Skyscraper City Forum banner
1 - 1 of 1 Posts

·
Banned
Joined
·
5,008 Posts
Discussion Starter · #1 ·
24-Jun-2008
A educação parintinense dá mais um salto de qualidade com a Escola Nossa Senhora do Carmo, que obteve o índice de 5.9 no Ideb.



A Escola Estadual Nossa Senhora do Carmo, em Parintins (a 325 quilômetros em linha reta de Manaus), foi a escola amazonense que apresentou a melhor pontuação no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), atingindo a marca de 5.9, no ensino fundamental (anos iniciais e finais). A unidade escolar ficou à frente do Colégio da Polícia Militar (nos anos iniciais) e Escola Estadual Brigadeiro Camarão (anos finais), as duas de Manaus. A informação foi divulgada ontem pelo secretário de Estado de Educação (Seduc), Gedeão Amorim, durante anúncio da premiação para 172 escolas estaduais que tiveram nota superior a 4.0 no Ideb 2007.
Segundo Amorim, de 536 escolas estaduais, 172 pontua*ram acima de 4.0, sendo 125 escolas do primeiro segmento (anos iniciais) e 47 do segundo segmento (anos finais). Ele explicou, ainda, que 16 instituições atingiram média superior a 5.0, das quais cinco alcançaram índices igual ou superior a 5.5. “O mais importante foi que o Amazonas ultrapassou a meta proposta para 2007, que era atingir um índice de 3.1, mas alcançamos 3.6 no primeiro segmento, e de 2.7 no segundo segmento, atingimos 3.3 na média. No exame do ensino médio, saltamos de 2.4 para 2.9”, explicou.
O secretário disse ainda que todas as 172 escolas garantiram a ‘Premiação por Mérito do Desempenho Educacional’ com R$ 30 mil para serem investidos na infra-estrutura de cada instituição. O valor, segundo ele, vai direto para a conta da Associação de Pais, Mestres e Comunitários (APMC) de cada unidade escolar.
Além disso, os servidores das instituições que atingiram nota igual ou superior a 5.0 no Ideb receberão o 14º salário, e as escolas que superaram a média 5.5 o 15º salário. O prêmio será pago no final deste ano junto com o pagamento do mês e o 13º salário, segundo informou Gedeão Amorim. “Esta é apenas uma forma de estimular os servidores a continuar oferecendo ensino de qualidade no Amazonas”, destacou.
O secretário relembrou que 39 escolas estaduais atingiram o índice igual ou acima de 4.0 no Ideb de 2005, totalizando uma premiação de R$ 1,17 milhão. Este ano, segundo ele, o número de escolas saltou para 172, totalizando agora o valor de R$ 5,16 milhões.
No ensino médio, o Amazonas subiu de 2.4 (2005) para 2.9 (2007). A projeção do MEC é de 2.8 para 2.013 e 4.0 para 2.022. Nas séries finais do ensino fundamental, o Amazonas melhorou a nota 21,39%, subindo de 2.7 (2005) para 3.3 (2007). Nas séries iniciais, o Amazonas saltou de 3.1 para 3.6.
Amorim informou ainda que o índice do Ideb de 2007 foi alcançado graças ao desempenho dos professores que interagiram com as famílias dos alunos, aliada a infra-estrutura oferecida pelo Estado. Segundo ele, a consultoria executada por uma empresa de Brasília também foi fundamental para orientar o corpo de docente da secretaria a desenvolver o domínio da metodologia e, com isso, repassar o conteúdo aos alunos.

Meta é alcançar nota 6.0

A diretora da Escola Estadual Nossa Senhora do Carmo, irmã Maria Iracema Oliveira de Lima, disse que recebeu com orgulho o resultado do Ideb e a premiação. Ela afirmou ainda que na escola, com 52 anos em Parintins, todos os servidores, entre professores, técnicos e administradores da escola, se empenham para oportunizar aos alunos do município educação de qualidade. “Nossa coordenadoria é muito organizada, principalmente, por termos um grupo de professores coeso. Como uma equipe que caminha em busca de alcançar objetivos, nossa próxima meta é alcançar a nota ‘6’, média obtida pelos países desenvolvidos, visto que faltou pouco para isso”, avaliou. O mesmo pensamento foi compartilhado pelo major Gilvandro Mota, diretor do Colégio da Polícia Militar de Manaus, que ficou em segundo lugar no ensino fundamental, anos iniciais. Ele disse que embora a escola tenha ficado na segunda colocação, a unidade apresentou o melhor desempenho da instituição, saltando de 5.4, em 2005, para 5.7 (2007). “A interatividade entre o professor e a família, sem dúvida, foi fator preponderante para alcançarmos um bom desempenho. A escola também oferece boa infra-estrutura, salas climatizadas, laboratório de ciências, atividades interativas, além de reuniões periódicas com os pais”, salientou.
 
1 - 1 of 1 Posts
Top