Skyscraper City Forum banner
1 - 5 of 5 Posts

·
Registered
Joined
·
148 Posts
Discussion Starter · #1 ·
A proposta da construção da segunda ponte no Lago Norte transformou-se no projeto de uma rodovia que cortará o bairro nobre ao meio. Técnicos do Departamento de Estradas e Rodagem (DER) projetam uma estrada de ligação entre a Asa Norte e a DF-001, passando pelo Lago Paranoá e pela península. A Estrada Parque Universidade de Brasília (EPUB), ou DF-008, será uma opção para moradores de Planaltina, Sobradinho, dos condomínios do Grande Colorado, Varjão e Paranoá chegarem ao Plano Piloto sem passar pela Ponte do Bragueto, o que aliviaria o trânsito na região norte do Distrito Federal. Apesar de também encurtar o caminho da população do Lago Norte, a proposta ainda enfrenta resistência da comunidade.

Pelo projeto, a EPUB começará na altura da UnB, entre o Centro Olímpico e o Centro Comunitário, com uma ponte de 1,3 mil metros de extensão que vai transpor o braço do lago Paranoá até o Lago Norte (veja arte). A ligação será nos moldes da Ponte JK, com um design arrojado, três faixas de rolamento de cada lado e uma ciclovia no meio. Chegará ao Lago Norte entre as QLs 8 e 10, em um espaço vazio existente entre as quadras. Na península, a estrada cruzará a Estrada Parque Península Norte (EPPN), a pista principal do bairro, até sair no outro braço do lago, entre os conjuntos 4 e 7 da QL 7 para chegar à ML 3, entre os conjuntos 2 e 3. Desse lado, a ponte será de menor porte e extensão (650m).

A rodovia subirá o Setor de Mansões do Lago Norte até a DF-005, pista que vai ao Paranoá, e cruzará a pista até a DF-001, que contorna todo o DF. O governo ainda não calculou o custo das obras. A missão do DER é terminar o projeto de execução, orçá-lo e abrir a licitação para a construção. O órgão já pediu as licenças ambientais ao Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e ao Instituto Brasília Ambiental (Ibram), mas ainda não obteve resposta. Apesar de não haver prazo fixado para o início das obras, o governador José Roberto Arruda pretende inaugurar a estrada até dezembro de 2010, quando termina o atual mandato.

De acordo com o diretor do DER, Luiz Carlos Tanezini, a EPUB seria uma alternativa à Epia, além de desafogar a Ponte do Bragueto, por onde passam diariamente 120 mil veículos. “Com a nova estrada, encontramos uma solução definitiva para os engarrafamentos na parte norte da cidade. A ponte existente não comporta ampliação e temos problemas de retenção no tráfego naquele local, porque é por onde passam todos os moradores de Sobradinho, Planaltina e dos condomínios que descem para o Plano Piloto”, afirma Tanezini.

Moradores consultados

O diretor do DER garante que Arruda só deu sinal verde para o órgão desenvolver o projeto depois que a comunidade se mostrou favorável ao projeto. Em fevereiro deste ano, a empresa Exata Opinião Pública aplicou questionários em 304 residências do Lago Norte (5% do total) e perguntou se a população era a favor ou contra a construção da segunda ponte no bairro. A maioria afirmou que concordava (215 casas ou 70% do total) e apenas 27% (82) disseram que eram contra. Mas a pesquisa não explicou como seria a ponte nem que ela iria ligar a Asa Norte ao Paranoá — exatamente o que os moradores não querem.

Grande parte da comunidade do Lago Norte concorda com a construção da primeira parte da ponte: entre as QLs 8 e 10 e a Asa Norte. Eles afirmam que o trânsito na região está complicado e querem uma segunda saída e entrada para o bairro. Mas mesmo os que querem a ligação com a Asa Norte resistem à construção da segunda parte até o Paranoá. A pesquisa da Exata apontou que, entre os 27% que são contra a obra, 42% afirmam que ela diminuiria a segurança no bairro. Outros 25% disseram que aumentaria o fluxo de veículos, e 15%, que acabaria com a tranqüilidade.

O recém-eleito prefeito comunitário do Lago Norte, Amazildo de Medeiros, diz que consultar os moradores é a primeira coisa que quer fazer em sua gestão. Mas ele já adianta que não concorda com a ligação com o Paranoá. “A cada quatro meses, surge um prédio no CA (Centro de Atividades) e o fluxo para entrar na península fica maior. A saída para o Plano realmente é necessária. Mas ainda não há necessidade de fazer o outro lado. O estudo pode ser realizado, mas não pode se concretizar antes de toda a comunidade ser ouvida”, diz.

Os moradores das QLs 8 e 10, por onde o primeiro braço da ponte vai passar, não discordam da idéia de construir mais uma saída no bairro, garante o presidente da Associação de Moradores da QL 8, Vicente Magalhães. Mas também não querem a extensão da rodovia até o Paranoá. “O segundo braço se tornaria passagem de forte trânsito. O Lago Norte perderia a característica de península”, afirma. Quem vive no Setor de Mansões também não quer saber de ligação direta com o Lago Norte. “A comunidade tem visto com receio, principalmente pela segurança. Seria mais um ponto de escape e serviria de passagem para muitos moradores de outras cidades, como Planaltina e Sobradinho”, justifica o presidente da Associação de Moradores do Setor de Mansões, trecho 3.
 

·
Banned
Joined
·
275 Posts
Moro no lago norte e estou muito feliz com a possibilidade de termos uma nova ponte facilitando a vida de quem mora na região. Sou a favor que a ponte ligue também o paranoá, sendo alternativa para quem mora em sobradinho e planaltina e formosa.
Do jeito que está não dá mais. A ponte do bragueto não suporta mais o número de carros que transitam diariamente, principalmente no pico da tarde onde os engarrafamentos têm-se tornado rotina.
Para os que são contra (moradores do lago) argumentando problemas de segurança nunca é demais lembrar que a segurança não se faz com apenas uma ponte existente, tendo em vista que qualquer ladrão pode roubar uma casa tranqüilamente e ir embora pela ponte do bragueto. Segurança se faz é com policiamento e medidas sociais eficazes. Nunca uma casa deixou de ser roubada pelo fato de haver apenas uma ponte no lago. Quem pensa assim está sustentando uma estatística (nunca ter sido roubado) com o fato de só haver uma ponte (o que não foi a causa da pessoa nunca ter sido roubada).
Ademais, a ponte sempre esteve nos projetos da cidade. Os mais antigos devem se lembrar dos mapas nas listas telefônicas da cidade (quando nem tinhamos celular) em que constava o projeto da ponte ligando o plano ao lago e o lago às MLs e Paranoá.
 

·
São José dos Campos
Joined
·
3,630 Posts
Nossa! Que jóia!
Se esse ponte seguir os moldes da JK será maravilhosa!
O lago Paranoá será o mais looshoso do país! Com três pontes lindas!
(A Costa e Silva, a JK e a nova)
E pelo jeito será bem grande, hein? 1,3 mil metros de extansão!
 

·
Location:Canoas - RS - Br
Joined
·
5,253 Posts
Bah, que beleza! Estou louco para saber como será essa nova ponte!
 
1 - 5 of 5 Posts
Top