecional. Têm que ser muito modernos, senão, imagina a fumaceira...
 

·
Registered
Balls on are, oh!
Joined
·
3,600 Posts
Otis LA said:
O VLT proposto é completamente diferente dos VLT que conhecemos das cidades européias, norte-americanas e asiáticas. Na realidade, é um TUD (trem unidade diesel), conhecida também como litorina ou ferrobus. Não possui "locomotiva", e sim carros-motor ou motriz, e poucos carros-reboque. Também não tem "duas frentes", mas é uma composição denominada bidirecional. Têm que ser muito modernos, senão, imagina a fumaceira...
Não é TÃO diferente assim não. Há cidades que usam o VLT a diesel, como Ottawa, no Canadá, e Newark, nos EUA.

De qualquer forma, creio que a 'fumaceira' seria menor se comparamos com a dos ônibus atuais. Os trens são bem mais eficientes que ônibus, já que o atrito entre as rodas de ferro e os trilhos é muito menor que o atrito entre pneus de borracha e asfalto.

Vi uma reportagem falando que os VLTs (que, por serem 'trens leves', terão menor atrito ainda) que rodam a diesel podem gastar até 80% menos diesel que os ônibus. Mas isso só se forem utilizados os "Diesel-electric multiple unit", que são VLTs com tração elétrica mas que possuem diesel como fonte de energia. A tração elétrica é mais eficiente que a diesel. Esse sistema é semelhante aos dos chamados 'carros híbridos' que estão pipocando atualmente nos países desenvolvidos e que gastam cerca de 50% menos combustível que os normais.

Mas parece que a que vai ser usada em Maceió será a com tração a diesel. Mesmo assim, só há vantagens.

Logo, a emissão de fumaças, em comparação com a atual que temos dos ônibus, é bem menor, ainda mais se usarmos trens modernos, como você disse. O uso do biodiesel reduziria ainda mais a emissão de poluentes.
 

·
BAHIA
Joined
·
7,934 Posts
Discussion Starter · #7 ·
Pelo menos vai ser muito útil para a cidade. Aqui há ônibus articulados, mas mesmo nos horários de pico eles não atendem adequadamente a população. Já era hora deles enxergarem Maceió como uma cidade beirando 1 milhão de habitantes, vai ser um alívio para o transporte, especialmente se houver integração VLT/Ônibus/Trem :)
 

·
Registered
Joined
·
591 Posts
Quando disse que eram veículos diferentes, comparei um bonde moderno elétrico desses da Siemens, da Alstom, com as litorinas que já rodaram por aqui, como o famoso trem húngaro... de fato, o desenho atual aproxima os TUD dos VLT. De qualquer forma, a implantação não será muito dispendiosa. Pensa-se, inclusive, em utilizar este tipo de veículo na ligação Brasília-Goiânia.
 

·
Jailson Sandes
Joined
·
151 Posts
Aumenta a aposta para mil

Maceió
07:23 - 20/10/2008 Maceió vai ganhar primeiro VLT do país O investimento é da ordem de R$ 150 milhões.

O prefeito Cícero Almeida e o presidente da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), Elionaldo Magalhães, anunciam hoje, às 16h, a implantação em Maceió do primeiro Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) do país. O investimento é da ordem de R$ 150 milhões.

A adoção desse novo sistema de transporte em Maceió vinha sendo negociada desde o ano passado entre a Prefeitura, o Ministério das Cidades e a CBTU. Com a aprovação do projeto, Maceió será a primeira entre as capitais do Nordeste onde a CBTU vai implantar o sistema, previsto para ser adotado também em Natal e João Pessoa.

As três capitais têm situações idênticas, sendo que o percurso do VLT de Natal será o maior com 56 quilômetros em dois ramais. O percurso de João Pessoa é de 30 km e Maceió de 32 quilômetros.

O VLT – também conhecido por Trem Padrão – é um veículo moderno, eficiente, confortável e de melhor desempenho que as locomotivas comuns.

Os modelos devem ter tração a diesel, locomotiva de “duas frentes”, bitola métrica, climatização, carros de aço inoxidável, níveis controlados de poluição, sinalização, sonorização e radiocomunicação, vigilância automática e devem atingir velocidade máxima de 80 km/h.
Secom/Maceió
 

·
Jailson Sandes
Joined
·
151 Posts
Se eu apostar 100 euros que esse prejeto nao sai quanto é que vou ganhar?
Aumenta a aposta para mil

Maceió
07:23 - 20/10/2008 Maceió vai ganhar primeiro VLT do país O investimento é da ordem de R$ 150 milhões.

O prefeito Cícero Almeida e o presidente da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), Elionaldo Magalhães, anunciam hoje, às 16h, a implantação em Maceió do primeiro Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) do país. O investimento é da ordem de R$ 150 milhões.

A adoção desse novo sistema de transporte em Maceió vinha sendo negociada desde o ano passado entre a Prefeitura, o Ministério das Cidades e a CBTU. Com a aprovação do projeto, Maceió será a primeira entre as capitais do Nordeste onde a CBTU vai implantar o sistema, previsto para ser adotado também em Natal e João Pessoa.

As três capitais têm situações idênticas, sendo que o percurso do VLT de Natal será o maior com 56 quilômetros em dois ramais. O percurso de João Pessoa é de 30 km e Maceió de 32 quilômetros.

O VLT – também conhecido por Trem Padrão – é um veículo moderno, eficiente, confortável e de melhor desempenho que as locomotivas comuns.

Os modelos devem ter tração a diesel, locomotiva de “duas frentes”, bitola métrica, climatização, carros de aço inoxidável, níveis controlados de poluição, sinalização, sonorização e radiocomunicação, vigilância automática e devem atingir velocidade máxima de 80 km/h.
Secom/Maceió

http://www.tudonahora.com.br/noticia.php?noticia=25245
 

·
Paris, France.
Joined
·
16,759 Posts
Prefeito anuncia metrô de superfície para 2009

TRANSPORTE

:banana::banana::banana::banana::banana:


Elisana Tenório
Repórter

Um passo importante deverá ser dado no próximo ano para a melhora do transporte coletivo de Maceió. Em entrevista coletiva, ontem, o prefeito Cícero Almeida e o presidente da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), Elionaldo Magalhães, comunicaram que em junho de 2009 grande parte dos 32 veículos que irão compor o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) – o conhecido metrô de superfície – estará funcionando.

O projeto, porém, deverá estar totalmente concluído em outubro do próximo ano. Ao todo serão 32 veículos, sendo oito conjuntos de quatro carros, que irão percorrer 36 quilômetros – serão incorporados quatro a mais. A novidade fica por conta da implantação de duas novas estações: uma próxima ao Shopping Center Iguatemi e outra em Jaraguá, perto do Porto.

“A cada 15 minutos haverá um trem saindo de um ponto a outro da cidade. Em cada viagem, a capacidade para transportar 600 passageiros. Em outubro de 2010, deverão estar sendo transportados uma média de 29 mil pessoas diariamente. Na montagem final, a meta é fazer com que 40 mil pessoas utilizem este tipo de transporte todos os dias”, explicou Elionaldo Magalhães.

O projeto total do VLT é de R$ 150 milhões. Até agora, porém, o Ministério das Cidades autorizou a liberação de R$ 30 milhões e a CBTU liberou R$ 3 milhões. A verba entrará na proposta orçamentária e deverá estar sendo votada em dezembro deste ano.

Fonte: www.ojornal-al.com.br
 

·
Moderator
Joined
·
38,954 Posts
Caracas :banana::banana::banana::banana::banana:!!!

Na verdade vão ser 16 VLTs acoplados, pois eles consideraram aí cada carro como sendo um veículo, e cada VLT do projeto "VLT Padrão da CBTU" tem dois carros com uma articulação no meio. Mas é uma ótima notícia, achei que iriam ser apenas 7 VLTs. A demanda está de acordo com a quantidade de VLTs que circularão, mas eu acho que a quantidade de passageiros transportados poderá ser ainda maior, dependendo da expansão da linha atual para locais de maior atratividade de viagens. O importante é que saia esse projeto inicial, para que os VLTs tenham experiências. Espero que outros projetos saiam. Mas sinceramente, espero que sistemas maiores não utilizem diesel. Mas enfim, vamos ver como vai sair esse projeto.

Ah, de 3.108 passageiros/dia para 29.000 passageiros/dia é um bom aumento, hein!
 

·
Paris, France.
Joined
·
16,759 Posts
Caracas :banana::banana::banana::banana::banana:!!!

Na verdade vão ser 16 VLTs acoplados, pois eles consideraram aí cada carro como sendo um veículo, e cada VLT do projeto "VLT Padrão da CBTU" tem dois carros com uma articulação no meio. Mas é uma ótima notícia, achei que iriam ser apenas 7 VLTs. A demanda está de acordo com a quantidade de VLTs que circularão, mas eu acho que a quantidade de passageiros transportados poderá ser ainda maior, dependendo da expansão da linha atual para locais de maior atratividade de viagens. O importante é que saia esse projeto inicial, para que os VLTs tenham experiências. Espero que outros projetos saiam. Mas sinceramente, espero que sistemas maiores não utilizem diesel. Mas enfim, vamos ver como vai sair esse projeto.

Ah, de 3.108 passageiros/dia para 29.000 passageiros/dia é um bom aumento, hein!

Mas esses 3.108 passageiros/dia que vc disse necessariamente devem ser em cada sentido, já que a média diária atual é de mais de 6 mil passageiros.
 

·
Correspondente Alagoas
Joined
·
6,278 Posts
Caracaa!!! Notícia ainda melhor é que toda área que o VLT passará terá que atender as exigencias da Cbtu, entre ela a reurbanização de vários trechos por onde o veículo irá passar.Muito bom já que o percurso onde passará é um dos que mais carece de urbanização em Maceió.
 

·
Moderator
Joined
·
38,954 Posts
Mas esses 3.108 passageiros/dia que vc disse necessariamente devem ser em cada sentido, já que a média diária atual é de mais de 6 mil passageiros.
São 6.000 passageiros/dia sim. Acabei entrando na CBTU e encontrando dados desatualizados em um slide que acabei de ler:(.
 
1 - 20 of 503 Posts
Top