SkyscraperCity banner
1 - 1 of 1 Posts

·
Registered
Joined
·
11,032 Posts
Discussion Starter · #1 ·
Alternativas tecnológicas de manejo e aproveitamento dos recursos naturais, sustentabilidade sócio-econômica-ambiental de ecossistemas, desenvolvimento de pequenos negócios, inclusão social, bioindústria, bioenergia, seqüestro de carbono e demais temas que versam sobre as particularidades, problemas e soluções para o desenvolvimento sustentável da Região Amazônica serão discutidos na sexta edição do Amazontech. O evento, lançado terça-feira à noite, no auditório do Sebrae Jaracaty, será realizado em São Luís de 25 a 29 de novembro, mas já arregimenta os parceiros para oferecer uma vasta programação ao público.

Durante a solenidade, foi destacada a importância do Amazontech 2008 para contextualizar o maranhense sobre as potencialidades e problemáticas que dizem respeito à Região Amazônica, da qual o estado também faz parte.

Na solenidade de lançamento, o coordenador estadual do Amazontech 2008, José de Ribamar Morais, apresentou as diretrizes do evento e destacou a relevância do mesmo. “Precisamos entender que se trata de um evento de grande envergadura, que reunirá em São Luís as principais expertises (especialistas) nacionais sobre as questões amazônicas, além de nomes internacionais que suscitarão as discussões com a comunidade científica, classe empresarial, profissionais liberais, professores, estudantes e demais interessados. O objetivo é que o Amazontech seja visitado, conhecido e usufruído pelo maior número de pessoas possíveis”, colocou o coordenador.

Morais informou que o evento terá apresentação de projetos científicos e tecnológicos, rodadas de negócios e fóruns diversos, como o de presidentes (ainda a confirmar), de ministros e secretários de Ciência e Tecnologia, assim como de reitores de universidades da Amazônia Legal e Internacional.

Tecnologia

A Vitrine Tecnológica, que integrará o Amazontech 2008, é de responsabilidade da Embrapa Meio-Norte e mostrará as transferências de tecnologia em andamento e as inúmeras experiências em de manejo de animais e produção vegetal na região.

“O objetivo é conscientizar o público sobre a importância das pesquisas. Para a construção das Vitrines Tecnológicas, levamos em consideração as potencialidades da Região Amazônia e dos estados que sediam cada edição do Amazontech”, indicou o chefe de comunicação e negócios da Embrapa Meio-Norte, Valdemicio Ferreira de Sousa.

No evento deste ano, sete símbolos do Maranhão nortearão a Vitrine Tecnológica da Embrapa: azulejos (lembrando a colonização portuguesa); mar, sol e coqueirais (referência para o turismo); babaçu (riqueza econômica); ararajuba e guará (destaques da fauna); barco (atividade da pesca) e bumba-meu-boi (referência cultural).

Evento diferente

Para o presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae Maranhão e secretário de Estado da Indústria e Comércio, Júlio Noronha, o Amazontech é um evento diferente. “A equipe do Sebrae nas unidades dos estados da Amazônia Legal está empenhada em fazer do Amazontech 2008 um grande fórum sobre importantes questões desse amplo ecossistema amazônico que envolve diretamente nove estados brasileiros e oito países da América do Sul, influenciando todo o nosso planeta”, afirmou.

Noronha ressaltou que é necessário se pensar o desenvolvimento da Amazônia, integrando-a ao desenvolvimento regional e nacional e, ainda, ao dos países que compõem a Amazônia Internacional.

Também estavam presentes ao evento secretários estaduais e municipais, representantes da classe empresarial, da comunidade científica maranhense, parceiros e representante das unidades do Sebrae na Amazônia Legal.

Após o lançamento em São Luís, o Sebrae realizará o evento em todas as suas Unidades de Negócio no Maranhão, além dos demais estados da Amazônia Legal (Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins) e visitas aos países da Amazônia Internacional (Bolívia, Colômbia, Equador, Guiana, Guiana Francesa, Peru, Suriname e Venezuela). Está programado, ainda para este semestre, o lançamento nacional em Brasília.

Saiba mais

SOBRE O AMAZONTECH

>>Idealizado pelo Sebrae, com a parceria da Embrapa Meio-Norte, o Amazontech percorre os estados da Amazônia Legal a cada dois anos, promovendo intercâmbio de conhecimentos e tecnologias focados no aproveitamento das potencialidades da Amazônia.

>>A primeira edição ocorreu em Roraima, em 2001. A partir daí, o fórum percorreu os estados do Acre, em 2002; Amazonas, em 2003; Mato Grosso, em 2004 e Pará, em 2006.

>>No futuro, dado o interesse já demonstrado, o Sebrae e a Embrapa pretendem estender o Amazontech para outros países da fronteira amazônica.
 
1 - 1 of 1 Posts
Top