SkyscraperCity banner
1 - 20 of 82 Posts

·
on the road
Joined
·
34,472 Posts
Discussion Starter · #1 ·
Do total de 5.565 municípios brasileiros, 1.651 apresentaram crescimento populacional negativo. Um pequeno número de casos refere-se a municípios desmembrados em outros (58 ao todo, lista no post seguinte).

A perda populacional líquida combinada desses 1.651 municípios é superior a 1,6 milhão de pessoas entre 2000 e 2010. Número expressivo.

Abaixo, a lista dos municípios com perda populacional superior a 20% da população de 2.000 (UF, município, perda percentual, perda absoluta):

================

BA Maetinga -49.0% < > (6,708)
MT Itaúba -47.5% < > (4,072)
BA Ribeirão do Largo -45.8% < > (7,014)
RN Severiano Melo -45.6% < > (4,827)
PA Jacareacanga -43.4% < > (10,427)
RS Esmeralda -42.7% < > (2,356)
BA Caraíbas -41.1% < > (7,062)
PR Altamira do Paraná -38.5% < > (2,693)
PE Cumaru -37.9% < > (10,413)
GO Campos Verdes -37.7% < > (3,035)
RN Várzea -36.8% < > (3,029)
MT Novo São Joaquim -36.7% < > (3,477)
RR Alto Alegre -35.4% < > (6,332)
RS Campinas do Sul -33.3% < > (2,754)
BA Jitaúna -33.0% < > (6,941)
MT Aripuanã -32.9% < > (9,062)
BA Potiraguá -32.6% < > (4,753)
BA Iramaia -31.8% < > (5,575)
RS Caibaté -31.6% < > (2,289)
PI Betânia do Piauí -30.4% < > (2,625)
RS Nova Bréscia -30.2% < > (1,380)
GO Itapirapuã -29.4% < > (3,196)
BA Encruzilhada -29.3% < > (9,645)
AM Fonte Boa -29.1% < > (9,184)
AM Barcelos -28.3% < > (6,855)
RS Engenho Velho -28.3% < > (604)
AM Urucará -27.5% < > (5,054)
MA Junco do Maranhão -27.3% < > (1,513)
BA Sítio do Quinto -26.7% < > (4,546)
BA Itambé -26.0% < > (8,031)
BA Itapé -25.8% < > (3,783)
AL Maravilha -25.2% < > (3,455)
PR Nova Cantu -25.1% < > (2,489)
BA Boa Nova -25.1% < > (5,155)
BA Barro Preto -25.0% < > (2,149)
BA Coaraci -25.0% < > (6,951)
RS Porto Vera Cruz -24.8% < > (612)
MG Rubelita -24.8% < > (2,530)
MS Novo Horizonte do Sul -24.3% < > (1,557)
BA Ibirataia -23.7% < > (5,860)
BA Jussiape -23.5% < > (2,366)
RO Santa Luzia D'Oeste -23.4% < > (2,717)
AL Belém -23.3% < > (1,380)
BA Ibiassucê -23.3% < > (2,989)
BA Mucugê -23.2% < > (3,168)
BA Mirante -23.1% < > (3,161)
RS Rio dos Índios -23.1% < > (1,086)
RO Governador Jorge Teixeira -23.1% < > (3,150)
GO Itajá -23.0% < > (1,510)
MT Porto Estrela -22.8% < > (1,072)
RS Victor Graeff -22.6% < > (888)
BA Una -22.6% < > (7,060)
MA Pio XII -22.5% < > (6,397)
BA Barra do Rocha -22.5% < > (1,816)
BA Maracás -22.4% < > (7,105)
PR Nova Tebas -22.2% < > (2,105)
MG Palmópolis -22.2% < > (1,972)
BA Tremedal -22.2% < > (4,700)
RS União da Serra -22.1% < > (421)
RS Alpestre -21.8% < > (2,239)
PA Faro -21.7% < > (2,179)
RS Ernestina -21.6% < > (853)
RS Ibirapuitã -21.6% < > (1,117)
RS Imigrante -21.6% < > (830)
PI Sebastião Barros -21.4% < > (968)
MT Terra Nova do Norte -21.4% < > (2,930)
MG Senador José Bento -21.4% < > (507)
GO Mundo Novo -21.2% < > (1,718)
BA Jucuruçu -21.0% < > (2,599)
BA Guajeru -21.0% < > (2,692)
BA Gongogi -20.9% < > (2,194)
MT Nova Brasilândia -20.8% < > (1,205)
BA Aurelino Leal -20.7% < > (3,550)
BA Caatiba -20.7% < > (3,208)
RS Itatiba do Sul -20.6% < > (1,082)
AM Jutaí -20.6% < > (4,635)
BA Belmonte -20.6% < > (4,123)
RS Herval -20.5% < > (1,741)
MG Juvenília -20.4% < > (1,458)
PE Calumbi -20.4% < > (1,443)
BA Ilhéus -20.4% < > (45,210)
SC Presidente Castello Branco -20.2% < > (437)
RS Alegria -20.1% < > (1,078)


=======================================

Alguém gostaria de iniciar a discussão sobre decréscimo populacional? Depois, darei minhas contribuições.
 

·
Registered
Joined
·
2,779 Posts
Osasco passou de 652.593 (2000) à 637.617 (2010). Que estranho isso... A previsão era de quase 720 mil em 2009.
 

·
on the road
Joined
·
34,472 Posts
Discussion Starter · #3 ·
Os novos municípios 2000-2010

Para a análise ficar mais coerente, precisamos ajustar os casos de municípios criados entre 2000 e 2010. Não é tão simples identificar os municípios dos quais estes foram desmembrados. Todavia, como não são muitos, acredito que com a ajuda dos foristas possamos identificar o município de origem de todos estes, e assim eu ajustarei a tabela acima de decréscimo populacional.

Feito isso, conseguirei isolar o efeito de criação dos novos municípios do decréscimo populacional propriamente dito. Se você sabe qual o município de origem de algum dos listados abaixo, responda no tópico, por favor.

Segue, então, a lista dos novos municípios criados entre 2000 e 2010 com a população em 2010

=================

AL Jequiá da Praia 12026
BA Barrocas 14177
BA Luís Eduardo Magalhães 59050
ES Governador Lindenberg 10755
GO Campo Limpo de Goiás 5787
GO Gameleira de Goiás 3270
GO Ipiranga de Goiás 2844
GO Lagoa Santa 1241
MT Bom Jesus do Araguaia 4811
MT Colniza 25827
MT Conquista D'Oeste 3384
MT Curvelândia 4793
MT Ipiranga do Norte 5123
MT Itanhangá 5220
MT Nova Nazaré 2923
MT Nova Santa Helena 3059
MT Novo Santo Antônio 2003
MT Rondolândia 3460
MT Santa Cruz do Xingu 1896
MT Santa Rita do Trivelato 2370
MT Santo Antônio do Leste 3749
MT Serra Nova Dourada 1365
MT Vale de São Domingos 3048
MS Figueirão 2789
PI Aroeiras do Itaim 2419
PI Nazária 7977
PI Pau D'Arco do Piauí 3757
RJ Mesquita 159685
RN Jundiá 3576
RS Aceguá 4394
RS Almirante Tamandaré do Sul 2056
RS Arroio do Padre 2722
RS Boa Vista do Cadeado 2441
RS Boa Vista do Incra 2425
RS Bozano 2200
RS Canudos do Vale 1807
RS Capão Bonito do Sul 1748
RS Capão do Cipó 3096
RS Coqueiro Baixo 1528
RS Coronel Pilar 1725
RS Cruzaltense 2141
RS Forquetinha 2467
RS Itati 2575
RS Jacuizinho 2502
RS Lagoa Bonita do Sul 2662
RS Mato Queimado 1799
RS Novo Xingu 1731
RS Paulo Bento 2196
RS Pedras Altas 2169
RS Pinhal da Serra 2130
RS Quatro Irmãos 1776
RS Rolador 2535
RS Santa Cecília do Sul 1655
RS Santa Margarida do Sul 2352
RS São José do Sul 2082
RS São Pedro das Missões 1886
RS Tio Hugo 2721
RS Westfalia 2784
 

·
Registered
Joined
·
18,253 Posts
^^
Suburbanist, o IBGE já havia recalculado os dados de 2000 com base nos desmembramentos da época. Perda populacional no Censo 2010 é realmente perda populacional.



----------------------------------------------------------------------------------------


Olha, não lí toda a relação, mas quando se trata de centros pequenos isolados, provavelmente é êxodo rural.

Esse fenômeno não é inédito no Brasil. O Norte do Paraná por exemplo, atingiu o seu ápice populacional em 1970 (1975 para ser mais preciso). Depois disso sofreu uma forte queda populacional, se recuperou nas décadas seguintes, mas ainda hoje está a 800 mil pessoas da marca de 1975.

Nesse censo, observou-se que regiões que tradicionalmente perdem habitantes, continuaram perdendo (ex.: Noroeste RS). Agora mais do que decréscimo, a surpresa fica por conta do baixíssimo crescimento da RM Porto Alegre (estagnação total na população do município):

------- Censo 2010 (DOU 04/11) --- Censo 2000 ---- Cresc. % 2000/2010
Porto Alegre (RS) --- 4.063.754 --- 3.871.913 --- 4,95%

^^
Isso é menos do que o registrado pela RM Detroit entre 1990-2000, quando cresceu 5,3%.

Podemos citar ainda Pelotas e Ilhéus, que são as primeiras cidades brasileiras médias/grandes a perderem população.
 

·
on the road
Joined
·
34,472 Posts
Discussion Starter · #5 ·
^^
Suburbanist, o IBGE já havia recalculado os dados de 2000 com base nos desmembramentos da época. Perda populacional no Censo 2010 é realmente perda populacional.

Tem certeza?

Pois olha o que aconteceu com um caso que eu conheço (o desdobramento de Mesquita de Nova Iguaçu:

Pop. Nova Iguaçu 2000 - 920.599
Pop. Nova Iguaçu 2010 - 767.505
Pop. Mesuita 2010 - 159.685
Pop. Mesquita + Foz do Iguaçu 2010 - 927.170

Me parece improvável que a população do distrito de Mesquita tenha sido excluída de N. Iguacú em 2000, até porque a coluna Mesquita em 2000 está como N/A e a menção "município não existente em 2000".
 

·
Recursive
Joined
·
11,645 Posts
O Brasil tem município DEMAIS da conta, e pra piorar a legislação trata eles como se fossem 'unidades federativas' :cheers:

Pra mim, dava pra acabar com 1.000 desses "municípios" de uma tacada só!
 

·
Joinville-SC
Joined
·
4,769 Posts
Concordo, 1.000 municipios poderiam sim voltar a ser distritos ou bairros de muitas cidades, não há motivo de emancipar algum "povoado" com 1.000, até 3.000 habitantes e ter uma máquina municipal, que só vai sugar dinheiro publico em pró de políticos. No Brasil uma cidade deveria ter no mínimo 3.000, e olhe lá ainda, lógicos que há inúmeros casos, mas em sua grande maioria - chuto 90% - das cidades com população inferior a isso não se sustenta . Ainda sendo bem otimista.
 

·
Arquiteto e Urbanista
Joined
·
21,188 Posts
Concordo, 1.000 municipios poderiam sim voltar a ser distritos ou bairros de muitas cidades, não há motivo de emancipar algum "povoado" com 1.000, até 3.000 habitantes e ter uma máquina municipal, que só vai sugar dinheiro publico em pró de políticos. No Brasil uma cidade deveria ter no mínimo 3.000, e olhe lá ainda, lógicos que há inúmeros casos, mas em sua grande maioria - chuto 90% - das cidades com população inferior a isso não se sustenta . Ainda sendo bem otimista.
O RS é cheio de micro-cidades, e tenha certeza que muitas destas se sustentam mais que cidades maiores de outras regiões. Além disso, o desmembramento qualifica a cidade, que passa a investir melhor o dinheiro. Geralmente nestas cidades menores, é investido muito na sede, e pouco nos distritos.
 

·
on the road
Joined
·
34,472 Posts
Discussion Starter · #10 ·
O Brasil tem município DEMAIS da conta, e pra piorar a legislação trata eles como se fossem 'unidades federativas' :cheers:

Pra mim, dava pra acabar com 1.000 desses "municípios" de uma tacada só!
Concordo, 1.000 municipios poderiam sim voltar a ser distritos ou bairros de muitas cidades, não há motivo de emancipar algum "povoado" com 1.000, até 3.000 habitantes e ter uma máquina municipal, que só vai sugar dinheiro publico em pró de políticos. No Brasil uma cidade deveria ter no mínimo 3.000, e olhe lá ainda, lógicos que há inúmeros casos, mas em sua grande maioria - chuto 90% - das cidades com população inferior a isso não se sustenta . Ainda sendo bem otimista.
O RS é cheio de micro-cidades, e tenha certeza que muitas destas se sustentam mais que cidades maiores de outras regiões. Além disso, o desmembramento qualifica a cidade, que passa a investir melhor o dinheiro. Geralmente nestas cidades menores, é investido muito na sede, e pouco nos distritos.
Há casos e casos. Eu acho que justifica-se a existência de municípios pouco povoados quando os núcleos mais próximos estão a 100km, como na Amazônia, mesmo que tenham baixíssima população.

Quanto aos demais, a princípio não deveria haver problemas, se a máquina pública administrativa nào fosse tão inchada. O que quero dizer é que se há "x" reais para serem investidos em 5 distritos, não vejo problemas em investir 0.2x em cada distrito que viria a ser emancipado. O problema são os custos de uma nova prefeitura, novos secretários, Câmara de Vereadores... isso deveria, na minha opinião, ser severadamente modificado. Camara de Vereadores de municípios pequenos, e até médios, deveria ser função não remunerada, sem assessores, sem salário, no máximo com um pagamento decente e razoável por sessão legislativa e uma secretaria geral com 3/4 funcionários.

Mas hoje, pela CF, é proibida a criação de municípios cuja arrecadação própria (50% IPVA, IPTU, ISS) não cubra os custos administrativos de PRefeitura e Câmara. Tanto é assim que a criação de municípios desde 2000 foi ínfima, apenas 58 novos municípios (na década anterior foram mais de 1.000 novos municípios).
 

·
R.I.P. Niki
Joined
·
15,218 Posts
Olha, não lí toda a relação, mas quando se trata de centros pequenos isolados, provavelmente é êxodo rural.
É o caso de alguns pequenos municípios aqui em RO. Há municípios com mais de 80% da população na zona rural. Em alguns casos, esses municípios até apresentam crescimento populacional no núcleo urbano, mas como a participação da população rural no total do município é bem maior, a perda de população no campo acaba superando o ganho populacional na área urbana, resultando num saldo populacional negativo.

Felizmente, boa parte dos municípios rondonienses que perderam população entre 2000 e 2007 voltaram a crescer entre 2007 e 2010, alguns até já recuperaram a população que haviam perdido. E os que continuam perdendo população, diminuíram bastante o ritmo de perda.
 

·
Registered
Joined
·
7,304 Posts
Para a análise ficar mais coerente, precisamos ajustar os casos de municípios criados entre 2000 e 2010. Não é tão simples identificar os municípios dos quais estes foram desmembrados. Todavia, como não são muitos, acredito que com a ajuda dos foristas possamos identificar o município de origem de todos estes, e assim eu ajustarei a tabela acima de decréscimo populacional.

Feito isso, conseguirei isolar o efeito de criação dos novos municípios do decréscimo populacional propriamente dito. Se você sabe qual o município de origem de algum dos listados abaixo, responda no tópico, por favor.

Segue, então, a lista dos novos municípios criados entre 2000 e 2010 com a população em 2010

=================

AL Jequiá da Praia 12026
BA Barrocas 14177
BA Luís Eduardo Magalhães 59050
ES Governador Lindenberg 10755
GO Campo Limpo de Goiás 5787GO
Gameleira de Goiás 3270
GO Ipiranga de Goiás 2844
GO Lagoa Santa 1241
MT Bom Jesus do Araguaia 4811
MT Colniza 25827
MT Conquista D'Oeste 3384
MT Curvelândia 4793
MT Ipiranga do Norte 5123
MT Itanhangá 5220
MT Nova Nazaré 2923
MT Nova Santa Helena 3059
MT Novo Santo Antônio 2003
MT Rondolândia 3460
MT Santa Cruz do Xingu 1896
MT Santa Rita do Trivelato 2370
MT Santo Antônio do Leste 3749
MT Serra Nova Dourada 1365
MT Vale de São Domingos 3048
MS Figueirão 2789
PI Aroeiras do Itaim 2419
PI Nazária 7977
PI Pau D'Arco do Piauí 3757
RJ Mesquita 159685
RN Jundiá 3576
RS Aceguá 4394
RS Almirante Tamandaré do Sul 2056
RS Arroio do Padre 2722
RS Boa Vista do Cadeado 2441
RS Boa Vista do Incra 2425
RS Bozano 2200
RS Canudos do Vale 1807
RS Capão Bonito do Sul 1748
RS Capão do Cipó 3096
RS Coqueiro Baixo 1528
RS Coronel Pilar 1725
RS Cruzaltense 2141
RS Forquetinha 2467
RS Itati 2575
RS Jacuizinho 2502
RS Lagoa Bonita do Sul 2662
RS Mato Queimado 1799
RS Novo Xingu 1731
RS Paulo Bento 2196
RS Pedras Altas 2169
RS Pinhal da Serra 2130
RS Quatro Irmãos 1776
RS Rolador 2535
RS Santa Cecília do Sul 1655
RS Santa Margarida do Sul 2352
RS São José do Sul 2082
RS São Pedro das Missões 1886
RS Tio Hugo 2721
RS Westfalia 2784
Campo limpo de Goiás foi emancipado de Anápolis.
No censo de 2000 Anápolis possuia 287.000 habitantes, incluindo o distrito de Rodrigues Nacimento, atual Campo Limpo.

Por enquanto a população recenseada de Anápolis está em torno de 322 mil habitantes, com 96% dos domicílios ja recenseados. sendo que a estimativa apontava em 2009 cerca de 335 mil habitantes.

Vamos ver se essa população de 335 mil habitantes será atingida ou se ficará abaixo do esperado, e se ficar, uma das possíveis causas foi a emancipação de Campo Limpo.
 

·
R.I.P. Niki
Joined
·
15,218 Posts
Sobre a questão das emancipações, uma coisa que eu achei intressante é que o município de Barreiras (BA) deu origem a um município que já tem quase 60 mil habitantes (Luís Eduardo Magalhães) e mesmo assim continua tendo praticamente a mesma população que tinha em 2000, faltando apenas 1.229 habitantes pra igualar a população de 2000 (o que ainda pode acontecer na consolidação dos dados). Isso dá uma dimensão do crescimento daquela região.
 

·
Registered
Joined
·
30,751 Posts
Do total de 5.565 municípios brasileiros, 1.651 apresentaram crescimento populacional negativo. Um pequeno número de casos refere-se a municípios desmembrados em outros (58 ao todo, lista no post seguinte).

A perda populacional líquida combinada desses 1.651 municípios é superior a 1,6 milhão de pessoas entre 2000 e 2010. Número expressivo.

Abaixo, a lista dos municípios com perda populacional superior a 20% da população de 2.000 (UF, município, perda percentual, perda absoluta):

================

BA Maetinga -49.0% < > (6,708)
MT Itaúba -47.5% < > (4,072)
BA Ribeirão do Largo -45.8% < > (7,014)
RN Severiano Melo -45.6% < > (4,827)
PA Jacareacanga -43.4% < > (10,427)
RS Esmeralda -42.7% < > (2,356)
BA Caraíbas -41.1% < > (7,062)
PR Altamira do Paraná -38.5% < > (2,693)
PE Cumaru -37.9% < > (10,413)
GO Campos Verdes -37.7% < > (3,035)
RN Várzea -36.8% < > (3,029)
MT Novo São Joaquim -36.7% < > (3,477)
RR Alto Alegre -35.4% < > (6,332)
RS Campinas do Sul -33.3% < > (2,754)
BA Jitaúna -33.0% < > (6,941)
MT Aripuanã -32.9% < > (9,062)
BA Potiraguá -32.6% < > (4,753)
BA Iramaia -31.8% < > (5,575)
RS Caibaté -31.6% < > (2,289)
PI Betânia do Piauí -30.4% < > (2,625)
RS Nova Bréscia -30.2% < > (1,380)
GO Itapirapuã -29.4% < > (3,196)
BA Encruzilhada -29.3% < > (9,645)
AM Fonte Boa -29.1% < > (9,184)
AM Barcelos -28.3% < > (6,855)
RS Engenho Velho -28.3% < > (604)
AM Urucará -27.5% < > (5,054)
MA Junco do Maranhão -27.3% < > (1,513)
BA Sítio do Quinto -26.7% < > (4,546)
BA Itambé -26.0% < > (8,031)
BA Itapé -25.8% < > (3,783)
AL Maravilha -25.2% < > (3,455)
PR Nova Cantu -25.1% < > (2,489)
BA Boa Nova -25.1% < > (5,155)
BA Barro Preto -25.0% < > (2,149)
BA Coaraci -25.0% < > (6,951)
RS Porto Vera Cruz -24.8% < > (612)
MG Rubelita -24.8% < > (2,530)
MS Novo Horizonte do Sul -24.3% < > (1,557)
BA Ibirataia -23.7% < > (5,860)
BA Jussiape -23.5% < > (2,366)
RO Santa Luzia D'Oeste -23.4% < > (2,717)
AL Belém -23.3% < > (1,380)
BA Ibiassucê -23.3% < > (2,989)
BA Mucugê -23.2% < > (3,168)
BA Mirante -23.1% < > (3,161)
RS Rio dos Índios -23.1% < > (1,086)
RO Governador Jorge Teixeira -23.1% < > (3,150)
GO Itajá -23.0% < > (1,510)
MT Porto Estrela -22.8% < > (1,072)
RS Victor Graeff -22.6% < > (888)
BA Una -22.6% < > (7,060)
MA Pio XII -22.5% < > (6,397)
BA Barra do Rocha -22.5% < > (1,816)
BA Maracás -22.4% < > (7,105)
PR Nova Tebas -22.2% < > (2,105)
MG Palmópolis -22.2% < > (1,972)
BA Tremedal -22.2% < > (4,700)
RS União da Serra -22.1% < > (421)
RS Alpestre -21.8% < > (2,239)
PA Faro -21.7% < > (2,179)
RS Ernestina -21.6% < > (853)
RS Ibirapuitã -21.6% < > (1,117)
RS Imigrante -21.6% < > (830)
PI Sebastião Barros -21.4% < > (968)
MT Terra Nova do Norte -21.4% < > (2,930)
MG Senador José Bento -21.4% < > (507)
GO Mundo Novo -21.2% < > (1,718)
BA Jucuruçu -21.0% < > (2,599)
BA Guajeru -21.0% < > (2,692)
BA Gongogi -20.9% < > (2,194)
MT Nova Brasilândia -20.8% < > (1,205)
BA Aurelino Leal -20.7% < > (3,550)
BA Caatiba -20.7% < > (3,208)
RS Itatiba do Sul -20.6% < > (1,082)
AM Jutaí -20.6% < > (4,635)
BA Belmonte -20.6% < > (4,123)
RS Herval -20.5% < > (1,741)
MG Juvenília -20.4% < > (1,458)
PE Calumbi -20.4% < > (1,443)
BA Ilhéus -20.4% < > (45,210)
SC Presidente Castello Branco -20.2% < > (437)
RS Alegria -20.1% < > (1,078)


=======================================

Alguém gostaria de iniciar a discussão sobre decréscimo populacional? Depois, darei minhas contribuições.
Bahia e Rio Grande do Sul dominando a lista. Pelo que li foram os estados que mais tiveram redução na população.
 

·
Registered
Joined
·
5,881 Posts
Os dados foram apresentados apenas por determinação legal, já que teriam que ser fornecidos ao DOU até 05/11. O Globonews acabou de mostrar matéria onde recenseadores continuam fazendo levantamento na cidade de SP, e o numero real talvez nunca será alcançado, ja que vários moradores de condomínios se recusam a dar informações. Isso acontece em todas as cidades médias e grandes. Nos últimos anos a violência chegou a tal ponto que as pessoas tem medo de tudo, de dar informações, acham que os dados pessoais podem vazar e serem utilizados por meliantes de todo o tipo, etc, etc.
No meu prédio sei que mais da metade dos moradores se recusou a atender o censo!!!
Salvador, com o boom imobiliario que tem, com bairros inteiros surgidos nesta década, gente nascendo sem parar e ter aumentado apenas 30.000, em 10 anos, é ridículo!!!
Basta ver imagens do Google de 10 anos atras e de agora.
 

·
Annoying ex-moderator
Joined
·
17,643 Posts
Cidades que são muito pequenas geralmente carecem de oportunidades, assim, os jovens destes municipios ao concluirem o ensino médio, tem a tendencia de irem estudarem fora e não mais retornarem. Sei que existem muitos municipios no interior do RS e SP com essa caracteristica. São cidades que estão envelhecendo.

O inverso ocorre quando o pequeno municipio fica próximo de uma grande metrópole, pois passa a atrair moradores em busca de sossego.
 

·
"Mãe dos deuses"
Joined
·
1,327 Posts
No Amazonas, a seca atrapalhou a contagem dos municípios mais distantes.

Dados mais realistas mesmo, só dia 29...
 

·
on the road
Joined
·
34,472 Posts
Discussion Starter · #18 ·
Os dados foram apresentados apenas por determinação legal, já que teriam que ser fornecidos ao DOU até 05/11. O Globonews acabou de mostrar matéria onde recenseadores continuam fazendo levantamento na cidade de SP, e o numero real talvez nunca será alcançado, ja que vários moradores de condomínios se recusam a dar informações. Isso acontece em todas as cidades médias e grandes. Nos últimos anos a violência chegou a tal ponto que as pessoas tem medo de tudo, de dar informações, acham que os dados pessoais podem vazar e serem utilizados por meliantes de todo o tipo, etc, etc.
No meu prédio sei que mais da metade dos moradores se recusou a atender o censo!!!
Salvador, com o boom imobiliario que tem, com bairros inteiros surgidos nesta década, gente nascendo sem parar e ter aumentado apenas 30.000, em 10 anos, é ridículo!!!
Basta ver imagens do Google de 10 anos atras e de agora.
Os dados divulgados incluem uma extrapolação setorizada da população (usando mecanismos de inferência) para os domicílios ocupados mas nào rescenseados.
 

·
Registered
Joined
·
1,688 Posts
Vou falar da realidade que conheço profundamente: Noroeste do RS.

A região foi o berço da lavoura de Soja mecanizada nos anos 70, centros como Santo Ângelo e Santa Rosa viveram um boom econômico com cooperativas fortíssimas, várias fábricas de implementos agrícolas, máquinas agrícolas, fábricas de carrocerias, etc.

Santo Ângelo em jornais da época, anos 70 era considerada a ''Londrina Gaúcha" o núcleo urbano duplicava de tamanho em menos de 10 anos (de forma organizada) e o município possuía mais de 100.000 habitantes.

Várias emancipações ocorreram. Hoje somando os ex-distritos (Santo Ângelo, Entre-Ijuís, São Miguel das Missões, Vitória das Missões e Eugênio de Castro) a população chega a 98771 habitantes (chegou a ser mais de 105.000 nos anos 80).

Santo Ângelo em si passou por uma crise que durou 2 décadas. Milhares de empregos industriais foram perdidos e apenas nos últimos 5 anos que houve uma recuperação mais acentuada, fato que creio revelou-se numa redução populacional bem menor que o esperado.

Os outros municípios são totalmente dependentes da agropecuária. Um setor cada vez mais mecanizado. E os jovens não tem motivação para continuar no campo, então o mapa da emigração é:

PEQUENOS MUNICÍPIOS -> MÉDIOS MUNICÍPIOS (Santo Angelo, Santa Rosa, Ijui para obter formação universitária) -> GRANDES CENTROS/CENTROS COM CRESCIMENTO ECONÔMICO ACENTUADO.

Basicamente o pessoal que sai do interior do RS vai para a Serra ou para SC. Alguns se arriscam ir mais longe como BA, PA, etc.

A região não possui perspectiva de reverter o quadro. Certos municípios vivem unicamente dos repasses federais, se dependessem do que arrecadam não poderiam mais existir.

Sou totalmente favorável à reunificação de certos distritos ou criação de uma estrutura administrativa diferenciada.
 

·
instagram: t.l.rekarte
Joined
·
59,577 Posts
Vejo muitas cidades do Nordeste e do RS na lista de diminuição da população
como sabemos,muitos gauchos foram para a area de fronteira agricola,e muito nordestinos estão em SP/RJ/ES
 
1 - 20 of 82 Posts
Top