SkyscraperCity banner
1 - 20 of 61 Posts

·
instagram: t.l.rekarte
Joined
·
59,565 Posts
Vitoria,pela fotos que eu vejo,parece esta se desenvolvendo bastante economicamente
tbm acho isso de Salvador
 

·
Rio de Janeiro
Joined
·
31,191 Posts
Brasil ou exterior? :lol:

No exterior, creio que Dubai é a que mais cresce. Já no Brasil seja Vitória, Curitiba e Floripa. :)
 

·
LoL
Joined
·
1,299 Posts
^^
No Exterior, creio que seja Luanda. Angola não é o país que mais cresce atualmente?

No Brasil com certeza é alguma do Nordeste...
 

·
R.I.P. Niki
Joined
·
15,218 Posts
Crescimento absoluto ou relativo?

Se for crescimento absoluto, São Paulo, sempre. Não tem como competir com São Paulo. 1% de crescimento em SP representa mais de 10% de crescimento em uma cidade com 1 milhão de habitantes.

Se for crescimento relativo... bem, pra não dizerem que é bairrismo meu, verifiquem qual a capital que proporcionalmente mais gera empregos e onde mais cresce a frota de veículos, e vcs encontrarão a resposta. ;)
 

·
...
Joined
·
44,065 Posts
Crescimento absoluto ou relativo?

Se for crescimento absoluto, São Paulo, sempre. Não tem como competir com São Paulo. 1% de crescimento em SP representa mais de 10% de crescimento em uma cidade com 1 milhão de habitantes.

Se for crescimento relativo... bem, pra não dizerem que é bairrismo meu, verifiquem qual a capital que proporcionalmente mais gera empregos e onde mais cresce a frota de veículos, e vcs encontrarão a resposta. ;)


Porto Velho :cheers:
 

·
Longe demais das Capitais
Joined
·
10,247 Posts
Crescimento absoluto ou relativo ?

Espero que os maiores crescimentos estejam se traduzindo em melhoria dos indicadores sociais, senão, não têm valia.
 

·
Registered
Joined
·
18,253 Posts
pelo crescimento das regiões norte e nordeste eu creio que seja alguma capital de lá
Na verdade, o Centro-Sul vem crescendo acima do Norte-Nordeste nos últimos anos.

O crescimento dos municípios das capitais tem hoje mais a ver com os espaços disponíveis para a urbanização e verticalização do que propriamente com o crescimento econômico. A grande maioria das capitais estão com quase 100% do seu município urbanizado.
 

·
Longe demais das Capitais
Joined
·
10,247 Posts
^^

Nem sempre crescimento econômico = construção de predios.

Construção de prédios está até mesmo mais ligada ao fenômeno de transição de deixar de ser uma cidade tão horizontal para trocar essa horizontalidade por verticalização. Tanto que as cidades que estão se vertizando itensamente não têm predios antigos pela cidade (estou falando de predios, não de sobrados ou construções antigas)

_________________________

A cidade de Rio Grande está tendo investimentos colossais no superporto e para a construção das plataformas de exploração de petróleo, mas a cidade não está aumentando de tamanho na mesma proporção.

Assim como há cidades com imensos canteiros de obras, com predios surgindo pro todo lado, mas o seu Pib não está tendo um crescimento vertiginoso.


__________________________________________


No caso de Porto Alegre, mesmo tendo um crescimento controlado dentro das fronteiras do municipio, a cidade tem ganho investimentos estratosféricos em shoppings centers, tudo com público consumidor garantido, a ponto de ter a terceira maior área de shoppings do país, atras só de São Paulo e Rio. E o lado bom é que, junto com os shoppings, também vêm junto vários serviços e opções de porte, como, por exemplo, todas as grandes e badaladas livrarias do país.


________________________________________________


Assim, vemos que o crescimento pode aparecer de várias maneiras. Vários fatores podem fazer o Pib de uma cidade crescer. Aumento do turismo, consolidação como pólo de serviços, ser sede de grandes empresas, boom industrial, ser uma grande sede de órgãos públicos...




Triste, mesmo, é quando o crescimento do Pib não é enchergado na melhoria dos índices sociais da população, na erradicação de favelas, no saneamento básico, no aumento do poder de compra das pessoas.



____________________________________________________________________
 

·
Banned
Joined
·
56 Posts
Na verdade, o Centro-Sul vem crescendo acima do Norte-Nordeste nos últimos anos.

O crescimento dos municípios das capitais tem hoje mais a ver com os espaços disponíveis para a urbanização e verticalização do que propriamente com o crescimento econômico. A grande maioria das capitais estão com quase 100% do seu município urbanizado.

Na verdade as capitais do centro-oeste não vem crescendo tanto, o que mais cresce são algumas cidades do campo, por conta do agronegócio
 

·
R.I.P. Niki
Joined
·
15,218 Posts
Outra coisa a ser observada é que uma coisa é um grande crescer 5%e outra coisa é um pequeno crescer 30% .

_______________


Nem sempre crescimento econômico = construção de predios.


A cidade de Rio Grande está tendo investimentos colossais no superporto e para a construção das plataformas de exploração de petróleo, mas a cidade não está aumentando de tamanho na mesma proporção.

Assim como há cidades com imensos canteiros de obras, com predios surgindo pro todo lado, mas o seu Pib não está tendo um crescimento vertiginoso.


No caso de Porto Alegre, mesmo tendo um crescimento controlado dentro das fronteiras do municipio, a cidade tem ganho investimentos estratosféricos em shoppings centers, tudo com público consumidor garantido, a ponto de ter a terceira maior área de shoppings do país, atras só de São Paulo e Rio.

Aí vemos que o crescimento pode aparecer de várias maneiras. Vários fatores podem fazer o Pib de uma cidade crescer. Aumento do turismo, consolidação como pólo de serviços, ser sede de grandes empresas, boom industrial, ser uma grande sede de órgãos públicos...

Triste, mesmo, é quando o crescimento do Pib não é enchergado na melhoria dos índices sociais da população, na erradicação de favelas, no saneamento básico, no aumento do poder de compra das pessoas.
O problema de usar o PIB como parâmetro é que ele é divulgado com dois anos de defasagem, sendo que o último foi divulgado há quase um ano. Ou seja, estamos terminando 2010 e o dado mais recente que temos é de 2007.

É por isso que eu prefiro usar indicadores como geração de empregos e frota de veículos, pois além de serem informações mais atualizadas, estão diretamente relacionadas ao crescimento da renda, já que os empregos formais são uma fonte de renda relativamente estável e os veículos são um indicador de poder de compra.

Quanto à infraestrutura, penso que ela é causa e não consequência. Ela é de responsabilidade do poder público e não da população. O que a população pode fazer a curto prazo é suprir por conta própria a inoperância do poder público. E a médio e longo prazo, verificar se os problemas decorrentes dela estão sendo solucionados, se algo está sendo feito pra resolver os problemas existentes.

A falta de infraestrutura em uma cidade representa um entrave pro seu crescimento. Se uma cidade consegue crescer tendo esse entrave, parabéns pra ela! Significa que quando ela tiver infraestrutura adequada, aí é que ninguém segura mesmo.
 

·
Banned
Joined
·
6,736 Posts
Crescimento absoluto ou relativo?

Se for crescimento absoluto, São Paulo, sempre. Não tem como competir com São Paulo. 1% de crescimento em SP representa mais de 10% de crescimento em uma cidade com 1 milhão de habitantes.

Se for crescimento relativo... bem, pra não dizerem que é bairrismo meu, verifiquem qual a capital que proporcionalmente mais gera empregos e onde mais cresce a frota de veículos, e vcs encontrarão a resposta. ;)
Na região norte depois de Porto Velho, Manaus é a que mais cresce. :cheers:
 

·
Registered
Joined
·
16,240 Posts
Acho que todas as capitais do Norte/Nordeste estão passando por um bom momento, crescendo economicamente e demograficamente também.
No Nordeste eu acho que é Salvador.
 

·
Longe demais das Capitais
Joined
·
10,247 Posts
O problema de usar o PIB como parâmetro é que ele é divulgado com dois anos de defasagem, sendo que o último foi divulgado há quase um ano. Ou seja, estamos terminando 2010 e o dado mais recente que temos é de 2007.

É por isso que eu prefiro usar indicadores como geração de empregos e frota de veículos, pois além de serem informações mais atualizadas, estão diretamente relacionadas ao crescimento da renda, já que os empregos formais são uma fonte de renda relativamente estável e os veículos são um indicador de poder de compra.

Quanto à infraestrutura, penso que ela é causa e não consequência. Ela é de responsabilidade do poder público e não da população. O que a população pode fazer a curto prazo é suprir por conta própria a inoperância do poder público. E a médio e longo prazo, verificar se os problemas decorrentes dela estão sendo solucionados, se algo está sendo feito pra resolver os problemas existentes.

A falta de infraestrutura em uma cidade representa um entrave pro seu crescimento. Se uma cidade consegue crescer tendo esse entrave, parabéns pra ela! Significa que quando ela tiver infraestrutura adequada, aí é que ninguém segura mesmo.

Outra coisa que pode dar idéia não real é um Pib gigantesco, mas porque tem alguma mega industria na cidade (ou até mesmo fora da cidade, mas com sede nela).

Por isso que crescimento econômico e Pib têm que ser anaisados junto com os indicadores sociais, pra ver esse Pib todo é só um número ou se a cidade é rica mesmo.
 
1 - 20 of 61 Posts
Top