Skyscraper City Forum banner
1 - 15 of 15 Posts

·
Registered
Joined
·
434 Posts
Discussion Starter · #1 ·
Secretaria prepara projeto de reforma para o jardim botânico de Salvador

por Tamirys Machado
Publicada em 20/08/2014 01:52:00

Criado há 12 anos, o Jardim Botânico, situado no bairro de São Marcos, ainda é um espaço pouco conhecido pela população soteropolitana.
O local, administrado pela Secretaria da Cidade Sustentável da Prefeitura, é referência para a realização de pesquisas acadêmicas e atividades voltadas para a Educação Ambiental. A área contempla aproximadamente 18 hectares, com cerca de 60 mil espécies da Mata Atlântica, Amazônia e Caatinga, inclusive espécies raras.
A prefeitura da cidade irá requalificar o espaço. O custo da reforma está orçado em R$ 7 milhões. Conforme o secretário da Cidade Sustentável, André Fraga, o projeto executivo da requalificação está em processo de finalização e por isso ainda não tem data para início das obras.
No entanto, o titular da secretaria garantiu que até o fim do mês de agosto será finalizado o processo. “O objetivo da requalificação é ampliar, melhorar e potencializar a pesquisa no espaço, além de dotar o Jardim com uma estrutura mais adequada para visitas”, explicou.
A requalificação terá duas etapas. A primeira prevê a reestruturação de algumas áreas, construção de um mirante para os visitantes observarem do alto o conflito entre a cidade e a mata atlântica, além de instalações de novos equipamentos que permitam uma interação com o meio ambiente.
O herbário, local onde abriga coleções de espécies desidratadas, será reestruturado. A segunda etapa presume em fomentar a cultura ambiental no espaço com a integração da Escola Orlando Imbassay, situada ao lado do Jardim. “A idéia é construir um acesso da escola direto para o Jardim”, disse Fraga.
O técnico Marcio Santos disse que o público visitante é de qualquer faixa etária, porém estudantes do Ensino Fundamental geralmente frequentam mais. “Recebemos grupos de estudantes toda semana, e as visitas são sempre guiadas. Antes do passeio, a gente faz uma palestra com os alunos e mostramos slides sobre a importância da natureza”, conta.
A jornalista Jordânia Freitas não sabia da existência do local e acabou conhecendo por acaso. Para ela, há pouca divulgação do espaço, que poderia ser explorado como um forte potencial turístico. “Acho que falta divulgação, eu mesma não sabia que existia esse espaço em Salvador. Passei a conhecê-lo porque mudei para o bairro de São Rafael, e ao transitar pelo local vi a placa do Jardim Botânico, porém o portão estava fechado e que achei que era restrito a pesquisadores e grupos escolares”, disse.
Freitas buscou informações sobre o local na internet e descobriu que o acesso deveria ser agendado e em horários restritos. “Descobri que as visitas são guiadas e em dias de semana, o que ficou inviável para mim, devido a incompatibilidade dos horários de trabalho. Acho que é um espaço muito importante para difundir o turismo na cidade, porém mal aproveitado, pois as pessoas não conhecem e não há uma divulgação devida. O Jardim Botânico do Rio de Janeiro, por exemplo, é bastante visitado e utilizado para prática esportiva, assim como em outros lugares da Europa”, disse a jornalista.
O técnico do Jardim, Marcio Santos, explica que os agendamentos são feitos somente para grupos escolares ou de pesquisa, pessoa comum pode visitá-lo sem agendamento prévio.
O Jardim Botânico é aberto ao público das 8h30 às 17 horas, de segunda a sexta-feira, com visitas monitoradas. Para grupos os dias e horários são diferenciados, no turno da manhã é das 8h30 às 11h30, e a tarde das 14h às 16h30, sempre de terça a quinta-feira.
O Secretário André Fraga explicou que o conceito do Jardim Botânico de Salvador, é “de pesquisa e conservação, diferente do Parque da Cidade por exemplo, que é mais voltado ao lazer e esporte”.
Ele disse ainda, a diferença é que o “Jardim Botânico do Rio de Janeiro, é muito maior e a área foi planejada, seguindo o conceito europeu, para visitas, esportes e lazer. O nosso não tem o perfil de um Parque Urbano e sim de preservação ambiental”, disse.
A área conta com espécies raras, como a árvore pau brasil, que originou o nome do nosso país.

Projeto desenvolvido pelo escritório baiano de arquitetura Urban Recycle
http://www.urbanrecycle.com.br/135166/projetos

Video de explicação do projeto















 

·
Registered
Joined
·
434 Posts
Discussion Starter · #13 ·
em comparativo, o projeto consegue superar no custo final, pois serão gastos menos de 7 milhões para uma area de preservação de 170.000m², comparando com projetos como o Centro panamericano de Judo que custou 42 milhões (ca entre nós não custou isso, so aquela fachada do ginasio deve ter custado menos 700 reais o metro quadrado)... Gosto desse projeto , curto muito os projetos desse escritorio, espero um dia trabalhar la, Não é um parque como outros Jardins Botanicos, é um centro de pesquisa e preservação
 
1 - 15 of 15 Posts
Top