Skyscraper City Forum banner
1 - 5 of 5 Posts

·
BlankID
Joined
·
661 Posts
Discussion Starter · #1 ·
O governo do Paraná vai investir R$ 1,034 bilhão nas rodovias paranaenses entre 2007 e 2010. O detalhamento das obras e serviços a serem executados nos próximos anos foi apresentado pelo secretário dos Transportes, Rogério Wallbach Tizzot, na reunião da Escola de Governo desta terça-feira (12).

Dos R$ 1,034 bilhão, R$ 357,5 milhões virão de recursos da parcela repassada pela União da Cide – imposto sobre os combustíveis – ao Estado. Outros R$ 599,3 milhões serão destinados pelo Detran e mais R$ 78 milhões vão ser originários do Tesouro do Estado.

“Estamos consolidando um programa que se iniciou em 2003. Nesses últimos quatro anos, conseguimos zerar as estradas paranaenses. Agora, vamos avançar recuperando rodovias estaduais, interligando grandes eixos viários e atendendo os principais trechos municipais”, afirmou o governador Roberto Requião.

Entre os programas apresentados por Tizzot, destacam-se as Estradas da Liberdade - que vão criar eixos ligando as principais regiões do Estado com economia considerável do pagamento de pedágios -, o programa de Patrulhas Rodoviárias Rurais - que consiste na recuperação das principais estradas rurais municipais em parceria com as prefeituras - e a recuperação e consolidação das principais rodovias da malha paranaense.

“Ainda teremos o programa de construção de pontes, os investimentos nos aeroportos, a pavimentação ou melhoria do acesso aos municípios que ainda carecem de acesso pavimentado, além da conservação rotineira da nossa malha”, relatou Tizzot.

Acesso - A pavimentação dos cinco municípios que ainda não possuem ligação asfaltada também foi discutida durante a Escola de Governo. Tizzot explicou que o acesso aos municípios de Diamante do Sul, na região Oeste, e de Campina do Simão, no Centro do Estado, serão executados com aplicação de R$ 19,6 milhões.

“Optamos por uma maneira consistente de fazer isso. Em alguns municípios – cujas obras estão paralisadas de outras gestões, como Diamante do Sul e Campina do Simão – a conclusão do trabalho vai custar menos. Em outros municípios, esse custo é mais elevado”, detalhou o secretário.

Já a ligação de Doutor Ulisses, no Vale do Ribeira, Coronel Domingos Soares, no Sudoeste, e Mato Rico, no Centro-Sul, serão feitas por etapas. “Estamos fazendo projetos para deixar as estradas em boas condições, começando pela drenagem, preparando a via e dando condições de acesso para a população até o dia que era possa ser pavimentada. Um processo inteligente de construção”, disse Tizzot.

Para o governador Requião, o escalonamento dos serviços vai agilizar as futuras obras de pavimentação. “Não estaremos simplesmente readequando as estradas. Estaremos tratando-as como se elas tivessem sendo operadas na fase preliminar do asfaltamento. Os ângulos de subida e descida, as drenagens e curvas serão todas corrigidas. Quando resolvermos asfaltar, o trabalho não precisará ser todo retomado”, explicou.

Assim como os acessos pavimentados, a construção de pontes ligando distritos e localidades distantes aos centros urbanos cria condições de desenvolvimento para diversos municípios do Estado.

Segundo a programação apresentada por Tizzot, a Secretaria dos Transportes em parceria com os municípios vai executar 600 pontes até 2010. A estimativa de investimentos é de R$ 10 milhões.

“As vigas de concreto são feitas na fábrica do DER de Ponta Grossa e distribuídas aos prefeitos, que executam as cabeceiras que dão sustentação à ponte”, detalhou. “São parcerias muito importantes para atender as comunidades mais necessitadas do Estado”, completou.

Tizzot também relacionou cerca de R$ 27,8 milhões que devem ser investidos no setor aéreo paranaense. Os valores serão destinados para a recuperação de oito aeroportos, na pavimentação do aeroporto de Castro e na implantação do de Irati. “Também estamos estudando a possibilidade de implantação de aeroporto em Guaraqueçaba”.

“Todo esse esforço de recuperação dessas estradas precisa ser feito, ou vamos cair de novo no problema da degradação das estradas e num novo prejuízo para o Estado. As estradas precisam dessa constante preocupação de não deixar degradar a um ponto que gere prejuízo”, finalizou.
 

·
Registered
Joined
·
4,718 Posts
Vai ser bom, acho que grande parte desse dinheiro será investido em rodovias de pequeno porte, pois as de grande porte do PR já estão concedidas!
 

·
R.I.P. Niki
Joined
·
15,218 Posts
As rodovias estaduais do PR são muito boas, pelo menos as que eu dirigi estavam muito boas em março, muito melhores que as rodovias federais não pedagiadas.

Com esse investimento, elas devem ficar ótimas!
 

·
Registered
Joined
·
136 Posts
Será que vão utilizar uma parte dessa verba pra fazer as pistas do "Arco Sul"?
 
1 - 5 of 5 Posts
Top