SkyscraperCity Forum banner
1 - 9 of 9 Posts

· Registered
Joined
·
4,382 Posts
Rodalves,
Deixe-me falar aqui como quem vive isso mais de perto, pois trabalho no setor de combustíveis (GLP) e tenho conhecimento do funcionamento da legislação do setor.
O diesel no Brasil é proibido para carros pequenos (abaixo de 1 ton de capacidade de carga) por estes motivos, basicamente:
-o produto era (não sei se ainda é) subsidiado para atender a frota de caminhões e ônibus (veículos de carga e transporte coletivo);
-quando essa legislação foi feita, importávamos muito mais combustível do que hoje. Era uma maneira de se racionalizar o consumo (priorização do uso mais eficiente do combustível).
-nosso diesel tem um alto teor de enxofre, sendo muito mais poluidor que o europeu. Saiu na imprensa um pouco da briga que se formou entre o ministério do meio ambiente, montadoras e Petrobrás por causa do diesel "urbano", com pouco enxofre. O enxofre alto é devido ao processo de refino e ao tipo petróleo que temos disponível na maior proporção. Temos muito petróleo pesado, que exige muito refino pra dar pouco combustível. Isso tende a mudar com os campos do pré-sal, que possuem petróleo leve, que dá muito GLP, gasolina e diesel, mas exige investimentos grandes nas refinarias, e construção de novas (a Petrobrás está fazendo isso, mas leva tempo.)

O único jeito de viabilizar o uso do diesel em carros de passeio passa por 2 pontos cruciais:
- termos efetivamente diesel "limpo" (com pouco enxofre) disponível em todo país, o que depende da Petrobrás;
- mobilização das montadoras junto ao governo para eliminar as restrições legais.

Ou seja: somos dependentes de resoluções da ANP e de mudanças na legislação para alterar o quadro.
 

· Registered
Joined
·
4,382 Posts
^^
Pessoal,
Veículos "fedendo diesel" normalmente estão desregulados. Quando bem regulado, o motor diesel não dá fumaça forte. :eek:kay:
Entretanto, a regulagem não é fácil de manter com um combustível que tem uma tolerância maior de variação, como o que é utilizado aqui no Brasil e em nossos países vizinhos. O diesel utilizado na Europa, que é o modelo para outros locais do mundo é muito menos poluente, por ter menos enxofre e uma composição mais "fechada" .
Nosso diesel atual, além de ter muito enxofre, como já disse, é mais viscoso ("grosso") que o europeu. Nos anos 70, foram adquiridos trens a diesel da Hungria (os Ganz-Mavag, que acho que hoje operam em Teresina), e esses equipamentos tiveram muita dificuldade de operação com nosso combustível.
Como disse, há também a questão do subsídio ao diesel que existia à época e da importação maciça do produto.
Já disse, é cenário regulatório. Só mudando a lei atual - e melhorando o produto, também- para aumentar as possibilidades de uso do Diesel
 

· Registered
Joined
·
4,382 Posts
Na situação atual, sim, Mauá. Só não seria complicador se tivéssemos diesel de baixo enxofre disponível.
E isso depende de alterações nas refinarias, que ao que me consta, estão sendo feitas.
Entretanto parece - não é garantido- que há planos de exportação do óleo do pré-sal, que é mais leve e tem um bom valor de mercado (muito melhor que o óleo retirado em na bacia de Campos, que é predominantemente pesado, que seria usado mais internamente. Mas, como já disse, petróleo pesado = menos GLP, gasolina e diesel, e esses combustíveis ficam também com dificuldades para manter padrão de composição.
 

· Registered
Joined
·
4,382 Posts
^^
Não parece, ***CORVO, é assim mesmo. Se não me engano, há 2 tipos de diesel: o urbano, com um valor de ppm de enxofre baixo, e o rural que vai até 2000 ppm (0,2%)
Nosso diesel - mesmo o urbano é bem mais poluente que o europeu. Não adianta pôr um carro europeu a diesel aqui, ele não dura como nosso combustível.
 

· Registered
Joined
·
4,382 Posts
Bom, tem algumas informações aqui que estão equivocadas.

1. Carro a diesel moderno (moro na Europa, convivo com eles diariamente) não tem quase nenhuma diferença de ruído ou poluição para carro a gasolina moderno. Essa história de barulho é coisa de caminhonete feita com baixo custo, transferindo vibrações do motor para o carro.
Corretíssimo!

2. O diesel NÃO é mais subsidiado no Brasil! O que ocorre é que sobre ele incide uma CIDE menor que a da gasolina, e equivalente à do Álcool.
Eu tinha dito que à época da proibição era, hoje não tinha a certeza se existia. Mas a complemententação da CIDE é ótima. :applause::applause:

3. O tipo de diesel produzido pela Petrobras não tem nada a ver com restrição de carro a diesel no Brasil. O combustível é o mesmo para caminhões e carros, o que ocorre é que em outros países normalmente as bombas para caminhòes são separadas, mais altas, mais pressão... aí tem gente que conclui que o diesel é diferente pq o caminhão abastece em lugar diferente do carro.
O argumento de que ainda não dava pra liberar em função da qualidade, eu ouvi de uma pessoa da ANP . Aqui no Brasil, andrelot, a própria Petrobrás classifica o Diesel em "metropolitano" (máximo 500 ppm enxofre, para regiões metropolitnas de SP, RJ e MG) e "interior" (máximo 1800 ppm enxofre, pros resto do país). Veja em http://www2.petrobras.com.br/produtos_servicos/port/Produtos/Oleo_Diesel/Oleo_Diesel.asp

O que é fato é que o Brasil é importador líquido de diesel, pois a produção de diesel no Braisl não é capaz de atender à demanda. E, com o crescimento da produção de álcool e a revolução dos multi-flex, o consumo relativo de gasolina cai em relação ao do álcool.

Se os carros a diesel fossem liberados no Brasil, o cenário mais provável seria uma queda ainda mais acentuada no consumo de gasolina. A Petrobras poderia exportar gasolina e importar mais diesel, mas isso tem repercussões na capacidade de refino (que está no limite) etc.

De qualquer forma, é mais sensato expandir a produção de álcool do que importar mais diesel, ao menos até que haja capacidade de refino de gasolina para atingir os padrões internacionais de exportação.
Você está correto. A questão do cenário de importação não restringe só o Diesel, mas também o uso do GLP em automóveis (aí na Europa, Autogas) e outras aplicações. E isso vem de uma época em que tínhamos situação bem pior que a atual.
Mas, como disse, pra mudar a legislação é demorado. E pra mudança ser economicamente viável, teremos que usar nosso petróleo leve, que está a caminho.

Enfim, pessoal: condições para uso maior do diesel, temos desde que:
1) da parte técnica, tenhamos um óleo mais "limpo", e em quantidade maior. E isto será possível com o pré-sal, se melhormos e ampliarmos nosso parque de refino
2) da parte legal, haja a revisão normativa. Pra que os responsáveis façam isso, a primeira parte tem que estar funcionando bem.
 

· Registered
Joined
·
4,382 Posts
Só existe um carro no mundo capaz de rodar com GLP (Gás Liquefeito de Petróleo, ou gás de cozinha): o Kia Forte (Cerato) Hybrid LPI que, por ora, só será vendido na Coreia do Sul.

O que existe, no Brasil e no resto do mundo, são veículos movidos a GNV, Gás Natural Veicular. Por algum tempo rodaram alguns ônibus em SP movidos a metano, mas acho já retiraram todos os protótipos de circulação.
Honda, você está enganado. Tem carro pra caramba a GLP. Vê este site: http://www.worldlpgas.com/gain/what-is-autogas-/autogas-vehicles-sold-by-car-manufacturers/

Ah, metano é a mesma coisa que Gás Natural. Chamamos veicular por convenção. O gás que tem em qualquer posto é o mesmo que chega encanado às casas e apartamentos e bem diferente do de botijão.

Mas, o assunto é diesel :lol:. GLP, pra mim é trabalho...
 

· Registered
Joined
·
4,382 Posts
não temos pq esses textos em favor do diesel só existem pq não tem, pq se tivesse só enxergariam os defeitos do mesmo... se fosse permitido muitos estariam preocupados em apontar os defeitos do mesmo como muitos com o etanol
Pulga, é verdade. Todo e qualquer combustível tem seus prós e contras.
Você mencionou os problemas do etanol. E os maiores, pra ele não ser usado fora daqui são esses:
- ele não se dá bem com baixas temperaturas (dê partida num carro a álcool no inverno...)
- é visto como ameaça à segurança alimentar fora daqui ( é coisa de quem não conhece como funciona o país)
 

· Registered
Joined
·
4,382 Posts
isso num existe mais, isso era coisa da época do carro 100% alcool nos anos 80, hj milhões de brasileiros tem carro a etanol e não tem problema nenhum com baixas temperaturas (eu por exemplo)

eu sou contra a permitir o diesel por um motivo simples, é umcombustivel não renovável, aumenta a dependência do petróleo que é uma das coisas que o Brasil fez direito com o etanol

voltar com mais um combustivel fóssil nesse momento seria um passo pra trás, não só pela questão ecológica mas tb pq seria um grande passo pro Brasil voltar a ter que importar petróleo

pra mim diesel só quando o Bio-diesel estiver sendo produzido em larga escala e os carros forem flex aceitando todas as misturas
Pulga, meu carro é Flex. É mais difícil fazê-lo pegar em dias frios, foi isso que disse. Em locais muito frios, o etanol não vai....
Quanto à "dependência" do petróleo, o pré-sal vem aí. Se não exportarmos este petróleo, e levarmos adiante as reformas necessárias nas refinarias, estaremos verdadeiramente auto suficientes em petróleo.
Nos anos 80 foi feito um carro que rodava com qualquer combustível - inclusive óleo vegetal- de cozinha mesmo. Não sei porquê, mas sumiu...
Leia aqui:
www.pt.wikipedia.org/wiki/Elsbett
www.4x4brasil.com.br/forum/showthread.php?t=26865

O detalhe é que todo diesel deveria ser diesel limpo, não só o eventualmente usado por utilitários... o custo social da poluição é muito alto também, não adianta pensar só no custo do combustível em si.
Concordo!!!
 
1 - 9 of 9 Posts
This is an older thread, you may not receive a response, and could be reviving an old thread. Please consider creating a new thread.
Top