SkyscraperCity banner

1 - 20 of 26530 Posts

·
Registered
Joined
·
6,704 Posts
Economia portuguesa completa um ano de melhorias

A economia portuguesa voltou a dar sinais de melhoria em Dezembro, completando 12 meses consecutivos de recuperação, de acordo com o indicador coincidente hoje divulgado pelo Banco de Portugal.

DE com Lusa

Os dados do relatório dos indicadores de conjuntura mostram que o indicador coincidente mensal da actividade económica, que informa sobre as tendências subjacentes à evolução da economia portuguesa, subiu 1,0% em Dezembro, em relação a igual mês de 2005.

Em Novembro, este indicador, que vale pelo seu carácter qualitativo, tinha aumentado 0,9%.

Nos últimos 12 meses, o indicador coincidente acelerou seis vezes, sinalizando um aumento do ritmo de melhoria da actividade económica.

O indicador coincidente de actividade sintetiza informação relativa ao Produto Interno Bruto (PIB), ao volume de vendas no comércio a retalho, às vendas de veículos comerciais pesados, às vendas de cimento, ao índice de produção da indústria transformadora, à situação financeira das famílias, às novas ofertas de emprego e ao enquadramento externo.

Os dados do Banco de Portugal apontam ainda para a continuação da recuperação do consumo privado, com o indicador coincidente do consumo privado a subir 2,4% em Dezembro, mais 0,1 pontos percentuais do que em Novembro.

Nos últimos seis meses consecutivos este indicador acelerou.

O indicador de confiança dos consumidores medido pela Comissão Europeia também melhorou, corroborando a tendência dos dados do Banco de Portugal.

O sentimento económico, outra medida do andamento da economia, desceu no último mês do ano, passando de 99,7 pontos em Novembro, para 98,1 pontos em Dezembro.

Ao nível do investimento, os sinais relativos a Outubro são mistos: a venda de veículos comerciais ligeiros subiu, as vendas de cimento caíram menos que no mês anterior, mas a confiança dos empresários no sector da construção desceu.

No mercado de trabalho, as ofertas de emprego caíram 11,4% para 9,3 mil, a um ritmo mais elevado

:banana:
 

·
Banned
Joined
·
2,618 Posts
Que credibilidade tem o Banco de Portugal se o seu Presidente é uma pessoa com dificuldades de fazer contas e um homem que de honesto tem muito pouco????
 

·
Banned
Joined
·
8,524 Posts
Blaupunkt to overtake Sony in car radios?
Blaupunkt Portugal (Bosch, Germany) says it Braga (north) plant has hit a record manufacturing more than 5 million car radios – its best ever performance. The company makes car radios at its plant at Braga and radio antennas and sat-nav equipment at Vila Real. The company employs 2342 people in Portugal and is one of the 10 largest domestic exporters. Following an earlier €12.8 million plant upgrade, car radio production increased 35% to 5 million units in 2005. Its growth target is 5% p.a. for both 2006 and 2007. Since 2000 Blaupunkt has made more than 18 million car radios in Portugal. Its payroll has increased by 10% over the period. The Braga plant is a Blaupunkt centre of competence in car radio production for the European market. Radio antenna production at Vila Real accounts for 10% of group turnover domestically. Car satellite navigation systems and antenna manufacturing is to be expanded in the near future from a current level of 24% of total sales. 92% of all local production is exported into the European market and incorporated into main vehicle brands – General Motors, Renault, Volkswagen, Opel, Fiat, Citroën and Seat. Currently second ranked in car radio sales in Portugal it is two points below market leaders – Sony (Japan). Paulo Duarte says the company plans to overtake Sony
 

·
President and CEO
Joined
·
17,597 Posts
Essa fábrica é a coqueluche de Braga!
 

·
President and CEO
Joined
·
17,597 Posts
Não seja tão pessimista!
 

·
Registered
Joined
·
6,704 Posts
Sines recebe 2,5 mil milhões de euros

Sines poderá tornar-se num "centro petroquímico de dimensão europeia", graças aos investimentos de 2,1 mil milhões que estão previstos para a zona, afirmou ontem o ministro da Economia. Manuel Pinho, que falava à margem da apresentação de um conjunto de investimentos que vão ser feitos na região, defendeu que, com os novos projectos, Sines poderá ver concretizado "um sonho adiado por décadas".

Os investimentos totais ascendem a 2550 milhões de euros nos próximos três anos, sendo que 2,1 mil milhões dizem respeito à área petroquímica. Em destaque estiveram os investimentos da Galp Energia e das espanholas Repsol e Artensa, do grupo La Seda. O projecto da Galp em Sines envolve um investimento de 717 milhões de euros na refinaria de conversão. Com este projecto, a par do investimento de 281 milhões em Matosinhos, a Galp Energia vai aumentar a capacidade de produção de gasóleo em 2,5 milhões de toneladas por ano. Segundo o presidente da petrolífera, este ganho na produção vai permitir um aumento na margem de refinação entre três a quatro dólares por barril a partir de 2001. Actualmente, disse aos jornalistas Ferreira de Oliveira, estas margens são de três a seis dólares. A Galp vai ainda investir 421 milhões em duas centrais de co-geração (produção de electricidade e calor), estando também prevista uma central eléctrica a gás natural de 410 milhões.

O projecto da Repsol passa pela construção de três fábricas e pela ampliação em 40% do "cracker" (fábrica petroquímica básica) já existente. O "cluster" petroquímico em Sines implica, segundo a empresa, um investimento de 750 milhões.

A Artensa, por seu turno, vai investir 360 milhões numa fábrica de produção de PET (polímero, termoplástico ou plástico).

O "pacote" de Sines inclui ainda os investimentos da Lusomissão (81 milhões), MPQ Ambiente (46 milhões) e da BET (35 milhões).
 

·
President and CEO
Joined
·
17,597 Posts
Bons investimentos para Sines!
 

·
Banned
Joined
·
2,618 Posts
Quantas vezes é que o Nel Pinho já prometeu esta refinaria? :D Ele todos os anos a promete ... :D :D


... o que é bom para arregalar o olho do povão burro!
 

·
Banned
Joined
·
8,524 Posts
Lactogal com luz verde para liderar lacticínios na Península
Introduzido por Paulo Almeida (Quinta, 18 Janeiro 2007). :: Notícias positivas
Regulador não se opõe à concentração com a Leche Celta, mas impõe como condição a alienação de participada portuguesa

A Autoridade da Concorrência decidiu não se opôr à intenção da Lactogal em adquirir a espanhola Leche Celta à multinacional Dean Food. A empresa portuguesa tem assim caminho aberto para assumir-se como líder no mercado ibérico dos lacticínios. A entidade presidida por Abel Mateus impõe, no entanto, que a empresa aliene a totalidade do capital que passaria a deter na Renoldy, uma participada portuguesa da Dean Food cujo controlo passaria, por via indirecta, para as mãos da Lactogal.

Com a concretização desta operação - que a Autoridade da Concorrência fez passar pelo crivo da investigação aprofundada - a Lactogal assume a posição de empresa líder no mercado ibérico de leite líquido, com uma estimativa de vendas anuais conjuntas - Portugal e Espanha - de cerca de mil milhões de euros. E, segundo os dados fornacidos pela Associação Nacional dos Industriais de Lacticínios, passa a garantir uma posição entre as 20 maiores empresas da Europa Ocidental - mais concretamente, a décima nona posição em quota de mercado.
 

·
Registered
Joined
·
165 Posts
A fábrica de Braga é um centro de competências da Bosch na área dos auto-rádios por isso há poucas possibilidades de a fábrica fechar já. Acho que já teria acontecido. Pelo contrário a produção aumenta e há investimentos em curso e outros projectados. A fábrica de Braga modernizou-se e triunfou ao pôr no mercado produtos inovantes (GPS por exemplo) graças a engenheiros portugueses entre outros. Foi assim que a fábrica se salvou e venceu neste mundo de mundialização.
 

·
Banned
Joined
·
8,524 Posts
Introduzido por Paulo Almeida (Domingo, 14 Janeiro 2007). :: Notícias positivas
A OPCA comprou 70% do capital da espanhola Construcciones Sarrión por mais de 100 milhões de euros, adiantou o seu presidente, Filipe Soares Franco.

A entrada no mercado espanhol, segundo o semanário Expresso, surge duas semanas depois de ser conhecido que a OPCA quer comprar 99% da Sopol, construtora do Grupo A. Silva & Silva. Segundo o semanário, estas duas operações inserem-se numa estratégia para ganhar massa crítica visando crescimento e internacionalização.

A Construcciones Sarrión é uma empresa que está «entre as três primeiras da chamada 2ª liga do sector de construção e obras públicas espanhol. Factura entre 120 a 150 milhões de euros e tem capacidade para crescer até aos 250 milhões de euros em ano de cruzeiro», segunod detalhou Soares Franco citado no artigo.

O acordo de compra prevê que a família Sarrión, fundadora da empresa, mantenha uma participação. Abraham Sarrión continua como administrador-delegado.

A operação foi financiada pelo banco BES, principal accionista da OPCA e que quer reforçar a sua participação de 38% para cerca de 70% do capital, dos quais 57% serão detidos directamente

Noticia: Diario Digital
 

·
Registered
Joined
·
1,413 Posts
El Eixo Atlántico aprobará un proyecto estratégico hasta el 2013
Enviar noticia Imprimir noticia

--------------------------------------------------------------------------

Los miembros del grupo del Eixo Atlántico, que agrupa 18 ciudades de Galicia y el norte de Portugal, aprobarán el próximo 9 de febrero en Gaia (Portugal) el plan estratégico que desarrollarán a lo largo de los próximos siete años.

En dicho documento se fijan siete ideas fundamentales para conseguir que tanto el norte de Portugal como Galicia alcancen un óptimo desarrollo económico. El plan propone la puesta en marcha de políticas de ordenación territorial encaminadas a eliminar las grandes diferencias entre el desarrollo urbano y el rural; se sugiere que las políticas de desarrollo urbanístico sean respetuosas con el medio ambiente y, por tanto, que cumplan las directrices de la Agenda 21.

Los redactores del documento proponen incentivar la localización de actividades económicas en las zonas interiores del norte de Portugal y de Galicia para favorecer la igualdad de desarrollo económico entre ambas zonas. Insisten en mantener las políticas dirigidas a la rehabilitación del patrimonio y su puesta en valor como fórmula para potenciar el desarrollo de las zonas interiores. No se olvidan de fortalecer las políticas dirigidas a proteger el litoral, y para ello insisten en una planificación ordenada del territorio costero. Entre las medidas propuestas también sugieren planes de formación y el apoyo a la creación de microempresas.
 

·
Uma dúzia de anos disto..
Joined
·
30,722 Posts
Discussion Starter #18
Portugal pode vir a ser importante plataforma mundial de produtos chineses

Os primeiros-ministros português e chinês presidirão hoje à assinatura de um acordo entre a Mota-Engil e o Nan Kwong Group, em Pequim, que prevê a utilização de Portugal como uma gigantesca placa giratória de produtos oriundos da China, por via marítima.

A plataforma do Poceirão, concelho de Palmela, um projecto da Mota-Engil, será a infra-estrutura base para receber as exportações chinesas.

Segundo o gabinete de José Sócrates e representantes da Mota-Engil, a situação geostratégica de Portugal é vista por Pequim como uma boa opção para a redistribuição das exportações para outros países do Sul da Europa, para África e para a América Latina.

Do lado português, a ideia é rivalizar com a hegemonia actual do porto de Roterdão e antecipar as obras de melhoramento do canal do Panamá, previsivelmente concluídas em 2015, e que transformarão Portugal num porto atlântico europeu privilegiado.

O Governo prevê que a utilização do país como placa giratória possa criar novos pólos empresariais, nomeadamente relacionados com o acondicionamento e a reembalagem de produtos.

Segundo explicou ao PÚBLICO Gonçalo Moura Martins, presidente da Mota-Engil Ambiente, o acordo assinado hoje é um "memorando de entendimento" que pretende aproveitar quer o aumento exponencial das exportações chinesas, quer a futura plataforma do Poceirão, no concelho de Palmela, um investimento de perto de 500 milhões de euros, que deverá criar oito mil postos de trabalho.

Para além de passarem nas imediações da plataforma várias rodovias importantes, com ligações por auto-estrada ao Algarve, ao Norte do país e a Espanha, a infra-estrutura do Poceirão beneficia ainda da ligação ferroviária com Espanha, desde Sines, passando por Évora e Beja.

Nestas circunstâncias o porto de Sines, um "porto de excelência", é para o Governo a hipótese mais forte para receber os produtos vindos da China. Mas a Mota-Engil não descarta, para já, quer o porto de Setúbal, quer o porto de Lisboa, uma vez que ambos têm boas condições para acolher navios de grande porte e estão aquém do seu limite de uso.

Um membro do gabinete do primeiro-ministro, José Sócrates, que ontem aterrou em Pequim, considera o acordo "de grande importância para o país", elegendo-o como um caso paradigmático do espírito da visita oficial à China, que durará quatro dias e passará ainda por Xangai e Macau.

O papel do Executivo neste processo foi sobretudo de intermediário diplomático.

A Mota-Engil apresentou o projecto no Verão do ano passado à embaixada chinesa em Lisboa. Esta, por sua vez, mostrou "imediatamente interesse" na proposta e designou um parceiro chinês: o Nan Kwong Group - um monstro empresarial do Estado, com interesses económicos em várias áreas, cujo presidente tem o estatuto de um vice-presidente na hierarquia do Governo.

A empresa, segundo apurou o PÚBLICO, estará também envolvida num acordo a assinar dentro de dois dias, quando José Sócrates estiver em Macau, desta feita para a criação de um centro de distribuição de produtos portugueses naquele território.

Pelo lado do Governo, o Ministério das Obras Públicas tomou conhecimento da proposta e "apoiou-a desde o início". Depois de contactos entre as embaixadas chinesa e o Governo de Pequim, um grupo de representantes do Nan Kwong esteve em Portugal no início deste mês, para conhecer os pormenores do projecto.

O acordo tem um prazo inicial de um ano, durante o qual os dois lados do negócio se comprometem a manter uma "cooperação exclusiva" nesta matéria.

Hoje, José Sócrates estará num fórum económico de manhã, visitará a Cidade Proibida a seguir ao almoço e manterá um encontro com o primeiro-ministro, Wen Jiabao, no Palácio Novo, pelas 17h30. Amanhã parte para Xangai e no dia seguinte para Macau.
Fonte: Publico
 

·
Banned
Joined
·
8,524 Posts
Construção 2007-01-31 17:53
Secil compra participação de 21,86% da libanesa Sibline por 37,3 milhões de dólares
A Secil, da Semapa, anunciou hoje atráves de um comunicado emitido pela CMVM que adquiriu uma participação de 21,86% do capital e dos direitos de voto da empresa libanesa Sociedade Ciment de Sibline por um montante de 37,3 milhões de dólares.

Tiago Silva

Num comunicado hoje emitido pela Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a Semapa acrescenta que com esta aquisição, a Secil passou a deter uma participação total de 50,5% do capital e direitos de voto da Sibline num investimento total que ascende aos 65,1 milhões de dólares, o que corresponde a um Equity Value de 128,9 milhões de dólares e a um Enterprise Value de 174,4 milhões de dólares.
Explica que a transacção tem um múltiplo EV/EBITDA implícito de 7,45, considerando o valor estimado do EBITDA de 2006.

Refere ainda que a Sibline tem uma capacidade anual de produção de clínquer e de cimento de respectivamente 950.000 e 1.200.000 toneladas por ano.

As acções da Semapa terminaram com uma subida de 1,73% para os 9,41 euros.
 
1 - 20 of 26530 Posts
Top