SkyscraperCity banner
Status
Not open for further replies.
1 - 6 of 6 Posts

·
Brasil | Mexico
Joined
·
18,738 Posts
Discussion Starter · #1 · (Edited)
Comac C919



O Comac C919 é uma aeronave chinesa planejada para ter entre 168 e 190 assentos, com fuselagem curta (narrow-body), a ser construído pela Commercial Aircraft Corporation of China (Comac).

Ele será o maior avião comercial projetado e construído na China desde o extinto Shanghai Y-10. Seu primeiro vôo está previsto para ocorrer em 2014, com entregas programadas para 2016. O C919 faz parte da meta de longo-prazo da China para competir com a Airbus e com a Boeing, quebrando o duopólio. Irá competir contra a família A320 da Airbus e a família B737 Next Generation da Boeing.

A construção da seção de nariz da aeronave começou em 02 de setembro de 2009.


*************************************************
Imagens:










*************************************************
Fonte:
| Wikipedia |
 

·
Brasil | Mexico
Joined
·
18,738 Posts
Discussion Starter · #2 ·
http://diariodigital.sapo.pt/dinheiro_digital/news.asp?section_id=6&id_news=147290

terça-feira, 16 de Novembro de 2010 | 13:54

Chineses apresentam avião concorrente do B737 e do A320

A China está a desenvolver e vai produzir localmente um avião comercial com capacidade para 150 passageiros, destinado a um segmento ocupado pelos conhecidos A320 (Airbus) e B737 (Boeing), segundo foi anunciado esta terça-feira.
O aparelho, com designação C919, foi apresentado em Zhuahi e será produzido pela Commercial Aircraft Corporation of China (Comac), sendo equipado com motores fornecidos pela General Electric e os franceses da Safran.

O C919, que já conta com uma carteira de 100 pedidos, tem voo inaugural previsto para 2014 e entrega das primeiras unidade lá para 2016.


***********************************


http://www.macauhub.com.mo/pt/news.php?ID=10459

China vai apresentar em Zhuhai modelo de avião comercial com capacidade para 150 passageiros

[ 2010-11-11 ]


Zhuhai, China, 11 Nov - As autoridades chinesas vão apresentar na próxima semana na Exposição Aérea de Zhuhai um modelo, à escala real, do primeiro avião comercial chinês com capacidade para 150 passageiros, anunciaram os responsáveis do certame.

A exposição mostrará o modelo da fuselagem do avião de passageiros C919 que a China está a preparar para lançar no mercado.

Zhou Liwei, director-geral da exposição, disse que o interior do modelo da fuselagem foi feito na Inglaterra e está a caminho da China.

A China pretende obter contratos de empresas aéreas chinesas e estrangeiras que lhe permitam lançar comercialmente o C919.

A exposição, com uma área de 23 mil metros quadrados, apresentará 70 aviões e 600 stands ligados à indústria aeronáutica.

Além de aparelhos de uso civil, a exposição, que se inicia dia 16, apresenta helicópteros militares e o caça FC-1 desenvolvido conjuntamente pela China e Paquistão, país que encomendou 150 aparelhos.

O FC-1 (Fighter China) esteve presente, em Julho, no Festival Aéreo de Farnborough, na Inglaterra.

Os responsáveis da exposição prevêem negócios da ordem de 4 mil milhões de dólares. (macauhub)



***********************************


http://portuguese.cri.cn/561/2010/11/17/1s128835.htm

Indústria de aviação civil da China entra em rápido desenvolvimento

2010-11-17 17:05:16 cri

Na 8ª Exposição Internacional de Aviação e Aeroespaço da China, realizada atualmente em Zhuhai, sul do país, a manufatura chinesa de aviões civis atrai muita atenção do mercado. Os aviões jumbo e regionais desenvolvidos no país são exibidos no evento e recebem muitos pedidos de encomenda. Com o apoio firme de políticas nacionais e a demanda forte do mercado, a indústria de aviação civil da China entra em um período de rápido desenvolvimento.

Uma série de novos modelos de aviões desenvolvidos por empresas nacionais é apresentada na exposição de Zhuhai. A Corporação da Indústria de Aviação da China (Avic, em inglês), leva à exposição o avião de treinamento L15, avião regional Xinzhou 600 e avião anfíbio Haiou 300. A Companhia de Aeronaves Comerciais da China (Comac, em inglês) também apresenta no ar o helicóptero ACA313, o avião regional ARJ21 e o avião jumbo C919. Essas aeronaves pesquisadas e desenvolvidas pela própria China despertam grande interesse de visitantes.

"Fico muito contente por ver que os aviões pesquisados e desenvolvidos pelo próprio país voam no céu."

Ontem (16), a Comac firmou acordos com seis empresas nacionais e estrangeiras, recebendo encomendas de 100 aviões jumbo C919. O presidente da companhia, Zhang Qingwei, disse que as assinaturas dos acordos criam uma sólida base para um maior desenvolvimento do C919.

"O projeto de design para o C919 está agora em um bom andamento e deverá terminar até o fim deste ano, e os voos experimentais deverão começar em 2014."

C919 é uma aeronave com corredor único e 168 poltronas, que mede 17 metros de comprimento, 5,6 metros de altura e 3,96 metros de largura. É o modelo de avião de passageiros que representa a maior quota no mercado. Em comparação com outros modelos do mesmo tipo, o avião C919 será mais seguro, econômico, confortável e com melhores efeitos de proteção ambiental.

Com o rápido desenvolvimento da economia nacional, a China dedica cada vez maiores esforços no desenvolvimento de aviões jumbo. A próxima década será o melhor período para o desenvolvimento rápido da indústria de aviação civil do país. O diretor da Administração de Aviação Civil da China, Li Jiaxiang, apontou:

"Agora, no mercado de aviação civil, o país compra a cada ano mais de 300 aviões. E com o rápido desenvolvimento da economia chinesa, o setor de aviação civil do país também terá um desenvolvimento acelerado. Prevê-se que até o fim de 2015, o país possua mais de 4.000 aviões civis."

A aviação é uma indústria de importância estratégica. Com o esforço pelo desenvolvimento do avião jumbo, a China ainda vai acelerar o desenvolvimento de aviões regionais e helicópteros, a fim de estabelecer uma cadeia nacional de aviação desde a pesquisa até a fabricação com forte capacidade de inovação.

(por Shi Liang)
 

·
Registered
Joined
·
1,533 Posts
Essa aeronave será concorrente da dupla Boeing - Airbus apenas no mercado chinês, creio eu.

Dificilmente estará nos planos de empresas ocidentais. Ela deve padecer da síndrome Tupolev 204. Que só 20 anos depois de seu lançamento foi adotado por uma empresa alemã e mesmo assim na versão cargo.
 

·
Annoying ex-moderator
Joined
·
17,643 Posts
Será que os chineses seriam mesmo capazes de combater a dupla 7373/320? Penso eu que não. Existe lobby tanto dos EUA, quanto da UE pela utilização de seus aviões.
 
1 - 6 of 6 Posts
Status
Not open for further replies.
Top