Skyscraper City Forum banner
1 - 20 of 30 Posts

·
Banned
Joined
·
8,522 Posts
Discussion Starter · #1 ·
Alemães acreditam que teriam a ganhar em estar fora do euro

29.07.2012 - 18:59 Por Lusa

A maioria dos alemães acredita que a Alemanha teria vantagem em estar fora do euro, segundo uma sondagem publicada neste domingo, e o ministro alemão da Economia manifestou dúvidas sobre a capacidade da Grécia se manter na moeda única.

Uma sondagem realizada pela Emnid para o semanário alemão Bild am Sonntag mostrou que 51% dos alemães acredita que a maior economia da Europa teria a ganhar em estar fora da zona euro, contra 29 por cento que consideram esse cenário pior para a o país.

O estudo mostrou ainda que 71 por cento dos inquiridos quer a Grécia fora da moeda única se não cumprir as suas promessas de austeridade.

Sobre este tema, o ministro alemão da Economia, Philipp Rösler, disse ao mesmo jornal que “há dúvidas consideráveis sobre se a Grécia está a viver de acordo com as suas promessas de reforma”.

“A implementação [das reformas] é hesitante. Não há ainda uma instituição funcional de cobrança de impostos. Também quase nada foi feito em termos da privatização dos activos públicos”, afirmou o ministro ao semanário com maior tiragem na Alemanha.

“Se a Grécia não cumprir as suas obrigações, não pode haver mais dinheiro. Nesse caso, a Grécia ficará insolvente”, acrescentou.

Philipp Rösler e o FDP, o Partido Democrata Liberal que dirige, o mais pequeno na coligação de governo, têm reiteradamente expressado dúvidas de que a Grécia tenha capacidade para levar a cabo as difíceis reformas estruturais que lhe foram impostas pelos credores internacionais.

Os auditores da troika estão actualmente no país para avaliarem o desempenho do Governo em relação às reformas contratadas e o relatório que produzirem será determinante para que a Grécia receba a próxima tranche, na ordem dos 31,5 mil milhões de euros, prevista no programa de ajuda.

O ministro alemão das Finanças, Wolfgang Schäuble, reiterou em entrevista publicada pelo semanário alemão Welt am Sonntag que a Grécia deve cumprir as reformas com que se comprometeu. “O programa de ajuda já é bastante acomodatício. Não vejo espaço para novas concessões”, afirmou.

Em contramão com estas declarações, o líder das câmaras de comércio na Alemanha, apelou ao fim do debate sobre se a Grécia deve ou não continuar no euro. “Penso que é errado que na Alemanha, por exemplo, haja uma discussão diária sobre se a Grécia deve sair do euro”, afirmou Martin Wansleben à agência alemão de notícias, DPA. “Não é nada connosco. Cabe à Grécia decidir isso”.
 

·
Banned
Joined
·
5,203 Posts
Entao que bazem.
 

·
Banned
Joined
·
20,874 Posts
Que bazem eles? Lol ..

Eu se fosse alemão tinha exactamente a mesma opinião, caguei para a mama aos pobres corruptos tugas e gregos.. Ou saem eles ou saimos nós.
Em Portugal não pertencemos á união europeia moralmente, e nao merecemos tudo o que já ganhamos com isso.., é percetivel pelos comentários em foruns.., de pobres e mal agradecidos.
Nao temos categoria para pertencer a esse grupo,eles querem sair por terem de pagar a merda de 3os, por mim, Portugal e Grecia que vão cagar longe.. e a união que se mantenha prospera.
 

·
Banned
Joined
·
8,522 Posts
Discussion Starter · #5 ·
Economia
Alemães atiram-se a Juncker: «É o cúmulo do atrevimento»

Presidente do Eurogrupo lançou a polémica quando disse que Alemanha trata a Zona Euro como uma «filial»

PorRedacção CPS
2012-07-30 12:55

Os democratas cristãos da Baviera (CSU), um dos partidos do Governo alemão, rejeitaram esta segunda-feira as críticas do presidente do Eurogrupo, Jean-Claude Juncker, à política europeia da Alemanha, e à forma como Berlim lida com a Zona Euro.

«É o cúmulo do atrevimento o senhor Juncker apresentar a Alemanha como parte do problema, seria melhor ele próprio pensar se é parte do problema ou da solução», disse hoje, em Munique, o secretário-geral da CSU, Alexander Dobrint.

Juncker afirmou, em entrevista publicada no jornal «Sueddeutsche Zeitung», citada pela Lusa, que a Alemanha «trata a zona euro como se fosse uma filial».

O político luxemburguês considerou ainda as profecias de alguns políticos alemães, incluindo o ministro da economia, Philipp Rösler, e vários responsáveis da CSU, de que a Grécia abandonará a Zona Euro «mera conversa fiada», recomendando-lhes mais moderação.

Dobrint respondeu pondo em causa a continuidade de Juncker como presidente do Eurogrupo, e perguntando se ele deve manter-se em funções, após esta polémica.

«Acho que devemos colocar nisso, pelo menos, um grande ponto de interrogação», afirmou o político bávaro.

Outro político da CSU, Hans Mittelbach, criticou também o presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, por este ter afirmado, na semana passada, que esta instituição «fará tudo o que for preciso» para salvar o euro.

As declarações de Draghi foram interpretadas pelos analistas como um sinal de novas intervenções do BCE nos mercados de capitais para comprar dívida pública da Espanha e provavelmente de Itália, aliviando assim a pressão dos altos juros sobre estes países da moeda única.

«Ele não tem nenhum mandato para comprar dívida pública e se isto continua assim temos de chegar à conclusão de que o senhor Draghi está no lugar errado», disse o chefe do núcleo de pequenos e médios empresários da CSU.

O ramo bávaro da CDU da chanceler Angela Merkel, mais eurocético do que o partido da chanceler, insistiu também na retirada da Grécia da zona euro, rejeitando novas ajudas financeiras a Atenas.

«Não creio que a Grécia consiga resolver os seus problemas financeiros, e se faltar aos seus compromissos não deve receber mais ajudas», disse o presidente da CSU e governador da Baviera, Horst Seehofer, em entrevista à televisão pública ARD.

AGÊNCIA FINANCEIRA
 

·
Banned
Joined
·
2,516 Posts
Economia
Alemães atiram-se a Juncker: «É o cúmulo do atrevimento»

Presidente do Eurogrupo lançou a polémica quando disse que Alemanha trata a Zona Euro como uma «filial»

PorRedacção CPS
2012-07-30 12:55

Os democratas cristãos da Baviera (CSU), um dos partidos do Governo alemão, rejeitaram esta segunda-feira as críticas do presidente do Eurogrupo, Jean-Claude Juncker, à política europeia da Alemanha, e à forma como Berlim lida com a Zona Euro.

«É o cúmulo do atrevimento o senhor Juncker apresentar a Alemanha como parte do problema, seria melhor ele próprio pensar se é parte do problema ou da solução», disse hoje, em Munique, o secretário-geral da CSU, Alexander Dobrint.

Juncker afirmou, em entrevista publicada no jornal «Sueddeutsche Zeitung», citada pela Lusa, que a Alemanha «trata a zona euro como se fosse uma filial».

O político luxemburguês considerou ainda as profecias de alguns políticos alemães, incluindo o ministro da economia, Philipp Rösler, e vários responsáveis da CSU, de que a Grécia abandonará a Zona Euro «mera conversa fiada», recomendando-lhes mais moderação.

Dobrint respondeu pondo em causa a continuidade de Juncker como presidente do Eurogrupo, e perguntando se ele deve manter-se em funções, após esta polémica.

«Acho que devemos colocar nisso, pelo menos, um grande ponto de interrogação», afirmou o político bávaro.

Outro político da CSU, Hans Mittelbach, criticou também o presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, por este ter afirmado, na semana passada, que esta instituição «fará tudo o que for preciso» para salvar o euro.

As declarações de Draghi foram interpretadas pelos analistas como um sinal de novas intervenções do BCE nos mercados de capitais para comprar dívida pública da Espanha e provavelmente de Itália, aliviando assim a pressão dos altos juros sobre estes países da moeda única.

«Ele não tem nenhum mandato para comprar dívida pública e se isto continua assim temos de chegar à conclusão de que o senhor Draghi está no lugar errado», disse o chefe do núcleo de pequenos e médios empresários da CSU.

O ramo bávaro da CDU da chanceler Angela Merkel, mais eurocético do que o partido da chanceler, insistiu também na retirada da Grécia da zona euro, rejeitando novas ajudas financeiras a Atenas.

«Não creio que a Grécia consiga resolver os seus problemas financeiros, e se faltar aos seus compromissos não deve receber mais ajudas», disse o presidente da CSU e governador da Baviera, Horst Seehofer, em entrevista à televisão pública ARD.

AGÊNCIA FINANCEIRA
Humm, quem falar contra a Alemanha deve ser demitido? Estamos a voltar aos dias que precederam a 2ª guerra mundial, estes alemães não se emendam, julgam que podem ficar numa ilha dentro da europa sem consequencias? Forçaram os europeus a consumir a sua produção e agora culpam-nos da dívida que eles fomentaram? isto vai acabar mal, e para o lado alemão sempre acabou mal.
 

·
Banned
Joined
·
5,203 Posts
Bazem. Ainda gostava de ver essa Alemanha pos euro :hilarious
 

·
President and CEO
Joined
·
17,578 Posts
Os alemães deviam era ter dito na altura que não entravam para o Euro. Tinha sido melhor. Nós não queremos ser como eles nem eles querem ser como nós. Somos povos muito diferentes em vários aspectos.
 

·
Banned
Joined
·
20,874 Posts
Os alemães deviam era ter dito na altura que não entravam para o Euro. Tinha sido melhor. Nós não queremos ser como eles nem eles querem ser como nós. Somos povos muito diferentes em vários aspectos.

Vindo do filho do Isaltinio bem que te percebo..eles que fiquem com essa cena da justica..e da Uniao e cenas..lol

Deixem_nos ser corruptos em paz porra, e nao pagar o que pedimos se for possivel..:lol:
 

·
President and CEO
Joined
·
17,578 Posts
Vindo do filho do Isaltinio bem que te percebo..eles que fiquem com essa cena da justica..e da Uniao e cenas..lol

Deixem_nos ser corruptos em paz porra, e nao pagar o que pedimos se for possivel..:lol:
Esse comentário demonstra bem a confusão que vai na tua cabeça. :lol:

Uma coisa coisa é a União Europeia. Que até acho que tem os seus méritos embora não seja grande adepto.

Outra coisa bem diferente é uma moeda única que engloba países muito diferentes entre si. Algumas pessoas disseram que isso não iria dar bom resultado. Eles não ligaram. Foram em frente. Agora assumem os custos da sua decisão. Nada mais simples. Mais vale aceitar a realidade. Muito do dinheiro que emprestaram a Portugal não vai ser pago.
 

·
Registered
Joined
·
23,286 Posts
Os alemães deviam era ter dito na altura que não entravam para o Euro. Tinha sido melhor. Nós não queremos ser como eles nem eles querem ser como nós. Somos povos muito diferentes em vários aspectos.
O senhor Miterrand como chefe de banda mas sendo a orquestra constituída por vários outros não deixou.
 

·
Banned
Joined
·
20,874 Posts
Querias dizer que nao queremos ser como eles so na moeda? Duvido..

Explica me porque e que Portugal nao e tambem responsavel? Nao entrou? Nao assinou? E vitima porque? Cumpriu com o que prometeu em termos de máximos de divida antes da entrada?

Deve ser facil ser como tu e viver a responsabilizar 3os pelos teus atos e a defender corruptos..

Enfim..
 

·
President and CEO
Joined
·
17,578 Posts
Querias dizer que nao queremos ser como eles so na moeda? Duvido..

Explica me porque e que Portugal nao e tambem responsavel? Nao entrou? Nao assinou? E vitima porque? Cumpriu com o que prometeu em termos de máximos de divida antes da entrada?
O que eu disse foi o seguinte: países tão diferentes entre si (em variadíssimos aspectos) não deviam partilhar a mesma moeda.

Quanto à responsabilidade, essa pode ser imputada a vários actores. Essa teoria de arranjar um bode-expiatório e culpá-lo de tudo não pega. Mas eu nem sequer apontei culpados. Há tantos culpados que não vale a pena estar a enumerá-los. Apenas disse que, como é óbvio, quando o devedor não tem dinheiro "quem se lixa" é quem empresta o dinheiro.
 

·
Banned
Joined
·
20,874 Posts
O que eu disse foi o seguinte: países tão diferentes entre si (em variadíssimos aspectos) não deviam partilhar a mesma moeda.

Quanto à responsabilidade, essa pode ser imputada a vários actores. Essa teoria de arranjar um bode-expiatório e culpá-lo de tudo não pega. Mas eu nem sequer apontei culpados. Há tantos culpados que não vale a pena estar a enumerá-los. Apenas disse que, como é óbvio, quando o devedor não tem dinheiro "quem se lixa" é quem empresta o dinheiro.

Sim sim..
 

·
Banned
Joined
·
2,516 Posts
Forcaram?

Divida que eles fomentaram?

lol

Tu pedes.. se te derem, culpa deles.. boa..lol
A política Alemâ sempre foi conceder fundos a outros países para adquirirem produtos Alemães, não estão a dar nada, estão a garantir a o escoamento da sua própria indústria. De facto a culpa é de quem "dá", se não deres, o processo acaba aí, só que não foi "dado".
 

·
Banned
Joined
·
20,874 Posts
Ok..

Foi tudo um plano do diabo.. Ajudar e investir para desenvolver Portugal e este comprar BMWs..!


Em relaçao aos deficientes mentais recordo-te que ate ao 25 de Abril esses,em Portugal, nao eram mortos, mas quase..
Mas isto era bem antes de vir a Europa e o plano diabólico alemão de desenvolvimento "só" para comprar produtos deles.., é que entretanto o pais desenvolveu-se, vive-se incomparavelmente melhor , tudo é incomparavelmente melhor e os deficientes não nadam na própria merda em autenticas prisões como acontecia..
Irrelevante para a tua pessoa.
São apenas efeitos colaterais do plano maquiavélico..

Estúpido de mais isto..
 

·
Banned
Joined
·
2,516 Posts
Ok..

Foi tudo um plano do diabo.. Ajudar e investir para desenvolver Portugal e este comprar BMWs..!


Em relaçao aos deficientes mentais recordo-te que ate ao 25 de Abril esses,em Portugal, nao eram mortos, mas quase..
Mas isto era bem antes de vir a Europa e o plano diabólico alemão de desenvolvimento "só" para comprar produtos deles.., é que entretanto o pais desenvolveu-se, vive-se incomparavelmente melhor , tudo é incomparavelmente melhor e os deficientes não nadam na própria merda em autenticas prisões como acontecia..
Irrelevante para a tua pessoa.
São apenas efeitos colaterais do plano maquiavélico..

Estúpido de mais isto..
Está acima da tua capacidade de compreensão, não compras BMWs mas compras locomotivas e geradores de energia Siemens, automatismos industriais, geradores eólicos e carros de combate, e um sem número de componentes

Vive-se melhor? Quem, tu ?
Já descemos abaixo da fasquia de 1974, neste momento vive-se como em 1970 e está a piorar, claro que tu no teu berço dourado não consegues ver o pais real. Quanto aos deficientes, se esquecermos os apoios que simplesmente desapareceram, fica apenas a abordagem desses doentes que evoluiu naturalmente em TODO O MUNDO.
 
1 - 20 of 30 Posts
Top