SkyscraperCity banner

Status
Not open for further replies.
4981 - 5000 of 5000 Posts

·
Jequié, Sudeste da Bahia
Joined
·
9,885 Posts
Ferrovia Oeste Leste provoca reação contrária de ambientalistas baianos​


Obra é apontada como grande propulsora de desenvolvimento. Ambientalistas temem prejuízos ao meio ambiente​

A revista de circulação nacional Isto É/Negócios, traz matéria sobre uma batalha que está sendo travada entre investidores estrangeiros, autoridades governamentais, moradores, ambientalistas e o Ministério Público Federal, desde que foi lançado pelo Presidente Lula, o edital de licitação para a construção do trecho Caetité-Ilhéus, da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol). A obra, incluída no PAC 2, está orçada em R$ 1,4 bilhão integrando um megaprojeto de R$ 6 bilhões que vai ligar o litoral baiano à cidade de Palmas (TO). Em Ilhéus, também serão erguidos um porto e terminais privados de carga. Um deles será operado pela Bahia Mineração (Bamin), que está investindo US$ 1,8 bilhão, na exploração de reservas de minério de ferro, em Caetité (BA).
Apesar das cifras envolvidas, sobram dúvidas sobre os benefícios e os problemas que esses empreendimentos trarão para a região. “Estão colocando em risco um precioso acervo de biodiversidade da Mata Atlântica”, critica o ambientalista Rui Rocha, diretor do Instituto Floresta Viva. O temor dos ambientalistas é que o projeto será erguido na Ponta da Tulha, em meio à reserva da Mata Atlântica, e aceleraria o processo de desmatamento e a criação de favelas na região.
O Ministério Público Federal, através dos procuradores Flávia Arruti e Eduardo El Hage, ingressaram com pedido de liminar para barrar as audiências públicas referentes à construção do terminal portuário da Bahia Mineração-Bamin. “O projeto será feito em uma região situada dentro de Área Permanente de Proteção, num flagrante desrespeito às leis ambientais”, justifica a procuradora.

http://www.jequiereporter.com.br/blog/archives/6140
 

·
Jequié, Sudeste da Bahia
Joined
·
9,885 Posts
^^
Tava demorandoo...
Qualquer coisa para desenvolver esse Brasil, esse povo quer barrar,acho q é falta de sem oq fazer... :eek:hno:
Deveria entrar na briga contra a violência e as Drogas q está assolando nosso país cada dia q passa.
 

·
Banned
Joined
·
1,753 Posts
[Quote = novaes_jequieense; 55876345]
[size = "5"] Ferrovia Oeste-Leste provocação reação de ambientalistas contrários baianos [/ size] [/ CENTER] [/ I] [/ B]

[url]http://www.jequiereporter.com.br/blog/wp-content/uploads/2010/04/Ferrovia1.JPG[/url] [/ IMG] [/ CENTER]

[I] [CENTER] Obra É apontada Como Propulsora de grande desenvolvimento. Ambientalistas temem prejuízos AO Meio Ambiente [/ CENTER] [/ I]

A Revista de Circulação Nacional Isto É / Negócios, Traz Matéria Sobre Uma batalha travada Que ESTÁ Sendo Entre Investidores Estrangeiros, Autoridades Governamentais, moradores, ambientalistas EO Ministério Público Federal, Desde Que foi lançado Pelo Presidente Lula, o edital de licitação Para a Construção do trecho Ilhéus-Caetité, da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol). A obra Incluída, não PAC 2, ESTÁ orçada em R $ 1,4 bilhão UM Integrando megaprojeto de R $ 6 bilhões Que vai ligar o litoral baiano à Cidade de Palmas (TO). Em Ilhéus, também Serao porto UM erguidos e Terminais Privados de Carga. Um deles Será operado Pela Bahia Mineração (Bamin), que ESTÁ investindo E.U. $ 1,8 bilhão, Na Exploração de Reservas de minério de ferro, em Caetité (BA).
Apesar das cifras envolvidas, sobram Dúvidas Sobre Benefícios OS e OS Problemas Empreendimentos Que Esses trarão Para a Região. "Estão os Colocando em Risco hum precioso Acervo de Biodiversidade da Mata Atlântica", critica o ambientalista Rui Rocha, Diretor do Instituto Floresta Viva. O temor dos ambientalistas É Que Será erguido o Projeto Na Ponta da Tulha, em Meio à reserva da Mata Atlântica, e aceleraria o Processo de desmatamento eA Criação de favelas Na região.
O Ministério Público Federal, dos procuradores Através Arruti Flávia e Eduardo El Hage, ingressaram com Pedido de liminar barrar Para as Audiências Públicas Referentes à Construção do Terminal Portuário da Bahia Mineração, Bamin. "O Projeto Será Feito em Uma Região situada Dentro de Área de Proteção Permanente, Num flagrante Desrespeito As leis Ambientais" justificação, a Procuradora.

[Url] http://www.jequiereporter.com.br/blog/archives/6140 [/ url] [/ quote]




Lá vem estes ambientalistas dinovo, pense que to numa raiva desse povo e do Ibama etc...​
 

·
Banned
Joined
·
1,753 Posts
[QUOTE = Harisson Souza; 55847547] CREDO Que Coisa horrível
O Brasil UM Parece Que prato quebrou e se juntaram DEPOIS OS cacos: ohno:
Sou contra, ALGUNS podem ocorrer Até eu e OS Apoio Como É o caso do Triângulo, Mas OS demais loucura eu acho: nuts:

PE, PB, RN permanecem inalterados [/ QUOTE]




onde conseguiram este mapa??? onde seria a capital do estado do São Francisco (SF)??? Dependendo de onde será a capital eu posso até apoiar, rss.. se não for do outro lado do rio..., pelo mapa vejo que não mexem em PE, o Estado do SF ficará próximo e seguindo o curso ao rio SF, isso facilitará "transposições" os investimentos, em agricultura irrigada, e pra incrementar e agregar mais recursos para a economia basta investir na atração de industrias de beneficiamento da produção agricola e uma maior diversificação da mesma, pois uma economia baseada em somente um ou dois produtos torna-se muito frágil, ja foi comprovado que a região tem capacidade de diversificar a sua economia, e não depender quase que exclusivamente da uva e da manga,e fortalecer as exportações e também a distribuição dos mesmos produtos dentro do território nacional
 

·
Registered
Joined
·
16,228 Posts
onde conseguiram este mapa??? onde seria a capital do estado do São Francisco (SF)??? Dependendo de onde será a capital eu posso até apoiar, rss.. se não for do outro lado do rio..., pelo mapa vejo que não mexem em PE, o Estado do SF ficará próximo e seguindo o curso ao rio SF, isso facilitará "transposições" os investimentos, em agricultura irrigada, e pra incrementar e agregar mais recursos para a economia basta investir na atração de industrias de beneficiamento da produção agricola e uma maior diversificação da mesma, pois uma economia baseada em somente um ou dois produtos torna-se muito frágil, ja foi comprovado que a região tem capacidade de diversificar a sua economia, e não depender quase que exclusivamente da uva e da manga,e fortalecer as exportações e também a distribuição dos mesmos produtos dentro do território nacional

A capital seria Juazeiro, obvio, é a cidade mais desenvolvida, a maior , a mais representativa, a ícone do Vale, a mais centralizada, blá blá... mas nem eu quero isso
 

·
Registered
Joined
·
16,228 Posts
Iniciada recuperação da estrada que liga Sento-Sé a distrito de Riacho dos Paes​



Há muitos anos sem recuperação, tem início a restauração da estrada que liga Sento-Sé ao distrito Riacho dos Paes, a 18 quilômetros da cidade.

Segundo informações da assessoria de comunicação de Sento Sé, homens e máquinas trabalham em ritmo acelerado na execução dos serviços de limpeza, drenagem, encascalhamento e terraplanagem, e até o dia 10 de maio os serviços deverão estar concluídos.

Riacho dos Paes é a maior localidade do interior do município, com potencial agrícola e mais de 4 mil habitantes. Além do transporte de passageiros, o escoamento da produção também estava comprometido devido às péssimas condições da estrada.

Mais cinco trechos críticos já foram mapeados para recuperação, incluindo Quixaba/Junco, Junco/Cajuí, Lages/Limoeiro, Junco/Sanharó.


http://www.carlosbritto.com/inicia-...-liga-sento-se-a-distrito-de-riacho-dos-paes/

Essas estradas do norte do estado são uma porcaria! :eek:hno:
 

·
Baiano sim senhor!
Joined
·
41,898 Posts
IBAMA concede licença prévia para implantação do estaleiro do Paraguaçu​
26/04/2010

O IBAMA concedeu a licença prévia para implantação do segundo maior estaleiro do Brasil: o da Enseada do Paraguaçu, no estado da Bahia. Se refere a um dos maiores investimentos estruturantes para a economia estadual nos últimos 30 anos. Ele será totalmente voltado para a produção de plataformas de petróleo de todos os tipos, representando investimentos de R$ 2 bilhões e perspectivas de gerar 8 mil empregos diretos.

Ficará em frente ao canteiro de São Roque de Paraguaçum, no Recôncavo baiano, e vai ocupar área de 1 milhão de m² nas margens da Baía do Iguape, em Maragojipe. Já com a licença do IBAMA, o projeto pode participar, em 4 de maio, da licitação da Petrobras para construção de navios-sonda para águas profundas. Quando o estaleiro se tornar realidade, a Bahia será o quarto polo de construção naval do Brasil, se juntando ao Rio de Janeiro, Pernambuco e Rio Grande do Sul.

Para a direção da Odebrecht Engenharia Industrial, o aumento de investimentos nesse setor é um caminho natural na medida em que o país cresce. E segundo a empresa, a Bahia está numa posição privilegiada para atender as novas demandas, visto que possui mão de obra qualificada, resultado da implantação do Polo Petroquímico e outros segmentos industriais..

Quando estiver operando a plena capacidade, o estaleiro baiano será o segundo maior do Brasil, podendo processar 70 mil toneladas/ano de aço, contra as 160 mil toneladas/ano do Estaleiro Atlântico Sul, em Suape/PE.

O projeto do estaleiro baiano envolve um consórcio formado, em outubro de 2009, pelas construtoras baianas Odebrecht, OAS e UTC Engenharia. O Estudo e Relatório de Impacto Ambiental (EIA-RIMA) ficou pronto em dezembro e o projeto foi submetido à duas audiências públicas, como noticiado pelo TM no início do ano (veja aqui), recebendo o apoio das populações das comunidades da Bacia do Iguape.

Fonte: Bahia Econômica
http://www.bahiaeconomica.com.br/index.php?menu=noticia&COD_NOTICIA=6970
 

·
Baiano sim senhor!
Joined
·
41,898 Posts
Casa de Roberto Marinho motiva denúncia​
26/04/2010

Segundo setores do empresariado baiano, não foi por acaso que o programa Fantástico, da Rede Globo, veiculou uma matéria no domingo (25) com denúncias de supostos prejuízos ambientais que poderiam ser gerados pela obra da Ferrovia Oeste-Leste e do Porto Sul. A ferrovia ligará o Oeste baiano ao porto, a ser construído entre Ilhéus e Itacaré, no sul do estado. Acontece, porém, que um dos proprietários das Organizações Globo, o empresário Roberto Irineu Marinho, possui uma majestosa mansão em Itacaré, no exclusivo condomínio Vila de São José, a 4 quilômetros de onde estará localizado o porto. A residência não sofrerá qualquer impacto com a implantação do empreendimento – o único contratempo será a visão dos navios que farão o transporte de minérios. Se a Globo buscou motivos para tentar condenar a obra do Porto Sul, entretanto, sobram evidências para provar que a casa do empresário foi construída em área irregular. O imóvel está sob região de falésias rochosas, em área a União, portanto, com fortes indícios de irregularidades, que à época da construção foram ignoradas e acobertadas para que um dos donos das Organizações Globo pudesse desfrutar, uma vez por ano, de seu paraíso baiano. A Ferrovia Oeste-Leste e o Porto Sul servirão como corredor para a exportação dos minérios de Caetité e da produção agrícola da região do estado.

Fonte: Bahia Notícias
http://www.bahianoticias.com.br/not...,casa-de-roberto-marinho-motiva-denuncia.html
 

·
Monster User
Joined
·
4,870 Posts
Assaltantes transformam avenida Manoel Dias em cenário de terror​



A avenida Manoel Dias da Silva, na Pituba, é uma suntuosa passarela de asfalto onde pobreza e abundância desfilam diariamente. Velhinhas que vão à igreja em seus trajes de missa cruzam com trombadinhas em seus trajes de trapos. Funcionários de banco cheios de gel nos cabelos tentam evitar os mendigos ávidos por esmola e pela próxima pedra de crack.


A principal avenida da Pituba reúne pobreza, opulência e insegurança​

Dos esbarrões de personagens tão diferentes, surge uma estatística que estava escondida sob o requinte da avenida. Segundo dados da 16ª Delegacia, na Pituba, somente em março foram registrados 30 roubos e furtos. Em média, todos os dias acontece um assalto na Manoel Dias da Silva.

Farmácias
Os estabelecimentos mais cobiçado pelos assaltantes são as farmácias. As duas lojas da rede Pague Menos localizadas na via são as que mais sofreram este ano. Na unidade localizada no fim da avenida, no sentido Rio Vermelho, uma funcionária que não quis se identificar disse que o estabelecimento recebe visitas rotineiras e indesejadas. “ Parece mentira, mas quase todos os dias somos assaltados. Vem ladrão de todo jeito, a pé, de moto, de carro”, conta ela. A gerente já foi à delegacia pelo menos dez vezes este ano.

Na outra unidade, próxima à locadora Vídeo Hobby, acontecem tantos assaltos que os ladrões retardatários às vezes não encontram mais o que roubar. Em 31 de março, a loja foi assaltada duas vezes em menos de duas horas. O primeiro grupo, formado por três bandidos, chegou por voltado meio-dia. Eles roubaram funcionários e cerca de R$ 400 do caixa. Quando balconistas e caixas começavam a recuperar a tranquilidade, um novo susto. Às 13h30, outro grupo de três assaltantes chegou. Como o caixa e os bolsos foram esvaziados pela quadrilha do meio-dia, eles tiveram que se contentar em roubar clientes e medicamentos.

Neguinho
A funcionária Jamile Santana, 25, disse que a maior parte dos assaltos é obra da quadrilha de um menor de idade conhecido por Neguinho. Ela contou que, desde que começou a trabalhar na farmácia, há sete meses, já foi assaltada pelo jovem cinco vezes. “Uma vez ele entrou e disse: ‘Vocês já me conhecem, então vamos passando tudo que hoje eu não tô afim de matar ninguém’”, lembrou.

O último assalto à unidade foi na quinta-feira da semana retrasada, quando dois homens levaram R$ 254. Quando encontram os caixas vazios, os bandidos roubam remédios para disfunção erétil para levantar uma grana no mercado ilegal. Os mais procurados são o Viagra, o Levitra e o Cialis. Uma caixa de Viagra com oito comprimidos custa cerca de R$ 200 e a de Cialis, R$ 220. “Tem ladrão que nem chega ao caixa, vai direto atrás dos remédios”, contou Jamile.

Enquanto farmácias sofrem com o sarcasmo bandido dos criminosos, mulheres e idosos que circulam pela avenida são as vítimas preferenciais de meninos de rua. “São garotos de 12 a 15 anos. Eles cercam, roubam e saem correndo que não tem quem alcance” , contou o ambulante Lucivaldo Bispo, 52, que há 15 anos vende lanches na avenida. Ele nunca foi assaltado porque mantém uma política de boa vizinhança com os ladrões. “Os meninos pedem pastel, coxinha e eu dou para não ter problema. Tenho mais a perder do que eles”, explicou.

Igreja
A balconista Kelly Santana, 21 anos, ficou traumatizada depois de uma tentativa de assalto. No fim de janeiro, ela desceu no ponto próximo à Igreja Nossa Senhora da Luz e seguiu para o trabalho, na rua Minas Gerais. No trajeto, percebeu que estava sendo perseguida por dois homens. Kelly entrou na Drogaria São Paulo e pediu para o segurança acompanhá-la. “Quando saí eles cruzaram comigo e disseram: ‘É, morena, vai ficar pra próxima”, lembrou.

Com medo, a balconista começou a sair uma hora mais cedo do trabalho, antes de o dia escurecer. “Agora, ando na rua olhando para os lados. Acho sempre que eles vão aparecer”, afirmou.

Os pequenos assaltantes têm tanta certeza de que não serão pegos que tentam vender os materiais roubados na própria Manoel Dias da Silva aos seguranças que trabalham para estabelecimentos comerciais. “ Uma vez um moleque teve a ousadia de me oferecer um celular novinho, com câmera e tudo, por R$ 50”, afirmou o segurança da farmácia Pague Menos Edmilson Santana, 34 anos.

Rivalidade
Como nunca conseguiu chegar perto de Neguinho, Edmilson vive remoendo um rixa platônica com o assaltante. “Vivo pensando no dia em que eu botar as mãos nele. Durmo e acordo pensando nisso”, disse. Segundo ele, o assaltante mantém um grupo de menores de idade que circula pela avenida em bicicletas para passar informações sobre a presença da polícia. “Ficam olhando e ligando para ele. Neguinho só aparece quando tá limpo”.

Segundo o delegado André Carneiro, plantonista da 16ª Delegacia, na Pituba, os crimes contra o patrimônio são os mais comuns na avenida, já que há muita riqueza circulando no local, cheio de bancos e lojas.

Ele argumentou que a maioria dos assaltantes vem de outros bairros da cidade, o que dificulta a ação da polícia. “É uma área de passagem, isso dificulta. Nós estamos acompanhando e prendendo os criminosos”, afirmou. “É um trabalho contínuo, nós prendemos e surgem outros”, completou.

Bandidos atacam os pedestres e lojas em grupos
Na avenida Manoel Dias tem assalto para todos os bolsos, bolsas e caixas. E os dois principais grupos de ladrões desfrutam dessa variedade de diferentes formas. O primeiro é formado por menores de idade. São garotos que aparentam ter de 12 a 16 anos e assaltam pessoas que circulam pela avenida. As vítimas preferenciais são mulheres e idosos. “Eles ficam olhando e, quando atacam, vão em três. Cercam a vítima e arrancam o que puderem, bolsa, relógio, colar”, contou o ambulante Lucivaldo Bispo, 52 anos. “Eles colocam o colar dentro da boca e saem correndo”, completou. Eles costumam correr na direção do bairro do Itaigara para pegar algum ônibus.


Comércio de dia e bocas de fumo à noite: tráfico
se concentra nas ruas internas, como a Minas Gerais​

Nos assaltos a estabelecimentos comerciais, eles geralmente atacam em três e usam revólveres. Os ladrões chegam a pé, moto ou carro. “Um fica na porta para vigiar, outro esvazia o caixa e o terceiro vai para os produtos”, disse o segurança Edmilson Santana, 34. Antes dos assaltos, pessoas suspeitas passam várias vezes em frente ao estabelecimento. Os seguranças não dão combate. Eles não combatem, observam e chamam a polícia quando acontece um assalto ou quando há suspeitos circulando pela área.

Rua Minas Gerais do crack
A crackolândia dos abastados reúne em uma mesma rua sacizeiros, comerciantes, travestis e jovens de classe média que frequentam bares requintados. Lá, o preço da pedra pode ser o mesmo de uma cerveja long neck, R$ 5. O reduto do crack é a rua Minas Gerais.

A via fica entre a Octávio Mangabeira, que passa pela Orla da Pituba, e a Manoel Dias da Silva. O parque das pedras abre suas portas no apagar das luzes das lojas. Quando o dia começa a escurecer, traficantes começam a vender ingressos para passear na montanha-russa da crackolândia. “Quando dá 18h, eles começam a passar a pedra como se estivessem vendendo banana”, contou um segurança que não quis se identificar.

Quem caminha pelas calçadas pode tropeçar em um viciado fumando pedra. “Eles se escondem atrás de carros para fumar. No outro dia, estão todos jogados no chão”, contou o mesmo segurança.

No dia 9 de abril, a polícia prendeu na rua o traficante Ronaldo da Silva Santos, 26 anos, com 100 pedras de crack. Ele foi flagrado nas imediações da boate Eros. Segundo o delegado André Carneiro, plantonista da 16ª Delegacia, na Pituba, ele confessou que já tinha vendido 200 pedras. “Ele é lavador de carros no comércio e à noite trafica na Pituba”, disse o delegado.

Na noite de quinta, a polícia prendeu outro traficante, Tiago de Oliveira Costa, com 13 pedras. Quando o dia amanhece e os últimos zumbis sacizeiros despertam do sono de pedra, os lojistas voltam a se preocupar com os assaltos. Na quinta-feira Santa, roubaram R$ 3,2 mil de uma lotérica. Com medo de ter mais prejuízos, o dono, Benedito Queiroz, 58, instalou sete câmeras de segurança. “Gastei pouco mais de R$ 4 mil. Mas não temos escolha”, afirmou.

http://correio24horas.globo.com/noticias/noticia.asp?codigo=57262&mdl=29
Agora tem tem temmm
 

·
Baiano sim senhor!
Joined
·
41,898 Posts
Aeroporto de Ilhéus registra crescimento do fluxo de passageiros em março​
26/04/2010

O Aeroporto de Ilhéus/Jorge Amado (BA) registrou em março deste ano um aumento no movimento total de passageiros em relação ao mesmo período de 2009. Foram 34.797 passageiros em 2010, contra 28.963 em 2009 – um aumento de 20,14%.

O superintendente do aeroporto, João Bosco Bezerra Lopes, notou que o turismo de Ilhéus tem papel fundamental no aumento do fluxo de passageiros. “Uma das principais atividades econômicas da Bahia é o turismo, que cresce em torno de 9% ao ano. Como Ilhéus é um dos grandes polos turísticos da região, esse crescimento se reflete no aumento do movimento dos passageiros”, explicou o superintendente.

Para manter o conforto dos passageiros, o aeroporto já começou a realizar a substituição dos equipamentos de ar condicionado na sala de embarque e a instalação do equipamento na sala de desembarque e no saguão. Além disso, a administração está intensificando a fiscalização das áreas comerciais, visando ao atendimento das necessidades dos passageiros.

De acordo com João Bosco, está em andamento uma série de medidas para melhor adequar a área do aeroporto: “O terminal aeroportuário está remanejando as áreas de check-in e check-out para otimizar a utilização do espaço. Também estamos planejando mudanças no layout da sala de embarque e a implantação de um Módulo Operacional, que aumentará a capacidade de embarque e desembarque do aeroporto”, completou o superintendente.

Fonte: INFRAERO
http://www.infraero.gov.br/noticia_detalhe.php?cod_noticia=3806&PHPSESSID=l20a6o3lk651b3kqehvore0f52
 

·
CONTA RECUPERADAAAAAAAAAA
Joined
·
7,129 Posts

·
Jequié, Sudeste da Bahia
Joined
·
9,885 Posts
Casa de Roberto Marinho motiva denúncia​
26/04/2010



Fonte: Bahia Notícias
http://www.bahianoticias.com.br/not...,casa-de-roberto-marinho-motiva-denuncia.html
Essa é pra rir...
É por essas e outras q a Globo cai cada dia no meu conceito,
oq q essa [email protected]#*& , q tem um dos maiores patrimônios do mundo que impedir uma obra bilionaria? Isso tudo por causa de uma “Casinha” de um dos donos da empresa?...Era só oq mim faltava.
Essa Rede Globo nunca gostou de ver o Nordeste crescer, ela tem sempre uma forma de veicular qualquer matéria para manipular a população.:eek:hno::eek:hno::bash::eek:hno::eek:hno:
 

·
Per ardua surgo
Joined
·
12,003 Posts
^^
Tava demorandoo...
Qualquer coisa para desenvolver esse Brasil, esse povo quer barrar,acho q é falta de sem oq fazer... :eek:hno:
Deveria entrar na briga contra a violência e as Drogas q está assolando nosso país cada dia q passa.
^^
Falta bom senso a essas pessoas. Toda obra tem um impacto ambiental, não tem como fugir disso. O que não pode é inviabilizar a logística do estado.
Alguém viu a alternativa apontada por um especialista da USP?
 

·
Preserve-se!
Joined
·
450 Posts
CREDO que coisa horrível
O Brasil parece um prato que se quebrou e depois juntaram os cacos :eek:hno:
Sou contra, alguns podem até ocorrer e eu os apoio como é o caso do Triângulo, mas os demais eu acho loucura :nuts:

PE, PB, RN permanecem inalterados
Pessoal,
Que maluquice é essa. Criar um estado é um processo longo, demorado e burocrático. Isso tudo é apenas projeto de lei, mas sem chances de vingar. Estive lendo sobre esses novos estado brasilerios e apenas alguns estão realmente pra serem criados. São eles: Carajás, que já haverá o plebicito, Gurgeia e o Maranhão do Sul. Há num processo mais adiantado o estado do Triângulo.

Uma das condições para criar um Estado é a viabilidade econômica. E isso nem o Estado do São Francisco tem.
:eek:hno:
 

·
Banned
Pátria amada, Bahia!
Joined
·
13,370 Posts
^^
Falta bom senso a essas pessoas. Toda obra tem um impacto ambiental, não tem como fugir disso. O que não pode é inviabilizar a logística do estado.
a questão é que essa obra causa um impacto de dimensões exorbitantes que podem ser evitadas com uma simples mudança de projeto e gastanto um pouco mais. Mas quem disse que as empresas querem? Que se foda a mata atlantica e os refices de corais que iriam sustentar parte do porto... ¬¬

Um ponto se faz em qualquer outro lugar em alguns anos... um recife, uma floresta demoram séculos para se recompor, sem falar na biodiversidade perdida.
 
4981 - 5000 of 5000 Posts
Status
Not open for further replies.
Top