Skyscraper City Forum banner
1 - 20 of 35 Posts

·
No Stranger to Love!
Joined
·
1,336 Posts
Discussion Starter · #1 ·
Os portugueses Da Weasel, uns dos grupos que melhor souberam unir o hip hop ao rock, anunciaram hoje que puseram fim ao projecto, 17 anos depois da fundação, revelou a editora EMI.

Em 2009, a banda de Almada tinha anunciado que faria uma pausa no projeto, depois de anos consecutivos de concertos e gravações discográficas.

Agora anunciam oficialmente o fim do grupo, restando aos fãs a discografia até agora editada e canções como “God Bless Johnny”, Dúia”, “Agora e para sempre (a paixão)”, “Ressaca”, “Dou-lhe com a alma”, “Dialectos de ternura” e “Tás na boa”.

Alguns dos músicos prosseguem caminho na música em projetos paralelos, como João Nobre e Pedro Quaresma, que assumem os Teratron e que editaram esta semana o álbum banda desenhada “As cobaias”.

Carlos Nobre (Pacman) lançou este ano o projeto punk hardcore Os Dias da Raiva e Virgul integra os Nu Soul Family.

Os Da Weasel surgiram em Almada em 1993 e editaram seis álbuns de estúdio, um EP e dois DVD ao vivo.

Com uma confortável base de fãs, abrangendo uma larga faixa etária, de crianças a adultos, os Da Weasel protagonizaram, mais recentemente, alguns momentos raros em bandas portuguesas, como esgotar o coliseu de Lisboa e o Pavilhão Atlântico, registados em DVD ao vivo.

“Amor, Escárnio e Maldizer” foi o último álbum de originais que o grupo editou, em 2007, e que na altura representava um amadurecimento da sonoridade, entre o hip hop e o rock pesado, e que o tornou numa espécie de “trovadores urbanos”, como os músicos admitiram.

Além deste, o registo de maior sucesso foi “Re-Definições”, que atingiu quatro platinas.

Dos Da Weasel faziam parte parte João Nobre (Jay), Pacman, Virgul, Pedro Quaresma, Guilherme Silva e DJ Glue, embora nos primeiros tempos tivessem também participado Yen Sung e Armando Teixeira.

A discografia dos Da Weasel inclui o EP “More than 30 motherf****s” (1994), “Dou-te com a alma” (1995), “3º Capítulo” (1997), “Iniciação a uma vida banal - o manual” (1999), “Podes fugir mas não te podes esconder” (2001), “Re-definições” (2004) e “Amor, escárnio e maldizer” (2007).
Fonte
É uma pena.
 

·
'tou na lua...
Joined
·
41,754 Posts
É uma pena, mas creio que já se anunciava... cresceram, tiveram os seus problemas, têm projectos próprios... são rumos da vida, mas é dos nomes mais sonantes da música actual desde os 90s... Duía era, para mim, das mais bonitas deles

e também gosto muito da Força

e claro

Obrigado! :)
 

·
Banned
Joined
·
1,860 Posts
Portugal tem umas bandas legais. A uns dois anos assisti ao show do The Gift num clube aqui perto de casa. Tinha um bom público no lugar, o pessoa gostou bastante, eu também.
 

·
Registered
Joined
·
3,091 Posts
Temos várias bandas excelentes, do folk ao rock passando pelo dance e afins. Aconselho Quinta do Bill, Quadrilha, Deolinda, Xutos e Pontapés, Wraygunn, Expensive Soul...
Moonspell, Blasted Mechanism (para quem gosta...principalmente a battle of tribes), Diego Miranda, Pedro Cazanova, Buraka Som Sistema, Diabo na Cruz, Anaquim, Os Azeitonas, Klepht, Fonzie, GNR, Mariza, David Fonseca, e pois está claro o grande, o heroi, o pai do rock Português, Rui Veloso...:bow:

Dizer se que não há bons nomes, e de potencial "internacional", em Portugal é de quem não conhece...talvez a 10 anos atrás, te faltassem nomes num onda de punk rock, rock progressivo, etc, e especialmente na onda de House e Dance...hoje, já os tens...e cada vez parece me....

Pena realmente Da Weasel acabarem...mas alguma coisa me diz que não será esta a ultima vez que eles se juntam, talvez daqui a uns anos se voltem a juntar para lançar um cd novo...quem sabe...
 

·
'tou na lua...
Joined
·
41,754 Posts
E os Deolinda! :rock:
Não sou muito da onda dance e de house, mas há alguns nomes sonantes... no hip-hop eles foram dos primeiros nomes a par dos Black Company e de outros... são daquelas bandas que marcaram uma geração, sobretudo na época em que a internet estava ainda a surgir, sendo ainda tão limitada e primitiva...
 

·
Registered
Joined
·
3,091 Posts
E os Deolinda! :rock:
Não sou muito da onda dance e de house, mas há alguns nomes sonantes... no hip-hop eles foram dos primeiros nomes a par dos Black Company e de outros... são daquelas bandas que marcaram uma geração, sobretudo na época em que a internet estava ainda a surgir, sendo ainda tão limitada e primitiva...
tens que sair mais para as discotecas e bares de Coimbra...house e dance...é como as palavras do Fernando Pessoa sobre a Coca Cola, primeiro estranha se depois entranha se...

Digamos que estou a falar em nomes nacionais e internacionais..já tinhas, Dj Vibe, Pete Tha Zouk, Rui Da Silva (com o seu Touch me, super famoso e que se calhar para a maioria dos Portugueses passa ao lado, já agora é o 1º e unico portugues a ter atingido o 1ºlugar nas charts do UK)


Mas agora tens toda uma geração, mais digamos "comercial", que sem serem comerciais, conseguiram sair de som de discoteca e bar, para som de rádio, a meio da tarde, da manha, etc....que é uma grande vitória...e isso é bom, porque tens neste momento os "novos" no ramo a obrigarem os velhotes como o Pete tha Zouk a remodelarem o seu estilo (basta ver o I'm Back Again do Pete tha Zouk)...Dj's como Diego Miranda e Pedro Cazanova, Miguel Rendeiro, são boas promessas, e junto com eles começam a aparecer pessoal de 20 e poucos anos, a passar som e a produzir musica de muito boa qualidade que pode chegar ainda mais longe....
 

·
'tou na lua...
Joined
·
41,754 Posts
Por mais que tenha tentado, não gosto mesmo de house... gosto de electrónica, mas mais da old school. Quando vou a uma disco em Coimbra só apetece vir embora... vira o disco e toca o mesmo...
Prefiro sons mais orgânicos, mais naturais, que só as guitarras, bateria, órgão, música não computadorizada produzem.
 

·
Registered
Joined
·
3,091 Posts
Já agora e para abrilhantar a prata da casa que passa a muitos despercebidos...as charts de musica do UK, são dos melhores barómetros que existem a nivel europeu da qualidade dos artistas e estarão no top 5 das mais importantes do Mundo...talvez logo a lado da Billboard americana e um pouco a frente das japonesas...

Deste género, Swedish House Mafia, composto pelo trio sueco Axwell, Steve Angello, e Sebastien Ingrosso, 3 dos melhores dj's do mundo, e para muitos os 3 melhores dj's do mundo, será talvez do melhor, Axwell, nunca passou do 6 lugar nas Uk charts, Ingrosso, nunca entrou, Angello, idem aspas...Só os três juntos, com a música "Miami 2 Ibiza"...é que conseguiram...

Rui da Silva, foi 1º..além de que até faz algum sucesso por terras de sua majestade...são exemplos como o Rui da Silva, que devem inspirar os produtores e djs portugueses, já que antes de Rui da Silva e Dj Vibe começarem em 92, o que existia era muito amador, e muito ao nível de fulano que se limita a reproduzir o trabalho de outros...se alguem consegue ir tão longe sem ter uma base consolidada por detrás...então é mais que prova que em Portugal, temos musicos para conquistar o mundo...
 

·
Registered
Joined
·
3,091 Posts
Por mais que tenha tentado, não gosto mesmo de house... gosto de electrónica, mas mais da old school. Quando vou a uma disco em Coimbra só apetece vir embora... vira o disco e toca o mesmo...
Prefiro sons mais orgânicos, mais naturais, que só as guitarras, bateria, órgão, música não computadorizada produzem.
Quanto ao vira o disco e toca o mesmo, é verdade, em certos sitios da noite de Coimbra é um bocado...e é preciso teres sorte com os dj's que estão a passar som...experimenta ouvir o CD "Until One" dos Swedish House Mafia, talvez mudes de opinião pelo menos parcialmente, porque é uma viagem da 1º a ultima, a várias sonoridades...e a vários sentimentos, mas muito bem enquadrados...quanto ao tipo de som...pois....mas o orgão por acaso até pode produzir...porque normalmente pelo menos o orgão usam...os outros sons, bateria, guitarra, é que pode ser mais dificil (que não é...ha musicas de house com isso)...a electronica, é o futuro, disso nao tenhas duvidas, para um gajo ir dar um concerto com um "orgão" que cabe no bolso do casaco, e mais facil que andar com uma carrinha atrás, além de que permite precisão e combinações que humanamente são impossiveis...
 

·
'tou na lua...
Joined
·
41,754 Posts
Eu cá gosto mais de artistas que desafiam as probabilidades... os rockers e artistas como a menina de Santiago que canta blues no panorama stressante actual... ouvir vozes, harmonias...
Gosto de Jean Michel-Jarre, de Vangelis... mas esses são clássicos da electrónica. Mais recente, curto os sons dos Daft Punk... mas de house, não gosto mesmo... demasiado repetitivo, pouca variação de ritmos, de harmonias... e odeio que uns peguem nas músicas dos outros para fazer sucesso...
 

·
'tou na lua...
Joined
·
41,754 Posts
Vejo alguns grandes nomes agora! Gosto da nova do Miguel Gameiro, por exemplo. E da menina de Santiago do Cacém. O fim dos Da Weasel é mais uma marca do período dourado da música nacional dos 90s...
 
1 - 20 of 35 Posts
Top