Skyscraper City Forum banner
1 - 2 of 2 Posts

·
Registered
Joined
·
9 Posts
Discussion Starter · #1 ·
Capital de Mato Grosso passou da 100ª posição em março, para 31° lugar, segundo ranking do MTE


Cuiabá avançou 69 posições de um mês para outro e atingiu em abril o 31° lugar entre os municípios que mais geraram empregos no País
MARIANNA PERES
Da Editoria

Cuiabá ocupa a 31ª posição do ranking dos 100 municípios que mais geraram empregos formais em abril de 2008, segundo dados divulgados ontem pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), estatística do Ministério do Trabalho e Emprego. A posição indica que no saldo entre admissões e demissão, Cuiabá manteve estoque positivo de 1.705 vagas, volume 221% acima do registrado em março, quando a capital estava no último lugar do ranking nacional, com saldo de 529 vagas.

Representando o Estado, aparece ainda o município de Barra do Bugres (165 quilômetros ao sul de Cuiabá) na 41ª posição do ranking nacional com saldo de 1.415 vagas. Nas estatísticas de março, somente Cuiabá apareceu. O município de Barra do Bugres é sede da usina sucroalcooleira, a Barrácool, uma das maiores do Estado. A cana-de-açúcar está em plena safra em Mato Grosso.

A colocação destes dois municípios de Mato Grosso, fica a frentes de cidade localizadas em regiões consideradas desenvolvidas, como do Sul e Sudeste brasileiro.

São Paulo ocupa o primeiro lugar do ranking, foi a cidade que mais criou postos formais de trabalho: foram 29.764, contra 25.951 (uma alta de 14,6% entre os resultados de março e abril deste ano).

Rio de Janeiro (12.297), Belo Horizonte (6.365), Brasília (5.029) e Curitiba (4.193) mantiveram as suas posições no ranking. Salvador (3.499) subiu dois lugares e tomou de Porto Alegre (2.301) o 6º na lista dos '100 Mais'. Manaus também teve resultado expressivo, passando do 15º lugar em março, para o 12º em abril, com 2.498 nova vagas formais, deixando para traz Goiânia (2.453), Campinas (2.349) e São Bernardo do Campo (2.119) - municípios tradicionalmente geradores de emprego.

João Pessoa é o município que aparece em último lugar entre as dezoito capitais da lista dos '100 Mais', com a 86º posição (845 empregos gerados). O resultado é bastante expressivo, já que a capital paraibana sequer aparece no ranking de março de 2008.

SURPRESAS - Os resultados surpreendentes em abril ficaram a cargo de Rio das Pedras e Braúna, dois municípios do estado de São Paulo, que ficaram com a 10ª e 11ª posições do ranking. O primeiro, com 23.494 habitantes - de acordo com o Censo 2000 do IBGE -, empregou 2.525 pessoas com carteira assinada em abril de 2008. Este resultado se deve à força e efeitos sazonais da Indústria de Transformação, principalmente na fabricação do açúcar, responsável por 75% das vagas (1.913). No segundo, as 2.516 novas vagas se devem exclusivamente ao setor de Agricultura, especificamente o cultivo da cana-de-açúcar. O município possui menos de 5 mil habitantes (dados do IBGE) e boa parte dessas contratações é de mão-de-obra do Nordeste, que migra para São Paulo por conta das demissões da lavoura nordestina.

BRASIL - Nos quatro primeiros meses de 2008, foram gerados 848.962 postos de trabalho com carteira assinada, equivalente ao crescimento de 2,93% no ano - desempenho recorde de toda a série histórica do Caged. Nos últimos 12 meses, verificou-se expansão de 6,29% no emprego formal (o mesmo que 1.764.735 novos postos), resultado que indica um maior dinamismo em relação aos dados registrados no mesmo período do ano anterior (+5,04% ou +1.360.799 empregos formais). (Com assessoria)

retirado de www.diariodecuiaba.com.br
 
1 - 2 of 2 Posts
Top