SkyscraperCity banner

1 - 1 of 1 Posts

·
Registered
Joined
·
71 Posts
Discussion Starter #1
Fortemente povoado muito antes da colonização romana, ponto de passagem de suevos, celtas, visigodos e mouros, o VALE DO SOUSA, conheceu um grande desenvolvimento humano, económico e social, desde a alta Idade Média e sobretudo, depois da Reconquista, como testemunharam os numerosos mosteiros e igrejas dos séculos XII e XIII, que fazem destas terras uma autêntica Rota do Românico.

“Enquanto que nas grandes construções se mantêm proporções com grandiosidade, elevação e equilíbrio, no românico da região a feição é pesada, atarracada, não há deambulatório e a decoração escultórica é quase pictórica, vegetalista e ingénua. Trata-se de um estilo sóbrio, embora nada pobre. Dotado principalmente com pórticos exemplares, enraizou-se a ponto de perdurar até quase ao século XV e ter feito com o próprio estilo manuelino, na decoração e expressão formal, pareça mais um reavivar do românico. E até o próprio barroco, quando se estendeu à região, como que herdou também algumas destas características.

Na arquitectura, como na língua e na literatura, a região bem cedo falou português e manteve características específicas.”

In À Descoberta do Vale do Sousa – Rotas do Património Edificado e Cultural ...

Compõem esta componente da Rota do Românico do Vale do Sousa os seguintes imóveis:

I - Igreja de S. Miguel de Entre-os-Rios (Eja, Penafiel)
II - Igreja de Gândara/ de S. Miguel (Cabeça Santa, Penafiel)
III - Igreja de S. Gens de Boelhe (Boelhe, Penafiel)
IV - Igreja de S. Pedro de Abragão e Túmulos (Abragão, Penafiel)
V - Memorial da Ermida (Irivo, Penafiel)
VI - Igreja do Salvador de Paço de Sousa (Paço de Sousa, Penafiel)
VII - Ermida/ Capela da Senhora do Vale (Cête, Paredes)
VIII - Igreja de S. Pedro de Cête (Cête, Paredes)
IX - Igreja de S. Pedro de Ferreira (Ferreira, Paços de Ferreira)
X - Igreja Matriz de Meinedo (Meinedo, Lousada)
XI - Ponte de Espindo (Meinedo, Lousada)
XII - Ponte de Vilela (Aveleda, Lousada)
XIII - Igreja de Aveleda/ do Salvador (Aveleda, Lousada)
XIV - Torre de Vilar (Vilar do Torno, Lousada)
XV - Igreja de Santa Maria de Airães (Airães, Felgueiras)
XVI - Igreja Matriz de Unhão (Unhão, Felgueiras)
XVII - Igreja de S. Vicente de Sousa (Sousa, Felgueiras)
XVIII - Igreja de S. Mamede de Vila Verde (Vila Verde, Felgueiras)
XIX – Mosteiro de Pombeiro (Pombeiro de Riba Vizela, Felgueiras)

Muitos destes "imóveis" estão a ser recuperados, um deles mesmo à frente de minha casa(V). Decidi começar a percorrer o Vale do Sousa à procura destes templos perdidos... Comecei pelos cinco primeiros...

I - Igreja de S. Miguel de Entre-os-Rios (Eja, Penafiel)



















II - Igreja de Gândara/ de S. Miguel (Cabeça Santa, Penafiel)













III - Igreja de S. Gens de Boelhe (Boelhe, Penafiel)























IV - Igreja de S. Pedro de Abragão e Túmulos (Abragão, Penafiel)











V - Memorial da Ermida (Irivo, Penafiel)











VI - Igreja do Salvador de Paço de Sousa (Paço de Sousa, Penafiel)



















VII - Ermida/ Capela da Senhora do Vale (Cête, Paredes)







VIII - Igreja de S. Pedro de Cête (Cête, Paredes)



























IX - Igreja de S. Pedro de Ferreira (Ferreira, Paços de Ferreira)





















XIV - Torre de Vilar (Vilar do Torno, Lousada)





XVI - Igreja Matriz de Unhão (Unhão, Felgueiras)









XIX – Mosteiro de Pombeiro (Pombeiro de Riba Vizela, Felgueiras)











Arquitetura antiga, um trabalho estupendo
 
1 - 1 of 1 Posts
Top