SkyscraperCity banner

4921 - 4940 of 4990 Posts

·
Registered
Joined
·
94,051 Posts
Trocando o Norte pelo Sul...:)

Vila Galé anuncia a reabertura de resort no litoral sul da Bahia


Vila Galé anuncia a reabertura de resort no litoral sul da Bahia


A rede de resorts Vila Galé anunciou a retomada das atividades do Vila Galé Marés, localizado na praia de Guarajuba, no litoral sul da Bahia, a partir desta quinta-feira (18). Com o objetivo de garantir a segurança e o bem-estar dos hóspedes, colaboradores e parceiros, a reabertura se dará mediante protocolos de distanciamento social, uso de equipamentos de proteção e reforço das medidas de limpeza e desinfecção do local.

Entre as medidas adotadas estão a realização de check in e check out através de aplicativo, capacidade limitada de uso da academia e da piscina, medição de temperatura dos hóspedes, disponibilização de álcool em gel 70% nas áreas sociais, espaço reservado para atendimento de hóspedes que apresentem sintomas de infecção, entre outras.

“Queremos que nossos clientes se sintam seguros e confiantes em voltar a se hospedar conosco. Vamos manter a nossa qualidade de atendimento, que é reconhecida internacionalmente, e cumprir com rigor as medidas de prevenção e precaução estabelecidas pelos órgãos de saúde”, aponta o Diretor de Operações Brasil, José António Bastos.


 

·
Registered
Joined
·
94,051 Posts
Buscas por passagens para Porto Seguro crescem 54%, aponta pesquisa
 Buscas por passagens para Porto Seguro crescem 54%, aponta pesquisa


Com o objetivo de ajudar a entender os impactos da pandemia no setor de viagens aéreas, o KAYAK lançou um centro de dados que mostra as tendências de busca de voos dos consumidores, desde o início da pandemia até o momento.

No painel, é possível verificar tendências de pesquisas domésticas versus internacionais além de tendências de pesquisa por cidade de destino. Os dados serão atualizados todo domingo, até o final do ano.



:cool::cool::cool:
 

·
.
Joined
·
126,043 Posts
Hotel Sotero anuncia que não voltará a funcionar em 2020

[Hotel Sotero anuncia que não voltará a funcionar em 2020]

18 de Junho de 2020 às 18:40 Por: Reprodução/ Instagram Por: Redação BNews 0comentários
O Sotero Hotel, localizado no bairro do Stiep, em Salvador, anunciou que não continuará suas atividades em 2020. A falta de uma estimativa positiva para o retorno progressivo na ocupação hoteleira e a redução significativa de receita, causadas pela pandemia de coronavírus, fizeram com que a empresa decidisse finalizar seu trabalho este ano.
O hotel está sem operar desde o último dia 23 de março por causa das restrições relacionadas a Covid-19. “Após exame criterioso da conjuntura, inclusive à luz das manifestações advindas das entidades de classe, concluiu-se que, mesmo havendo uma reversão da situação em curto prazo, isso não concorreria na perspectiva de ocupação em níveis mínimos que permitissem a subsistência da atividade produtiva. Podemos constatar esta situação nos países os quais já superaram o período de isolamento social e cujas taxas de ocupação operam em patamares inferiores a 20% (vinte por cento) da capacidade instalada”, afirmou o hotel através de um comunicado.
A administração do Sotero destacou que levou em conta, ao tomar a decisão de descontinuar seu funcionamento, a suspensão dos eventos no Centro de Convenções de Salvador, a incerteza da realização de grandes eventos como o Réveillon e o Carnaval e a redução significativa no número de voos no aeroporto da capital baiana.
“Considerando que, a despeito de todos esses esforços, mesmo adotando as medidas mitigadoras implementadas pelo Poder Público, porém sem os elementos norteadores de quando e como efetivamente a economia se restabelecerá, além de priorizar a nossa principal responsabilidade que são os nossos colaboradores, decidimos por descontinuar nossa operação no ano de 2020. Isto também porque não permitiríamos comprometer a qualidade de nossos serviços que sempre foram muito bem avaliados nos diversos sites especializados de hospitalidade”, explicou o hotel.

 

·
.
Joined
·
126,043 Posts
Hóspedes são recebidos sob aplausos em reabertura de hotel em Guarajuba

[Hóspedes são recebidos sob aplausos em reabertura de hotel em Guarajuba; veja vídeo]

19 de Junho de 2020 às 09:22 Por: Reprodução/YouTube Por: Redação BNews 0comentários
O hotel Vila Galé Mares, localizado na praia de Guarajuba que pertence ao município de Camaçari, na região metropolitana de Salvador, voltou a funcionar nesta quinta-feira (18) após ficar três meses fechado por causa da pandemia do novo coronavírus.
Em um vídeo, é possível ver que os primeiros hóspedes foram recebidos sob aplausos de parte dos colaboradores do complexo. De acordo com o site Alô Alô Bahia, a reabertura seguiu protocolos de distanciamento social, uso de equipamentos de proteção e reforço das medidas de limpeza e desinfecção.

 

·
Registered
Joined
·
94,051 Posts
PRAIA DO FORTE E MATA DE SÃO JOÃO TERÃO ACESSO RESTRITO
PRAIA DO FORTE E MATA DE SÃO JOÃO TERÃO ACESSO RESTRITO
admin 19 Junho, 2020
O prefeito de Mata de São João, Marcelo Oliveira (PSDB), decretou acesso restrito à Praia do Forte e a sede do município por oito dias nesta sexta-feira (19). A medida terá início no sábado (20) e irá vigorar até o dia 28 de junho e visa evitar a propagação do novo coronavírus (SARS-COV-2). A prefeitura alega preocupação com o aumento de contágio pela covid-19 em cidades vizinhas [Salvador, Camaçari, Lauro de Freitas e Dias D’Ávila] e o risco de aumento de visitas à Praia do Forte no período junino.
Neste período ficará permitida a entrada de: moradores mediante a apresentação de comprovante de endereço ou documento de inscrição no cadastro do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU), trabalhadores em “estabelecimentos cuja atividade seja excepcionada no que se refere ao funcionamento no Município, devendo apresentar documento que comprove o vínculo empregatício com os estabelecimentos que estejam em funcionamento”, transporte de mercadorias tidas como essenciais ou casos de urgência e pacientes “oriundos dos Municípios que tem competência para referenciar atendimentos de saúde para o Hospital Municipal”.
O decreto de Nº 808 determina que não está permitida a entrada de veículos ” cuja atividade econômica seja o transporte de passageiros, a exemplo de táxi, topic, ônibus e assemelhados”. O decreto ressalta que pessoas que possuam segunda residência no município deverão apresentar documentação comprobatória para que a entrada seja liberada.


 

·
Registered
Joined
·
94,051 Posts
SECRETÁRIO DE TURISMO DISCUTE AÇÕES NA CHAPADA DIAMANTINA EM MEIO A PANDEMIA
SECRETÁRIO DE TURISMO DISCUTE AÇÕES NA CHAPADA DIAMANTINA EM MEIO A PANDEMIA
admin 19 Junho, 2020

O secretário do Turismo do Estado, Fausto Franco, participou, na noite desta quinta-feira (18), juntamente com a deputada Ivana Braga, de uma reunião virtual com os representantes das câmaras técnicas turísticas da Chapada Diamantina, com o objetivo de ouvir a necessidade dos empresários e gestores do setor naquela região.
Na oportunidade, o titular da pasta do Turismo ressaltou a fase crítica pela qual passa todo o setor, um dos mais atingidos pela pandemia do Coronavirus, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo. Ressaltou também a preocupação em uma retomada segura para evitar uma segunda onda de contaminação, que já ocorre em alguns países. Ele acrescentou que a Chapada Diamantina tem todo potencial turístico exigido no momento, que é o turismo ao ar livre, na natureza, longe de aglomerações.
No entanto, entendeu a preocupação do empresariado local, que trabalha muito voltado para o turismo sustentável e teme que o destino acabe sendo muito explorado, exatamente por ser uma fuga dos locais fechados, com aglomerações. O secretário pontuou os esforços do Governo do Estado no enfrentamento à pandemia, e ressaltou a transversalidade do setor, lembrando que a acessibilidade a serviços de saúde também estará entre as prioridades dos turistas até que surja uma vacina.
E neste momento, para que a revitalização do turismo ocorra com segurança, é preciso haver um rígido sistema de segurança sanitária para o turista e para os profissionais do setor, com protocolos que devem ser colocados em prática por pessoas devidamente treinadas e aptas a seguir todas as instruções constantes nos documentos já elaborados pelo Ministério do Turismo. “Estamos trabalhando junto à Secretaria da Saúde do Estado para validarmos os protocolos que serão utilizados pelos diversos estabelecimentos, como hotéis, bares, restaurantes”. Falou também da campanha de marketing que já está sendo elaborada pensando na diversidade das 13 zonas turísticas.
A deputada Ivana Bastos ressaltou que agora, mais do que nunca, é importante a união de todos para conseguir alternativas a fim de enfrentar este momento imposto pela pandemia, e se colocou à disposição para caminhar juntos. Explicou as esferas de atuação de cada poder, e falou do projeto de Lei que tramita na Assembleia Legislativa, visando beneficiar os guias, monitores e condutores.

 

·
.
Joined
·
126,043 Posts
TURISMO DA BAHIA DEVE RETRAIR 15% EM 2020 DEVIDO A COVID-19, ESTIMA SEI
TURISMO DA BAHIA DEVE RETRAIR 15% EM 2020 DEVIDO A COVID-19, ESTIMA SEI
admin 19 Junho, 2020
Por: João Paulo Almeida
A Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI) apresentou hoje os possíveis impactos da Covid-19 nas Atividades Características do Turismo (ACT) da Bahia para representantes da Secretaria do Turismo (Setur). Os dados mostram que em 2019, as atividades características tiveram um crescimento estimado de 4,1%, bem acima da economia como um todo, que cresceu 1,2%. Já a estimativa para este ano, devido aos impactos da Covid-19, que afetam principalmente as ACT, com o fechamento de hotéis, restaurantes, artístico, dentre outros, tem queda estimada de 15,2 %. Os segmentos com maior impacto negativo são: artes e cultura, transportes, alojamento e alimentação com quedas significativas superiores a 10% no ano.
Em contato com o portal Bahia Econômica, o secretário de turismo do estado, Fausto Franco, afirmou que a informação disponibilizada nesse anuário é de sua importância para o turismo do estado, pois vai proporcionar um volume grande de informações em tempo real, que vai proporcionar uma analise grande de como o setor está se comportando nessa pandemia. “Os números são preocupantes e nós temos agora essa ferramenta para mostrar que o turismo está passando por uma grande dificuldade com essa pandemia. Os números mostrar uma queda brusca em alguns segmentos e precisamos pautar a retomada baseada nessas dados”, explicou.
A diretora-geral da SEI, Jorgete Costa, explica que o desenvolvimento da metodologia para as Atividades Características do Turismo é inédito para a Bahia e região nordeste. “Até 2019 estávamos às cegas e através do trabalho desenvolvido pela SEI, que encontra respaldo internacional da OMT para a definição e metodologias similares no Brasil, como as Atividades Características do Turismo que já foram desenvolvidas pelo IBGE e pela Fundação de Economia e Estatística do Rio Grande do Sul, ascendemos o farol”. Ela acrescentou que “não temos ainda a Conta Satélite do Turismo, não conseguimos medir toda a dinâmica do turismo no PIB, mas agora nós temos uma sinalização importante das atividades que ajudam no entendimento da dinâmica e movimentação econômica do turismo e criam uma expectativa para o próximo passo, a Conta Satélite”.
Vale ressaltar que o trabalho realizado pela SEI não mede toda a dinâmica do turismo no estado na medida em que ele congrega apenas as atividades econômicas que tem associação com o turismo, segundo metodologia definida pela Organização Mundial do Turismo (OMT) e a Organização para Cooperação de Desenvolvimento Econômico (OCDE). O cálculo efetuado é um acompanhamento sistemático de atividades econômicas da Bahia que têm alguma relação com o segmento turístico. O dado utiliza os valores adicionados (VA) sem os impostos, considera o somatório de todas as atividades classificadas como características ou correlatas ao turismo (ACT), ou seja, é analisado com foco na oferta de atividades que têm alguma correlação com a demanda turística. Assim, foi possível calcular uma projeção para 2020 das Atividades Características do Turismo, com os cenários econômicos já divulgados pela SEI e demais pesquisas disponibilizadas até o momento.

 

·
Registered
Joined
·
94,051 Posts
Hotéis Iberostar, em Praia do Forte, voltarão a funcionar em setembro
Hotéis Iberostar, em Praia do Forte, voltarão a funcionar em setembro


Os hotéis Iberostar em Praia do Forte, que estão fechados por causa da pandemia do novo coronavírus, acabam de anunciar que voltarão a funcionar no dia 03 de setembro. As duas unidades – Iberostar Bahia e Iberostar Selection Praia do Forte- seguirão os mais altos padrões de higiene e qualidade. “ Estamos cuidando de todos os detalhes para receber nossos clientes de maneira segura, para que se sintam como se estivessem em casa”, diz o comunicado enviado pela rede hoteleira.


:cool::cool::cool:
 

·
.
Joined
·
126,043 Posts
Reabertura

Os hotéis do Iberostar em Praia do Forte, que estão fechados por causa da pandemia do novo coronavírus, acabam de anunciar que voltarão a funcionar no dia 3 de setembro. As duas unidades – Iberostar Bahia e Iberostar Selection Praia do Forte - seguirão os mais altos padrões de higiene e qualidade. “Estamos cuidando de todos os detalhes para receber nossos clientes de maneira segura, para que se sintam como se estivessem em casa”, diz o comunicado enviado pela rede hoteleira.


 

·
.
Joined
·
126,043 Posts
Previsão


Vila Barracuda

O Vila Barracuda, em Itacaré, também divulgou que voltará a funcionar. A previsão é que seja em agosto, seguindo os protocolos sanitários de prevenção ao novo coronavírus. O Vila Barracuda é um hotel boutique exclusivo – conta apenas com nove suítes.

 

·
.
Joined
·
126,043 Posts
Check-in

O Vila Galé Mares, na praia de Guarajuba, que estava fechado por causa da pandemia do novo coronavírus, voltou a funcionar na última quinta-feira. A reabertura, segundo o diretor de Operações Brasil da marca, José António Bastos, seguiu protocolos de distanciamento social, uso de equipamentos de proteção e reforço das medidas de limpeza e desinfecção.

 

·
.
Joined
·
126,043 Posts
Pausa estratégica

O Hotel Sotero, localizado no Stiep, em Salvador, emitiu um comunicado, anteontem, informando que não voltará a funcionar em 2020. O hotel suspendeu sua operação no dia 23 de março, em decorrência da pandemia do novo coronavírus. No comunicado, o Sotero informou que a suspensão da operação é necessária para evitar o comprometimento dos serviços prestados pela empresa e destaca que o atual cenário inviabilizou “toda e qualquer receita”.

 

·
Registered
Joined
·
94,051 Posts
Sindicato se diz preocupado com reabertura de resorts no litoral norte baiano
Entre os que já voltaram a operar, o Vila Galé Marés, em Camaçari, retoma atividades em meio à ocupação de 100% dos leitos de UTI no município


Foto: Divulgação/Vila Galé Marés
Foto: Divulgação/Vila Galé Marés

O Sindihotéis-BA, sindicato que representa os trabalhadores do setor, diz ver com preocupação a reabertura de grandes resorts localizados no litoral norte baiano em meio à pandemia do novo coronavírus. A entidade considera que o atual momento é inadequado para a retomada das atividades, uma vez que os casos de Covid-19 ainda não seguem uma tendência de queda.
Entre os empreendimentos que já operam sob a adoção de protocolos sanitários, o resort Vila Galé Marés, em Guarajuba, por exemplo, retoma suas atividades diante de um cenário preocupante: na última quinta-feira (18), mesmo dia em que a unidade reabriu as portas, os 16 leitos de UTI para pacientes com Covid-19 na rede municipal de Camaçari registraram uma taxa de 100% de ocupação.
A informação foi confirmada ao bahia.ba pela assessoria do prefeito Antônio Elinaldo (DEM).
Com uma população de aproximadamente 300 mil pessoas (IBGE-2019), Camaçari tem atualmente um déficit alarmante no número de UTIs ofertados: enquanto a OMS (Organização Mundial da Saúde) recomenda 3 leitos do tipo para cada 10 mil habitantes, na prática, o município dispõe de 0,53 dessas unidades, ou seja, menos de uma UTI para atender o mesmo universo de doentes mencionado pelo organismo internacional.
Após o esgotamento da capacidade de atendimento, a gestão municipal diz que entregará nos próximos dias 10 novos leitos de UTI, por meio de um contrato emergencial firmado com o Hospital Santa Helena, da rede privada.
“No total, teremos 26 leitos de UTI para disponíveis para o combate à Covid-19”, informou a prefeitura.
Segundo boletim epidemiológico mais recente, Camaçari tem hoje 780 casos de coronavírus, 29 mortes decorrentes da doença e 46 casos suspeitos —dentre os quais 1 óbito em investigação.
Nesta segunda-feira (22), a prefeitura apresentará um plano estratégico para a reabertura parcial das atividades econômicas. A primeira fase de flexibilização do comércio está prevista para ocorrer a partir do dia 1º de julho.
Para o presidente do Sindihotéis-BA, Almir Pereira, a decisão preocupa. “A gente entende que só deve flexibilizar a abertura desses empreendimentos quando diminuir a quantidade de pessoas infectadas, e esse número não diminuiu. É um momento crítico. Por esse ponto de vista, o sindicato é contra que se reabra”, declarou à reportagem.
“A gente sabe que a economia é importante, gera empregos, e as pessoas precisam trabalhar. Mas é preciso reabrir com mais cautela. Sabemos que os empreendimentos seguem protocolos para proteger hóspedes e funcionários. O problema é que, do lado de fora, temos outra realidade. O risco de contaminação está dentro do transporte púbico, de um ônibus lotado. Nossa preocupação é justamente essa. Temos que reabrir, sim, mas só quando os números baixarem”, avalia Pereira.

 

·
.
Joined
·
126,043 Posts
Não se aprochegue! Cidades baianas pedem que turistas fiquem longe neste São João
Comunicados foram emitidos para desestimular a realização de possíveis aglomerações; MP desestimula fogos e fogueira

Mucugê fechou todo o setor hoteleiro para evitar turistas (Divulgação)

No São João, a população de Mucugê costuma dobrar com os cerca de 10 mil visitantes que chegam na cidade. Os 1,8 mil leitos de 28 pousadas formais ficam completamente lotados, sem contar as cerca de 200 casas alugadas e as pessoas que se hospedam nas cidades vizinhas. Mas nesse ano, o que a cidade quer mesmo é que não apareça um pé de gente de fora.

E Mucugê não está sozinha nessa. O CORREIO encontrou, pelo menos, outras quatro cidades que não querem que o pessoal vá para lá no São João: Santo Antonio de Jesus, Amargosa, Cruz das Almas e Senhor do Bonfim, todas com tradição fortíssima nos festejos juninos.
“Alô, turistas e visitantes! Mucugê te ama, mas espera por você num outro momento”. É assim que começa um comunicado emitido pela prefeitura da cidade nas redes sociais. Só no ano passado, a festa popular movimentou cerca de 5 milhões na economia da cidade para um investimento de R$ 500 mil da prefeitura.
“Não é um São João de atrações caras e sim tradicional. Por isso, o investimento não é tão alto. Isso começou a chamar a atenção de muitas pessoas que movimentam a economia, desde o posto de gasolina até o bar da esquina. O turismo já representava 10% do PIB da nossa cidade”, explicou o secretário de administração e finanças Euvaldo Ribeiro Junior.
Nesse ano, Mucugê investiu em campanhas educativas e preventivas, e fechou todo o setor de hospedagem, proibiu que se acendam fogueiras e soltem fogos e instalou uma barreira sanitária na entrada da cidade, para monitorar quem chega. “Tudo isso, desestimula o turismo mas não proíbe que as pessoas que tenham casas na cidade venham, por exemplo. O que podemos fazer é fiscalizar para que esses visitantes, se vierem, fiquem em quarentena”, disse o secretário. Segundo o último boletim epidemiológico do município, Mucugê possui cinco casos de coronavírus, todos já curados, e nenhuma morte.
SAJ
Com pouco mais de 100 mil habitantes - o que a consolida como uma das maiores cidades do interior do estado -, Santo Antônio de Jesus (SAJ), a 190 quilômetros de Salvador, também tem investido em uma comunicação que desestimule o turismo na cidade no período junino deste ano.
“O período é junino, mas a farra na roça terá que ser adiada. Em tempos de pandemia, visitar a zona rural coloca em risco a vida dos moradores e facilita a proliferação do vírus. Fique em casa! Seja responsável!”, diz um comunicado postado nas redes sociais do município. O outro é um recado direto à população: “Agora não é o momento de receber visitas e se aglomerar. Os seus visitantes podem estar contaminados sem saber e contaminar a sua família. Proteja-se!”

Em Santo Antônio de Jesus, o São João também é muito importante. O município se tornou famoso pelas atrações de música pop, que comandam a festa e que atraiam turistas de toda Bahia. Nesse período, porém, a pandemia vivida é tão preocupante que o amor à vida deve falar mais alto. No último boletim do município, divulgado no último domingo (21) já eram 262 casos e 5 mortes.
“Para a cidade, o prejuízo é incalculável. É imenso. O São João mexe demais com a economia local. O comércio chega a declarar que as vendas no período junino são mais fortes do que no Natal, por exemplo. Bares, restaurante e casas de shows não podem abrir agora. Temos um comitê que fiscaliza isso e todos estão cumprindo”, disse a secretária de cultura, Denilce Côrtes.
Em 2020, a prefeitura pretendia investir R$ 4 milhões na realização de 250 horas de shows de mais de 120 atrações musicais. Jorge e Mateus, Tayrone e Tierry era alguns dos nomes pensados para a festa, mas nenhum contrato chegou a ser efetivado, segundo Denilce.

 

·
.
Joined
·
126,043 Posts
Turistas

Se os municípios pedem para que os turistas não os visitem esse ano, o jeito é obedecer - por mais difícil que seja. O publicitário Gabriel Falcão, 40 anos, está sofrendo. Desde os 17, ele viaja para o interior nesse período, alternando Santo Antônio de Jesus com Amargosa, Senhor do Bonfim e Cruz das Almas. Ele é tão apaixonado pelo São João que criou um site só para falar sobre o assunto, o São João na Bahia.

“Os festejos juninos no interior são diferentes dos da capital. Você não precisa de carro para nada, pois é tudo perto. O comportamento das pessoas é diferente. O clima da cidade é diferente. A experiência gastronômica é diferente. E quanto mais a cidade se afasta de Salvador, mais tradição junina ela tem”, lembra, Gabriel.
Mas esse ano, vai ser difícil ver essa tradição acontecer em qualquer lugar. “O arrasta-pé vai ser aqui em casa mesmo, cumprindo o isolamento social. Vou me dedicar a produzir conteúdo para o meu site”, disse. Se não fosse a pandemia, Amargosa era o destino certo do publicitário, mas o prefeito Júlio Pinheiro já afirmou que não quer turistas. Lá, foram registrados 24 casos confirmados e uma morte.


Em 2019, no período junino, Gabriel foi com a esposa e tios para Senhor do Bonfim (Foto: arquivo pessoal)
“Alerte a sua família e parentes que não venha nesse período de São João. Esse é um momento de preservar o nosso povo, mas também preservar as pessoas que possam estar vindo para Amargosa”, disse o prefeito à população. Localizada no Vale do Jiquiriçá, a pouco mais de 240 km de Salvador, a cidade reforçou as medidas de combate à covid-19 no período junino.

“Eu já decretei suspensão de qualquer evento ou atividade de caráter cultural, religioso e político que promova algomeração. No São João, isso será mantido com uma fiscalização mais rigorosa da prefeitura”, disse Júlio Pinheiro. Entre as ações especiais, o aumento no termo de permanência de agentes nas barreiras sanitárias e a proibição de fogueiras ou qualquer tipo de aglomeração.

Rua de Senhor do Bonfim onde acontece as guerras de espadas está vazia (Foto: arquivo pessoal)
Em Senhor do Bonfim, outro destino tradicional na época do São João, no Norte do estado, a prefeitura decidiu fiscalizar na rua carros com placas que não sejam da cidade. E também emitiu comunicados pedindo que nativos não retornem para visitas, nem para passar as festas juninas com familiares. “Não venham, porque não vai ter festa, precisamos nos proteger e proteger nossas famílias”, declarou o prefeito Carlos Brasileiro. A cidade já tem 92 casos de coronavírus e uma morte.

Em Cruz das Almas, essa fiscalização também está acontecendo e dando o que falar. No último sábado (20), um carro com três pessoas saiu de Salvador e foi impedido de entrar na cidade, pois nenhum passageiro comprovou residência no município. De acordo com a prefeitura, os cidadãos ainda tentaram entrar a pé, mas foram novamente abordados pela Polícia Militar e levados para a delegacia local. A cidade já possui 71 casos confirmados e uma morte.

Três pessoas foram levadas para delegacia por forçar entrada em Cruz das Almas (Foto: Reprodução/Prefeitura de Cruz das Almas)
Fogueira
Todas as cidades citadas estão desestimulando as fogueiras não só pela possibilidade de aglomeração que existe, associada à tradição, mas pelo perigo que a inalação da fumaça causa no organismo. "O cheiro da combustão dos fogos de artifício e a fumaça causam irritação nas vias aéreas, podendo desencadear mecanismos biológicos que facilitam a entrada do covid-19 no organismo ou agravar o quadro de pacientes que já estejam infectados", explicou Patrícia Bagano, médica clínica da S.O.S. Vida.

Ela ainda destaca o perigo da sobrecarga no sistema de saúde por causa disso. "Nesse período do ano, as emergências costumam receber muitos pacientes com sintomas respiratórios. Se os pronto atendimentos estiverem lotados devido aos casos da covid-19, como ficará a assistência dos outros pacientes com sintomas respiratórios?", indagou.

A solução, então, é só fazer fogueira ou soltar fogos quanto tudo isso passar. Aproveite, então, que vai ter forró no Instagram do CORREIO e monte sua fogueira virtual. Ela é mais saudável visto que as doenças respiratórias são agravadas pela fumaça. Com o comando do repórter Alexandre Lyrio, a festa em sua casa já tem data e horário marcado: às 22h desta terça-feira (23), no Instagram @correio24horas,

O Arraiá D’Lyrio,vai ter muita música com a banda Xote de Anjo e também um bate-papo sobre a tradição do São João. Para tirar todas as dúvidas sobre os festejos, Lyrio vai receber virtualmente o professor de Geografia Cultural da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), Jânio Roque de Castro.

 

·
.
Joined
·
126,043 Posts
Viagens intermunicipais despencam no São João deste ano
Sistema rodoviário está fechado e não receberá passageiros; já o ferry opera em horários específicos e com restrição
Fila do ferry em São Joaquim (Marina Silva/CORREIO)

No fim de maio, a prefeitura anunciou a antecipação do feriado de São João, o que significa que a data mais festejada na Bahia vai ‘passar em branco’ amanhã, já que será um dia útil em meio à pandemia. Mas há quem ainda não esteja conformado com o cancelamento da festa, ou busque alternativas para comemorar a data oficial do São João.

E quem for fazer isso fora de Salvador, precisa se atentar ao funcionamento dos transportes intermunicipais - mas sempre lembrando de avaliar a real necessidade de deixar a capital em meio à pandemia do novo coronavírus. De início vale informar que a rodoviária está fechada, o que significa que nenhum passageiro em Salvador poderá se deslocar para o litoral norte ou interior, e nenhum visitante dessas localidades poderá chegar em território soteropolitano.
Para se ter uma ideia da queda de movimento de passageiros no período junino no sistema rodoviário, nos últimos dois anos foram registrados mais de 320 mil embarques durante a semana do São João, sendo 182.186 só em 2019. As informações são da Agerba (Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia), que também reforçou que o trânsito de passageiros só pode acontecer entre cidades que não apresentem casos ativos do vírus por pelo menos 14 dias.
E isso não acontece em 359 dos 417 municípios da Bahia, segundo o boletim desta segunda-feira (22) da Secretaria de Saúde do Estado, a Sesab. A Agência ainda informa que as rotas do transporte rodoviário não podem passar que cidades contaminadas, para nenhum passageiro burlar o decreto emitido pelo governo federal.

 

·
Registered
Joined
·
94,051 Posts
PREFEITURA DE PRADO ANUNCIA REABERTURA DAS ATIVIDADES TURÍSTICAS
PREFEITURA DE PRADO ANUNCIA REABERTURA DAS ATIVIDADES TURÍSTICAS
admin 23 Junho, 2020

A prefeitura do município baiano de Prado anunciou que os hotéis, pousadas, agências de turismo, pensões e casas de hospedagens podem reabrir a partir do dia 1º de julho, desde que adotem medidas necessárias para evitar o contágio e a propagação do novo coronavírus.
Entre as medidas estão: disponibilidade de álcool 70%, uso de máscara e distanciamento mínimo entre as pessoas. Segundo a prefeitura, o setor turístico já enfrentava dificuldade para superar a crise na economia brasileira. A chegada da pandemia fechou tudo. Empresários passaram a contabilizar os prejuízos e uma série de contas para pagar.
Passeios turísticos vão depender de regulamentação dos protocolos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), Ministério do Turismo (MTur) e Secretária Municipal de Turismo.


PREFEITURA DE PRADO ANUNCIA REABERTURA DAS ATIVIDADES TURÍSTICAS
 

·
Registered
Joined
·
94,051 Posts
Porto Seguro: Prefeitura edita protocolo de reabertura de hotéis e restaurantes
por Bruno Leite
Porto Seguro: Prefeitura edita protocolo de reabertura de hotéis e restaurantes

Foto: Reprodução
A prefeitura de Porto Seguro, no Sul do estado, publicou nesta terça-feira (23) um decreto que estipula um protocolo para a reabertura de empreendimentos hoteleiros, de turismo e do setor de alimentação no município. A medida passa a vigorar a partir do dia 15 de julho.

De acordo com o decreto, haverá um cronograma para a reabertura progressiva e escalonada dos negócios em um prazo de três meses e uma série de medidas preventivas contra a Covid-19. Assim, 50% dos empreendimentos vão reabrir no dia 15 de julho, 70% em 15 de agosto e 100% no dia 10 de outubro.

Nos dois primeiros meses, hoteis e pousadas só poderão ofertar leitos "single" ou "duplos". Os triplos ou quádruplos só poderão ser disponibilizados para pessoas da mesma família. As camas deverão estar devidamente afastadas a no mínimo 1,5 m. Todas as modalidades de hospedagem só estarão disponíveis para uso em outubro.

As áreas comuns dos empreendimentos hoteleiros a exemplo das piscinas poderão funcionar, mas obedecendo restrições quanto a formação de aglomerações. Os usuários destes espaços deverão utilizar equipamentos de proteção individual (EPIs).

Os passeios turísticos só poderão ser realizados com, no máximo, 20 pessoas, respeitando o uso de EPIs. Já os restaurantes só poderão reabrir com 50% da capacidade instalada e as praias ficam liberadas para banho e passeios desde que seja evitado aglomeração de pessoas e o uso de EPIs.

O descumprimento das medidas do decreto poderá ser punido com a suspensão das atividades ou até mesmo a suspensão do alvará de funcionamento.

 

·
Registered
Joined
·
94,051 Posts
#Chapada: São João durante pandemia é reinventado para manter tradição e municípios pedem que turistas não visitem a região
O município de Utinga, a tradição local das fogueiras poderá acontecer restrita a pequenos grupos familiares com até dez pessoas.




Os municípios estão focados em conter a onda de contaminação que atinge a região | FOTO: Montagem do JC/Divulgação |

A festa mais esperada do interior será de um jeito bem diferente esse ano. Para quem costumava viajar para curtir os forrós de cidades interioranas, ficará em casa para se prevenir do novo coronavírus. Na Chapada Diamantina, onde acontece o tradicional São João, com direito a fogos e fogueiras e o gostoso pé de serra – também ficará restrito às casas. Ruas de Mucugê, Itaberaba, Lençóis, Itaetê, Nova Redenção e Utinga, por exemplo, que antes lotavam, hoje ficarão vazias.
Em Mucugê, em período junino, a população costuma dobrar. Pousadas ficam completamente lotadas, fora os alugueis e hospedagens em cidades vizinhas. No entanto, o município quer mesmo é que não seja visitado neste período. Além disso, as tradicionais fogueiras e os fogos de artifício foram proibidos por meio de decreto e instalou uma barreira sanitária na entrada da cidade, para monitorar quem chega.


A cidade de Mucugê costuma ter seu setor de hotelaria lotado, mas este ano não quer visitantes | FOTO: Divulgação/PMU |
“Alô, turistas e visitantes! Mucugê te ama, mas espera por você num outro momento”. É assim que começa um comunicado emitido pela prefeitura nas redes sociais. Só no ano passado, a festa popular movimentou cerca de R$5 milhões na economia da cidade para um investimento de R$500 mil da prefeitura. No município de Itaberaba, os festejos fazem parte do calendário cultural da região e atrai público de todo o Brasil com suas atrações nacionais, regionais e locais. Mas, este ano, o evento foi cancelado para focar na luta contra a covid-19 que já matou nove pessoas no município.
Em Nova Redenção, não será diferente, a gestão do município pediu a colaboração da população para que fizesse o São João em casa. Berço do Poço Azul, Nova Redenção tem a tradicional festa com atrações musicais e muito forró, quadrilhas, trança-fitas, e concurso de ruas enfeitadas, que acontecia antes dos festejos. Já o município de Lençóis, um dos locais turísticos mais visitados na Chapada Diamantina, o Conselho Municipal de Turismo (Contur) estuda reabertura da cidade para visitantes. No entanto, o dia que seria de festa cumprirá as medidas de prevenção contra a covid-19.


Nova Redenção tem a tradicional festa com atrações musicais e muito forró e quadrilha junina | FOTO: Divulgação/PMU |
Em Itaetê, a tradicional festa no distrito de Rumo é de atrair uma multidão. Lá, o santo São João é o padroeiro do local. Este ano, a sede e o distrito também seguirão as medidas de contenção para barrar a propagação do vírus. Devido a uma quebra de quarentena, o distrito teve um aumento exponencial de casos da doença respiratória. Atualmente, o município segue apenas com três casos ativos e 45 já venceram a doença.
Em Utinga, o festejo é marcado por tradições como a apresentação de quadrilhas juninas de cidades da região, além de bandas locais. O prefeito Joyuson Vieira tem investido na erradicação do coronavírus e, devido a isso, será mais uma das cidades chapadeiras com o calendário junino cancelado.


Em Itaetê, a tradicional festa no distrito de Rumo é de atrair uma multidão | FOTO: Divulgação/PMI |
Além disso, o gestor estabeleceu esta quarta (24) como o único feriado junino municipal neste ano, sendo que os demais dias da semana (23, 25 e 26) serão dias de expediente, não sendo considerados feriados. A tradição local das fogueiras poderá acontecer restrita a pequenos grupos familiares com até 10 dez pessoas, seguindo o distanciamento social e o decreto de número 26, que restringe eventos que envolvam aglomerações.


 
4921 - 4940 of 4990 Posts
Top