SkyscraperCity banner

41 - 50 of 50 Posts

·
Césargbi
Joined
·
1,072 Posts
Discussion Starter #41
Seja bem vindo Ilson Ramos. Muito boa esta proposta de TCC, estou a disposição para qualquer ajuda. O trecho de Caetité a Paramirim da BR 122 é o mais fácil de ser concluído até mesmo com citado na notícia:
http://www.oecojornal.com.br/noticia.php?id=1640
O grande desafio da engenharia para a conclusão da BR 122 será o trecho planejado entre as cidades de Rio do Pires e Novo Horizonte, onde existe um trecho de grande aclive na subida da Chapada Diamantina. O trecho anteriormente planejado da BR 122 entre Paramirim e Seabra passava por Érico Cardoso e por Boninal. Após a conclusão do Estudos de Viabilidade Técnica, Econômica e Diagnóstico Ambiental (EVTEA) (Detalhes no link: http://www1.dnit.gov.br/editais/consulta/resumo.asp?NUMIDEdital=1496 ) da BR 122 o percurso planejado da BR 122 foi alterado para o atual que passa por Rio do Pires, Novo Horizonte e Ibitiara provavelmente pela dificuldade que seria a construção da rodovia no trecho com maior altitude da Chapada Diamantina que é o que fica entre Érico Cardoso e Boninal. Hoje o que falta para dar continuidade a esta rodovia é a licitação do projeto executivo para posteriormente ser licitada a obra. Tramita na CGPLAN-DNIT em Brasília o Processo nº 50605.000295/2013-14 , delegação de competência ao DNIT da Bahia para licitar e aprovar os Projetos de Adequação de capacidade e segurança, restauração, construção e pavimentação de 3 trechos da BR 122/BA que já são federais como o entre Paramirim e Caetité, no qual o DNIT-BA solicita 11 milhões para a licitação do projeto executivo da BR 122 na Bahia. No entanto o DNIT teria somente 1 milhão, faltando 10 milhões para a autorização dessa licitação. Outros trechos, como o entre Paramirim e Rio do Pires o projeto depende de absorção de trechos de rodovias estaduais como a BA 152 e 156, solicitação que já foi feita pelo DNIT a Assembléia Legislativa da Bahia. Como já existe uma rodovia estadual asfaltada nesse trecho o processo então seria muito mais fácil. Vemos que o que falta mesmo é uma pressão política para que este recurso seja liberado enquanto isso uma obra com tamanha importância para a integração e desenvolvimento do semi árido baiano e do Brasil continua travada.
 

·
Césargbi
Joined
·
1,072 Posts
Discussion Starter #42
Federalização de estradas estaduais vai promover desenvolvimento para região de Campo Formoso

Na sessão em que a Assembleia Legislativa aprovou a federalização de 13 trechos de rodovias estaduais, nessa quinta-feira (dia 29), por intermédio do Projeto de Lei de n. 20.288/2013, destaque para o poder de articulação do relator do projeto, deputado Elmar Nascimento, que conseguiu, através de emenda, concretizar a realização do maior vetor de desenvolvimento econômico da história do município de Campo Formoso, ao transformar a BA-144, que liga a entrada da BA-210, passando pelo entrocamento de Sobradinho, povoado de Junco (Juazeiro), até o Povoado de Abreus, em Campo Formoso, na BR-122.
Dessa forma, o trecho compreendido entre o município de Juazeiro até o povoado de Abreus, de agora em diante passará a ser BR-122, obra que será imediatamente licitada pelo Ministério dos Transportes. O DNIT, inclusive, já aprovou o novo traçado de continuidade desta estrada, que passará por Brejão da Caatinga, até Ourolândia, completando a BR-122.
Emocionado, o deputado Elmar Nascimento, declarou que “esse projeto de lei por mim relatado, tem uma importância que justifica o meu próprio mandato. Se nada na vida eu tivesse feito aqui na Assembleia Legislativa para justificar a minha presença, enquanto filho de Campo Formoso, relatar e poder emendar esse projeto depois de uma negociação que envolveu o líder do governo, a Casa Civil, o secretário de Infraestrutura Otto Alencar e o ministro César Borges, só isso valeria todo o meu mandato”.
A BR-122 terá importância fundamental na promoção de todo escoamento da produção regional que irá até a Estrada do Feijão, e estava no plano de metas do Ministério do Transporte, em função de inclusive de um parque eólico lançado essa semana e que será construído dentro do município de Sento Sé.
Fonte: Assessoria de Comunicação

http://www.esmeraldanoticias.com.br/destaques/federalizacao-de-estradas-estaduais-vai-promover-desenvolvimento-para-regiao-de-campo-formoso/
 

·
Césargbi
Joined
·
1,072 Posts
Discussion Starter #43 (Edited)
Campo Formoso inserido no contexto das estradas Federais com a criação e extensão da BR-122


“Sem dúvida hoje foi um dia inesquecível para o meu mandato, pois através da nossa articulação concretizamos a realização do maior vetor de desenvolvimento econômico da história do Município de Campo Formoso. Vou procurar sintetizar ao máximo o assunto. O governo do estado que passa por dificuldades financeiras precisa votar um projeto que lhe dá perspectiva de arrecadar R$ 500.000.000,00, porém tinham dois outros projetos que obstruíam a pauta, sendo um deles um Projeto de Lei de n. 20.288/2013, que “Federaliza” algumas Estradas Estaduais.
Pois bem, com a compreensão dos meus companheiros de oposição, negociei com o Líder do Governo e os Secret. de Rel. Inst. e de Infraestrutura, para que eu fosse o Relator do referido Projeto e o modificasse, incluindo uma estrada, com o consentimento do Ministro dos Transportes, em troca da aprovação da Lei de interesse do Governo.
Então fiz emenda modificativa e transformei a BA-144, que liga a entrada da BA-210, passando pelo entroncamento de Sobradinho, povoado de Junco (Juazeiro), até o Povoado de Abreus em Campo Formoso na BR-122. Ou seja, de Juazeiro até o Pov. de Abreus, agora será Br-122, obra que será imediatamente licitada pelo Min. dos Transportes.
Mas o DNIT já aprovou o novo traçado de continuidade desta estrada, que passará por Brejão da Caatinga, até Ourolândia, completando a BR-122. Esta parte já será liberado o Projeto Executivo e Impacto Ambiental, por determinação do Min. César Borges.
Hoje dia 30/08, ao meio dia, darei entrevista na Rádio 98 FM detalhando o assunto e postarei aqui cópia do meu parecer. Filme com Discurso e leitura em Plenário com respectivos apartes de outros Deputados.
Nunca tive tanto prazer de ser Deputado, com esta estrada (BR-122) Campo Formoso nunca mais será a mesma, quero compartilhar essa imensa alegria com todos os meus amigos.”






http://www.esmeraldanoticias.com.br/destaques/campo-formoso-inserido-no-contexto-das-estradas-federais-com-a-criacao-e-extensao-da-br-122/
 

·
Césargbi
Joined
·
1,072 Posts
Discussion Starter #44
Caetité: Péssimo estado da BR-122 coloca em risco a vida de pedestres e motoristas
10.01.2014 - 14h24 Por Sudoestebahia.com


Caetité: Péssimo estado da BR-122 coloca em risco a vida de pedestres e motoristas
Foto: Marcos Oliveira - Sudoeste Bahia

Uma situação que já extrapolou o limite do tolerável. É dessa forma que pode ser definida a atual situação da Rodovia BR-122, que liga o município de Caetité ao Distrito de Maniaçu, onde fica localizada a maior reserva de urânio da América Latina.

Construída há cerca de 15 anos atrás, a referida rodovia, que é federal, ou seja é de responsabilidade da União, está com boa parte dos seus 28 km intransitáveis, necessitando de uma urgente recuperação, já que, desde a sua construção ela só tem passado por reparos paliativos, que, ao invés de melhorarem a situação, provocaram ainda mais o aumento dos buracos e crateras, já que a qualidade dos produtos utilizados deixava muito a desejar.

Neste cenário de descaso, que tem como órgão responsável o DNIT – Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes, vale ainda ressaltar que, nos últimos anos, devido ao péssimo estado de conservação da rodovia vários acidentes vêm acontecendo, inclusive com vítimas fatais, o que torna a situação ainda mais grave.

Outros dois detalhes que vêm engrossar ainda mais a lista das preocupações, são o grande número de estradas vicinais que cortam a BR-122, as quais possuem um grande fluxo de veículos e motos, sendo que um número alto de motociclistas não utiliza capacetes, devido à falta de fiscalização; e também a quantidade considerável de pessoas que fazem suas caminhadas matinais e vespertinas, que, devido à falta de acostamento adequado, acabam invadindo a pista e, com isso, aumentando o risco de acidentes.

Segundo informações colhidas pelo Sudoeste Bahia, a INB – Indústrias Nucleares do Brasil, que fica situada no distrito de Maniaçu, já teria informado à situação ao DNIT, com o envio de vários ofícios, mas, até o momento, nenhuma providência foi tomada no sentido de recuperar a estrada, que, a cada dia que passa, vai ficando cada vez mais destruída.

http://www.caetfest.com.br/noticias/2528-caetite-pessimo-estado-da-br-122-coloca-em-risco-a-vida-de-pedestres-e-motoristas
 

·
Césargbi
Joined
·
1,072 Posts
Discussion Starter #45
BR-122 SESSENTA ANOS DE DESCASO

18.04.2014


CN / Foto: Reprodução

Em 2013 o governo do Estado da Bahia encaminhou à Assembleia Legislativa um projeto de lei (de número 20288/2013) transferindo, entre outros, dois trechos de rodovias estaduais para que integrem a BR-122, a mais sertaneja das rodovias e, talvez por isto, a mais negligenciada ao longo do tempo.

Ligando Montes Claros, em Minas Gerais, a Chorozinho no Ceará, a BR-122 possui dois longos trechos sem pavimentação. A transferência pretendida pelo governo da Bahia, contudo, NÃO atende ao trecho de Caetité, pois transfere trechos da rodovia BA-144, provocando um desvio a leste na BR e dotando de asfaltamento o trecho que liga Seabra a Juazeiro, beneficiando a cidade de Campo Formoso.

De Seabra a Caetité, o vazio continua.

Apesar de a engenharia ser uma ciência criada para eliminar obstáculos, tudo indica que o DNIT – o órgão federal encarregado de construir estradas – não irá tão cedo completar o trajeto da Rodovia do Sertão. Isto porque, entre Paramirim e Seabra há, justamente, um obstáculo que nossa engenharia e governantes continuam a tratar como intransponíveis: a Chapada Diamantina.

Em razão disto o percurso original foi alterado, passando por Rio do Pires, Novo Horizonte e Ibitiara – ao invés de Érico Cardoso e Boninal. A alteração, contudo, ainda representa um “grande desafio da engenharia”.

Em março de 2009 o DNIT abriu uma licitação para a obra, orçada em 980 mil Reais. O trecho a ser completado teria uma extensão de 664,4 km, a um custo previsto de R$ 1.476,35 por quilômetro, e seria concluído em... 120 dias.

Passados mais de cinco anos, nem um centímetro foi começado, no trecho em questão. Completa-se, assim, seis décadas de descaso para com o sertão...

Ou seria para com a região de Caetité, Paramirim, Igaporã e todas as outras cidades que com Caetité se irmanam?

http://caetitenoticias.com.br/portalcn5/noticia/caetit-br-122-em-caetit-sessenta-anos-de-descaso/38
 

·
Seriedade já
Joined
·
889 Posts
^^^^^^
Enquanto esse povo imbecil estiver complacente com a corrupção endêmica que essa maldita quadrilha do PT e PMDBosta continuar a praticar aliado à vadiagem da bolsa suborno, obviamente todas a infraestrutura, inclusive a órfã BR-122 continuará ao relento horroroso, o que é revoltante!:nuts:

Era só que faltava, o desgoverno foderal anistiar a dívida dos países africanos caloteiros safados, financiar o porto em Cuba e dar a bundinha aos ditadores abjetos. Minha nossa, como nós estamos bem representados por esses meliantezinhos parasitas inúteis! :bash:
 

·
Registered
Joined
·
16,094 Posts
^^^^^^
Enquanto esse povo imbecil estiver complacente com a corrupção endêmica que essa maldita quadrilha do PT e PMDBosta continuar a praticar aliado à vadiagem da bolsa suborno, obviamente todas a infraestrutura, inclusive a órfã BR-122 continuará ao relento horroroso, o que é revoltante!:nuts:

Era só que faltava, o desgoverno foderal anistiar a dívida dos países africanos caloteiros safados, financiar o porto em Cuba e dar a bundinha aos ditadores abjetos. Minha nossa, como nós estamos bem representados por esses meliantezinhos parasitas inúteis! :bash:
Some isso a todos os outros que governaram nesses nos últimos 60 anos citados na matéria.
 

·
Césargbi
Joined
·
1,072 Posts
Discussion Starter #48
Finalmente o DNIT publicou hoje o edital Edital nº 0401/14-05 para elaboração de projetos básicos e executivos de engenharia de três trechos da BR 122/BA que ainda não são pavimentados.

Lote(s) Descrição

01
TRECHO: Divisa PE/BA – Divisa BA/MG SUBTRECHO: FIM DA PAVIMENTAÇÃO (JUNCOS) – ENTR. BA 368(OUROLÂNDIA) SEGMENTO : km37,3 - km 182,3 EXTENSÃO: 145,0 km

02
TRECHO: Divisa PE/BA – Divisa BA/MG SUBTRECHO: NOVO HORIZONTE – RIO DO PIRES SEGMENTO : km 553,3 - km 603,0 EXTENSÃO: 49,7 km

03
TRECHO: Divisa PE/BA – Divisa BA/MG SUBTRECHO: ENTR.BA156(B)(PARAMIRIM)–ENTR.BR030(A)/430/BA 569(CAETITÉ) SEGMENTO : km 653,7 - km 739,7 EXTENSÃO: 86,0 km

Edital nº 0401/14-05
http://www1.dnit.gov.br/editais/consulta/resumo.asp?NUMIDEdital=4836

O subtrecho mais fácil é o entre Paramirim e Caetité, que inclusive já foi asfaltado em parte até a mina de Urânio das Industrias Nucleares do Brasil (INB) e o resto é uma estrada larga. O subtrecho entre Rio do Pires e Novo Horizonte constitui o maior desafio que é vencer o aclive da Chapada Diamantina. O subtrecho entre os municípios de Juazeiro e Ourolândia, na região de Irecê, é o mais longo, com 145 km de extensão.
 

·
Césargbi
Joined
·
1,072 Posts
Discussion Starter #50
Olá meus caros, vou disponibilizar o link com meu TCC sobre a Rodovia BR-122. Se quiserem dar uma olhada.

https://drive.google.com/file/d/0B4PaDyEt95jENUFTYVZTcVhUMDQ/edit?usp=sharing
Muito bom. A BR 122 será a rodovia do vento, pois atravessa a região da Bahia com um dos maiores potenciais eólicos do Brasil, facilitando os investimentos em energia eólica. Isso fora o potencial turístico, reservas de minérios, facilitar o escoamento da produção agrícola irrigada de frutas e hortaliças em direção ao sudeste(baixio do Irecê, vale do São Francisco), aproximar o transporte de passageiros de uma das maiores rotas do Brasil que é entre o interior do nordeste e o sudeste.




Onde o vento sopra melhor
As principais regiões para investir em parques eólicos


http://bahiaciencia.com.br/2014/06/a-forca-dos-ventos/
 
41 - 50 of 50 Posts
Top