SkyscraperCity banner

761 - 780 of 800 Posts

·
Cabra Macho é Bode!
Joined
·
7,003 Posts
Conheço uma engenheira da Vale, ela disse que explodem dinamites "no pé" dessa represa em Barão de Cocais constantemente. Se fosse necessário abalo sísmico para ela colapsar ela já teria colapsado, segundo ela.
 

·
Registered
Joined
·
3,146 Posts
Discussão em turno único (EXTRAPAUTA).
Discutiram a Matéria: Dep. Alexandre Padilha (PT-SP), Dep. Frei Anastacio Ribeiro (PT-PB), Dep. Padre João (PT-MG), Dep. Joseildo Ramos (PT-BA), Dep. Marcelo Nilo (PSB-BA), Dep. Alexandre Frota (PSL-SP), Dep. Airton Faleiro (PT-PA) e Dep. Bia Kicis (PSL-DF).
Encerrada a discussão.
Encaminharam a Votação: Dep. Padre João (PT-MG) e Dep. Joseildo Ramos (PT-BA).
Votação preliminar em turno único.
Encaminhou a Votação o Dep. Padre João (PT-MG).
Aprovado, em apreciação preliminar, o Parecer da Comissão Mista, na parte em que manifesta opinião favorável quanto ao atendimento dos pressupostos constitucionais de relevância e urgência e de sua adequação financeira e orçamentária, nos termos do artigo 8º da Resolução nº 01, de 2002-CN.
Votação, quanto ao mérito, em turno único.
Aprovada a Medida Provisória nº 875, de 2019, na forma do Projeto de Lei de Conversão nº 13, de 2019, ressalvados os destaques.
DTQ 2: PCdoB: Votação da Emenda 29 (161,II).
Encaminhou a Votação o Dep. Orlando Silva (PCdoB-SP).
Aprovada a Emenda nº 29.
Prejudicado o DTQ 3: PODEMOS: Emenda 1 (161,II).
DTQ 1: PDT: Votação da Emenda 6 (161,II).
Encaminhou a Votação o Dep. Subtenente Gonzaga (PDT-MG).
Aprovada a Emenda nº 6.
Votação da Emenda de Redação nº 1.
Aprovada a Emenda de Redação nº 1.
Votação da Redação Final.
Aprovada a Redação Final assinada pelo Relator, Dep. Vilson da FETAEMG (PSB-MG).
A matéria vai ao Senado Federal, incluindo o processado (MPV 875-A/2019) - (PLV 13/2019).

https://www.camara.leg.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=2193712


---------------------------------------

Plenário aprova texto principal de MP de auxílio a vítimas de Brumadinho
Deputados analisam neste momento sugestões de mudanças ao texto

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou o projeto de lei de conversão da Medida Provisória 875/19, que autoriza o pagamento de auxílio emergencial de R$ 600, em parcela única, para famílias que recebem benefícios sociais na cidade de Brumadinho (MG), atingida pelo rompimento de uma barragem da mineradora Vale em janeiro deste ano. Em razão da tragédia, 242 pessoas morreram; outras 28 continuam desaparecidas.

Segundo o texto, do senador Antonio Anastasia (PSDB-MG), o pagamento do auxílio emergencial não provocará o cancelamento do cadastro das famílias atendidas pelo Programa Bolsa Família, pelo Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social (BPC) e pela Renda Mensal Vitalícia.

Os deputados começam agora a analisar os destaques apresentados à matéria. O primeiro deles, do PCdoB, pede a aprovação de emenda do deputado André Figueiredo (PDT-CE) determinando o pagamento de um salário mínimo durante doze meses aos beneficiários.

https://www2.camara.leg.br/camaranoticias/noticias/ASSISTENCIA-SOCIAL/577737-PLENARIO-APROVA-TEXTO-PRINCIPAL-DE-MP-DE-AUXILIO-A-VITIMAS-DE-BRUMADINHO.html

----------------------

Câmara amplia valor de auxílio a ser pago a vítimas de tragédia em Brumadinho
Deputados analisam neste momento sugestões de mudanças à MP 875/19

O Plenário aprovou emenda do deputado André Figueiredo (PDT-CE) à Medida Provisória 875/19 e aumentou o pagamento do auxílio emergencial de R$ 600,00, em parcela única, para um salário mínimo (R$ 998), por doze meses, a famílias atingidas pelo rompimento de uma barragem da mineradora Vale em janeiro deste ano na cidade de Brumadinho (MG). Em razão da tragédia, 242 pessoas morreram; outras 28 continuam desaparecidas.

Os deputados já aprovaram o projeto de lei de conversão da MP, que originalmente autorizava o pagamento de auxílio emergencial de R$ 600, em parcela única.

Segundo o texto, do senador Antonio Anastasia (PSDB-MG), o pagamento do auxílio emergencial não provocará o cancelamento do cadastro das famílias atendidas pelo Programa Bolsa Família, pelo Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social (BPC) e pela Renda Mensal Vitalícia.

Os deputados debatem agora destaque do PDT que pede aprovação de emenda do deputado Subtenente Gonzaga (PDT-MG) prevendo indenização a bombeiros militares que participaram das operações de busca de vítimas do desastre e que venham a desenvolver doenças decorrentes de sua exposição a dejetos minerais comprovadas por acompanhamento de sua saúde ao longo de 20 anos.

https://www2.camara.leg.br/camaranoticias/noticias/ASSISTENCIA-SOCIAL/577745-CAMARA-AMPLIA-VALOR-DE-AUXILIO-A-SER-PAGO-A-VITIMAS-DE-TRAGEDIA-EM-BRUMADINHO.html
 

·
Registered
Joined
·
4,756 Posts
^^ Verdade.

Distrito de Socorro em Barão de Cocais completamente desocupado (há um bom tempo já):


https://www.otempo.com.br/
Estive em Barão de Cocais e Santa Barbara por esses dias e uma grande reclamação dos moradores que saíram as pressas de suas casas é que ladrões estão invadindo e saqueando tudo, até os materiais das construções.

Outra reclamação do povo é de que nas rotas de fuga foram colocadas placas indicativas de direção, porém tem gente maldosa e sem noção invertendo as direções.
 

·
Registered
Joined
·
24,262 Posts
US$ 1,855 bilhão

Vale reitera provisionamento bilionário para desativar barragens a montante

https://www.em.com.br/app/noticia/economia/2019/06/08/internas_economia,1060295/vale-reitera-provisionamento-bilionario-para-desativar-barragens-a-mon.shtml

Reparo depois da porta arrombada...não deixa de ser um investimento que dará empregos, construção civil, máquinas...mas que já tivesse sido feito bem antes, manutençao prévia anual ou mensal, não custaria mais de trezentas vidas que não voltam mais.
Seria "segurança" post mortem
 

·
Registered
Joined
·
14,259 Posts
Antes tarde do que nunca, mas diante das perdas de tantas vidas em Mariana e Brumadinho, essa atitude deveria ser mesmo tomada ANTES!! E outra, a CSN deveria ser obrigada a fazer o mesmo em Congonhas, o risco lá ainda é muito grande e eu não vejo mais nenhuma notícia sobre alguma providência da empresa, não pode ocorrer outra tragédia de novo, não pode!
 

·
Luis M P A N Pereira
Joined
·
8,694 Posts
^^
Existe aquele ditado popular:
"Depois de casa roubada, trancas na porta!"
que infelizmente é mais usado que este:
"Mais vale prevenir que remediar!"
 

·
Scooter/motorbike lover
Joined
·
59,982 Posts
Depois de Brumadinho, a Vale se tornou uma empresa muito, mas muito odiada nas redes sociais; até hoje, muita gente defende a dissolução e o fim da empresa e falam dela com muita raiva.

Talvez a Vale não irá recuperar a sua imagem a curto ou médio prazo, isso se ela não for vendida a uma multinacional e desaparecer para sempre (o que acredito que vai acontecer).
 

·
Registered
Joined
·
24,262 Posts
Depois de Brumadinho, a Vale se tornou uma empresa muito, mas muito odiada nas redes sociais; até hoje, muita gente defende a dissolução e o fim da empresa e falam dela com muita raiva.

Talvez a Vale não irá recuperar a sua imagem a curto ou médio prazo, isso se ela não for vendida a uma multinacional e desaparecer para sempre (o que acredito que vai acontecer).
Eu já acredito que ela não vai desaparecer, pode no máximo vender algumas de suas minas em Minas Gerais e ficar no máximo, aqui, com 2 ou 3 grandes. Agora, sim, ela terá de fazer o possivel e impossível para tentar tirar a nódoa de duas avassaladores acontecimentos, o de Mariana e o altamente trágico em Brumadinho, com ações nas regiões, inclusive para que suas operações tenham financiamento de grandes bancos internacionais (leia-se Europa e EUA), bancos que não sujarão seus nomes transacionando com ela, se ela não fizer algo mais substancial de reparação ambiental e humana.

Como:

Vale contrata 2.500 pessoas para conter efeito da tragédia
Após destruição de comunidades, empresa vai fazer diques, barreiras e estação de tratamento

https://www.otempo.com.br/economia/vale-contrata-2-500-pessoas-para-conter-efeito-da-tragédia-1.2201437

ou

Cem mil moradores da região de Brumadinho estão recebendo indenização
Vale já aplicou R$ 34 milhões em doações a famílias de mortos e comerciantes, entre outros

https://www.otempo.com.br/economia/cem-mil-moradores-da-região-de-brumadinho-estão-recebendo-indenização-1.2201441
 

·
Registered
Joined
·
24,262 Posts
MPMG afirma ter provas de que a Vale conhecia 'riscos inaceitáveis' de falha em barragem

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) deve concluir, entre 60 e 90 dias, as perícias realizadas pela força-tarefa montada para elaborar a denúncia contra a Vale, por conta do rompimento da barragem da mina de Córrego do Feijão, em Brumadinho. Segundo o órgão, a partir desta conclusão será possível responsabilizar criminalmente a mineradora.

https://www.hojeemdia.com.br/horizontes/cidades/mpmg-afirma-ter-provas-de-que-a-vale-conhecia-riscos-inaceitáveis-de-falha-em-barragem-1.729866

Vamos ver no que vai dar essa responsabilização criminal da mineradora...prisão do principal executivo na chefia dela à epoca, o ex presidente afastado ?


E aos poucos normalizando suas atividades...


Vale retoma atividades no complexo de Vargem Grande, em Nova Lima

https://www.hojeemdia.com.br/horizontes/vale-retoma-atividades-no-complexo-de-vargem-grande-em-nova-lima-1.729718
 

·
Registered
Joined
·
24,262 Posts
seis meses do morticínio de Brumadinho

Tragédias em Minas: regularização imobiliária movimenta economia em Mariana e Brumadinho
e
Novo Bento: processo de reassentamento exige criatividade

http://diariodocomercio.com.br/sitenovo/tragedias-em-minas-regularizacao-imobiliaria-movimenta-economia-em-mariana-e-brumadinho/


Tragédias em Minas: desastres acendem alerta sobre adequação de imóveis
http://diariodocomercio.com.br/sitenovo/tragedias-em-minas-desastres-acendem-alerta-sobre-adequacao-de-imoveis/
 

·
Registered
Joined
·
24,262 Posts
Trezentos seres humanos mortos de uma vez, ao mesmo tempo, engolidos por um mar de lama,...não será esquecido facilmente !
 

·
Registered
Joined
·
24,262 Posts
Brumadinho busca recuperação no turismo


Campanha “Abrace Brumadinho” está mostrando que a cidade está de braços abertos para receber os viajantes - Crédito: Alexandre Rezende

Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), ainda que lentamente, vai retomando o ritmo das atividades após seis meses do rompimento da barragem da mina Córrego do Feijão, de responsabilidade da mineradora Vale, ocorrido em 25 de janeiro.

A tragédia, que resultou em 248 mortos, 22 desaparecidos e um incalculável prejuízo material e ambiental ao longo da Bacia do Rio Paraopeba, fez com que uma das principais atividades econômicas do município se reduzisse drasticamente: o turismo.

Ancorada na riqueza do meio ambiente dominado pela Mata Atlântica e emoldurado pela Serra da Moeda, e no prestígio do museu a céu aberto do mundo dedicado à arte contemporânea, o Inhotim, a atividade estava em plena expansão – após o surto de febre amarela, no fim de 2017 – e se apresentava com uma das alternativas para o desenvolvimento de toda região, especialmente com o ocaso da extração mineral previsto para as próximas décadas.


Matéria completa no link:
http://diariodocomercio.com.br/sitenovo/brumadinho-busca-recuperacao-no-turismo/
 
761 - 780 of 800 Posts
Top