Skyscraper City Forum banner
Status
Not open for further replies.
1 - 6 of 6 Posts

·
Genius Rayearth
Joined
·
1,000 Posts
Discussion Starter · #1 ·

Milho representa, sozinho, 66,81% da safra de grãos do Ceará (Foto: Honório Barbosa)



As chuvas provocaram perda de 12,57% sobre a estimativa inicial. Mesmo assim, a safra pode ser a maior da história

Com a redução da intensidade das chuvas em maio, ficou mais clara a situação da perda da safra decorrente do excesso de águas registrado nos meses anteriores. Como resultado, com uma produção estimada de 1.251.826 toneladas de grãos em 2008, a perda computada é de 12,57%, se comparada à estimativa da produção inicial em janeiro último (1.431.756 toneladas). Sobre abril, a redução é de 4,26%.

Entretanto, na comparação com a safra obtida no ano passado (575.275 toneladas), a expectativa é de um acréscimo de 117,6%, resultando na maior safra da história do Ceará, pois, se confirmada, supera a produção de 2006 (1.145.558 toneladas) em 9,28%.

´Entre os aspectos que podem contribuir para a possibilidade de crescimento destacam-se o bom inverno, maior quantidade de sementes distribuídas pelo governo estadual, organização dos agricultores na guarda de sementes, a ampliação da área cultivada de milho híbrido no Sertão Central, Centro-Sul e Sul cearense e a introdução do girassol na produção de grãos do Estado´, diz Regina Feitosa, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que coordena com o Grupo de Coordenação de Estatísticas Agropecuárias do Ceará (GCEA-CE), o Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA).

Variações negativas

Em maio, dos 42 produtos pesquisados, oito variaram negativamente, com apenas um apresentando resultado positivo: a mandioca, com incremento de 0,05%, comparando-se à produção informada em abril. Os produtos que variaram negativamente foram algodão herbáceo de sequeiro, arroz de sequeiro, arroz irrigado, feijão de arranca de 1ª safra, feijão de corda de 1ª safra, girassol, milho e mamona.

Destes, o feijão de corda de 1ª safra (vigna) e o milho, que representam maior impacto na produção de grãos no estado (87%), pois são cultivados em todos os municípios do Ceará, foram os mais afetados.

O feijão de corda de 1ª safra já acumula perda de 21,27% em relação ao que era esperado no início do ano. A atual produção prevista é de serem colhidas 249.527 toneladas, crescimento de 121,42% em relação à safra anterior. Até então, as cinco maiores produções da leguminosa estão previstas para ocorrerem nos municípios de Canindé, Boa Viagem, Parambu, Pedra Branca e Tauá.

Milho

Quanto ao milho, responsável sozinho por 66,81% da safra de grãos cearense, a perda, em relação ao esperado no início de 2008, acumula-se em 11,36%, com estimativa de colheita de 836.363 toneladas de grãos, porém representando acréscimo de 134,05%, comparando-se à produção de 2007.

Estima-se que os cinco maiores produtores de milho em 2008 serão os municípios de Maurití, Tauá, Crateús, Pedra Branca e Canindé.

Nesse grupo, composto por 14 produtos, não houve alteração na expectativa de produção em maio. Dessa, forma, a produção esperada destes itens permanece em 958.650 toneladas, representando declínio de 0,46%, quando se compara coma expectativa inicial de 2008 (de 958.650 toneladas), e incremento de 9,02% em relação à safra obtida em 2007 (de 879.353 toneladas).

BRASIL
Produção chegará a 144,3 mi de toneladas, prevê o IBGE


Rio. A safra nacional de grãos deverá totalizar 144,3 milhões de toneladas em 2008, informou ontem o IBGE. A estimativa prevê volume recorde para a safra, que pela projeção, será 8,4% maior do que as 133,1 milhões de toneladas verificadas em 2007.

A nova estimativa da safra nacional de cereais, leguminosas e oleaginosas e referente a maio de 2008, e indica uma produção de 144,3 milhões de toneladas, 1,2% acima da previsão de abril, que ficara em 142,6 milhões de toneladas.

Dos 25 produtos avaliados, 19 têm projeção superior aos números de 2007, com destaque para mamona em baga (68,9%), feijão em grão 2ª safra (32,1%) e amendoim em casca 1ª safra (29%). O IBGE destaca que a produção de feijão em 2008 deverá chegar a 3,5 milhões de toneladas, o que garantirá as necessidades de consumo do país.

Com variação negativa, aprecem os seguintes produtos: algodão herbáceo em caroço (2,6%), batata-inglesa 1ª safra (0,3%), cebola (7,6%), feijão em grão 1ª safra (6,8%), laranja (2,8%) e mandioca (1%).

Anchieta Dantas Jr.
Repórter

Fonte:http://diariodonordeste.globo.com/materia.asp?codigo=545002
 

·
Registered
Joined
·
5,466 Posts
Que coisa esses altos e baixos da tabela.
Chuvas!!

...............................

Milho é uma cultura de alto risco , se não chover , créu!!!

Deveríamos mudar um pouco nossos hábitos e começar a consumir outros grãos como SORGO, ALGAROBA, Sim existem pães e bolso desses vegetais.Eles se dão bem melhor no semi-árido.

Bolo de ALGAROBA é o bicho, muito bom.
.
 

·
Registered
Joined
·
1,790 Posts
Realmente, a reportagem diz que só o milho responde por 66,81% da safra de grãos...
Nunca ouvi falar dessa Gororoba aí, rs
Já o Sorgo, salvo engano, sei que é utilizado como ração pros animais
Valeu pelas explicações
 

·
Genius Rayearth
Joined
·
1,000 Posts
Discussion Starter · #5 ·
Chuvas!!

...............................

Milho é uma cultura de alto risco , se não chover , créu!!!

Deveríamos mudar um pouco nossos hábitos e começar a consumir outros grãos como SORGO, ALGAROBA, Sim existem pães e bolso desses vegetais.Eles se dão bem melhor no semi-árido.

Bolo de ALGAROBA é o bicho, muito bom.
.
Em Pernambuco ja se plantam essas "GOROROBAS"?
 

·
Registered
Joined
·
10,987 Posts
:applause:

É bom ver a agricultura desse pobre sertão colhendo bons resultados, gerando renda para milhares de pessoas!
 
1 - 6 of 6 Posts
Status
Not open for further replies.
Top