Skyscraper City Forum banner
1 - 20 of 20 Posts

·
Registered
Joined
·
512 Posts
Discussion Starter · #1 ·
Estado do Rio terá R$ 126,3 bilhões em investimentos de 2010/12
Plantão | Publicada em 05/08/2009 às 16h40m
Ramona Ordoñez

RIO - Nos próximos três anos, a indústria de petróleo e a de infraestrutura impulsionarão os investimentos no Estado do Rio. No período de 2010/12 serão investidos no Estado R$ 126,3 bilhões em projetos públicos e privados, segundo o documento ''Decisão Rio 2010/13'', divulgado nesta quarta-feira pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Frijan).

Desse total, R$ 77,1 bilhões - cerca de 61% - são investimentos a serem realizados pela Petrobras. O segundo setor a receber grande volume de investimentos é o de ifnraestrutura, com R$ 28,6 bilhões. Já os projetos na indústria de transformação receberão investimentos de R$ 20,3 bilhões, enquanto outros setores ficarão com um total de R$ 300 milhões. O presidente da Firjan, Eduardo Eugênio Gouvêa Vieira, destacou que é natural o volume maior de investimentos serem da Petrobras, considerando o fato que cerca de 85% da produção de petróleo está localizada no Estado do Rio. Segundo o estudo, 76% desses investimentos serão em novos projetos e apenas 25% de expansão em projetos já existentes.

- O Rio é a capital do petróleo e gás do Brasil. E como a Petrobras e os outros investidores investem aqui em função das reservas aqui - destacou Eduardo Eugenio.

O Produto Interno Bruto (PIB) do Estado do Rio representa 13% do PIB nacional e, segundo o executivo, nos próximos anos poderá chegar a 20% do PIB nacional.

No período de 2008/10, o estudo da Firjan previa investimentos de R$ 110,7 bilhões. O estudo ''Decisão Rio'' é uma pesquisa anual feita pela Firjan com os investimentos previstos pelos setores privados e estatais.

Segundo o levantamento da Firjan, são mais de cem projetos listados até jullho deste ano. A Firjan prevê ainda uma geração de 360 mil empregos diretos e indiretos e que o total de investimentos nos próximos três anos no Estado do Rio representam 22% dos investimentos previstos para o país, segundo dados do BNDES.

Segundo a pesquisa da Firjan, o maior projeto no período de 2010/12 é o Complexo Petroquímico do Rio (Comperj), em execução pela Petrobras em Itaboraí, com investimentos de R$ 14 bilhões. O segundo maior projeto é o da americana Chevron na exploração e produção de petróleo na Bacia de Campos, com um total de R$ 4,4 bilhões. Em terceiro lugar, vem a Usina Termelétrica do Açu, no Porto do Açu, com R$ 4,3 bilhões. Em seguida, aparece a construção da usina nuclear de Angra 3, com investimentos previstos no período de R$ 4 bilhões.

O estudo dividiu os investimentos em quatro eixos principais, correspondentes às regiões onde serão instalados importantes projetos, movimentando a economia local: o Eixo Sul, com a construção da usina nuclear de Angra 3, em Angra dos Reis; o Eixo Sepetiba, com o Porto de Itaguaí, além de outros portos, e o Arco Metropolitano; o Eixo Leste, com a construção do Comperj, em Itaboraí; e o Eixo Norte, com o Complexo Portuário do Porto de Açú.
 

·
Registered
Joined
·
6,106 Posts
O estudo dividiu os investimentos em quatro eixos principais, correspondentes às regiões onde serão instalados importantes projetos, movimentando a economia local: o Eixo Sul, com a construção da usina nuclear de Angra 3, em Angra dos Reis; o Eixo Sepetiba, com o Porto de Itaguaí, além de outros portos, e o Arco Metropolitano; o Eixo Leste, com a construção do Comperj, em Itaboraí; e o Eixo Norte, com o Complexo Portuário do Porto de Açú.
- O GERJ precisa dividir o estado em pólos, não só na teoria para melhor planejar o desenvolvimento, se é que podemos dizer que há planejamento;

- Sobre os investimentos em infraestrutura ainda estamos muito aquém do necessário;

- Por último, se dependermos desse Comperj pra elevar o RJ, isso não ocorrerá tão cedo;

- O Noroeste Fluminense ainda me preocupa bastante, não há grandes perspectivas. Mas, fora isso o estado começa a caminhar pra um caminho interessante, mas se não pensarem no planejamento e infraestrutura pode ser que não seja um caminho tão interessante assim.
 

·
Niteroiense da gema!!
Joined
·
3,756 Posts
^^ Concordo inteiramente contigo Douglas, o Estado tem que parar com essa mentalidade de só atrair investimentos para a Capital, por anos a mesma tem levado o estado nas costas, enquanto tempos capacidade de produção no Estado como um todo, e o melhor jeito é realmente dividir o estado em pólos assim direcionamos os investimentos e atraímos mais, ae sim teremos um ESTADO do Rio forte.
 

·
A volta do malandro
Joined
·
8,633 Posts
^^ Concordo inteiramente contigo Douglas, o Estado tem que parar com essa mentalidade de só atrair investimentos para a Capital, por anos a mesma tem levado o estado nas costas, enquanto tempos capacidade de produção no Estado como um todo, e o melhor jeito é realmente dividir o estado em pólos assim direcionamos os investimentos e atraímos mais, ae sim teremos um ESTADO do Rio forte.
De certa forma, o estado é dividido em polos. Já viu aquelas placas nas estradas dizendo "Vocações Regionais"? Então, cada uma representa as vocações de cada polo regional. Acho que existe até um mapa (da Firjan se não me engano) com a divisão do estado em diferentes polos.
 

·
A volta do malandro
Joined
·
8,633 Posts
^^
Achei alguma coisa no site da FIRJAN:

O Sistema FIRJAN participa, sob a coordenação da Fundação Getúlio Vargas (FGV), de projetos para ampliar a oferta de empregos e a arrecadação dos municípios e do estado.

As empresas contam sempre com o apoio do SENAI-RJ e do SESI-RJ.
Região Norte-Noroeste Fluminense - Polo de Fruticultura Irrigada
Região Serrana - Petrópolis-Tecnópolis
Região Centro-Norte - Complexo de Moda Íntima, Polo Metal Mecânico e Polo Cimenteiro
Região Sul - Polo Metal Mecânico / Polo de Moda
Baixada Fluminense - Polo Gás-Químico
Região Leste Fluminense - Rio-Capital Petróleo
http://www.firjan.org.br/data/pages/4028808120B52B7E0120CE73E678586B.htm
 

·
Niteroiense da gema!!
Joined
·
3,756 Posts
De certa forma, o estado é dividido em polos. Já viu aquelas placas nas estradas dizendo "Vocações Regionais"? Então, cada uma representa as vocações de cada polo regional. Acho que existe até um mapa (da Firjan se não me engano) com a divisão do estado em diferentes polos.
Mas são áreas de vocação natural, ou com algum tipo de incentivo do governo?
 

·
Baixada Fluminense
Joined
·
1,090 Posts
^^ natural e histórica rs... pq as vezes as regiões tem tradição naquele tipo de produto, mas tb há vocações nas plaquinhas que não são bem exploradas ainda. É o caminho para melhor dividir e gerar renda.
 

·
Baixada Fluminense
Joined
·
1,090 Posts
MAS fique claro que sem educação não adianta nd... vai ficar igual itaguaí... a cidade está cheia de chinês, canadenses e americanos :(

OU Macaé que também sofre do mesmo mau... a Petrobrás não se preocupa em gerar renda pra região e sim em gerar renda para ela... uhauha
 

·
Niteroiense da gema!!
Joined
·
3,756 Posts
^^ Então, não adianta ser só ter vocação histórica e natural, tem que ser digamos oficializados esses pólos, e ter investimentos do governo destinados a cada área, ex.: no caso da educação escolas técnicas voltadas para área específica da região, assim você prepara os próprios moradores, e com mão-de-obra especializada farta mais empresas da área irão se instalar lá.
 

·
Baixada Fluminense
Joined
·
1,090 Posts
^^ É se fala muito ja em criar pólos de desenvolvimento no estado, você pode ver que há várias idéias e projeções... o problema é que cada um aponta para um lado ainda. Alguém tem que tomar a frente disso e por em prática. Isso é papel do governador, afinal ele governa o estado! Eu não tenho nada contra o Cabral, perante os outros governos, só que ele é passivo d+.
 

·
Registered
Joined
·
11,611 Posts
MAS fique claro que sem educação não adianta nd... vai ficar igual itaguaí... a cidade está cheia de chinês, canadenses e americanos :(

OU Macaé que também sofre do mesmo mau... a Petrobrás não se preocupa em gerar renda pra região e sim em gerar renda para ela... uhauha
Não se esqueçam que os principais Complexos de Favelas da Zona Norte são oriundos de áreas industriais...

Jacarezinho - Bacia Industrial do Jacaré
Caju - Porto e São Cristovao Industrial
Complexo da Maré, Alemão e Pedreira - Zona Industrial da Orla Norte e Av. Brasil

ou seja, no RIo, investimento não é seguido de qualidade de vida... pois eh uma modernização conservadora... Ia ficar muito feliz se Itaboraí e Itaguaí não inchassem, e sim desenvolvesse sua população...

Pq se repetirmos nosso padrão, o ônus vai acabar com tudo
 

·
Registered
Joined
·
8,072 Posts
Não se esqueçam que os principais Complexos de Favelas da Zona Norte são oriundos de áreas industriais...

Jacarezinho - Bacia Industrial do Jacaré
Caju - Porto e São Cristovao Industrial
Complexo da Maré, Alemão e Pedreira - Zona Industrial da Orla Norte e Av. Brasil

ou seja, no RIo, investimento não é seguido de qualidade de vida... pois eh uma modernização conservadora... Ia ficar muito feliz se Itaboraí e Itaguaí não inchassem, e sim desenvolvesse sua população...

Pq se repetirmos nosso padrão, o ônus vai acabar com tudo
Bom, no caso de Itaguaí, a situação está tendendo para algo totalmente bizarro. Toda a extensão plana fora do perímetro urbano está sendo comprada para abrigar grandes complexos industriais. Parece que não vai sobrar uma poça para abrigar favelas, a menos que elas subam os morros ou avancem sobre os manguezais. Já mostrei mapas com as áreas no sul do municipio, mas parece que o negócio está caminhando para o norte e se expandindo para Seropédica. Pelo que estou entendendo, as empresas estão cansadas de esperar por infraestrutura no interior e, por isso, estão reconhendo que ficar ao lado do porto é realmente a melhor alternativa.
Se o que estou escutando por aí se concretizar, Itaguaí não terá outra alternativa a não ser se verticalizar, pois será uma cidade cercada de gigantes indústrias de bens de capital por todos os lados.
 

·
A volta do malandro
Joined
·
8,633 Posts
^^ Então, não adianta ser só ter vocação histórica e natural, tem que ser digamos oficializados esses pólos, e ter investimentos do governo destinados a cada área, ex.: no caso da educação escolas técnicas voltadas para área específica da região, assim você prepara os próprios moradores, e com mão-de-obra especializada farta mais empresas da área irão se instalar lá.
No link que postei tem mais informações sobre esses polos, inclusive sobre os incentivos que eles recebem.
 

·
Registered
Joined
·
11,611 Posts
Bom, no caso de Itaguaí, a situação está tendendo para algo totalmente bizarro. Toda a extensão plana fora do perímetro urbano está sendo comprada para abrigar grandes complexos industriais. Parece que não vai sobrar uma poça para abrigar favelas, a menos que elas subam os morros ou avancem sobre os manguezais. Já mostrei mapas com as áreas no sul do municipio, mas parece que o negócio está caminhando para o norte e se expandindo para Seropédica. Pelo que estou entendendo, as empresas estão cansadas de esperar por infraestrutura no interior e, por isso, estão reconhendo que ficar ao lado do porto é realmente a melhor alternativa.
Se o que estou escutando por aí se concretizar, Itaguaí não terá outra alternativa a não ser se verticalizar, pois será uma cidade cercada de gigantes indústrias de bens de capital por todos os lados.
Entendo... mas para algum lugar vai refletir o inchamento... como Seropédica e Santa Cruz... Vamos torcer piamente para que façam um planejamento urbano e um controle do uso do solo firme... para reverter essa tendencia do Rio em se modernizar e inchar
 

·
Registered
Joined
·
6,106 Posts
^^ É se fala muito ja em criar pólos de desenvolvimento no estado, você pode ver que há várias idéias e projeções... o problema é que cada um aponta para um lado ainda. Alguém tem que tomar a frente disso e por em prática. Isso é papel do governador, afinal ele governa o estado! Eu não tenho nada contra o Cabral, perante os outros governos, só que ele é passivo d+.
Eu diria que não é ele QUEM governa.
 
1 - 20 of 20 Posts
Top