SkyscraperCity banner
1 - 20 of 172 Posts

·
Rafael Soares
Joined
·
6,833 Posts
Discussion Starter · #1 · (Edited)
Aproveitando uma discussao interessante num tghread sobre o Centro do Rio, dei início a este thread.

"Empena cega é a expressão que designa a face externa sem abertura à iluminação, à ventilação e à insolação de uma edificação. O termo empena, em arquitetura, pode designar qualquer parede lateral de uma casa, especialmente a que se encontra na divisa do terreno."
Fonte

Empenas cegas, para quem ainda não sabe o que elas são, as imagens dizem por si. Alguns dos piores exemplos possíveis aqui no Rio:


Foto do forista marcusflorida


Foto do forista xikaumrio


Foto do forista xikaumrio




Id Software

O impacto negativo na paisagem urbana é mais que evidente. Algo tão degradante entra com louvor no rol dos grandes vilões da arquitetura e urbanismo brasileiros ao lado da fiação aérea, buracos nas ruas, calçamentos mal feitos e desnivelados, habitações subnormais entre outros.

A seguir, serão apresentadas algumas possíveis soluções. Novas idéias, soluções não contempladas neste post introdutório, etc, são mais que bem-vindas para enriquecimento do thread e popularização de um possível combate às mesmas.

Ressalto que simplesmente são algumas soluções vistas por mim como possíveis de serem feitas, e que não necessariamente eu concorde que todas sirvam para serem adotadas.


Propaganda
Cartazes e painéis em geral sempre foram muito utilizados para aproveitar a visibilidade proporcionada por muitas destas empenas. Tal solução é muitas vezes criticada pois, para muitos, troca-se uma empena-cega por um artifício que traria poluição visual, caindo muitas vezes numa discussão do que seria menos pior: a empena ou a publicidade.

Exemplos:


Chandra Santos

Recentemente, criou-se na cidade do Rio de Janeiro uma lei cidade limpa que obriga a retirada de painéis e cartazes que excedam determinada área de metragem, o centro e Zona Sul


Prefeitura do Rio


Prefeitura do Rio

Ainda dentro da possibilidades de publicidade e propagandas, talvez pudessem ser utilizados monitores e painéis eletrônicos tais como os presentes na Times Square, Picadilly Circus e tão comuns em Tóquio.


Wikimedia

Piccadilly Circus

Britannica


G3 on line

Shibuya, Tokyo



Painéis Artísticos
Há a possibilidade de se realizarem alguns trabalhos artísticos de pinturas nas fachadas (não necessariamente grafites) e das mais amplas temáticas.


Marcia Braga



Revestimentos
Acredito que seja uma das mais caras soluções, mas talvez aquela que apresente um dos melhores resultados, pois permite a possibilidade de integrar a empena-cega ao contexto arquitetônico da própria construção. Muitas vezes é utilizado o revestimento da própria fachada principal (peles de vidro, por exemplo).

Exemplo de boa intervenção (à esquerda) numa fachada cega do edifício Virtus

Foto minha

Exemplos de algumas com intervenções ruins:



empena cega por jonathaj, no Flickr



Abaixo seguem algumas fotos de empreendimento com fachadas funcionais, mas que acredito possibilitar a inspiração de revestimento para fachadas cegas.

Prédio da Capemisa, em Botafogo

Duomo Construções


Correio 24 horas

Jardins Verticais
A utilização de heras em fachadas de residências é antiga e cria um efeito muito interessante. A ideia é aproveitar essa possibilidade e aplicarmos em outra escala e variedade nos jardins verticais.

Exemplos:

Foto do forista marcusflorida

Não querendo entrar no mérito dos exemplos mostrados, os jardins verticais também podem ser um bom exemplo de bom aproveitamento de empenas cegas.

Caso lembrem alguma outra intervenção possível, bem como qualquer outra informação relevante que mereça ser citada aqui no post introdutório, é só apresentar aqui que edito!

Obviamente há um custo em implantar soluções como as citadas acima, porém acredito que é uma forma de melhorarmos um pouco nossas urbes.

:)
 

·
Feira da Fruta
Joined
·
9,786 Posts
Podemos agradecer ao modernismo por destruir as cidades brasileiras. Agora como resolver o problema sem derrubar os prédios?

Eu acho pintura um meio complicado, já que ela vai ficar degastada com o tempo e dentro de 5-10 anos estará do mesmo jeito. Eu não sei se existe um tinta resistente o suficiente para durar muito tempo.

Propagando tb, não são todos os prédios em que é possível colocar uma prapagando visível.

O mais interessante seriam os jardins, mas nos prédios como da primeira foto parece inviável. (como seria lindo se aqueles dois prédios da primeira foto nunca fossem construídos, ou q pelo menos tivessem a msm altura dos prédios vizinhos.
 

·
Registered
Joined
·
9,590 Posts
Vale sempre ressaltar que,embora desgoste do Modernismo,o culpado por estas empenas cegas é o Plano Diretor da cidades.Basta ver fotos de NYC ou Chicago no começo do seculo XX para constatar que esse problema já existia por lá.E no caso de NYC houve uma lei chamada de "Air Rights",muito interessante por sinal,que permite que essas fachadas cegas sejam abertas legalmente.
 

·
Digital Impressions
Joined
·
6,598 Posts
Raffa, excelente iniciativa na elaboração deste thread. Muito bom.
Vou montar uma tabelinha em excel com as diversas possibilidades apresentadas. Aguarde.
 

·
Registered
Joined
·
5,200 Posts
Podemos agradecer ao modernismo por destruir as cidades brasileiras. Agora como resolver o problema sem derrubar os prédios?

Eu acho pintura um meio complicado, já que ela vai ficar degastada com o tempo e dentro de 5-10 anos estará do mesmo jeito. Eu não sei se existe um tinta resistente o suficiente para durar muito tempo.

Propagando tb, não são todos os prédios em que é possível colocar uma prapagando visível.

O mais interessante seriam os jardins, mas nos prédios como da primeira foto parece inviável. (como seria lindo se aqueles dois prédios da primeira foto nunca fossem construídos, ou q pelo menos tivessem a msm altura dos prédios vizinhos.
Faz favor né? O problema das fachadas cegas nada tem a ver com modernismo ou qualquer outro estilo arquitetonico. É um problema de legislação e de gabaritos. Como os gabaritos foram alterados para predios mais altos justamente na época de explosão do modernismo, muita gente acha que tem algo a ver.

Pessoalmente acho que é um problema sem solução, ninguem vai gastar dinheiro recobrindo uma fachada que a qualquer momento pode sumir, basta que o dono do terreno ao lado faça uma edificação com a mesma altura. Talvez em alguns casos particulares se façam murais mas não da para fazer mural em tudo. Tambem sou a favor de liberar as fachadas cegas para propaganda. Melhor um outdoor feio que uma parede de concreto cinza de varios metros de altura.
 

·
Rafael Soares
Joined
·
6,833 Posts
Discussion Starter · #7 ·
Raffa, excelente iniciativa na elaboração deste thread. Muito bom.
Vou montar uma tabelinha em excel com as diversas possibilidades apresentadas. Aguarde.
Valeu, Marcus! Aqui dá pra gente ampliar aquele debate que já tava bom! No aguardo da tabela

Pessoalmente acho que é um problema sem solução, ninguem vai gastar dinheiro recobrindo uma fachada que a qualquer momento pode sumir, basta que o dono do terreno ao lado faça uma edificação com a mesma altura. Talvez em alguns casos particulares se façam murais mas não da para fazer mural em tudo. Tambem sou a favor de liberar as fachadas cegas para propaganda. Melhor um outdoor feio que uma parede de concreto cinza de varios metros de altura.
Em alguns casos isso não deverá acontecer, como na Cinelândia (primeira foto e quinta fotos) por exemplo. Ali a cagada é federal. Não sobe mais nenhum prédio... o que fazer com as empenas? Ali só vejo solução em demolir os andares excedentes (embora saiba que isso é um tanto inviável).
 

·
Feira da Fruta
Joined
·
9,786 Posts
Faz favor né? O problema das fachadas cegas nada tem a ver com modernismo ou qualquer outro estilo arquitetonico. É um problema de legislação e de gabaritos. Como os gabaritos foram alterados para predios mais altos justamente na época de explosão do modernismo, muita gente acha que tem algo a ver.

Pessoalmente acho que é um problema sem solução, ninguem vai gastar dinheiro recobrindo uma fachada que a qualquer momento pode sumir, basta que o dono do terreno ao lado faça uma edificação com a mesma altura. Talvez em alguns casos particulares se façam murais mas não da para fazer mural em tudo. Tambem sou a favor de liberar as fachadas cegas para propaganda. Melhor um outdoor feio que uma parede de concreto cinza de varios metros de altura.
maldita legislação q permitei construir monstros de concreto altíssimos colados do lado de prédios baixos.

Essa paredes cegas são tão comuns na maioria dos prédios modernistas vulgares (chamo assim essas construções péssimas q infestam nossas cidades, nem todo prédio modernista é ruim, somente 99% deles) q achei q é coisa do estilo arquitetônico.

O prédios do lado aumentar os andares é algo impossível, tanto esteticamente quanto na própria estrutura do prédio. Imagina naquela primeira foto aquele neoclássico erguer mais 15 andares...seria lindo.

Poderiam liberar a abertura de janelas nessas laterais, mas isso seria um crime contra a "arquitetura" do prédio q precisa ser protegida. Assim como eu fico imaginando como seriam feitas essas aberturas, seria comum ver prédios caindo por aí.
 

·
Digital Impressions
Joined
·
6,598 Posts
Ainda não me ficou claro se painéis de LED como os da Times Square são permitidos no RJ no caso de não fazerem publicidade.
A lei diz que não é permitido paineis luminosos, mas refere-se ao mesmo tempo a estes não poderem ser usados para fazer propaganda. No caso de usarem somente imagens artísticas e em movimento como é que fica ?
 

·
Rio de Janeiro
Joined
·
31,227 Posts
Raffa,

Ótimo thread! O que mais me ESPANTA é saber que ATÉ HOJE continuam construindo prédios bonitos ou toscos com "paredes cegas". Ou esses arquitetos não têm o mínimo de noção ou são obrigados a assinar essas bostas por conta de algum tipo de pressão das construtoras! :devil:
 

·
Digital Impressions
Joined
·
6,598 Posts
Emanuel...
Resposta certa: segunda opção.
Difícil um arquiteto não querer decolar em sua criatividade e liberdade artística.
Este papel limitador pertence a engenheiros e construtoras. Salvo raras exceções.
 

·
Digital Impressions
Joined
·
6,598 Posts
Raffa... aí vai um rascunho inicial resumindo mais ou menos tudo que foi comentado lá no fórum do Centro do Rio e complementado acima.
Aceitando sugestões, correções e adições.
A tabela irá evoluindo com este thread que vc criou e conforme surjam novas ideias.
Vale notar que nem tudo abaixo refere-se às minhas preferência pessoais, mas a questões levantadas e sugeridas por todos.



By marcusmansur at 2012-06-11

By marcusmansur at 2012-06-11
 

·
on the road
Joined
·
34,534 Posts
Empenas cegas verticais desproporcionais aos prédiosnão são, e nunca foram, um pressuposto básico de construçÕes modernistas!!!

Ao contrário, em geral elas são apeans o resultado de uma mistura de gabarito alto sem exigência de recuo lateral.

A lógica é muito óbvia: se vc pode construir até o limite do terreno, alguém ali poderá fazer o mesmo ao seu lado. Só um engenheiro idiota projetaria uma janela no limite do terreno que depois pudesse ser fechada completamente!

Se os prédios forem construídos sem pretensões de atingirem o limite lateral dos terrenos sobre os quais estão situados, com recuo suficiente (2 metros de recuo para cada lado entre 2 prédios de 30 andares lado a lado é quase inútil...), aí sim fica viável ocupar a parede com algum uso.

Outra medida que poderia dar certo seria, como existe em alguns países, criar um instrumento de direito civil através do qual proprietários podem negocias direitos de construção vertical sobre seus terrenos. Assim, se alguém for construir um prédio alto em um terreno, pode comprar, e caro, o direito de construir prédios acima de 2 andares (por exemplo) de todos os vizinhos de lado, fundo e até de frente oposta na rua. Assim, garante-se uma separação de no mínimo 10-30 metros de qualquer outro prédio alto.
 

·
on the road
Joined
·
34,534 Posts
Raffa,

Ótimo thread! O que mais me ESPANTA é saber que ATÉ HOJE continuam construindo prédios bonitos ou toscos com "paredes cegas". Ou esses arquitetos não têm o mínimo de noção ou são obrigados a assinar essas bostas por conta de algum tipo de pressão das construtoras! :devil:
Como eu disse no post acima, a questão é bem simples: se vc quer ocupar todo o terreno, e esse terreno é caro demais/estreito demais, é impraticável fazer uso das empenas cegas com fins arquitetônicos.
 

·
Registered
Joined
·
1,504 Posts
Ao lado de prédios históricos ou de algum valor arquitetônico, o ideal seria tombar o edifício histórico (presumindo que seja o menor) e permitir ao maior que crie aberturas na empena que fica colada ao terreno do edifício tombado. Não sei se isso aconteceu em Porto Alegre, já que fui procurar fotos de empenas cegas e só achei de empenas com janelas. Mas o resultado ficou tão pobre que só vejo duas saídas: ou um retrofit muito caro ou a demolição.
 

·
Registered
Joined
·
1,504 Posts
Quando ao lado da empena o terreno é livre ou com construção sem valor e de fácil demolição, a solução óbvia é construir outro edifício colado a empena com o mesmo número de andares. O problema seria empurrar a empena pro terreno ao lado. Em Buenos Aires até hoje se constrói do jeito que criou nossas empenas e lá isso deu muito certo. Fica um aspecto muito bom.
 

·
Registered
Joined
·
5,200 Posts
maldita legislação q permitei construir monstros de concreto altíssimos colados do lado de prédios baixos.

Essa paredes cegas são tão comuns na maioria dos prédios modernistas vulgares (chamo assim essas construções péssimas q infestam nossas cidades, nem todo prédio modernista é ruim, somente 99% deles) q achei q é coisa do estilo arquitetônico.

O prédios do lado aumentar os andares é algo impossível, tanto esteticamente quanto na própria estrutura do prédio. Imagina naquela primeira foto aquele neoclássico erguer mais 15 andares...seria lindo.

Poderiam liberar a abertura de janelas nessas laterais, mas isso seria um crime contra a "arquitetura" do prédio q precisa ser protegida. Assim como eu fico imaginando como seriam feitas essas aberturas, seria comum ver prédios caindo por aí.
A falta de janelas na empenas cegas nada tem a ver com estetica ou proteção à arquitetura do predio, a questão é que em nenhum lugar ou cidade se pode fazer janelas que dão diretamente para o terreno do vizinho, se houvesse uma faixa de terra separando os dois seria possivel, mas como se tratam de imoveis geminados não tem como fazer.

E claro que ninguem vai construir mais andares em um predio baixinho antigo, e sim o que pode ocorrer é a demolição deste e a construção de um novo tão alto quanto o de empena cega. Afinal foi assim que se construiu o causador de problemas :lol: (o predio com empena cega).
 

·
Registered
Joined
·
5,200 Posts
Empenas cegas verticais desproporcionais aos prédiosnão são, e nunca foram, um pressuposto básico de construçÕes modernistas!!!

Ao contrário, em geral elas são apeans o resultado de uma mistura de gabarito alto sem exigência de recuo lateral.

A lógica é muito óbvia: se vc pode construir até o limite do terreno, alguém ali poderá fazer o mesmo ao seu lado. Só um engenheiro idiota projetaria uma janela no limite do terreno que depois pudesse ser fechada completamente!

Se os prédios forem construídos sem pretensões de atingirem o limite lateral dos terrenos sobre os quais estão situados, com recuo suficiente (2 metros de recuo para cada lado entre 2 prédios de 30 andares lado a lado é quase inútil...), aí sim fica viável ocupar a parede com algum uso.

Outra medida que poderia dar certo seria, como existe em alguns países, criar um instrumento de direito civil através do qual proprietários podem negocias direitos de construção vertical sobre seus terrenos. Assim, se alguém for construir um prédio alto em um terreno, pode comprar, e caro, o direito de construir prédios acima de 2 andares (por exemplo) de todos os vizinhos de lado, fundo e até de frente oposta na rua. Assim, garante-se uma separação de no mínimo 10-30 metros de qualquer outro prédio alto.
Resumiu perfeitamente a situção. E o povo acha que é "falta de originalidade dos arquitetos" ou problema de estilo :lol:.
 

·
Rafael Soares
Joined
·
6,833 Posts
Discussion Starter · #20 ·
Raffa... aí vai um rascunho inicial resumindo mais ou menos tudo que foi comentado lá no fórum do Centro do Rio e complementado acima.
Aceitando sugestões, correções e adições.
A tabela irá evoluindo com este thread que vc criou e conforme surjam novas ideias.
Vale notar que nem tudo abaixo refere-se às minhas preferência pessoais, mas a questões levantadas e sugeridas por todos.



By marcusmansur at 2012-06-11

By marcusmansur at 2012-06-11
Ficou muito bom, Marcus!

Outra medida que poderia dar certo seria, como existe em alguns países, criar um instrumento de direito civil através do qual proprietários podem negocias direitos de construção vertical sobre seus terrenos. Assim, se alguém for construir um prédio alto em um terreno, pode comprar, e caro, o direito de construir prédios acima de 2 andares (por exemplo) de todos os vizinhos de lado, fundo e até de frente oposta na rua. Assim, garante-se uma separação de no mínimo 10-30 metros de qualquer outro prédio alto.
Esse mecanismo se parece com as CEPAC's que serão utilizadas na Zona Portuária. Elas, porém, até onde me lembro, não fala em recuo entre os prédios.
 
1 - 20 of 172 Posts
Top