Skyscraper City Forum banner
1 - 2 of 2 Posts

·
Registered
Joined
·
9,056 Posts
Discussion Starter · #1 ·
Mais um encontro de duas frentes de escavações de túneis do Metrô ocorreu ontem, nas obras da Linha 4-Amarela, em construção entre a Vila Sônia e o bairro da Luz, no Centro da Cidade. O encontro ocorreu na Vila Sônia, entre a frente de trabalho no sentido da futura estação Morumbi e a que vai no sentido do Pátio Vila Sônia, que está sendo escavado a partir do poço de obras na altura do número 3.100 da Avenida Professor Francisco Morato.

As escavações, nesse trecho que vai do Pátio Vila Sônia à futura estação Faria Lima, no Largo da Batata, em Pinheiros, estão sendo realizadas pelo método New Austrian Tunniling Method (NATM), ou de mineração, com o uso de escavadeiras, colocação de armações metálicas e jateamento de concreto.

No outro trecho, da estação Faria Lima à estação Luz, as escavações serão realizadas a partir do segundo semestre com o uso do "megatatuzão", que está sendo fabricado na Alemanha.

O primeiro encontro de frentes de escavações da Linha 4 ocorreu em 7 de fevereiro deste ano, no local que interligou o poço de ventilação e a saída de emergência Valdemar Ferreirta e o poço Butantã. São 236 metros de túneis escavados em rochas. Iniciadas em 2004, as obras da Linha 4 desenvolvem-se em toda a sua extensão de 12,8 quilômetros. A operação comercial da primeira etapa dessa linha está prevista para dezembro de 2008.
 

·
Subway and train Forever!
Joined
·
17,073 Posts
Obras da linha 4-Amarela do Metrô têm encontro de túneis na Vila Sônia

As escavações entre o pátio Vila Sônia e a futura estação Faria Lima estão sendo realizadas pelo método New Austrian Tunniling Method (NATM). (23/05/06)

Dia 22, às 12 horas, foi realizado mais um encontro de duas frentes de escavações dos túneis da Linha 4-Amarela, em construção entre a Vila Sônia e o bairro da Luz, no centro da cidade. O encontro ocorreu na Vila Sônia, entre a frente de trabalho no sentido da futura estação Morumbi e a que vai no sentido do Pátio Vila Sônia, que está sendo escavado a partir do poço de obras na altura do número 3.100 da avenida Prof. Francisco Morato.

As escavações, nesse trecho que vai do Pátio Vila Sônia à futura estação Faria Lima, no Largo da Batata, em Pinheiros, estão sendo realizadas pelo método New Austrian Tunniling Method (NATM), ou de mineração, com o uso de escavadeiras, colocação de armações metálicas e jateamento de concreto.

No outro trecho, da estação Faria Lima à estação Luz, as escavações serão realizadas a partir do segundo semestre com o uso do "megatatuzão", que está sendo fabricado na Alemanha.


Primeiro encontro de frentes de túnel aconteceu em fevereiro

No dia 7 de fevereiro deste ano, o ex-governador Geraldo Alckmin assistiu ao primeiro encontro de frentes de escavações de túneis da Linha 4-Amarela, que interligou o poço de ventilação e saída de emergência Valdemar Ferreira e o poço Butantã. São 236 metros de túneis escavados em rochas.

No momento, as escavações nestes dois pontos estão sendo executadas da seguinte forma: no sentido da estação Morumbi, a partir do poço Butantã, e no sentido da estação Pinheiros, a partir do poço de serviço Valdemar Ferreira. Essa frente de escavação encontra-se atualmente sob a via expressa da marginal Pinheiros, a 50 metros da margem do Rio Pinheiros. A previsão é de que até o final deste mês as escavações atinjam a calha do rio Pinheiros.

27 Frentes de Trabalho


Iniciadas em 2004, as obras civis da Linha 4 do Metrô, que interligará a Vila Sônia (zona Sudoeste), ao bairro da Luz, no centro da cidade, desenvolvem-se em toda a sua extensão de 12,8 quilômetros subterrâneos. Ao todo, são 27 frentes de trabalho, que vão do Pátio Vila Sônia à futura estação Luz da Linha 4, que está sendo construída ao lado da estação Luz da Linha 1 (Jabaquara-Tucuruvi).

Dezembro de 2008

A operação comercial da primeira etapa dessa linha, chamada de "Linha da Integração", está prevista para dezembro de 2008, com uma frota de 14 trens (de 6 carros cada um). Nessa etapa, a linha vai operar os 12,8 quilômetros de vias e as seis estações prioritárias, Butantã, Pinheiros, Faria Lima, Paulista, República e Luz, que farão integração física e tarifária com todas as linhas do Metrô (linhas 1, 2 e 3, respectivamente, nas estações Luz, Paulista e República) e ligação indireta com a Linha 5 (Capão Redondo - Largo Treze), através da Linha "C" da CPTM, na estação Pinheiros (e acesso posterior na estação Santo Amaro).

A estação Butantã terá terminal de ônibus urbano para receber as linhas intermunicipais da região Sudoeste da metrópole, além das linhas da Cidade Universitária da USP. Já a estação Faria Lima será fundamental para a revitalização urbana da área dos largos da Batata e Pinheiros.

A demanda prevista nesta primeira etapa de operação da Linha 4 é de 704 mil passageiros/dia.

Quando estiver totalmente concluída, em 2012, a Linha 4 passará a operar outras cinco estações (Vila Sônia, Morumbi, Fradique Coutinho, Oscar Freire e Higienópolis), com acréscimo de mais 15 trens em sua frota, e deverá transportar diariamente 970 mil pessoas.

O traçado da Linha 4 percorre importantes subcentros urbanos, além de eixos viários já bastante congestionados da capital paulista: região da Luz, avenidas Casper Líbero e Ipiranga, praça da República, rua da Consolação, cruzamento com avenida Paulista, avenida Rebouças, rua dos Pinheiros, Largo da Batata/avenida Faria Lima, proximidades da Cidade Universitária, avenida Corifeu de Azevedo Marques, bairros do Butantã, Morumbi e Vila Sônia.

Com a Linha 4 do Metrô, os deslocamento da população terão melhoria significativa. A previsão é de que haja uma redução de 25 minutos no tempo de viagem do percurso atual.

STM Notícias 23/05/2006
 
1 - 2 of 2 Posts
Top