SkyscraperCity banner
Status
Not open for further replies.
1 - 3 of 3 Posts

·
Baiano sim senhor!
Joined
·
41,898 Posts
Discussion Starter · #1 ·
15/05/2008


A construção civil foi responsável pela geração de cerca de 6,6 mil novos empregos na Bahia durante o primeiro trimestre do ano. Entre as ocupações do setor, a de servente de obras foi a que gerou mais oportunidades no período, com 3.398 postos de trabalho. De acordo com informações do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), a área de servente lidera, inclusive, a lista das dez ocupações que mais geraram emprego no estado nesse intervalo, com 26% de participação.


Segundo o levantamento, de janeiro a março foram criadas no mercado formal 14.119 novas vagas na Bahia, um crescimento de 1,16% em relação ao mesmo período de 2007 (13.045). Somente a construção respondeu por 62,6% desse total. Ainda nesse segmento, foram gerados 732 postos de trabalho para pedreiros, a quinta mais importante ocupação geradora de vaga com carteira assinada.


“O desempenho nas ocupações de servente de obras e de pedreiro guardam relação direta com o fato de que a construção civil vem sendo o carro-chefe da geração de postos no estado em 2008, com uma expressiva expansão de 7,21% no nível de emprego”, diz José Ribeiro Guimarães, diretor de Pesquisas da Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI).


Na avaliação do economista, a tendência é de continuidade na expansão do número de empregos nesse setor, em virtude da “maturação das obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) nas áreas de saneamento, habitação e infra-estrutura logística e também em função dos inúmeros empreendimentos imobiliários que estão surgindo”.


Outro ponto destacado pelo economista da SEI é o fato de que o salário médio de admissão das principais ocupações superava o valor do salário mínimo vigente no primeiro trimestre, ficando bastante acima em algumas funções, a exemplo de caldereiro (R$1.020) e assistente administrativo (R$802,18). A lista do Caged destaca ainda as funções de vigilante, com 1.889 novos empregos criados na Bahia, trabalhador da cultura de café (1.812) e trabalhador polivalente da confecção de calçados (898).


Fonte:Correio da Bahia
 
1 - 3 of 3 Posts
Status
Not open for further replies.
Top