Skyscraper City Forum banner
1 - 20 of 22 Posts

·
Registered
Joined
·
154 Posts
Discussion Starter · #1 ·
Após 8 meses, obras do Trecho Sul do Rodoanel serão retomadas :banana:
Custo para desapropriar 1.359 imóveis será de R$ 533 milhões; Dersa já conseguiu fazer mais de cem acordos
Eduardo Reina
Depois de oito meses de paralisação, as obras do Trecho Sul do Rodoanel Mário Covas (SP-21) recomeçam segunda-feira, após a assinatura de mais de cem acordos para desapropriação de terrenos e a liberação de verbas federais e estaduais. O reinício dos trabalhos será no lote 1, no km 29 de Via Anchieta, em São Bernardo do Campo, no ABC paulista. Nos outros quatro lotes, que ainda não têm ordem de serviço assinada, a estimativa é começar até o final de junho, segundo Thomaz de Aquino Nogueira Neto, presidente da empresa Desenvolvimento Rodoviário S/A (Dersa), órgão da Secretaria dos Transportes responsável pela obra.

Serão necessárias 1.359 desapropriações de imóveis em sete municípios para a construção, ao custo de R$ 533 milhões. Para este ano, a obra já conta com R$ 59 milhões em recursos do orçamento da União; R$ 270 milhões do orçamento estadual e R$ 300 milhões do Plano de Aceleramento do Crescimento (PAC) - mais R$ 900 milhões do PAC serão liberados até 2010. Até agora, nenhum valor foi executado. De acordo com a Dersa, 2.011 famílias a serem removidas estão cadastradas em sete cidades: Mauá, Ribeirão Pires, Santo André, São Bernardo, São Paulo, Itapecerica da Serra e Embu, por onde passarão 61,4 quilômetros da via expressa.

A estrada ligará a ponta do Trecho Oeste, na Rodovia Régis Bittencourt (BR-116), em Itapecerica da Serra, ao Sistema Anchieta-Imigrantes, incluindo um prolongamento até a Avenida Papa João XXIII, em Mauá. “As desapropriações seguirão um cronograma até 2010. O processo será gradativo. Não faremos desapropriações com antecedência muito grande. O risco de nova ocupação em um terreno vazio é grande”, explicou Nogueira Neto.

O traçado do Trecho Sul passará sobre as Favelas do Bananal e Areião, em São Bernardo, e Santa Bárbara 1 e 2, em Itapecerica da Serra, perto da Rodovia Régis Bittencourt, segundo informou a Dersa. O primeiro lugar a ser afetado deve ser a Favela do Areião, vizinha da Volkswagen, na Via Anchieta, em São Bernardo.

Até 2010, o governo estadual tem previstos R$ 402,8 milhões para as desapropriações - quando não há necessidade de remoção de famílias - e R$ 130,2 milhões para reassentamentos. Os acordos já fechados incluem desde casas urbanas até sítios produtivos. “Para os casos menores, as indenizações ficaram entre R$ 10 mil e R$ 120 mil. Já um terreno de grande valor chegou a custar R$ 3 milhões, que conseguimos parcelar em 20 vezes”, comentou o presidente da Dersa. O decreto de utilidade pública, para fins de desapropriação dos terrenos, foi assinado em março de 2006, pelo então governador Geraldo Alckmin (PSDB). Depois disso, foi feito um levantamento aéreo-fotográfico das glebas e visitas a todos os locais. O valor adotado para os processos jurídicos de indenização é o de mercado.

MESSIÂNICA

Além de imóveis residenciais e de uso rural, há terrenos comerciais e industriais. Uma das glebas, de 80 hectares, pertence à Igreja Messiânica Mundial do Brasil, que fica em Parelheiros, extremo sul da capital. A idéia é usar o espaço para compensação ambiental pela obra. Mas, de acordo com o advogado da instituição, Fernando Augusto de Souza, a área já é uma Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN). “Em momento nenhum de nossas conversações com a Dersa - as quais se deram sempre de forma cordial e proativa - se cogitou a via judicial. Sempre buscamos um entendimento que pudesse beneficiar o conjunto da sociedade e a preservação do meio ambiente”, afirmou. “Entretanto, é natural para aquele que tenha a propriedade desapropriada recorrer à tutela judicial. Mesmo porque uma área que já é preservada de forma voluntária pela Igreja Messiânica não pode ser objeto de compensação ambiental. Não faria nenhum sentido compensar com aquilo que já está preservado.”

Em outra área a ser desapropriada, em Mauá, região do ABC, funciona um aterro sanitário administrado pela Lara Comércio e Prestação de Serviços. Ontem, de acordo com o Departamento Jurídico da Lara, foi realizada uma reunião com técnicos da Dersa para discutir a localização exata do terreno a ser desapropriado. O imóvel, nos fundos do aterro, tem uma parte no bairro Sertãozinho, em Mauá, e outra em Ribeirão Pires.
 

·
ontogeny recapitulates...
Joined
·
3,032 Posts
:banana: :banana: :banana: :banana: :banana:

Com a construção do trecho sul, as marginais devem dar uma desafogada boa; se sair o trecho leste então, nem se fale!!! :banana:
 

·
Registered
Joined
·
2,783 Posts
A dor de cabeça principal nos novos trechos do Rodoanel é justamente as desapropriações. Espero que tomem atitudes justas quanto a isso.
 

·
Registered
Joined
·
3,102 Posts
Legal
Qual é a previsão do término das obras???
Não vejo a hora de poder ir para o litoral e não ter que passar por sampa, a viagem seria pelo menos uma hora e pouco menor :D
 

·
Koolgreen
Joined
·
538 Posts
Esse é "O DIREITO DE NASCER!"
Espero que demore para fazerem o Trecho Norte, vai acabar com a Serra da Cantareira!
Se pá nem devem fazer.....acho que é um trecho muito caro, polêmico e arriscado pra pouco!!!!!

Então o fluxo do Vale do Paraiba pra Campinas e vice-versa usaria a Fernão Dias (melhorada, lógico) e a D. Pedro I......acho que é uma alternativa viável.....
 

·
Crucismogiensis
Joined
·
8,408 Posts
Graças a Deus retomaram as obras do Rodoanel!

Não sabia que haveria quantidade tão grande de desapropriações. Imaginem estão a quantidade delas quando da construção do Trecho Leste, que deverá cortar as super habitadas Suzano e Itaquaquecetuba.

...Espero que demore para fazerem o Trecho Norte, vai acabar com a Serra da Cantareira!
Tomara que concluam TODO o Roanel o mais rápido possível, pois essa obra já deveria estar pronta há várias décadas.

Esse Trecho Norte não irá acabar com a Serra da Cantareira, pois já houve grande repercussão dos moradores da região e do Ministério Público para que a obra não interfira na preservação ambiental dessa área.

Esse Trecho Norte já foi alvo de muitas aqui no fórum, com críticas ao projeto de fazê-lo em elevados e também a discussão dele ser todo por túnel sob a Serra e também dele dando a volta por trás dela.
 

·
Registered
Joined
·
5,770 Posts
O Trecho Norte tem que ser construido assim como os outros!!

Graças a Deus retomaram as obras do Rodoanel!

Não sabia que haveria quantidade tão grande de desapropriações. Imaginem estão a quantidade delas quando da construção do Trecho Leste, que deverá cortar as super habitadas Suzano e Itaquaquecetuba.



Tomara que concluam TODO o Roanel o mais rápido possível, pois essa obra já deveria estar pronta há várias décadas.

Esse Trecho Norte não irá acabar com a Serra da Cantareira, pois já houve grande repercussão dos moradores da região e do Ministério Público para que a obra não interfira na preservação ambiental dessa área.

Esse Trecho Norte já foi alvo de muitas aqui no fórum, com críticas ao projeto de fazê-lo em elevados e também a discussão dele ser todo por túnel sob a Serra e também dele dando a volta por trás dela.
Se vão fazer tuneis, será excelente pois o impacto poderá ser menor.
 

·
Crucismogiensis
Joined
·
8,408 Posts
^^ se forem túneis o impacto será quase zero.

Vi o render uma vez de pistas suspensas sobre as enconstas da Serra da Cantareira, mas mesmo que desmatassem só a área dos pilares de sustentação (como fizeram no trecho de túneis da nova Imigrantes), iria ficar uma poluição visual muito grande na serra.
 

·
Avatar: Juca Pato
Joined
·
4,575 Posts
É Pessoal, algumas obras do trecho Sul já são bem visíveis aqui em São Bernardo, ele vai cortar uma das maiores favelas da cidade, e a remoção e realojamento, que é reponsabilidade da Prefeitura (que está construindo conjuntos habitacionais) está em bom ritmo, o acesso à Via Anchieta já está bem claro, e logo à frente da pista, um grande corte será feito, vou tentar fotografar para mostrar à vocês.

Espero que a obra termine rápido!

:eek:kay:
 

·
Registered
Joined
·
3,102 Posts
É Pessoal, algumas obras do trecho Sul já são bem visíveis aqui em São Bernardo, ele vai cortar uma das maiores favelas da cidade, e a remoção e realojamento, que é reponsabilidade da Prefeitura (que está construindo conjuntos habitacionais) está em bom ritmo, o acesso à Via Anchieta já está bem claro, e logo à frente da pista, um grande corte será feito, vou tentar fotografar para mostrar à vocês.

Espero que a obra termine rápido!

:eek:kay:
O rodoanel vai passar no meio de uma favela??
Eles vão remover a favela inteira ou só a parte que a pista passar?
 

·
Indústria da Multa S.A.
Joined
·
6,320 Posts
Foi o que aconteceu com a favela do KM 21, que ficava atrás da estação da CPTM Gal. Miguel Costa (Linha B), já dentro de Osasco. Essa favela ficava ao lado do lixão de Carapicuíba e o Rodoanel literalmente passou por cima. ^^

Hoje o viaduto do Rodoanel passa em cima da estação, na divisa das duas cidades.
 

·
Brasil-Belindia é aqui
Joined
·
19,385 Posts
Evandro

Foi o que aconteceu com a favela do KM 21, que ficava atrás da estação da CPTM Gal. Miguel Costa (Linha B), já dentro de Osasco. Essa favela ficava ao lado do lixão de Carapicuíba e o Rodoanel literalmente passou por cima.

Hoje o viaduto do Rodoanel passa em cima da estação, na divisa das duas cidades.

O trecho oeste do rodoanel só acabou com uma parte da favela do km 21,pois nos terrenos que margeiam a linha B da CPTM (e que são de responsabilidade da prefeitura de Carapicuíba),parte dela ainda existe.

E o viaduto fica dentro da cidade de Osasco(lembrando que a estação Gal. Miguel Costa é dentro do município de Osasco,pois essas cidades(Osasco e Carapicuíba) são divididas pelo rio (que fica antes da estação Gal. Miguel Costa e do viaduto).
 

·
Indústria da Multa S.A.
Joined
·
6,320 Posts
Esqueçi de dizer que a favela do KM 21 era intermunicipal... ^^
 
1 - 20 of 22 Posts
Top