SkyscraperCity banner
1 - 15 of 15 Posts

·
is this it
Joined
·
609 Posts
Discussion Starter · #1 ·
Leandro Calixto

A Cracolândia está avançando para a esquina mais famosa de São Paulo: o cruzamento da Avenida Ipiranga com a São João. Com a polícia fazendo um patrulhamento ostensivo entre as Ruas General Osório, Vitória e Guaianases, encontrar usuários de crack no novo endereço virou rotina, principalmente durante a madrugada.

Neste novo avanço da Cracolândia, a Rua do Boticário, paralela à São João, é o local onde mais se concentram os dependentes químicos. Na noite de quinta-feira, a reportagem encontrou ao menos 20 pessoas fumando crack nessa região. A Rua dos Timbiras, que também cruza a São João, é outro ponto de drogados. A Prefeitura estima que mais de 200 viciados perambulam pela região.

“Realmente os usuários de crack estão indo mais para a região central da cidade. Fazemos o que está dentro da lei. Quando alguém é autuado com droga, a gente leva para a delegacia. Mas infelizmente não podemos impedir o direito deles de ir e vir. E quanto mais fechamos o cerco, mais eles avançam para outras regiões”, afirmou o tenente Marco Aurélio Genghini, do 7º Batalhão da PM.

A migração já foi sentida por quem circula pela região. “Na semana passada, uma funcionária nossa foi atacada com uma barra de ferro por um “noia” (viciado em drogas). Ele nem quis o dinheiro dela. Só atacou porque estava drogado”, disse o gerente Ricardo Bensemana, do Bar Brahma. “Nosso segurança se aproximou, e ele já saiu correndo.” Por causa do cruzamento, imortalizado em Sampa, de Caetano Veloso, 70% do público que visita a casa é formado por turistas. “Quem é de fora tem a curiosidade de conhecer esse endereço.”

Acompanhando o marido para uma reunião de negócios, a veterinária gaúcha Sandra Pires disse que sempre quis conhecer essa esquina. “Percebi um certo abandono. As autoridades não cuidam dos moradores de rua”, disse a turista, que iria passar o final de semana na capital paulista.

O publicitário Roberto Carvalho concordou com a mulher. “Quando chegamos aqui, passamos em uma rua onde tinha um monte de gente usando drogas. A cena é chocante.”

Os comerciantes estão preocupados. O medo é que a área, que possui restaurantes, bares, hotéis e cinema, seja desvalorizada. “Investimos mais de R$ 8 milhões aqui. Por isso, esperamos que o poder público adote uma política de segurança e prevenção contra esse problema social”, afirmou o gerente de operações Playarte, Carlos Dionísio, que administra o recém-inaugurado Cine Marabá.

O vendedor David Fernandes, que trabalha numa banca de jornal no cruzamento, diz que, quando não dá dinheiro para os usuários de crack, sofre algum tipo de represália. “Eles xingam a gente. Outro dia, teve um garoto que tentou roubar um pacote de bala da banca. Tive que dar para não criar problemas. Caso contrário, eles vêm em bando e quebram nossa banca.” Segundo ele, perto da esquina, a pouco mais de 100 metros, havia uma base da PM que foi fechada há alguns meses.

O taxista João Batista Sodré está com receio de trabalhar na região. Toda noite, ele atende clientes do Bar Brahma. “É preocupante. Se não fizerem alguma coisa, acho que nosso movimento vai diminuir. Quem é de fora fica assustado. Principalmente quando vê essas pessoas andando em bando.”

O secretário das Subprefeituras, Andrea Matarazzo, reconhece o avanço de usuários de crack. “Esconderam tudo isso durante 40 anos. Quando a Prefeitura retirou esse grupo da Luz, o problema veio à tona”, disse. Para ele, os usuários não querem ajuda. “Eles precisam de tratamento psiquiátrico. Não temos como obrigar a ninguém se tratar.”

http://www.jt.com.br/editorias/2009/07/12/ger-1.94.4.20090712.16.1.xml
 

·
Registered
Joined
·
4,718 Posts
Mas que merda hein!!! Já que esses desgraçados querem se matar fumando crack, a polícia devia adiantar o serviço, e matar tudo.. acaba com o problema.
 

·
Banned
Joined
·
824 Posts
Que exagero

Esse pessoal gosta de IBOPE mesmo.

Num lugar onde as pessoas têm o direito de ir e vir, se a polícia aperta de um lado, vão para outro, mas não quer dizer que virou uma nova cracolândia.

isso é sinal de que a região da Nova LUz está sendo modificada.
 

·
Registered
Joined
·
24,521 Posts
eu ja tinha cantado essa bola quando disse que fui ao cine maraba e tinha visto varios usuarios por lá
 

·
Banned
Joined
·
657 Posts
Eu sempre imaginei que isso fosse acontecer :eek:hno:
 

·
Registered
Joined
·
1,090 Posts
Isso é literalmente uma droga!
 

·
Banned
Joined
·
824 Posts
Duas razões pelas quais isso acontece:

1 - O maldito direito de ir e vir e fazer o que quiser nesse ir e vir.
2 - O direito de escolher por continuar sendo um estorvo para a sociedade por não terem obrigação de se tratar.
 

·
Banned
Joined
·
19,231 Posts
Esse pessoal gosta de IBOPE mesmo.

Num lugar onde as pessoas têm o direito de ir e vir, se a polícia aperta de um lado, vão para outro, mas não quer dizer que virou uma nova cracolândia.

isso é sinal de que a região da Nova LUz está sendo modificada.
Olha, acho que esses jornalistas que escrevem sobre São Paulo nunca pisaram na cidade, pois sempre (digo da da década de 80 prá cá) existiu gente usando drogas na Ipiranga, São João, Duque de Caxias e arredores. Acontece que os jornais acham que essa questão é simples de se resolver (colocar doentes em albergues como eles sempre sugerem), quando na verdade levaria uma década para tirar parte dessas pessoas doentes das ruas e interná-las em centros de tratamento (hoje SP só possui um centro público em Cotia).
 

·
Registered
Joined
·
4,151 Posts
Duas razões pelas quais isso acontece:

1 - O maldito direito de ir e vir e fazer o que quiser nesse ir e vir.
2 - O direito de escolher por continuar sendo um estorvo para a sociedade por não terem obrigação de se tratar.

Pois bem, me deixa se entendo: a solução para o "maldito" direito de ir e vir seria naturalmente, então, extinguir o tal direito? E obviamente, a extinção desse direito partiria da derrubada de uma constituição pautada em direitos individuais inalienáveis para uma constituição que se baseia na restrição e segregação de indíviduos, a qual derrubaria o direito de ir e vir. Uma constituição, essa, que seguisse preceitos totalitaristas, dando ao Estado o poder de vetar a liberdade de indivíduos em torno de um bem maior.

Parece que isso já foi posto em prática na Alemanha nazista, na Itália fascista, na União Sovietica. Coréia do Norte, etc.


Acho que ações que visem o combate ao consumo de drogas não devem jamais deixar de levar em conta direitos humanos. Ações conjuntas de caráter social, com ênfase ao tratamento de saúde e de rehabilitação da população de rua deve vir ao foco.

Sobre isso, seria interessante ler este suplemento sobre a dissertação de mestrado de um estudante que viveu na rua para fazer o campo.

http://www.estadao.com.br/suplementos/not_sup401646,0.htm

Apenas lamento como idéias grotescas, tão carregadas de viés totalitário e fascista, percorram sem pudor num fórum de discussões urbanísticas.
 

·
Banned
Joined
·
824 Posts
A solução para o maldito direito de ir e vir na sua forma atual é conferir-lhe o conceito certo: ir e vir, somente, não "ir e vir e fazer tudo que der na telha atrapalhando a vida dos outros(até cagar na rua)" como agora, uma lei que não existiria se São Paulo tivesse legislação própria, e que serve para obrigar nosso estado a receber todos os pobres do Brasil.

É assim que acontece em qualquer país de primeiro mundo: drogado tem, mas eles têm que seguir regras, como por exemplo, destruir sua vida na privacidade do seu lar, e não no meio da rua. Regra bem elementar, né?
 

·
is this it
Joined
·
609 Posts
Discussion Starter · #13 ·
A solução para o maldito direito de ir e vir na sua forma atual é conferir-lhe o conceito certo: ir e vir, somente, não "ir e vir e fazer tudo que der na telha atrapalhando a vida dos outros(até cagar na rua)" como agora, uma lei que não existiria se São Paulo tivesse legislação própria, e que serve para obrigar nosso estado a receber todos os pobres do Brasil.

É assim que acontece em qualquer país de primeiro mundo: drogado tem, mas eles têm que seguir regras, como por exemplo, destruir sua vida na privacidade do seu lar, e não no meio da rua. Regra bem elementar, né?
Ué, mas a maioria da elite paulistana é formada por imigrantes cujos antepassados vieram pobres para cá. O esquema seria fechar as fronteiras? Matar os que estão aqui?
 

·
Registered
Joined
·
5,072 Posts
Se voltassem a criminalizar o usuário de drogas já seria meio caminho para tirá-los das ruas, se existisse uma lei obrigando o usuário de droga pego em flagrante se internar em uma clínica pública seria ótimo,porque a maioria não quer se tratar, e a perfeição se existisse uma lei proibindo pessoas de morarem nas ruas, dormirem nas ruas, fazerem uso de calçadas públicas como se fossem suas casas, antes que alguém diga que eles não moram na rua porque querem, que não tem opção, isso é uma falácia, MUITOS se recusam a ir para albergues.
 

·
Banned
Joined
·
11,098 Posts
Esse pessoal gosta de IBOPE mesmo.

Num lugar onde as pessoas têm o direito de ir e vir, se a polícia aperta de um lado, vão para outro, mas não quer dizer que virou uma nova cracolândia.

isso é sinal de que a região da Nova LUz está sendo modificada.

Pior é que não é exagero não...

Eu frequento aquela região constamente e já denunciei não só aqui mas na própria subprefeitura da sé justamente isso.

Houve um acelerado processo de decadência entre as esquinas da Av. Ipiranga com S. João até o Lgo do Paissandú nos últimos anos.

Quase ao lado da Galeria Olido, onde era um bingo que foi fechado, em sua marquise há cerca de 20 moradores de rua morando alí há "meses"!

Os prédios em frente estão todos pichados de cima a baixo e durante o dia tbm há muitos meninos de rua jogados no chão após passarem a madrugada usando crack.

No Largo Paissandú a situação é igualmente deprimente. Vários moradores de rua vivendo alí durante o dia, estendendo roupas, queimando lixo e usando drogas normalmente.

Justamente na esquina da Av. Ipiranga com a S. João, onde era o prédio do KFC, hoje está abandonado, pichado e suas calçadas tbm servem de abrigo para moradores de rua.

Enfim, venho denunciando o aumento da decadência desta área desde que entrei aqui...
 
1 - 15 of 15 Posts
Top