SkyscraperCity banner
1 - 20 of 105 Posts

·
O Show é aqui!
Joined
·
5,738 Posts
Discussion Starter · #1 · (Edited)
NOVO PV - Estádio Presidente Vargas - que servirá para treinamentos e amistosos de seleções em Fortaleza

Aqui vai um render de melhor qualidade, que tirei da versão digital do O Povo:

Projeto de reforma foi apresentado pela prefeita Luizianne Lins, ontem, durante uma reunião em hotel da orla marítima


Visão do Setor de Imprensa e agora também com tribuna de honra, entre as cadeiras especiais (Foto: Reprodução)


Geral do Estádio Presidente Vargas após a reforma que deve ser finalizada em maio de 2010 pela Prefeitura



Cinqüenta e dois milhões é o valor integral que será gasto com a reforma do Estádio Presidente Vargas (PV). O projeto do novo estádio do Benfica foi apresentado, ontem, pela manhã, em hotel da orla marítima, pela prefeita Luizianne Lins. Presentes nesse encontro com a prefeita dirigentes dos principais clubes da Capital, o vice-presidente Mauro Carmélio, da Federação Cearense de Futebol (FCF), novo secretário de Esportes do Município, Evaldo Lima, jornalistas e outros integrantes da comunidade esportiva.

“O Estádio Presidente Vargas (PV) recebeu diversas reformas pontuais ao longo da sua existência. Mas com esse projeto apresentado hoje (ontem) não estamos mais para remendar o PV, vamos deixar o Presidente Vargas agora pronto para os próximos 100 anos. Este era o nosso interesse e por isso demorou tanto a confecção desse novo projeto”, afirmou entusiasmada a prefeita Luizianne.

Quanto ao prazo para o início das obras do novo PV, o secretário Evaldo Lima, atual titular da Secretaria de Esportes do município (Secel), afirmou que “ainda este mês será lançado o edital de licitação para a reforma do estádio. E entre a abertura de propostas, adjudicação, homologação e início das obras é um prazo que deve ser respeitado. Nós imaginamos que as obras deverão ser iniciadas no mês de outubro. E que em maio de 2010 o novo Estádio Presidente Vargas será entregue ao público cearense”.

E o titular da Secel garantiu: “serão oito meses para a reconstrução do Presidente Vargas, e não é apenas uma maquiagem, não é uma ‘reforma cosmética’, é uma reforma estrutural, de requalificação. O estádio não será apenas uma praça de futebol, na parte externa haverá lanchonetes, com possibilidade de receber lojas, amplos espaços de convivência, então, a expectativa é que o Benfica receba isso em maio”.

Cronograma

A obra de reforma ou requalificação do PV está prevista para duas etapas, com duração de oito meses. Na primeira, cuja conclusão está prevista para fevereiro de 2010, serão gastos cerca de R$ 22 milhões na restauração da segurança estrutural das arquibancadas e adequação dos padrões de evacuação do local. Na segunda fase, onde deverão ser gastos R$ 30 milhões, o objetivo é recuperar e modernizar a infra-estrutura esportiva do PV, para que o estádio possa ser utilizado pelos clubes a partir de 2010 e como campo auxiliar ao Castelão durante o Mundial de 2014.

Responsáveis pelo projeto do novo PV são o engenheiro Luís Eduardo Cardoso e o arquiteto Luís Armando Mendes, que também trabalharam na reforma do Maracanã.

Cardoso, na apresentação do projeto, ressaltou que “tirou partido da estrutura já existente no PV para realizar toda essa reforma”. O engenheiro frisou que a característica do PV como estádio será mantida. ‘‘O que vai acontecer é uma recuperação estrutural e uma adequação, com reforço, à modernidade com relação às arquibancadas. Por exemplo, as rampas, hoje, de acesso às arquibancadas, são rampas que existem no interior do estádio, por dentro do campo. Isso vai ser mudado, pois o PV ganhará novas arquibancadas, prolongadas até o campo, com novos degraus, além de cadeiras numeradas”.

Critérios da Fifa

Luís Eduardo Cardoso salientou que “os acessos às novas arquibancadas serão compatíveis com o que hoje a Fifa exige para a segurança desses estádios. Aliás, a questão da segurança, do escape do torcedor, ela deve ser integralmente respeitada. Esse é um dos pontos prioritários no novo PV. E quando você numera as cadeiras e cria novas entradas e saídas no estádio, você dá essa condição, claro, de conforto ao usuário. Basicamente, nós vamos recuperar as estruturas deterioradas, reforçar as estruturas que no novo projeto exigirão esse reforço, e adotar técnicas absolutamente reconhecidas dentro das normas brasileiras, obviamente”.

Limites da obra

O engenheiro Luís Cardoso assegurou que “nosso projeto está dentro dos limites que definem, hoje, a periferia do Presidente Vargas, desde sua construção, em 1941. A partir do que estabelecemos, com o arquiteto Luís Mendes, nada será modificado com relação a essa área. Não sei se a Prefeitura tem outra concepção para os arredores do estádio”.

DEMOLIÇÃO, NÃO
Mário Elízio diz que a cidade saiu ganhando com a decisão

O engenheiro que chefiou uma comissão do Conselho Regional de Engenharia Arquitetura e Agronomia (CREA-CE), que identificou os problemas estruturais do Presidente Vargas, Mário Elízio Aguiar, disse que a cidade saiu ganhando com a reforma, ao invés da demolição do PV.

Mário e outros seis engenheiros eram a favor do “Plano B”, ou seja, a não demolição do estádio, mas a reforma. “O que estava previsto antes era a demolição total do estádio e a construção de um outro, mas isso seria oneroso demais. Seriam necessários R$ 152 milhões para demolir, com prazo de um ano e meio a dois anos para a conclusão das obras”, informou Mário Elízio.

Mário elogiou muito os itens da reforma do PV, identificando alguns pontos principais, que o fizeram um defensor dela. Partiu dele e de outros engenheiros, a indicação dos arquitetos que farão a reforma. “Primeiro, o município vai economizar, gastando apenas um terço do que custaria a demolição; segundo, o prazo de execução é menor; terceiro, será conservada a história da cidade, mantendo-se a fachada do estádio”, comentou Mário Elízio, sobre o assunto.

SAIBA MAIS

Requalificação do PV

Recuperação e reforço dos pilares do estádio, com a colocação de vigas metálicas; novas rampas de acesso para as arquibancadas, que receberão novos degraus e se estenderão até o campo etc

Corrosão da estrutura

As ações da água das chuvas e da lavagem da urina humana causou a desagregação e corroeu o concreto do Estádio Presidente Vargas, deixando suas estruturas metálicas expostas à degradação do ambiente com o tempo

Licitação

Edital de licitação das obras de reforma do PV está sendo finalizado e sua publicação acontecerá ainda este mês. A partir de novembro, até fevereiro de 2010, a primeira parte da reforma estará concluída. Já a segunda etapa, que visa à reconstrução de toda a infra-estrutura esportiva do estádio, tem como referencial as indicações da Fifa

PV
Mudanças no estádio

CCF funcionando dentro do próprio estádio
Ligar as arquibancadas (hoje separadas)
Colocação de vigas metálicas
Impermeabilização da estrutura (contra urina, especialmente)
Dezoito vomitórios; novas rampas de acesso e escape
Substituição de muros por gradis (para que estádio seja visto por quem passa por aí)
Cobertura para cadeiras especiais
Ampliação da pracinha do PV
Aécio de Borba deverá ser demolido para ampliar a rua e criar nova opção de saída
Túneis ampliados com quatro vestiários
Criação de lojinha dos clubes
Cabines para rádio/TV de 12 a 15
Colocação de placar eletrônico
Instalação de câmeras de segurança

O que permanece

Fachada fica igual
Torres de iluminação serão mantidas

MOACIR FÉLIX
Repórter
fonte:http://diariodonordeste.globo.com/materia.asp?codigo=653050

Prefeita apresentou o novo PV em coletiva de imprensa

08/07/2009
Durante coletiva de imprensa realizada esta quarta-feira, Luizianne Lins anunciou detalhes sobre a requalificação do PV.


Foto: Rubens Venâncio.
A apresentação dos aspectos técnicos do plano de requalificação foi feita pelo engenheiro civil, Luís Eduardo Cardoso, e pelo arquiteto Armando Mendes, profissionais responsáveis pelo projeto do novo PV.

Na ocasião, estiveram presentes parlamentares do Legislativo Municipal e Estadual, membros da crônica esportiva local e dirigentes dos três maiores clubes da Capital: Fortaleza, Ceará e Ferroviário.

A proposta de modernização do PV está baseada no laudo técnico dos testes realizados na praça esportiva pela equipe da Associação Técnico-Científica Engenheiro Paulo de Frontin (ASTEF), entre os meses de maio e novembro de 2008.

Dentro dos próximos meses, o PV irá passar por um processo de reconstrução que irá adequar à praça esportiva aos padrões da FIFA para segurança e conforto, juntamente com as normas de acessibilidade. O novo PV terá capacidade de 18 mil lugares, todos com assentos. O processo licitatório para a reconstrução do PV está previsto para breve.

Para a prefeita Luizianne Lins, a escolha de Fortaleza como subsede da Copa do Mundo de 2014 colocou a reabertura do PV como um importante desafio para a cidade. “Queremos iniciar uma corrente positiva em torno da candidatura de Fortaleza. Desde já queremos pedir o apoio de toda a população e dos segmentos ligados ao futebol, em torno da construção de um PV novo, qualificado e com toda segurança e conforto que o nosso povo merece”, afirmou a prefeita.

Na opinião do secretário de Esporte e Lazer de Fortaleza, Evaldo Lima, o projeto do novo PV pretende requalificar não apenas a estrutura física do estádio, mas também a relação das pessoas com a praça esportiva. “A partir do próximo ano, o PV irá se tornar um equipamento cada vez mais integrado à dinâmica da cidade, se constituindo como a primeira grande marca da Copa do Mundo de 2014, em Fortaleza”, declarou o titular da SECEL.

Saiba mais sobre a reconstrução do PV

A Prefeitura já dispõe do valor integral necessário à intervenção, equivalente a R$ 52 milhões. Desse montante, R$ 10 milhões são oriundos do Tesouro Municipal, 5,5 milhões por meio de emenda da bancada federal; R$ 20 milhões, através de convênio com o Governo do Estado; e mais 16,5 milhões foram obtidos junto ao Ministério do Esporte.

A obra de reconstrução está dividida em duas etapas, com duração total de oito meses. A primeira etapa do projeto prevê a restauração da segurança estrutural das arquibancadas do estádio, bem como a adequação dos padrões de evacuação do local. A previsão é de que a primeira etapa das obras, orçada em R$ 22 milhões, esteja concluída até fevereiro de 2010.

Na segunda etapa, o objetivo é recuperar e modernizar a infraestrutura esportiva do PV, para que a praça possa ser utilizada pelos clubes locais a partir de 2010 e como campo auxiliar ao Castelão durante a Copa do Mundo FIFA Brasil 2014. Outro importante aspecto da intervenção diz respeito à criação de uma área de convivência na estrutura do novo PV. Dotada de bares, lojas e restaurantes, essa área visa a garantir sustentabilidade ao estádio, uma vez que a praça de alimentação funcionaria ao longo de toda a semana, e não apenas nos dias de jogo.

A segunda etapa da reconstrução do PV irá demandar investimentos da ordem de R$ 30 milhões. A previsão é de que o novo PV seja entregue à população de Fortaleza em maio de 2010.

Etapas do projeto

1ª etapa das obras

Recuperação e Reforço da Estrutura Existente

Essa etapa tem o objetivo de restaurar as condições de segurança das arquibancadas do estádio, atendendo a todas as normas que dizem respeito à segurança estrutural e de evacuação.

Valor estimado: R$ 22 milhões.

2ª etapa das obras

Reconstrução da Infraestrutura Esportiva.

Visa à reconstrução de toda a infraestrutura esportiva do estádio, tendo como referencial as indicações FIFA.

Valor Estimado: R$ 30 milhões
fonte: http://www.fortaleza.ce.gov.br/index.php?option=com_content&task=view&id=11256&Itemid=78

Agradeço ao forista Acarleial:eek:kay::eek:kay:, que printou da TV, as fotos do Novo PV
Eis:

Fortal, aqui vão algumas imagens que eu consegui tirar do vídeo da tv jangadeiro. Apesar da péssima qualidade, dá pra ter uma ligeira idéia de como vai ficar o PV.











--------------------------------------------------------

Consegui fotos da fachada,agumas históricas, que será mantida e tombada pelo patrimônio.

A fachada é de 1941. Será mantida. Eis:

O Estádio Presidente Vargas (PV) na déc. de 40.
Ele foi inaugurado em 1941. Repare ele era bem primitivo, depois
vieram as arquibancadas de madeira, isto bem antigamente!


Arquivo Nirez

Vista da entrada do estádio, na déc. de 1940


credito da foto: (by flickr Edimar Bento)

Fachada:


Tv jangadeiro

hoje ele é assim para termos uma noção:

por Edimar Bento vy flickr

------------------------------------------

Velho/novo PV
Por Tom Barros
Jornal Diário do Nordeste
fonte:http://diariodonordeste.globo.com/materia.asp?codigo=653367

O Estádio Presidente Vargas foi construído em 1941. Até 1973, palco principal do futebol cearense. Somente em 1957 lá entrei pela primeira vez. Eu tinha 10 anos de idade. O então acanhado estádio surgiu como um gigante aos olhos do menino deslumbrado. Ali estavam arquibancadas de madeira, alambrado de madeira, cabines de rádio feitas também de madeira. Apenas o setor central era de concreto, mas ainda sem o lance superior. Portanto, acompanhei todas as reformas nele realizadas. Agora, preparo-me para ver a mais importante, ou seja, a que vai transformá-lo numa praça esportiva adequada aos padrões da Fifa. A modernização bate à porta em nome do progresso exigido por uma Copa do Mundo. A Gentilândia será contemplada com uma obra que promete ser motivo de orgulho para o futebol cearense. O velho PV cederá espaço a um outro estádio, novo, bonito e funcional. Assim prometem.

Referência

Reafirmo: o PV, mesmo sem a reforma, tem tamanho e capacidade maiores que os estádios que serviram de base para treinamentos da Seleção Brasileira na Itália (1990) e França (1998), respectivamente em Asti e Ozoir La Ferrière (Estádio Trois Sapins).

Tirando dúvidas

Quem quiser tirar dúvida, pode buscar via internet fotos dos dois estádios. Basta colocar os nomes do estádios mencionados. E vocês terão uma prova do que estou afirmando, pois lá estive cobrindo referidas Copas. Há fotos inclusive dos estádios hoje, já melhorados.

Oportunidade

Não haverá necessidade de preocupação com luxo no PV senão com funcionalidade, dentro do melhor sentido multiuso ora em voga. Estádio que poderá ser adaptado para show ou atrações diversificadas, sem prejuízo para o gramado. Há estádio onde funcionam lojas, cinemas, shoping, escola...
 

·
Rio de Janeiro
Joined
·
31,227 Posts
Como eu adoro futebol, gostei, mas..... poderia ficar melhor :eek:kay:
 

·
Equilíbrio, viagens e paz
Joined
·
4,686 Posts
Sei lá, ficou estranho...não sei porque, mas ficou.
 

·
Location:Canoas - RS - Br
Joined
·
5,253 Posts
Simples, mas muito bom! Perfeito para um estádio desse porte!
 

·
O Show é aqui!
Joined
·
5,738 Posts
Discussion Starter · #11 ·
MUITAS NOVIDADES EM RELAÇÃO AO Projeto do Novo PV:

Edital de licitação para reforma do Presidente Vargas foi lançado hoje

23/09/2009
O estádio terá capacidade para 18 mil torcedores, todos com assentos.


Foto: Mauri Melo



O lançamento do edital de licitação para a reforma do estádio Presidente Vargas aconteceu na tarde de hoje (23), em coletiva para a imprensa, no auditório do Gabinete da Prefeita. Participaram da ocasião Geraldo Accioly, coordenador do projeto da Copa do Mundo FIFA Brasil 2014 pela Prefeitura de Fortaleza, juntamente com os Secretários Luciano Feijão (Infraestrutura), Evaldo Lima (Esporte), Estevão Romcy (Secretaria Regional IV) e os responsáveis pelo projeto de reforma, o engenheiro civil Luis Eduardo Cardoso e o arquiteto Armando Mendes.

O valor orçado para a recuperação do estádio é de 38,8 milhões, numa parceria entre o Governo do Estado e a Prefeitura de Fortaleza. As obras devem ser iniciadas em janeiro de 2010 e terão duração de oito meses. Os serviços serão executados em dois turnos de trabalho: um começando às 7 horas e se estendendo até as 17 horas e outro iniciando às 18 horas e finalizado à 1 hora da madrugada. O estádio terá capacidade para 18 mil torcedores, todos com assentos.

Geraldo Accioly, coordenador do projeto da Copa em Fortaleza, assegurou que o atraso no lançamento do edital ocorreu pela complexidade do estudo que foi realizado. “O Presidente Vargas é o estádio mais antigo da cidade, construído em 1941. Não podíamos correr o risco de fazer uma obra irresponsável, pois estaríamos colocando a vida dos torcedores em risco”, afirma.

As obras terão início com a recuperação e o reforço da estrutura existente e, em seguida, haverá a fase de reconstrução da infraestrutura esportiva, modernizando o espaço de acordo com as normas de acessibilidade universal, as normas de segurança de evacuação e os padrões da Fifa. “Todas as instalações elétricas, hidráulicas e sanitárias serão substituídas e o acesso das pessoas com deficiência ao local está garantido por meio de rampas e elevadores. Os estádios estão se modernizando para receber outros eventos, como grandes shows. Hoje eles não são mais espaços exclusivamente de competições esportivas e têm que estar preparados para grandes estruturas”, assegura o engenheiro Luis Eduardo Cardoso.

A estrutura de concreto já existente será recuperada e ampliada, alargando as arquibancadas e acrescendo a elas quatro degraus, o que irá torná-las mais próximas do campo, atendendo uma exigência da Fifa, além de melhorar a visibilidade dos torcedores. As arquibancadas receberão ainda assentos individuais, propiciando maior conforto ao público. Serão construídas rampas, eliminando as atuais escadarias, e três novas entradas cobertas, facilitando o acesso ao estádio. Novos bares e sanitários também serão construídos e poderão ser utilizados pela comunidade mesmo fora do horário dos jogos. “O estádio passará a ter ainda mais envolvimento com a população do bairro, funcionando como uma grande área de convivência dos moradores”, complementa o arquiteto Armando Mendes.
fonte:http://www.fortaleza.ce.gov.br/index.php?option=com_content&task=view&id=11792&Itemid=78

Requalificação do PV estabelece padrão de segurança e conforto

O lançamento do edital para a reforma do estádio Presidente Vargas (PV) é mais uma etapa no processo de requalificação daquela praça esportiva pautado por um princípio básico: o respeito à vida dos torcedores. Foi em nome da segurança que a Prefeitura fechou o PV e há 19 meses tem trabalhado para elaborar o melhor projeto para que o PV volte a receber jogos não só do Campeonato Cearense, mas também de torneios nacionais como a Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro. Após a reforma, o estádio também estará adequado a servir de apoio, como campo de treinamento, para a Copa do Mundo de 2014.

O tempo despendido com os estudos para avaliar o estágio de degradação será compensado na execução da obra, porque o projeto de reforma, que inclui a recuperação e reforço das estruturas e a modernização das instalações, está estruturado para agilizar ao máximo o trabalho da construtora que vier a vencer a licitação. Desta forma, a reforma a ser iniciada em janeiro de 2010 cumprirá o prazo estipulado de oito meses e resultará numa obra de qualidade, uma marca da Gestão Fortaleza Bela.

E Fortaleza vai receber um novo PV, com capacidade para 18 mil pessoas, que atende às normas de segurança em dois aspectos principais. O primeiro é a resistência da estrutura de concreto às vibrações causadas pelo público. As fundações serão recuperadas e reforçadas. O segundo diz respeito aos fluxos de acesso e evacuação adequados. Serão eliminadas as escadarias, que darão lugar a rampas.

O conforto de quem freqüentar o estádio também estará garantido. Novos banheiros, bares e assentos individualizados são algumas das características do novo PV. E uma novidade de alto valor simbólico. O espaço dos bares e sanitários será construído como uma espécie de rua, ficando aberto ao público em dias normais como espaço de lazer e garantindo uma interação ainda maior da comunidade do entorno com o PV.
fonte:http://www.fortaleza.ce.gov.br/contexto/contexto011.html



=================================

Tradição e modernidade convivem no novo estádio

Um novo PV, mas que vai preservar duas marcas registradas do estádio. O pórtico de entrada e as torres de iluminação permanecem. A entrada da rua Marechal Deodoro com sua fachada em art-déco é um patrimônio arquitetônico do Bairro Benfica e a sua preservação foi uma determinação da prefeita Luizianne Lins desde o começo das discussões sobre a reformulação do PV. No projeto de modernização, três entradas serão acrescentadas ao estádio dentro da proposta de maior acessibilidade à área interna. Os estudos sobre a conservação do estádio apontaram que as torres funcionam bem e não há motivos para substituí-las.

No restante do PV a marca será a modernidade. Não apenas visual. Instalações elétricas, hidráulicas e sanitárias serão completamente novas, partindo do zero. Assim como as cabines de imprensa. Para a instalação dos assentos individuais e numerados, os degraus das arquibancadas serão alargados acrescentando a elas quatro degraus, que garantem uma maior aproximação do campo e, consequentemente, uma melhor visibilidade. Além disso, dois trechos do estádio serão cobertos. Com as alterações, o PV estará totalmente adequado ao Estatuto do Torcedor e ainda poderá receber outros tipos de eventos, além do futebol, dentro da perspectiva atual de que os estádios transformem-se em arenas multiuso.
fonte:http://www.fortaleza.ce.gov.br/contexto/coordenada0011a.html

====================================================

Programação de investimentos de Fortaleza para Copa recebe aval da Fifa

O parecer é da própria Fifa: Fortaleza é a capital que apresenta o melhor plano de investimento entre as 12 cidades brasileiras selecionadas para sediar a Copa do Mundo de 2014 no Brasil. O trabalho em conjunto das equipes da Prefeitura e do Governo Estadual resultou numa Programação Sistêmica de Investimentos para a Copa que engloba projetos já em curso, a exemplo do Transfor (municipal) e o Metrofor (estadual), e novos empreendimentos, como a reforma do Castelão (estadual), a duplicação do aeroporto internacional Pinto Martins (federal) e a ampliação das avenidas do entorno do Castelão (municipal). Esses projetos demonstram a integração entre as políticas públicas municipal e estadual.

Para a Fifa, além da qualidade das praças esportivas, a mobilidade urbana tem um peso considerável na análise dos projetos. Sua principal exigência é que os deslocamentos urbanos sejam feitos de maneira ágil e segura. Os projetos do Transfor e do Metrofor atendem a essa demanda. Além dos Estádios e do Transporte e Logística, a Programação Sistêmica de Fortaleza divide-se em outros quatro eixos Meio-Ambiente e Saneamento Básico, Segurança, Saúde, Energia e Telecomunicações, e Turismo.
fonte:http://www.fortaleza.ce.gov.br/contexto/coordenada0011b.html

============================================

O charme que só o PV tem

Por Geraldo Accioly
Titular da Coordenadoria de Projetos Especiais, Relações Institucionais e Internacionais (Cooperi) e
Controlador Geral do Município de Fortaleza.

As arquibancadas e o gramado do Presidente Vargas contam uma história de gols e golaços. Vitórias dramáticas e goleadas históricas. Rivalidades figadais e camaradagem. Cânticos de vitória e choros de derrota. As arquibancadas e o gramado do PV contam a história dos últimos 68 anos do futebol cearense.

Ceará, Fortaleza e Ferroviário são personagens fundamentais do estádio fundado em 1941. Mas outros clubes também se destacaram em campo, inclusive nacionais, como Flamengo, Botafogo, São Paulo e Palmeiras. Ate o Rei Pelé jogou no PV. Menino ainda, mas já campeão mundial, o craque do Santos disputou um amistoso contra o Fortaleza em 1959, que acabou 2 x 2.

E os demais times cearenses também contabilizam suas conquistas. Inclusive, um clube nascido no próprio Bairro Benfica que abriga o PV, o Gentilândia Atlético Clube. Fundado em 1934, portanto antes mesmo da inauguração do estádio, o Gentilândia triunfou no campeonato de 1956. Infelizmente, na década seguinte o clube foi desfeito.

Aliás, muito do carisma do PV vem da sua relação com o Benfica. Quem anda pelo entorno do estádio sente a presença do futebol nas calçadas, casas e estabelecimentos comerciais. É uma bandeira do Ceará pendurada numa varanda, um escudo do Fortaleza pintado numa fachada ou um torcedor solitário passando vestido com a camisa do seu time de coração, cearense ou nacional.

Com certeza, todos fortalezenses estão com saudade do sábado ou domingo à tarde no PV, não apenas os moradores do Benfica. Em 2010, eles vão matar essa saudade. E o que é melhor: vão ganhar um estádio moderno e seguro, mas com o charme que só o PV tem será preservado.
fonte:http://www.fortaleza.ce.gov.br/contexto/ideia0011a.html

============

Velho/novo PV
Por Tom Barros
Jornal Diário do Nordeste
fonte:http://diariodonordeste.globo.com/materia.asp?codigo=653367

O Estádio Presidente Vargas foi construído em 1941. Até 1973, palco principal do futebol cearense. Somente em 1957 lá entrei pela primeira vez. Eu tinha 10 anos de idade. O então acanhado estádio surgiu como um gigante aos olhos do menino deslumbrado. Ali estavam arquibancadas de madeira, alambrado de madeira, cabines de rádio feitas também de madeira. Apenas o setor central era de concreto, mas ainda sem o lance superior. Portanto, acompanhei todas as reformas nele realizadas. Agora, preparo-me para ver a mais importante, ou seja, a que vai transformá-lo numa praça esportiva adequada aos padrões da Fifa. A modernização bate à porta em nome do progresso exigido por uma Copa do Mundo. A Gentilândia será contemplada com uma obra que promete ser motivo de orgulho para o futebol cearense. O velho PV cederá espaço a um outro estádio, novo, bonito e funcional. Assim prometem.

Referência

Reafirmo: o PV, mesmo sem a reforma, tem tamanho e capacidade maiores que os estádios que serviram de base para treinamentos da Seleção Brasileira na Itália (1990) e França (1998), respectivamente em Asti e Ozoir La Ferrière (Estádio Trois Sapins).

Tirando dúvidas

Quem quiser tirar dúvida, pode buscar via internet fotos dos dois estádios. Basta colocar os nomes do estádios mencionados. E vocês terão uma prova do que estou afirmando, pois lá estive cobrindo referidas Copas. Há fotos inclusive dos estádios hoje, já melhorados.

Oportunidade

Não haverá necessidade de preocupação com luxo no PV senão com funcionalidade, dentro do melhor sentido multiuso ora em voga. Estádio que poderá ser adaptado para show ou atrações diversificadas, sem prejuízo para o gramado. Há estádio onde funcionam lojas, cinemas, shoping, escola...

Vista da entrada do estádio, na déc. de 1940


credito da foto: (by flickr Edimar Bento)
:):):):):)

===============================

Aécio e FCF não serão demolidos


24 Set 2009 - 02h37min
Uma das grandes dúvidas a respeito da reforma do PV recai sobre o impacto das obras no entorno do estádio. Uma das propostas incluía a demolição do ginásio Aécio de Borba e da sede da Federação Cearense de Futebol (FCF) para a ampliação da área útil da praça esportiva.

Questionado sobre o futuro das duas estruturas, o engenheiro Luis Eduardo Cardoso jogou a responsabilidade para cima da prefeita Luizianne Lins, que não compareceu ao evento de ontem. ``Essa é uma decisão da prefeita``. Ele, no entanto, deixou claro que o projeto atual não ultrapassa os limites já ocupados pelo estádio. ``Nosso projeto foi feito em cima de onde está hoje o Presidente Vargas``, explicou Luis Eduardo.

O arquiteto Armando Mendes, que desenhou o projeto do novo estádio, também não quis entrar na questão e limitou-se a falar sobre a modernização do PV. ``O estádio tem um charme especial que devemos preservar. É uma forma de manter a cultura local``, lembrou, salientando que a reforma deixará o Presidente Vargas apto a ser uma ferramenta do bairro. ``Os bares podem funcionar a semana toda``, pontuou. (BF)
fonte: http://www.opovo.com.br/opovo/esportes/912414.html

==========

FOTOS:






fonte:http://verdesmares.globo.com/v3/canais/noticias.asp?codigo=269714&modulo=173
 

·
MMJR
Joined
·
347 Posts
Pergunta meio óbvia mas, quando dizem que vai permanecer a fachada, significa fachada original conversada mas recuperada, certo?

Eu gostei, principalmente pro propósito do estádio (é um estádio secundário na cidade). Estao de parabéns. Poderiam replicar isso em várias cidades (sei que vao fazer isso com o independência em BH).
 

·
♫ lıı.lllıılı..lll&
Joined
·
2,110 Posts
Bem simples
 

·
O Show é aqui!
Joined
·
5,738 Posts
Discussion Starter · #18 · (Edited)
Pergunta meio óbvia mas, quando dizem que vai permanecer a fachada, significa fachada original conversada mas recuperada, certo?

Eu gostei, principalmente pro propósito do estádio (é um estádio secundário na cidade). Estao de parabéns. Poderiam replicar isso em várias cidades (sei que vao fazer isso com o independência em BH).
Sim, acredito que será assim como vc descreveu. A fachada é histórica, de 1941, pasme, na época foi o primeiro estádio a ser erguido na cidade. Antes os jogos eram realizados no antigo Campo do Prado, que tem uma história bonita também, (VER FOTO de 1927: http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Campo_do_Prado_1927.JPG), mas depois com a profissionalização dos clubes veio o PV, antes de madeira, para depois em 1962 chegar ao cimento nas arquibancadas.:)
A fachada não será demolida, mas sim recuperada.
 

·
A Metrópole da Amazônia!
Joined
·
4,110 Posts
Simples e feinho.
 

·
Banned
Joined
·
2,750 Posts
O nome do estadio do estadio do Treze daqui é Presidente Vargas (pv) tbm :lol:
mais o projeto é legalzinho
 
1 - 20 of 105 Posts
Top