SkyscraperCity Forum banner
1 - 4 of 4 Posts

· Registered
Joined
·
5,468 Posts
Mas vejo, por exemplo, no Baixo Mondego, que o arroz carolino ali produzido não é comercializado e não é divulgado. Mas vieram com a mania do arroz agulha que prejudicou o carolino nacional, e não há sequer marketing destes arrozais...
Lá porque não vais ao supermercado... A Saludães tem a linha de produtos "arroz de Portugal", com as linhas "Carolino do Sado", "Carolino do Tejo" e "Carolino do Mondego". :tongue2:
 

· Registered
Joined
·
5,468 Posts
Só a Saludães... mas e Cigala, marcas brancas?? É bom, mas insuficiente...
Cigala é uma marca espanhola ("cigala" é lagostim em espanhol, daí a imagem na embalagem). E as marcas brancas não costumam ter produtos especializados (seria um bocado contrário ao princípio da coisa). Se queres apontar falta de investimento na origem dos produtos às marcas de arroz, dirige a "fúria" à Pato Real, e assim.

Ainda assim, também há arroz carolino das marcas que referiste. Não tem "DOC", mas é carolino.
 

· Registered
Joined
·
5,468 Posts
Isso não impossibilita que produzam arroz na zona do Mondego, e vendam arroz do Mondego, simplesmente não podem ostentar que é arroz do Mondego como se isso desse status...ficarias surpreendido se soubesses onde algumas marcas de luxo produzem as suas coisas...:lol:
Não disse que impossibilita. Mas se tens arroz carolino marca branca no supermercado (e tens), ficas sem saber se é do Mondego ou não.

A verdade é que, se o estão a produzir, em princípio não será para deitar fora.

Mas Portugal é, entre os países produtores de arroz da UE, o único que não produz arroz suficiente para o mercado interno. Não é por falta de produção, note-se: nós simplesmente consumimos muito mais arroz que os outros europeus (acho que é qualquer coisa como 25x a média europeia).
 

· Registered
Joined
·
5,468 Posts
Acho que estás a fazer qualquer conta mal: 180 milhões de kg são 180 mil toneladas. Se produzíssemos 1 250 mil toneladas, dava uma quantidade de arroz para exportar que dava para alimentar o resto da Europa e sobrava. :)

(no site da Saludães, na apresentação do produto "Arroz de Portugal" falam de 150 mil toneladas anuais produzidas, o que dá uma "taxa de cobertura" de mais de 80%. Quem dera à CP ter uma taxa de cobertura dessas ;))
 
1 - 4 of 4 Posts
This is an older thread, you may not receive a response, and could be reviving an old thread. Please consider creating a new thread.
Top