Skyscraper City Forum banner
Status
Not open for further replies.
1 - 20 of 5007 Posts

·
Ser paraense é atitude!
Joined
·
4,845 Posts
Discussion Starter · #1 · (Edited)
Carapanã no Ar XIV
:dance2:
"Quase na língua do Sapo"

.
.
.
Notícias, dicas e opiniões sobre o Estado do Pará
.
.
.

.
.
.
.
.


"Ó Pará, quanto orgulho ser filho,
De um colosso, tão belo e tão forte;
Juncaremos de flores teu trilho,
Do Brasil, sentinela do Norte.
E a deixar de manter esse brilho,
Preferimos, mil vezes, a morte!"




.
.
.
.
Principais cidades do Pará:
(ordem alfabética, com exceção da capital.)
.
.
.
1. Belém

For Nunez

2. Abaetetuba

http://www.fotolog.com.br/cirilo_g/15514798

3. Altamira

manuelalfredo.com.br

4. Ananindeua

Por Mauricio Koury Palmeira

5. Bragança

autor Niani

6. Cametá

autor cametaoara

7. Castanhal

autor Ademir Mattos

8. Itaituba

autor Roselito Soares da Silva

9. Marabá

autor Diego Santos

10. Parauapebas

http://prefeitosonline.com.br/site/?p=286

11. Santarém

Por Ronaldo Ferreira​

Edições anteriores:
Carapanã no Ar I - forista: CH
Carapanã no Ar II - forista: Belcity
Carapanã no Ar III - forista: dricobel
Carapanã no Ar IV - forista: Jorge Luís
Carapanã no Ar V - forista: Sergiw
Carapanã no Ar VI - forista: dricobel
Carapanã no Ar VII - forista: dricobel
Carapanã no AR VIII - forista: Belcity
Carapanã no Ar IX - forista: Stella Açai
Carapanã no Ar X - forista: Lucas Barros
Carapanã no Ar XI - forista: Guajará
Carapanã no Ar XII - forista:luiz belenense
Carapanã no Ar XIII - forista:Guajará
 

·
...
Joined
·
44,164 Posts
Dei um quote dessas imagens do outro stick já que aquele vai ser fechado


Obras na BR 163.
Serra do Cachimbo, na divisa do Pará com o Mato Grosso.

http://www.flickr.com/photos/pacgov/5979342074/sizes/l/in/photostream/

BR 163 próximo ao rio Trairão, no Pará.

http://www.flickr.com/photos/pacgov/5978782607/sizes/l/in/photostream/

Trecho de obra da rodovia BR 163, próximo a Castelo dos Sonhos, no Pará.


Obras da rodovia BR 163 próximo ao rio Trairão, no Pará.

http://www.flickr.com/photos/pacgov/5978783275/sizes/l/in/photostream/

Obras da rodovia BR 163 no rio Almir, no Pará.

http://www.flickr.com/photos/pacgov/5979341368/sizes/l/in/photostream/

Trecho de obra da rodovia BR 163, próximo a Castelo dos Sonhos, no Pará.

http://www.flickr.com/photos/pacgov/5979315944/sizes/l/in/photostream/

Trecho de obra da rodovia BR 163, próximo a Castelo dos Sonhos, no Pará.

http://www.flickr.com/photos/pacgov/5978757435/sizes/l/in/photostream/

Trecho de obra da rodovia BR 163, próximo a Castelo dos Sonhos, no Pará.

http://www.flickr.com/photos/pacgov/5978757117/sizes/l/in/photostream/

Trecho de obra da rodovia BR 163, próximo a Castelo dos Sonhos, no Pará.

http://www.flickr.com/photos/pacgov/5979315330/sizes/l/in/photostream/

Trecho de obra da rodovia BR 163, próximo a Castelo dos Sonhos, no Pará.

http://www.flickr.com/photos/pacgov/5979314998/sizes/l/in/photostream/

Trecho de obra da rodovia BR 163, próximo a Castelo dos Sonhos, no Pará.

http://www.flickr.com/photos/pacgov/5978756771/sizes/l/in/photostream/
 

·
...
Joined
·
44,164 Posts
Autoestima é a lição no retorno da greve

EDUCAÇÃO

Tema é usado para reverter frustração dos que vão disputar o vestibular

A missão de alguns professores em sala de aula ontem, depois de 53 dias de greve, foi levantar a autoestima dos alunos que disputarão o vestibular para concorrer a uma das vagas das instituições de ensino superior do Pará. Pouco mais da metade dos alunos compareceram às escolas da rede estadual, o que já era esperado pelas administrações escolares, por causa da dúvida dos alunos sobre a retomada das aulas. Entretanto, quem decidiu comparecer às escolas não perdeu tempo e começou a colocar em dia o conteúdo das disciplinas.

Na escola de ensino médio Visconde de Souza Franco, no Marco, onde estão matriculados 3,1 mil alunos e com uma média de 40 estudantes por sala, a diretora Marilena Guimarães Lima diz que os professores ficaram em greve durante os 33 dias úteis do ano letivo. 'Após a decisão judicial, exigindo que os professores retornassem ao trabalho, a partir do dia 7 deste mês cerca de 40% do nosso corpo docente compareceram para dar aula. O funcionamento não foi normal somente porque, como a imprensa dizia que não tinha aula, os alunos não apareciam', garante a gestora.

Ela informa que a instituição não dispõe de convênio, que equivale ao terceiro ano do ensino médio, mais o preparatório para o vestibular, mesmo assim diz que para os alunos que estão no 3º ano e fizeram a prova do Enem ou estudam em casa para o vestibular, os professores fizeram oficinas de algumas disciplinas como Geografia e Língua Portuguesa, para atendê-los na medida do possível.

Para ver a matéria completa assine O Liberal Digital.

www.orm.com.br/projetos/oliberal/interna/default.asp?modulo=247&codigo=564675
 

·
...
Joined
·
44,164 Posts
Lojistas não fazem revitalização de fachadas e atrasam obras no Centro

Tudo parado

Sem esse serviço, prefeitura não pode dar prosseguimento a projeto em rua

As obras de revitalização da rua Santo Antônio, no centro comercial de Belém, deveriam ter começado ontem, mas nada estava sendo feito na área. Com a retirada dos camelôs (primeira etapa do trabalho) sobrou espaço para os consumidores circularem com tranquilidade. As obras devem começar justamente na época em que tem iníco as vendas de fim ano e a Secretaria Municipal de Economia (Secon) espera pelos lojistas para recuperar as fachadas das lojas.

A Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) não acredita em prejuízo, pois o projeto deve, inclusive, atrair a população de volta ao centro, recuperando qualquer prejuízo provocado durante as reformas. Na quinta-feira, 24, no Ministério Público do Estado do Pará (MPE-PA), a Secon, os comerciantes e camelôs devem assinar um termo de compromisso para garantir a continuidade dos trabalhos.

Um dos principais objetivos da revitalização é melhorar o fluxo de pessoas ao ordenar o espaço, que estava totalmente prejudicado com tantos camelôs e equipamentos de lojistas nas calçadas e no meio da rua. Em seguida, será feita a reforma na pista e nas calçadas. Por fim, receberá uma cobertura e se tornará a primeira via coberta da capital. As mesmas reformas que serão feitas na Santo Antônio também serão aplicadas na Rua João Alfredo.

A secretária municipal de Economia, Ociane Vasconcelos, afirma que a primeira etapa deu certo. A segunda é a revitalização das fachadas, que atrasou por serem áreas tombadas e por alguns comerciantes pediram mais tempo. "Só um começou as reformas. O resto está colocando dificuldade por ser o final de ano, época de muitas vendas, mas acredito que não haverá prejuízos. A Prefeitura de Belém só espera por eles para fazer a rua coberta e revitalizar as ruas e calçadas. O termo de compromisso que vamos assinar vai definir novos prazos e obrigar todos a cumprirem com a sua parte", ressalta.

O lojista Carlos Xerfan, que integra a Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), afirma que, apesar das obras, o comércio não deve ter prejuízos. Por mais que haja perdas, os comerciantes devem recuperar tudo no mês seguinte. Para ele, os trabalhadores informais também não tiveram e nem vão ter prejuízos, pois ganharão espaço só deles. "O mais importante é que essa reforma aconteça. Todos queremos que seja logo, pois vai ser bom para todo mundo. O projeto é maravilhoso, vai ficar muito bonito e garantir o direito de ir e vir previsto no Código de Posturas do Município. Será um grande shopping center popular a céu aberto", opina.

www.orm.com.br/projetos/oliberal/interna/default.asp?modulo=247&codigo=564677
 

·
...
Joined
·
44,164 Posts
Trânsito causa a morte de 251 jovens

No Pará

Das 1.426 vítimas em 2010, 27,41% tinham entre 18 e 29 anos

Empolgação, inexperiência no volante, falta de responsabilidade, falta de cuidado. Várias situações são apontadas como os motivos que levam um número alarmante de jovens a perderem a vida no trânsito, todos os anos. Somente no Pará, 27,41% das vítimas de acidentes em 2010 tinham entre 18 e 29 anos. No total, foram 1.426 mortes no trânsito no ano passado, em todo o Estado, sendo que 251 eram pessoas com essa faixa etária e outras 311 pessoas (31,11%) tinham entre 30 e 59 anos. As principais vítimas são motociclistas (42,71%).

O levantamento, apresentado pelo Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran) reforça a estimativa nacional do Ministério da Saúde, que revela que, do total de óbitos no Brasil em 2009 por esse tipo de morte, 45,6% correspondem a cidadãos entre 20 e 39 anos. Número que sobe para 53,4% quando somados àqueles com idade entre 15 e 19 anos. "É aquela população que está mais ativa. Trata-se de uma população onde se tem maior concentração de pessoas habilitadas. Agora, é realmente surpreendente essa situação", observa Cláudio Valente, coordenador de Planejamento do Detran.

De acordo com Valente, os homens são os que mais morrem no trânsito. "Todos os anos, a gente percebe uma concentração muito grande no sexo masculino. O homem tem uma tendência de descumprimento de normas muito maior que a mulher. Você dificilmente vê uma mulher pegar o veículo para querer aparecer, fazer pega, beber e dirigir. A mulher tende a ter uma conduta muito mais prudente", avalia. Cláudio diz ainda que as principais causas de acidente são excesso de velocidade, uso de bebida alcoólica e desrespeito à sinalização.

Para ver a matéria completa assine O Liberal Digital.

www.orm.com.br/projetos/oliberal/interna/default.asp?modulo=247&codigo=564676
 

·
...
Joined
·
44,164 Posts
UFPA divulga relação do número de candidatos por vaga em cada curso

UFPA divulga relação do número de candidatos por vaga em cada curso


Envie para um amigo

Concorrência

Prova será no dia 3 de dezembro e envolverá mais de 72 mil candidatos

Exatos 72.138 candidatos se inscreveram ao processo seletivo da Universidade Federal do Pará (UFPA), cuja prova será em 3 de dezembro, das 14 às 18 horas. A UFPA divulgou ontem a concorrência para cada curso, no site do Centro de Processos Seletivos (http://ceps.ufpa.br/daves/PS 2012/Demanda.pdf) Os sabatistas farão prova em horário especial, das 18 às 22 horas. Do total de inscritos, 40.525 são cotistas e 31.374 são não cotistas. Há mais 239 inscritos nas cotas para portadores de deficiências. Há 7.606 vagas em 180 cursos de graduação. Entre os cotistas, o curso mais concorrido é Educação Física, com 45.87 candidatos na disputa por uma das 46 vagas. Já entre os não cotistas, a maior demanda é para Medicina, com 49.01 candidatos por vaga. Haverá duas fases: a primeira pelas notas das provas do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) e a segunda pela prova da UFPA, com 55 questões de múltipla escolha. A impressão do cartão de inscrição estará disponível, a partir do dia 24, no endereço eletrônico http://www.ceps.ufpa.br.

No interior, a maior demanda é para o curso de Direito, com 40 vagas em Marabá e tem 25.50 candidatos cotistas para uma vaga e 23.35 candidatos não cotistas. Também em Marabá, vem em seguida Engenharia de Minas e Meio Ambiente, com 40 vagas, 17.20 candidatos cotistas e 18 não cotistas na disputa. Engenharia Civil é o quarto mais concorrido no interior, em Tucuruí, com 40 vagas ofertadas, 18.75 cotistas e 15.05 não cotistas na disputa. Em seguida estão Medicina Veterinária, em Castanhal, e Pedagogia Noturno, em Breves.


ESTADO


A Universidade do Estado do Pará (Uepa) abre sua seleção para 2012 a partir de domingo, 27, primeira etapa do Processo Seletivo (Prosel) e do Programa de Ingresso Seriado (Prise) - Subprograma XV. No dia seguinte, haverá a segunda etapa do Prosel e do Prise. A terceira e última etapa de ambos os processos será em 18 de dezembro. As provas serão aplicadas de 8 às 13 horas. Mudanças nos locais de provas e outras informações do certame estão disponíveis desde 26 de outubro nos endereços www.uepa.br e www.prodepa.psi.br/uepa/vest/novo/lotacao/.

Para ver a matéria completa assine O Liberal Digital.

www.orm.com.br/projetos/oliberal/interna/default.asp?modulo=247&codigo=564673
 

·
...
Joined
·
44,164 Posts
Telefonia tem 267 reclamações no Procon

No estado

Órgão quer fechar parceria com Anatel para atender a alta demanda

A parceria entre o Procon e a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) para conter problemas no setor de telefonia poderá chegar ao Estado do Pará. Assim como em Minas Gerais, as reclamações contra as operadoras estão entre as mais comuns. De janeiro a outubro deste ano, já foram computadas 267 de consumidores paraenses. No ano passado, foram 370.

Em Minas Gerais, a parceria entre o Procon e a Anatel foi firmada no mês passado. Conforme a agência, o acordo com os órgãos de defesa do consumidor atende o Plano de Ação Pró-Usuário criado em 2010. Um dos objetivos do plano é agilizar e melhorar a troca de informações entre os parceiros. Com isso, a expectativa é que se identifiquem os problemas do setor em cada Estado e se crie meios para facilitar a resolução dos mesmos.

A diretora geral do Procon no Pará, Eliana Uchôa, disse que está adotando as providências para também fechar parceria com a Anatel. "Em todos os Estados, o número de reclamações é sempre alto porque com a crescente aquisição de aparelhos celulares, aumenta o consumo para um serviço que é deficitário", disse. Este ano, o balanço realizado pelo Procon do Pará até o dia 18 deste mês aponta um total 267 reclamações contra três operadoras de telefonia. Em todo o ano passado, foram 370 registros também contra as três empresas.

O levantamento considera somente os serviços com maior número de reclamações, ou seja, 1.952 dos 4.247 registros de 2011 e 2.443 dos 5.438 registros de 2010. A empresa com maior número de reclamações no ranking geral do Procon, nos dois anos, é do setor energia que detém 8,97% das queixas deste ano e 5,31% do ano passado, enquanto a pior do ramo de tefonia ocupou a sexta colocação em 2011 (2,35%) e a quinta em 2010 (2,78%). De acordo com a diretora, a maioria das queixas diz respeito a falhas na conexão, cobranças indevidas e serviços promocionais incompletos. "A operadora oferece serviço a R$ 0,25, mas a ligação cai a toda hora", exemplifica.

Eliana afirma que, em geral, o consumidor é a parte mais vulnerável porque, além de sofrer prejuízo, não domina a tecnologia para comprovar que foram lesado. "Para o Procon, cabe à empresa o ônus da prova. Quando o consumidor está com a razão, exigimos o ressarcimento ou estorno. E, se não houve lesão moral, fazemos a conciliação", diz.


VIA FONE


Usuários da internet e do telefone fixo da Embratel, mais conhecido como Via Fone, ficaram sem o serviço na tarde de ontem. Um rompimento em cabos de fibra ótica ocasionou o problema que deixou centenas de clientes sem o serviço por cerca de quatro horas. As informações são do Portal ORM.

Uma família que mora no bairro da Pedreira, em Belém, informou a interrupção do serviço. "Estamos desde às 13 horas de hoje (ontem) sem internet. Liguei para o atendimento e eles informaram que houve um problema técnico e que iria demorar quatro horas para ser resolvido", disse Paula Alves.

Em nota enviada à imprensa, a assessoria da Embratel informou que houve um rompimento de um cabo de fibra ótica que afetou parcialmente os clientes de Belém. Equipes trabalharam durante quatro horas
e restabeleceu o serviço.

www.orm.com.br/projetos/oliberal/interna/default.asp?modulo=250&codigo=564639
 

·
...
Joined
·
44,164 Posts
Pará gera mais de 5,9 mil empregos em outubro

Saldo positivo

Mercado formal registra mais contratações do que desligamentos

O Estado do Pará registrou 29.111 admissões contra 23.148 desligamentos, gerando um saldo positivo de 5.963 postos de trabalhos no setor formal da economia. O crescimento chegou a 0,89%. Este saldo do mês de outubro deste ano é um dos melhores já alcançados pelo Estado e vai na contramão do cenário nacional que mostra recuo na geração de empregos formais. As informações são do Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Sócio-Econômicos (Dieese) do Pará, que sistematizou os dados com base nos números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego.

Segundo o Dieese, em outubro de 2010, o Estado também apresentou crescimento de empregos formais. Porém, o saldo de postos de trabalhos gerados foi bem menor que o verificado no mesmo mês deste ano. Foram feitas, em outubro de 2010, 25.484 admissões contra 22.169 desligamentos, gerando saldo positivo de 3.315 postos de trabalhos no setor formal da economia, um crescimento de 0,54%.

Ainda de acordo com as análises do Dieese, no mês passado, quase todos os setores econômicos do Pará apresentaram crescimento na geração de empregos formais, com exceção da Agropecuária, com queda de 0,66%, e do setor da administração pública, com recuo de 0,02%. Já o setor de Construção Civil foi o que apresentou o melhor desempenho na geração de empregos formais, com crescimento de 3%, seguido do setor Extrativo Mineral (1,15%); Serviço (1,03%) e Comércio (0,68%) na geração de empregos formais.

Para ver a matéria completa assine O Liberal Digital.

www.orm.com.br/projetos/oliberal/interna/default.asp?modulo=250&codigo=564638
 

·
...
Joined
·
44,164 Posts
'Aqui funciona como um faroeste americano'

Eliana Calmon

Corregedora do CNJ diz que interesses econômicos são empecilhos à Justiça

Sempre conto o caso de uma magistrada que fazia o direcionamento de uma questão de uma penitenciária de segurança máxima e ela foi objeto de 46 reclamações dentro do CNJ, mas quando fomos verificar era o PCC (Primeiro Comando da Capital, facção criminosa que teve origem em São Paulo, mas hoje tem ramificação em várias cadeias do país) que estava fomentando isso para ver se ela era removida, se a juíza respondia a um processo e saía de circulação. Tradicionalmente, sempre houve uma preocupação com a proteção do juiz. E nesta proteção, chegamos na situação de deixar uma legislação antiga, antiquada, hermética como é a Loman (Código de Ética dos magistrados), que é de 1979, e que não condiz com as necessidades atuais. E, naturalmente, se a sociedade brasileira hoje tem este esgarçamento ético e moral, porque existe corrupção em diversos segmentos da sociedade, não era a Justiça que ia ficar imune a esta situação. Afinal, de onde saem os magistrados? Desta sociedade brasileira que está com o senso ético bastante desgastado, por isso mesmo precisamos de órgãos fortes de controle para, desta forma, haver primeiro um certo acanhamento, um certo temor de quem vai chegando, e ter já estruturado um órgão que controla a atividade jurisdicional sob o ponto de vista da moralidade e da ética.

Como a senhora avalia o passivo de ações que temos hoje na Justiça? Por que é tão difícil chegar a uma solução? Aqui no Pará, por exemplo, temos casos de grande repercussão, como é o caso do desvio de recursos do Banco do Estado do Pará (Banpará), ocorrido em 1985, e que até hoje continua sem uma resposta?

O grande problema da Justiça é esta morosidade, ninguém aguenta mais esperar estas soluções. Eu avalio como de uma deficiência a toda prova, muitas vezes por uma série de problemas de natureza técnico-procedimental, mas outras vezes, sem dúvida alguma, por uma questão de leniência com os mais fortes. Hoje na Corregedoria existe um programa que é o Justiça Plena onde estamos tentando botar pra frente estes processos, resolver, solucionar problemas de grande repercussão social e isso tem dado muito certo.

Para ver a matéria completa assine O Liberal Digital.

www.orm.com.br/projetos/oliberal/interna/default.asp?modulo=250&codigo=564634
 

·
...
Joined
·
44,164 Posts
Frente Pró-Tapajós falta a programa televisivo

Depois de confirmar sua participação a um programa de televisão das emissoras Funtelpa (Fundação Paraense de Radiodifusão), o deputado Lira Maia, da frente Pró-Tapajós, faltou hoje (22) ao programa de entrevistas, justificando sua ausência com uma nota à emissora. Por isso, o programa Sem Censura Pará, que contaria apenas com a presença de Maia para defender suas propostas a favor da divisão do Pará, teve apenas cinco minutos de duração. Transmitido ao vivo, o programa, em seus dias normais, tem cerca de 1h30 de duração.
Na noite de ontem (21), a direção do programa da TV Cultura foi supreendida por uma nota de Lira Maia, endereçada ao diretor de jornalismo da emissora, na qual afirma que não compareceria ao programa. A nota foi assinada por Lira Maia em conjunto com João Salame (Presidente da Frente Pró-Estado do Carajás), que também já avisou que não participará do programa.
As Frentes Pró-Estado do Tapajós e Pró-Estado do Carajás comunicam que tomaram a decisão política de não participar das programações agendadas pela TV Cultura após "analisar o perfil da programação" das emissoras do grupo.
Em nota oficial publicada no site da emissora, a direção do Sem Censura Pará informa que definiu as datas para as entrevistas de comum acordo, em reunião realizada no dia 10 de novembro, com as assessorias das quatro frentes. As assessorias teriam aceito e confirmado a participação dos presidentes das duas frentes pró-divisão para esta semana.
Lira Maia também tinha participação agendada em outros programas da emissora, mas não compareceu.
O programa Sem Censura Pará foi ao ar no horário habitual e a apresentadora, Renata Ferreira, leu ao vivo a nota oficial em que a Rede Cultura lamenta a decisão das frentes. Na nota, a rede também se pronuncia quanto à justificativa para a desistência, afirmando que "em nenhum momento o perfil da programação da Rede Cultura foi questionado". A nota afirma ainda que "a decisão das Frentes Pró-Carajás e Pró-Tapajós de não participar das entrevistas retira do cidadão o direito à pluralidade do debate".
A TV Cultura é uma emissora pública ligada à Funtelpa e mantida pelo governo estadual.
(Marina Chiari/DOL. Colaborou: Rita Soares)

http://www.diarioonline.com.br/noticia-176334-frente-pro-tapajos-falta-a-programa-televisivo.html
 

·
...
Joined
·
44,164 Posts
Governo rebate críticas à Usina de Belo Monte

A ministra do Planejamento, Miriam Belchior, e o secretário executivo do Ministério de Minas e Energia, Márcio Zimmermann, rebateram hoje (22) críticas à construção da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, veiculadas por meio de redes sociais. Vários artistas brasileiros gravaram mensagens argumentando que a obra, além de cara, será prejudicial aos índios da região.

De acordo com a ministra, o governo federal está “absolutamente atento” à discussão. “É fundamental continuarmos com a matriz energética limpa”, reiterou. “Nenhuma terra indígena será alagada; nenhum índio será retirado [de suas terras] e a usina [de Belo Monte] não é cara”, disse a ministra.

Recentemente, um vídeo intitulado Movimento Gota d'Água, contando com a participação de diversos atores, foi veiculado na internet, pedindo que as pessoas assinem uma petição contrária à obra.

“É muito importante as pessoas aumentarem a discussão e procurarem informar-se sobre o que é efetivamente [a Usina de Belo Monte]”, disse Zimmermann. O problema, segundo ele, é que “assuntos preparados de forma leviana, muitas vezes levados como verdade, não coincidem com que os técnicos dizem”. “O processo de licenciamento da usina é, provavelmente, o mais completo já feito no país”, acrescentou. (Agência Pará)

http://www.diarioonline.com.br/noticia-176332-governo-rebate-criticas-a-usina-de-belo-monte.html
 

·
...
Joined
·
44,164 Posts
Rodoviários protestam por segurança nas estradas

No início da manhã desta segunda-feira (22), motoristas e cobradores da empresa de ônibus Transbrasiliana impediram os ônibus de sair da garagem da empresa.
Os funcionários da empresa exigem mais segurança nas viagens pelas estradas intermunicipais do estado. De acordo com o Presidente dos Sindicato dos Rodoviários, Antônio Flávio, assaltos estão acontecendo constantemente e motoristas e passageiros precisam de mais segurança.
"Não podemos mais aguentar as imposições da direção da empresa, que não tem a menor responsabilidade com a segurança dos trabalhadores e nem com o usuário", criticou.
A reportagem do DOL tenta contato com representantes da empresa para comentar o assunto.
(DOL, com informações do repórter J.R. Avelar)

http://www.diarioonline.com.br/noticia-176320-rodoviarios-protestam-por-seguranca-nas-estradas.html
 

·
Ser paraense é atitude!
Joined
·
4,845 Posts
Discussion Starter · #20 ·
Inep/MEC divulga resultado do Enade 2010


O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e o Ministério da Educação (MEC) divulgaram na última quinta-feira, 17, os indicadores de qualidade das Instituições e cursos de educação superior do País. Segundo os dados, os cursos de Biomedicina e Serviço Social da Universidade Federal do Pará (UFPA), com nota 4, estão entre os melhores do Estado.

O Inep avaliou 2.176 instituições públicas e privadas em todo o país. A UFPA está entre os 44,02% das instituições de ensino superior brasileiras que receberam conceito 3 na avaliação. “Esta nota é satisfatória, mas como se refere aos três últimos anos (ou seja, 2008, 2009 e 2010) e tivemos problemas no sistema de informações docentes em 2008, esperamos que, em 2012, nosso conceito seja 4, que é atribuído para instituições com média maior que 2,94. Este ano, a UFPA recebeu média 2,76”, explica Lúcia Harada, diretora de Ensino da Pró-Reitoria de Ensino de Graduação da Universidade (Proeg).


Mais populosa - A Universidade é a 15ª no ranking com maior quantidade de cursos avaliados, sendo a única instituição do Norte do País com elevado número de cursos de graduação. Segundo os dados do Censo da Educação 2010, divulgados também pelo Inep/MEC, em novembro, a UFPA continua sendo a maior universidade brasileira em número de alunos na graduação, com 32.169 alunos matriculados.

“O elevado número de cursos e alunos torna o desafio de alcançar a excelência mais complexo. Afinal, atingir nota 4 ou 5 em mais de oitenta cursos requer trabalho e dedicação bem mais intensos do que fazê-lo para um número menor de graduações”, conta a diretora.

Durante o Enade 2010, 87 cursos da UFPA foram avaliados e 61 deles receberam nota correspondente ao Conceito Preliminar dos Cursos (CPC), que atribui valores de 1 a 5 aos cursos de graduação. As notas de três a cinco significam conceito satisfatório e as notas um e dois, desempenho insatisfatório.


Entre os cursos da Federal Paraense avaliados, estavam Agronomia (Marabá e Altamira), Medicina Veterinária (Castanhal), Serviço Social (Breves) e os cursos ofertados em Belém, de Biomedicina, Odontologia, Medicina, Farmácia, Enfermagem e Nutrição. Destes, os cursos de Biomedicina e Serviço Social, do Campus de Belém, receberam nota 4. Por outro lado, o curso de Agronomia ofertado em Altamira, recebeu nota 2, considerada insuficiente pelo MEC.

Avaliação dos cursos - Para a Diretora de Ensino da UFPA, a melhoria dos indicadores de desempenho dos cursos de Biomedicina e Serviço Social está relacionada a trabalhos de conscientização dos alunos sobre o Enade, como ele funciona e a importância de efetivamente comparecer ao Exame e realizá-lo. Neste caso, a melhoria dos indicadores mostra o papel estratégico dos estudantes e a necessidade deles se envolverem mais institucionalmente.

“Em relação ao curso de Agronomia, vamos pedir uma visita in loco de especialistas do MEC para reavaliar o curso. Este processo envolve várias etapas, iniciando com um diagnóstico das condições do curso e a elaboração de um plano de melhorias desenvolvido pela Faculdade, com o apoio da PROEG. Historicamente, nestas visitas, sempre conseguimos melhorar as notas atribuídas”, assegura Lúcia Harada.


Segundo a diretora, explicar o porquê deste resultado ainda não é possível, mas pelo histórico dos desempenhos anteriores e pela situação política tensa em relação à construção da Usina Hidrelétrica de Belo Monte no município de Altamira, “podemos especular que o interesse dos alunos no Exame possa ter reduzido em decorrência do clima de instabilidade, do envolvimento dos estudantes nos movimentos sociais ou mesmo que possa ter ocorrido boicote ao Exame, casos em que, embora compareçam, os universitários não fazem efetivamente a prova”, explica a dirigente.



Enade 2010 - O Ministério da Educação avaliou 2.176 instituições de ensino superior, sendo 229 públicas e 1.947 privadas, entre universidades, centros universitários e faculdades. Em 2010, o Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes avaliou as áreas de saúde e ciências agrárias, distribuídas em 14 cursos: Biomedicina, Educação Física, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Medicina, Medicina Veterinária, Nutrição, Odontologia, Serviço Social, Terapia Ocupacional, Agronomia e Zootecnia.

Fonte- http://www.portal.ufpa.br/imprensa/noticia.php?cod=5231
 
1 - 20 of 5007 Posts
Status
Not open for further replies.
Top