SkyscraperCity banner
1 - 1 of 1 Posts

·
is this it
Joined
·
609 Posts
Discussion Starter · #1 ·
Governo adotou alguma medida para viabilizar 38 dos 223 objetivos listados

Para o Movimento Nossa São Paulo, esse resultado é razoável, considerando-se que o plano foi apresentado há três meses pela gestão


DA REPORTAGEM LOCAL

Nos seis primeiros meses de seu mandato, o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), começou a cumprir 17% das metas estabelecidas para os quatro anos de governo.
A Folha levantou a situação das 223 metas listadas no plano de metas da gestão, documento apresentado em março. Em 38 casos, o governo já adotou alguma medida para cumprir a meta, seja o início de alguma obra, seja a superação de algum obstáculo burocrático, como a reserva de recursos ou a assinatura de convênios.
É o caso, por exemplo, da conclusão do Expresso Tiradentes (antigo Fura-Fila). O trecho entre Vila Prudente e Cidade Tiradentes (zona leste) será feito como um metrô leve. Um convênio assinado em abril prevê que a prefeitura repasse R$ 1 bilhão nos próximos quatro anos para o governo do Estado concluir a obra.
Outro exemplo é o da reforma das ruas comerciais do entorno da cracolândia (rebatizada de Nova Luz pelo governo). A promessa foi incluída no plano de metas e as obras já estão em andamento desde fevereiro, com previsão de serem concluídas em meados de 2010. A reforma do Teatro Municipal também já começou.
A Secretaria Municipal de Planejamento criou um site que atualiza as informações sobre o cumprimento das metas. Nem todas as informações estão atualizadas -não há informação sobre as obras da Nova Luz e do teatro, por exemplo-, mas o site é alimentado constantemente com notícias relacionadas às metas. O endereço é www.prefeitura.sp.gov.br/agenda2012.
Kassab é o primeiro prefeito de São Paulo a apresentar um plano de metas para a gestão, por força de uma lei aprovada no ano passado pela Câmara Municipal.
A ideia da lei foi do Movimento Nossa São Paulo, que também acompanha a execução das metas e aguarda agora que a prefeitura cumpra outra exigência da lei: a publicação, a cada seis meses, dos indicadores sociais de cada área.
De acordo com Mauricio Broinizi, coordenador-executivo do Nossa São Paulo, os indicadores vão permitir avaliar se as metas estão cumprindo seu objetivo, que é melhorar a qualidade de vida na cidade.
"Construir um hospital é uma ação. Mas eles precisam dizer que esse hospital vai reduzir em tanto o déficit de leitos daquela região. É isso que importa", disse Broinizi.
Para ele, ter dado início a 38 metas nos primeiros seis meses de governo -e três meses após a apresentação do plano- é "um número razoável". "Demonstra que a gente tem de acompanhar de perto a execução dessas metas para ver o que está melhorando na cidade."
A Secretaria de Planejamento informou que a equipe técnica da pasta está levantando as informações com cada área da prefeitura para elaborar um relatório sobre as 223 metas. Não há estimativa de quando esse relatório estará concluído.
Além do acompanhamento semestral dos indicadores sociais de todas as áreas da administração, a prefeitura precisa apresentar anualmente um relatório da execução de cada uma das metas.

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/cotidian/ff0307200912.htm
 
1 - 1 of 1 Posts
Top