Skyscraper City Forum banner
1 - 20 of 28 Posts

·
Crucismogiensis
Joined
·
8,406 Posts
Discussion Starter · #1 ·
PERIGO: Situação das passagens de nível, onde circulam as composições da MRS, é questionada


Foto: Edson Martins

ALEXANDRE BARREIRA

A Comissão Especial de Vereadores (CEV) que será criada hoje na Câmara de Mogi vai cobrar melhorias da MRS Logística para a passagem de nível existente em Mogi das Cruzes e que é de responsabilidade da empresa, que está localizada na Avenida Ricieri José Marcatto, em César de Souza. O projeto, de autoria do vereador Carlos Evaristo da Silva (DEM), tem como objetivo apurar eventuais irregularidades e buscar soluções para os problemas relacionados à transposição das passagens de nível do trecho da malha ferroviária sob responsabilidade da MRS Logística e da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).

Além do autor da proposta, farão parte da CEV, que terá 180 dias de prazo, os vereadores Jolindo Rennó (PP) e Pedro Komura (PSDB).

Carlos Evaristo já havia solicitado em 2005 e no ano passado a instalação de cancelas do tipo deslizante, sinalizações sonoras horizontal e verticais e alteração do local das manobras das composições de carga, que são feitas na passagem de nível existente em César de Souza e geralmente à noite.

"A falta de equipamentos adequados faz com que ocorram problema gravíssimos, como descarrilamento de trens e até morte de pessoas, como ocorreu em 2005, quando um motociclista foi atropelado ao tentar atravessar a passagem de nível da Avenida Ricieri Marcatto", explicou o vereador. Carlos Evaristo salientou ainda que os problemas de interrupção do tráfego de veículos e pedestres por longos períodos causam transtornos no local.

"Além disso, há o problema do barulho das composições que fazem as manobras durante a madrugada, incomodando os moradores das proximidades", disse o parlamentar. "Nesta época de inverno, os problemas aumentam porque a visibilidade fica comprometida e muitos motoristas não enxergam os trens passando pelo local", completou.

Nova Estação da CPTM

Além dos problemas causados pelos trens de carga da MRS Logística, é intenção do vereador de que a CEV também consiga reunir o máximo de informações para que as composições da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) tenham como destino final a estação de César de Souza(*) e não Estudantes, como ocorre atualmente. "Vamos estudar a viabilidade junto a técnicos sobre esta sugestão para atender trabalhadores e moradores de César de Souza", adiantou.

(*): Cézar de Souza é um distrito de Mogi das Cruzes localizado a 3 km do Centro e possui cerca de 20.000 habitantes, em sua maioria de classe-média.

Fonte: O Diário de Mogi - http://www.odiariodemogi.inf.br/noticia_view.asp?mat=1673&edit=6
 

·
ontogeny recapitulates...
Joined
·
3,032 Posts
Além dos problemas causados pelos trens de carga da MRS Logística, é intenção do vereador de que a CEV também consiga reunir o máximo de informações para que as composições da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) tenham como destino final a estação de César de Souza(*) e não Estudantes, como ocorre atualmente. "Vamos estudar a viabilidade junto a técnicos sobre esta sugestão para atender trabalhadores e moradores de César de Souza", adiantou.

A CPTM poderia aproveitar e levar a extensão operacional até Jacareí e São José dos Campos. :lol:
 

·
Registered User
Joined
·
168 Posts
Já Tava na Hora de apertarem a MRS pra fazer melhorias né?

Ainda falta aquele anel de Carga que eles tem o dever de construir ou algo assim certo?
 

·
Avatar: Juca Pato
Joined
·
4,575 Posts
como colocar de novo se já ocuparam os locais por onde passava a linha em Jacareí?

Trilhos ali, só os da plataforma da estação, que foram mantidos.

acho que nem até Guararema daria mais para o trem ir.
 

·
Brasil-Belindia é aqui
Joined
·
19,364 Posts
Não falei que a MRS faz o que quer,com a benção do governo federal e do governo estadual de SP.


Esses políticos são xaropes:Se nem as linhas foram recuperadas(e se a Cptm não cuida direito do que já existe),imagina acrescentar trechos que nem possuem infra-estrutura mínima para transporte de passageiros ou que estão sob concessão privada.Só depois que todas as linhas (A,B,C,D,E e F) forem recuperadas(lá para 2025 ou 2030. . .),a Cptm poderia acrescentar algum trecho novo.
 

·
Viagem Interna
Joined
·
5,483 Posts
Cesar de Souza fica muito depois de Estudantes? O local é viável como estação?
 

·
Avatar: Juca Pato
Joined
·
4,575 Posts
Cesar de Souza fica muito depois de Estudantes? O local é viável como estação?
Sim, até lá existe ainda a infra-estrutura, acho que daria pra levar até Sabaúna inclusive.

Não tenho idéia de quilometragem, mas chuto, de Estudantes à Cézar de Souza uns 2 Km
 

·
ontogeny recapitulates...
Joined
·
3,032 Posts
como colocar de novo se já ocuparam os locais por onde passava a linha em Jacareí?

Trilhos ali, só os da plataforma da estação, que foram mantidos.

acho que nem até Guararema daria mais para o trem ir.
O problema maior é realmente o centro de Jacareí: passou o centro os trilhos voltam, até a estação central de SJC.

A central de SJC é o ponto de encontro entre a variante leste e o ramal original da E.F. Central do Brasil. O trecho entre Estudantes e a Central de SJC encontra-se desativado.
 

·
ontogeny recapitulates...
Joined
·
3,032 Posts
Sugestão para a mega-extensão operacional

Uma mega-extensão operacional da linha E poderia abrigar as seguintes estações:

- Suzano;
- Jundiapeba;
- Brás Cubas;
- Mogi das Cruzes;
- Estudantes;
- Cesar de Souza;
- Sabaúna;
- Guararema;
- Jacareí Sul;
- Central Jacareí;
- Jacareí Norte (Dutra);
- Limoeiro;
- Colinas;
- Central São José dos Campos (parada final).

Total: 14 estações.

A CPTM poderia operar 2 tipos de trem, que compartilhariam o mesmo viário: um pinga-pinga (parando em todas as estações), e um semi-expresso (parando somente em uma estação por cidade).

O que acham?
 

·
Avatar: Juca Pato
Joined
·
4,575 Posts
Eu acho excelente, aliás, já tivemos esse esquema de litorinas e paradores, e tudo foi se embora. Mas acho difícil isso acontecer, exigiria a eletrificação do trecho todo, e um aumento do número de composições, fora que os trilhos estão sob concessão da MRS.

Como o Ramos disse, a MRS deita e rola com o aval dos Governos de SP e Federal.
 

·
Avatar: Juca Pato
Joined
·
4,575 Posts
A estação de Cesar de Souza foi inaugurada em 1893, já pela Central do Brasil. Homenageia João Augusto César de Souza, chefe da 5a divisão da Central em 1890. Deu origem ao bairro com o mesmo nome. O prédio atual parece ter sido inaugurado em 1921, segundo algumas fontes. É hoje a última estação, para quem vem de São Paulo, a que o trem da MRS, atual concessionária da linha, ainda chega; depois, até São José dos Campos, a linha está completamente abandonada. Ali se carrega e descarrega cimento, e um pouco antes, sai um ramal que segue para a fábrica da Villares. O prédio da antiga estação serve hoje (2003) de escritório para a empresa Dicimol, uma distribuidora de cimento.

Fonte: R.M.Giesbrecht em "Estações Ferroviárias do Brasil" - www.estacoesferroviarias.com.br
 

·
Crucismogiensis
Joined
·
8,406 Posts
Discussion Starter · #17 ·
acho que nem até Guararema daria mais para o trem ir.
Em Guararema ainda há trilhos, e estão em serviço. Por ali passam os trens da MRS Logísticas que levam celulose da VCP Celulose, que fica em São Silvestre de Jacareí, até o Porto de Santos, passando por Guararema e Mogi.
 

·
Crucismogiensis
Joined
·
8,406 Posts
Discussion Starter · #18 ·
A estação de Cesar de Souza foi inaugurada em 1893, já pela Central do Brasil. Homenageia João Augusto César de Souza, chefe da 5a divisão da Central em 1890. Deu origem ao bairro com o mesmo nome. O prédio atual parece ter sido inaugurado em 1921, segundo algumas fontes. É hoje a última estação, para quem vem de São Paulo, a que o trem da MRS, atual concessionária da linha, ainda chega; depois, até São José dos Campos, a linha está completamente abandonada. Ali se carrega e descarrega cimento, e um pouco antes, sai um ramal que segue para a fábrica da Villares. O prédio da antiga estação serve hoje (2003) de escritório para a empresa Dicimol, uma distribuidora de cimento.

Fonte: R.M.Giesbrecht em "Estações Ferroviárias do Brasil" - www.estacoesferroviarias.com.br
Esta informação está errada, pois os trens vão além de Cézar de Souza, até São Silvestre de Jacareí, passando por Sabaúna e Guararema.

Há uma semana enviei um e-mail para o Ralph, editor do estaçõesferroviárias.com para ele corrigir esta informação, que está correta nas estações seguintes.


O trecho entre Estudantes e a Central de SJC encontra-se desativado.
Só uma correção aqui:

Está desativado o trecho entre São Silvestre de Jacareí e São José dos Campos.

Entre Estudantes e São Silvestre ele está em pleno o vapor, com trens circulando o dia todo, principalmente nas madrugadas, quando a cruza o trecho liberado à CPTM.
 

·
Crucismogiensis
Joined
·
8,406 Posts
Discussion Starter · #19 ·
Cesar de Souza fica muito depois de Estudantes? O local é viável como estação?
Deve ficar a uma distância de 2 a 3 quilometros da Estudantes.

O percurso é feito todo em um trecho de brejo às margens do Rio Tietê, paralelo à Avenida João XXIII, que liga o centro de Mogi até o distrito de Cézar de Souza.

O estação possui condições de receber os trens, pois possui uma plataforma que abrigaria uma composição. Mas ela é toda aberta, portanto faltaria isolá-la das ruas ao redor. Se por acaso sair esta estação, tenho certeza que a obra de onfra-estrutura seria bancada de Prefeitura de Mogi das Cruzes.

Em 98 ou 99 teve um passeio turístico experimental entre Cézar de Souza e Guararema, passando pelo istrito mogiano de Sabaúna, que fica a 12 quilometros do centro da cidade, sendo praticamente uma pacata cidadezinha do interior, com cerca de 5 mil habitantes.

Quanto ao distrito de Cézar de Souza, ele possui quase uma vida p´ropria, com cerca de 20 mil habitantes, boa parte de classe média, contando com bancos, supermercados e um bom comércio, além de ficar ali os estúdios da TV DIÁRIO, afiliada da Rede Globo no Alto Tietê.
 

·
Brasil-Belindia é aqui
Joined
·
19,364 Posts
Infraestrutura mínima:

uma estação de verdade(e não um prédio ultrapassado que não vai atender a demanda e vai exigir reformas ou reconstrução que seria muito onerosa);

além do problema da eletrificação(se o trecho não for eletrificado)ou de falta de potência(o que obrigaria reformas nas subestações elétricas da linha E);

falta de frota de trens para atender esse destino;

trecho inteiro deve ser vedado (se vários trechos das linhas A,B,C e D por exemplo não são vedados,imagina nesse lugar);

falta de estudos de viablidade econômica,pesquisas de origem-destino com os moradores da localidade que comprovem a necessidade de uma estação com embarque diário deno mínimo 2 mil pessoas por dia(ou senão ela seria uma estação Campo Grande[linha D] da vida que chegou a ter média de embarque de 26 pessoas por dia!);

falta um acordo para compartilhar o trecho com a MRS(que terá preferência na operação,já que o trecho da Cptm termina em Estudantes e a MRS não tem nenhuma obrigação de liberar o trecho de César de Souza para a CPTM);

é preciso saber se o prédio e o terreno da estação já foi leiloado pela RFFSA(pois no site estações ferroviárias,diz que o prédio da estação é um escritório de uma empresa);

Esses vereadores de Mogi são oportunistas:querem apenas o voto do povo do distrito de César de Souza,sendo que essa história de trem é apenas chamariz para a próxima eleição municipal.
 
1 - 20 of 28 Posts
Top