SkyscraperCity banner
1 - 8 of 8 Posts

·
Eng. Tráfego e Designer
Joined
·
13,970 Posts
Discussion Starter · #1 ·
Silval Barbosa vistoria área da Embrapa de MT

O vice-governador Silval Barbosa (PMDB), acompanhado do deputado federal Wellington Fagundes (PR), participou na manhã desta segunda-feira (22) de uma solenidade em Sinop que definiu a área para a instalação do primeiro centro de pesquisas da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) no Estado de Mato Grosso.

Na ocasião, o prefeito do município, Juarez Costa (PMDB), assinou o documento de desapropriação de uma área de 612 hectares - entre o aeroporto e o rio Teles Pires - onde será implantado o centro de pesquisas. Após a assinatura, a equipe de engenharia da Embrapa fez o primeiro levantamento da área e, em nos próximos dias está previsto a realização do estudo topográfico.

Para o vice-governador Silval Barbosa, que participou ativamente das articulações para a vinda da Embrapa, a construção de um centro de pesquisa em Sinop, pólo regional do norte do estado, representa um ganho não só para a região como para todo Mato Grosso. “Com a instalação da Embrapa, tanto a área agronômica como também ambiental será fomentada, abrangendo desde as pequenas as grandes produções, de norte a sul de Mato Grosso”, destacou.

Estão previstos cerca de R$ 50 milhões em investimentos até a entrega da obra, sendo que deste montante R$ 16 milhões já estão disponíveis para o início das obras. Grande parte destes recursos é oriunda do Programa de Aceleração do Crescimento do Governo Federal (PAC da Embrapa)

De acordo com o administrativo da Embrapa, Tenisson Waldow, o edital de licitação da obra deve ser lançado no prazo de 45 dias. "Até o dia 22 de dezembro a obra estará empenhada e já iniciada, com previsão de término para 20 de novembro de 2010", estimou Tinisson.

Ainda de acordo com o diretor, a previsão é de que o centro tenha uma equipe de 170 profissionais entre pesquisadores, analistas e assistentes. Além da definição da área para a construção da Embrapa, também foram assinados nesta manhã várias convênios para o município de Sinop, orçados em R$ 6 milhões.
 

·
Registered
Joined
·
18,253 Posts
^^

Roberto, qual será a especialidade dessa Embrapa?

No meu recente thread dedicado à Londrina, eu mencionei a importância da Embrapa Soja (localizada no distrito da Warta) no desenvolvimento da "soja do cerrado", que abriu as fronteiras agrícolas do Centro-Oeste e que de forma direta deu origem à própria cidade de Sinop.

Eu conheço essa região, que pela descrição da reportagem se situa mais ou menos a uns 10km a oeste do centro da cidade. Quando eu fui, no ano 2000, ainda havia grandes bolsões de Floresta Amazônica por toda a parte, especialmente a leste, norte e oeste da cidade.

Isso certamente será um grande ganho para a já próspera região. Só para você ter uma idéia, Londrina concentra o maior número de doutores em soja do mundo, justamente por causa da presença da Embrapa e de outras instuições como o IAPAR e a UEL. É bom saber que o MT aliará a partir de agora sua grande produção com a pesquisa.
 

·
Eng. Tráfego e Designer
Joined
·
13,970 Posts
Discussion Starter · #4 ·
^^

Roberto, qual será a especialidade dessa Embrapa?

No meu recente thread dedicado à Londrina, eu mencionei a importância da Embrapa Soja (localizada no distrito da Warta) no desenvolvimento da "soja do cerrado", que abriu as fronteiras agrícolas do Centro-Oeste e que de forma direta deu origem à própria cidade de Sinop.

Eu conheço essa região, que pela descrição da reportagem se situa mais ou menos a uns 10km a oeste do centro da cidade. Quando eu fui, no ano 2000, ainda havia grandes bolsões de Floresta Amazônica por toda a parte, especialmente a leste, norte e oeste da cidade.

Isso certamente será um grande ganho para a já próspera região. Só para você ter uma idéia, Londrina concentra o maior número de doutores em soja do mundo, justamente por causa da presença da Embrapa e de outras instuições como o IAPAR e a UEL. É bom saber que o MT aliará a partir de agora sua grande produção com a pesquisa.

Yuri.. a especialidade realmente eu não sei... porém, se formos analisar as vocações da região (e do prórpio estado de MT) deverá ser algo parecido com o descrito por ti em Londrina. Talvez especializada tbém em grãos (como a soja e milho) e a própria pecuária bovina (já q há investimentos de frigoríficos n´aquela região).

Mas o fato que tu disse sobre o crescimento da região e a importância de tal empreendimento é a mais pura verdade... trará mais progresso àquela região, assim como pra todo o estado!!!

A UFMT de Sinop está querendo entrar nessa parceria com a Embrapa tbém, se ocorrer será um grande avanço para as pesquisas universitárias elevando o grau de ambas instituições.
 

·
Registered
Joined
·
18,253 Posts
^^
Realmente será muito interessante, não importa a especialidade.

Se o Norte do MT e o Norte do PR já eram muito parecidos (população, urbanismo, produção agrícola, etc.), agora mais um ponto em comum. Aliança entre produção e pesquisa, além do casamento da Embrapa com as intituições de ensino da região, como ocorre aqui em Londrina na dobradinha Embrapa-UEL.

Eu me lembro que quando visitei Sinop, a UFMT ainda estava começando (como a própria cidade, na verdade). Tenho muita vontade de retornar à região (Nova Mutum, Lucas, Sorriso, Sinop), para verificar in loco as transformações de 2000 para cá. Na época fui visitar meus tios e minha prima, que moravam lá. Ainda bem que para essas coisas eu tenho uma memória boa, então até hoje devo ser capaz de me localizar.
 

·
Eng. Tráfego e Designer
Joined
·
13,970 Posts
Discussion Starter · #6 ·
^^
Realmente será muito interessante, não importa a especialidade.

Se o Norte do MT e o Norte do PR já eram muito parecidos (população, urbanismo, produção agrícola, etc.), agora mais um ponto em comum. Aliança entre produção e pesquisa, além do casamento da Embrapa com as intituições de ensino da região, como ocorre aqui em Londrina na dobradinha Embrapa-UEL.

Eu me lembro que quando visitei Sinop, a UFMT ainda estava começando (como a própria cidade, na verdade). Tenho muita vontade de retornar à região (Nova Mutum, Lucas, Sorriso, Sinop), para verificar in loco as transformações de 2000 para cá. Na época fui visitar meus tios e minha prima, que moravam lá. Ainda bem que para essas coisas eu tenho uma memória boa, então até hoje devo ser capaz de me localizar.
A UEM e UEL hj são referência justamente por essa dobradinha, e por outros motivos tbém (como a qualidade de ensino e pesquisa).

A UFMT Sinop está analisando a possibilidade de inserção dos cursos de Engenharia de Alimentos, Engenharia Química e Engenharia Agro Industrial (este último inédito no Centro-Oeste) para suprir a demanda necessária de profissionais nessas áreas em toda a região.

Uma coisa eu afirmo: com investimentos público-privados e formação técnico-científica qquer região do país se desenvolve com mais rapidez e coerência.
 

·
Eng. Tráfego e Designer
Joined
·
13,970 Posts
Discussion Starter · #8 ·
Também fiquei curioso quanto à especialidade que essa nova Embrapa se dedicará. E não sabia que no estado ainda nao havia nenhuma unidade de pesquisa!
No MT ainda não tinha uma unidade da Embrapa... Utiliza-se muito as bases de Campo Grande (gado), Londrina (soja) e Campina Grande (algodão). Mas pelo q se noticia essa unidade do MT será multiespecializada.

Melhor aguardarmos mais informações concretas...
 
1 - 8 of 8 Posts
Top