SkyscraperCity banner
Status
Not open for further replies.
1 - 14 of 14 Posts

·
Banned
Joined
·
27,387 Posts
Discussion Starter · #1 ·

Maquete do novo Centro Administrativo do GDF, a maior obra prevista a ser feita pelo governo Arruda

Uma solução moderna e criativa para melhorar a qualidade dos serviços prestados ao cidadão e à população com eficiência e redução de custos. Essa é a descrição que a Companhia de Planejamento do DF (Codeplan) faz da modalidade de concessão parceria público-privada, a PPP, que está sendo utilizada em sete grandes obras do GDF. A legislação que rege a modalidade é a Lei nº 11.079, de 30 de dezembro de 2004 e institui as normas gerais para licitação e contratação de parceria público-privada no âmbito da administração pública. A PPP consiste em o setor privado trabalhar em parceria com o serviço público no gerenciamento de serviços que são ofertados à população.


Depois de adotar medidas de contenção de gastos, ajuste fiscal e empréstimos internacionais, o governador José Roberto Arruda resolveu apostar na nova alternativa, inédita no Distrito Federal e na região Centro-Oeste. A PPP permite desenvolver projetos e realizar obras em áreas essenciais sem dispor de grandes volumes de recursos públicos. A primeira delas e a maior da história do GDF é a construção do novo complexo administrativo em Taguatinga. Outras 6 parcerias já estão em andamento, como a dos estacionamentos subterrâneos, dos hospitais em São Sebastião e Recanto das Emas, do metrô, do sistema penitenciário e do Setor Habitacional Mangueiral.


O setor específico que coordena as PPPs no GDF está situado na Codeplan e tem o comando da presidência da companhia, que acompanha diretamente os estudos e a execução das iniciativas. A PPP para construção e gerenciamento do Centro Administrativo do GDF, em Taguatinga, é a quarta maior da modalidade no país, perdendo somente para a Sabesp (Empresa de Saneamento de São Paulo), Embasa (Empresa Baiana de Águas e Saneamento) e o metrô de São Paulo. O investimento do parceiro privado para a construção do complexo administrativo será de R$ 439 milhões e o limite de R$ 6 milhões mensais, por 22 anos, para operar e manter toda a estrutura. O novo complexo, com terreno de 195.000 m2 e área construída de 180.000 m2, vai abrigar todos os órgãos do Executivo local na área onde hoje fica o terminal rodoviário de Taguatinga. A sede do governo continuará funcionando no Palácio do Buriti, reservado pelo governador Arruda para cerimônias e solenidades oficiais. O atual complexo, conhecido como Buritinga, onde antes funcionava um quartel militar, será devolvido à Polícia Militar.




Mais parcerias



Além do Centro Administrativo, o governo também tem projeto com PPPs na área de habitação, com a construção do Setor Mangueiral, em São Sebastião; no de transporte, para a operação do metrô; e a implantação de garagens subterrâneas, além de uma parceria para o gerenciamento do sistema penitenciário. Na saúde, através da modalidade, o governo vai construir os hospitais do Recanto das Emas e de São Sebastião. A decisão de compartilhar com a iniciativa privada, pela modalidade de PPP, a gestão em hospitais públicos é inédita no país. A coordenação da parceria é feita pela Codeplan em conjunto com a Secretaria de Saúde.


“É imprescindível que busquemos modelos de gestão alternativos. O mais importante é que teremos, pela primeira vez, dinheiro privado com terreno e atendimento totalmente públicos. Passando para a iniciativa privada, teremos ainda construções muito mais rápidas”, ressaltou o governador. As duas unidades, de médio porte têm custo estimado de R$ 120 milhões cada. No Recanto estão previstos 280 leitos e em São Sebastião, 250. O edital de licitação dos hospitais deve ser lançado em julho e as obras estão previstas para iniciarem nos primeiros dias de 2010. A mesma licitação contemplará os dois hospitais.


O presidente da Codeplan, Rogério Rosso, diz que a modalidade de PPP existe em vários países e onde foi implantada, principalmente na Europa, é considerada modelo de sucesso. “A PPP permitiu ao governo fazer uma licitação onde o vencedor, a empresa privada, constrói com o dinheiro dela, equipa todo o local e passa a gerenciar todos os prédios do complexo desde vigilância, manutenção, limpeza, conservação, tudo que o governo fazia, só que o investimento foi feito pelo setor privado”, explica.



Projetos inéditos

• Centro Administrativo do GDF: a ideia é descentralizar a administração pública e transferir para o eixo que concentra mais de 50% da população (Ceilândia-Samambaia-Taguatinga). Com isso, surgiu o Centro Administrativo para abrigar 15 mil servidores, numa área de 195 mil m2. O investimento do parceiro privado será de R$ 439 milhões para a construção do prédio e o limite de R$ 6 milhões mensais, por 22 anos, para operar e manter toda a estrutura. Ao todo, a parceria terá investimento de mais de R$ 3 bilhões.
• Setor Habitacional Mangueiral: Uma nova cidade será construída em área de 200 hectares de propriedade da Terracap, na região de São Sebastião. Serão 8 mil casas e apartamentos para 30 mil moradores. Em contrapartida, o governo cederá o terreno e permitirá a exploração de serviços públicos no novo bairro. O parceiro privado tem que entregar à população a cidade totalmente constituída, com infraestrutura e equipamentos públicos. O privado lucra com a venda dos imóveis.
• Hospitais: Recanto das Emas e São Sebastião ganharão hospitais com 280 e 250 leitos, respectivamente. Cerca de 300 mil pessoas serão beneficiadas pela iniciativa. As duas unidades, de médio porte têm custo estimado de R$ 120 milhões cada.
• Metrô: A ideia do GDF é ampliar o metrô como parte do projeto de integração do sistema de transporte coletivo, o Brasília Integrada.
• Garagens subterrâneas: O projeto prevê a construção de 20 mil vagas de garagens na área central do Plano Piloto, em zonas públicas do Setor Comercial Sul, Setor Bancário Sul, Setor de Autarquias Sul e em regiões de comércio. A estimativa é que o sistema de estacionamentos custe cerca de R$ 600 milhões, dinheiro investido pelo parceiro privado que, em troca, poderá operar o sistema incluindo a cobrança de tarifa para a concessão das vagas.
• Sistema Penitenciário: Ainda em fase de estudos, a iniciativa permitirá a ampliação do complexo penitenciário e oferecerá serviços médicos, educacional, treinamento profissional, recreação esportiva, alimentação, assistência jurídica e vigilância com ganhos de qualidade e redução de custos.
• Postos Na Hora: Serão construídos mais 10 postos Na Hora, do Serviço de Atendimento Imediato ao Cidadão. Criado em 2001, atende 100 mil pessoas por mês, a maior parte na rodoviária do Plano Piloto.

Fonte: http://comunidade.maiscomunidade.co.../politica/2370/DF-CAMINHA-RUMO-AS-PPPS.pnhtml
 

·
Registered
Joined
·
3 Posts
PesquisadorBsb,você sabe me dizer quando as obras deste novo centro administrativo irão começar ? E porque até agora não saiu nada do papel? . A via interbairros está na mesma situação. Continua no campo das promessas. Vamos esperar.
Fugindo um pouco deste assunto, ontem eu vi na entrada de taguatinga uma placa da PauloOtávio, informando que em breve,naquele local (próximo ao esqueleto verde daquele "shopping" que nunca fica pronto) será construído um condomínio "inovador". Você sabe do que se trata ? Desde já agradeço.
 

·
Banned
Joined
·
27,387 Posts
Discussion Starter · #3 ·
PesquisadorBsb,você sabe me dizer quando as obras deste novo centro administrativo irão começar ? E porque até agora não saiu nada do papel? . A via interbairros está na mesma situação. Continua no campo das promessas. Vamos esperar.
Fugindo um pouco deste assunto, ontem eu vi na entrada de taguatinga uma placa da PauloOtávio, informando que em breve,naquele local (próximo ao esqueleto verde daquele "shopping" que nunca fica pronto) será construído um condomínio "inovador". Você sabe do que se trata ? Desde já agradeço.
^^ No caso do Centro Administrativo existe uma briga mais politica do que ambiental, entre o MP, Ibram, pois o MP alega que não existe uma estudo arqueológico do lugar, e da mesma forma que existem 3 APA próximas, as licenças ambientais deveriam ser dadas Ibama e ICMbio e não pelo Ibram.

Mas acontece que todas as APAs localizadas naquela regiao são estaduais e não federais, então estão na alçada do Ibram e para piorar, o presidente LULA transferiu a responsabilidade da APA do Planalto Central para o Ibram.

Então, a competência é TOTAL do Ibram, então é apenas uma briguinha politica de integrantes do MP ligados ao PT e do IBAMA que perderam o poder no DF.

Agora com relação ao empreendimento do Paulo Octávio no fim do Pistão Sul, eu sei que vai ser lançado um empreendimento residencial com 17 torres de 28 pavimentos, só isso que eu sei.
 

·
Registered
Joined
·
3 Posts
Obrigado pelas informações, agora, terminando a linha verde, a interbairros, e construindo o tão sonhado e necessário túnel na avenida central de taguatinga, teremos 04 vias de grande porte para escoar o crescente número de veículos desta região ( estrutural, cujas vias marginais estão sendo concluídas até o final do Vicente Pires, linha verde, interbairros e aquela rodovia que passa pelo Riacho Fundo sentido Núcleo Bandeirante). Essas obras de infraestrutura aliadas ao crescente número de empresas, principalmente na área de serviços e construção civil, irão alavancar a criação de empregos nesta região, a sede administrativa seria a cereja do bolo. Olha, em dez anos esta região será irreconhecível, tamanho o desenvolvimento. Pesquisador, quando tiver fotos deste empreendimento do PO, poste-as aqui para nós,bem como fotos e a localização exata do IMAX SHOPPING. Valeu.
 

·
Banned
Joined
·
27,387 Posts
Discussion Starter · #5 ·
^^ O Imax Shopping não vai mais existir, o local vai ser inteiramente residencial.
 

·
@davidpiresmaciel
Joined
·
2,944 Posts
Obrigado pelas informações, agora, terminando a linha verde, a interbairros, e construindo o tão sonhado e necessário túnel na avenida central de taguatinga, teremos 04 vias de grande porte para escoar o crescente número de veículos desta região ( estrutural, cujas vias marginais estão sendo concluídas até o final do Vicente Pires, linha verde, interbairros e aquela rodovia que passa pelo Riacho Fundo sentido Núcleo Bandeirante). Essas obras de infraestrutura aliadas ao crescente número de empresas, principalmente na área de serviços e construção civil, irão alavancar a criação de empregos nesta região, a sede administrativa seria a cereja do bolo. Olha, em dez anos esta região será irreconhecível, tamanho o desenvolvimento. Pesquisador, quando tiver fotos deste empreendimento do PO, poste-as aqui para nós,bem como fotos e a localização exata do IMAX SHOPPING. Valeu.
EPNB - falando nela, alguém sabe se será feito algo parecido com a linha verde?
 

·
Banned
Joined
·
27,387 Posts
Discussion Starter · #7 ·

·
Banned
Joined
·
27,387 Posts
Discussion Starter · #8 ·
Obra do Buritinga começa em setembro

O prédio será erguido onde hoje funciona a rodoviária de Taguatinga

A obra do novo centro administrativo do governo do Distrito Federal deverá começar em setembro. A previsão é de que a primeira fase do projeto, composta pela governadoria e mais dois blocos de quatro pavimentos, sejam finalizadas em março de 2010. Em mais um ano, todo o complexo deverá estar concluído. O novo Buritinga será ser erguido no terreno ocupado hoje pela rodoviária de Taguatinga.

O objetivo da nova sede é melhorar a organicidade do governo, além de reduzir custos da máquina administrativa e o acesso do cidadão ao serviço público, já que os diversos órgãos do governo estão distribuídos em vários locais, como Setor Comercial Sul (Secretaria de Serviços Urbanos); Setor Bancário Norte (Secretaria de Fazenda); e Asa Norte, onde o GDF ocupa várias salas alugadas.

Com a centralização, o governo pretende economizar cerca de R$ 9 milhões por mês. Segundo o gerente do projeto, Fernando da Costa e Silva, os custos em manutenção e serviços nos órgãos do GDF chegam a R$ 15 milhões por mês.

“Já houve a licitação, a empresa vencedora já assinou o contrato com o governo”, disse Silva, informando já foram obtidas as licenças prévias ambientais. “Agora, só faltam os projetos para licença de instalação, que vai permitir iniciar a obra. Esperamos obtê-la em agosto.” Ele disse que “o projeto é de parceria privada; quem vai construir e manter é a iniciativa privada”.

Estão previstos pelo projeto a construção de 14 prédios para abrigar 15 mil servidores e toda a estrutura administrativa do governo. O consórcio que ganhou a licitação vai investir R$ 439 milhões na obra.

Fonte: http://www.tribunadobrasil.com.br/?ned=2695&ntc=88434&sc=1
 

·
Banned
Joined
·
27,387 Posts
Discussion Starter · #10 ·
^^ Uai se for uns prédios de 6 andares, com certeza dá para entregar, agora se for de 16 pavimentos, aí é mais dificil, pois no caso de 6 andares, fora o subsolo, em apenas 3 meses dá para fazer o esqueleto do prédio.
 

·
@davidpiresmaciel
Joined
·
2,944 Posts
^^ Que bom, :cheer:
já imaginaram esse região daqui a algum tempo, quando tudo estiver pronto,Centro Administrativo, Túnel de Taguatinga, Linha verde...
 

·
Banned
Joined
·
27,387 Posts
Discussion Starter · #12 ·
^^ Ai vou falar que Taguatinga vai se tornar independente do Plano Piloto, vai ser a salvação de toda região.
 

·
Banned
Joined
·
27,387 Posts
Discussion Starter · #13 ·
Novo Buritinga até março

Deverá ficar pronto em março, a tempo de se inaugurar nas festas do cinquentenário, o novo centro administrativo do governo do Distrito Federal. As obras devem começar em setembro. A inauguração não abrangerá todo o conjunto, mas apenas a primeira fase do projeto, composta pelo gabinete do governador e mais dois blocos de quatro pavimentos. O restante só fica pronto em um ano. O novo Buritinga será ser erguido no imóvel ocupado hoje pela rodoviária de Taguatinga.

Fonte: http://www.jornaldebrasilia.com.br/impresso/colunas.php?edicao=2426&IdColuna=21
 

·
Registered
Joined
·
116 Posts
Na Hora amplia atendimento



O Serviço de Atendimento Imediato ao Cidadão, popularmente conhecido como Na Hora, prepara uma expansão no Distrito Federal. Até o fim do ano, três novas unidades devem ser inauguradas nas cidades do Gama e Samambaia e na Linha Verde, na altura da Super Quadras Brasília (SQB), ao lado do Guará I.

Dessas, a unidade da Linha Verde promete ser a mais sofisticada, com uma área de 1,2 mil metros quadrados, 160 funcionários e aparelhos de última geração.

Sozinha, atenderá cinco regiões administrativas: Guará, Vicente Pires, Estrutural, Águas Claras e Setor de Indústria e Abastecimento (SIA). Será criada até uma linha de ônibus ligando a Estrutural à SQB.

O governo planeja ainda abrir mais 10 unidades do Na Hora por meio de Parcerias Público Privadas (PPPs). Três propostas foram apresentadas até o momento e estão sob análise.

Somente após a escolha do melhor projeto é que será lançado o edital de licitação para a seleção das empresas responsáveis pela implantação das unidades.

Além disso, o Na Hora negocia com os Correios e a Junta Militar para incluir os serviços realizados pelas duas entidades no quadro de atendimentos que já realiza.

Acordos recentes garantiram a inclusão nas unidades de vários serviços, entre eles os prestados pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), a realização de perícia médica do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), a emissão de passaportes junto à Polícia Federal (PF) e a emissão de carteirinhas da União dos Estudantes (UNE).

É possível ainda emitir o documento de identidade e realizar vistoria do carro pelo Departamento de Trânsito (Detran-DF).

Atualmente, o Na Hora oferece para a população mais de 300 tipos de serviços de órgãos do governo local, federal, Justiça e entidades parceiras.

As quatro unidades existentes — Rodoviária do Plano Piloto, Ceilândia, Sobradinho e Taguatinga —, juntamente com outras quatro unidades móveis, atendem, em média, 10 mil pessoas por dia.

“Temos como missão aproximar o Estado da população. Queremos facilitar a vida do cidadão atuando de maneira diferenciada, oferecendo rapidez , eficiência e qualidade no serviço”, afirmou Luiz França, diretor-geral do Na Hora, órgão vinculado à Secretaria de Justiça e Cidadania.

Para tanto, as unidades distribuídas pelo DF funcionam de 7h30 às 19h durante a semana. Aos sábados, o funcionamento vai das 7h30 às 13h.

imprima esta notícia | envie para

Fonte: http://www.emtemporeal.com.br/index.asp?area=2&dia=20&mes=07&ano=2009&idnoticia=81246
 
1 - 14 of 14 Posts
Status
Not open for further replies.
Top