Skyscraper City Forum banner
1 - 12 of 12 Posts

·
Registered
Joined
·
35 Posts
Discussion Starter · #1 ·
Pessoal,

Eu sempre fui um grande defensor do uso do VLT na zona sul do Rio por diversos motivos (link para o mapa no final do post):

- O VLT é mais limpo que o ônibus. Em uma cidade com aspiração tão ecológica como o Rio, não faz sentido ter tanto ônibus assim.

- O VLT vai por cima. Pode parecer bobagem, mas quem já andou de VLT na Europa sabe o quão legal é poder fazer turismo com ele e sempre ver onde você está. O Rio é bonito demais para se andar de metrô o tempo todo.

- Dada a natureza da operação, o headway é mais constante do que a de um ônibus.

- A mão de obra é mais qualificada, de forma que no médio prazo, a qualificação do pessoal sobressai as demissões que acontecerão.

Assim, há alguns meses tenho feito alguns estudos sobre a possibilidade de se esticar o VLT para a zona sul do Rio. O estudo se restringiu a mapear a viabilidade técnica de se colocar um modal desses na região. Não fiz um estudo de viabilidade econômica.

Eu segui alguns critérios para a distribuição das linhas e das estações:

- As linhas tem que seguir o fluxo principal de pessoas já existente entre os bairros.

- As estações devem respeitar os pontos de ônibus já existentes (principalmente para aproveitar os recuos) e não devem ser mais distantes que 400m entre si.

- As linhas devem seguir as mãos de tráfego já existentes.

- As linhas devem ter apelo turístico.

- O máximo de pessoas deve ser atendido, idealmente estando até 200m de alguma estação.

- Obras de infra devem ser minimizadas.

- As linhas devem ser circulares.

- Os rais de curva não devem ser inferiores à 25m.

- Achar um local para o pátio de manutenção e garagem.

Outras regras foram incluídas, mas vou comentando ao longo das discussões.

Seguindo isso, montei um total de 7 linhas. Vou comentá-las individualmente:

1) Linha Azul - Turística
Essa linha segue toda a orla do Rio, ligando o SDU à Gávea, via aterro. Ela tem o apelo turístico e tem o apelo de linha expressa até o centro do Rio.

2) Linha Vermelha - Centro x Urca
Essa linha também sai do SDU, mas por seguir pela praia, conecta-se com as linhas que cortam o centro (que não representei no desenho para não complicar). Para mim o ponto mais polêmico dela é que a integração com o metrô de Botafogo não se dá imediatamente próximo, mas há motivos para isso, como não criar uma concorrência predatória entre os modais e distribuir melhor os usuários do sistema.

Outro ponto forte dela é a integração da Policlínica, que hoje é um local de difícil acesso. Ela também tem a importância de facilitar o acesso ao Pão de Açúcar.

3) Linha Laranja - Laranjeiras
Apesar de pequena, uma das linhas mais importantes, pois tem um forte apelo turístico e um forte apelo de acessibilidade de um bairro bem complicado de se acessar.

4) Linha Azul - Botafogo x Gávea
Linha de extrema importância cortando uma das regiões mais engarrafadas da zona sul. Essa é tão óbvia que nem precisa falar muito. Só atento ao fato de, assim como a linha azul, não fazer conexão na Nelson Mandela.

5) Linha Verde - Botafogo x Copacabana
Acho que essa não tem muito o que falar. Basicamente segue o mesmo trajeto da linha original do bonde do século passado.

6) Linha Lilás - Copacabana
Linha interna do bairro. Uma coisa que poderia ser estudada era levá-la até o Leme, mas acho que esse bairro deve continuar de fora e ser integrado com microônibus.

7) Linha Amarela - Ipanema x Leblon
Assim como a interna de Copacabana, essa linha destina-se à movimentação interna dos dois bairros.

8) Pátio de Manutenção
Um dos grandes desafios é onde poderia ser construído o pátio. A resposta veio naturalmente olhando o mapa do Rio: no subterrâneo do Jóquei. Dada a natureza do terreno, cut and cover é a coisa mais simples fácil e barata. Além disso, geraria uma renda extra para o clube, que há anos busca fontes de renda alternativas.

Evidentemente que isso é um estudo preliminar. Não listei aqui, mas várias obras seriam necessárias para a implementação dessas linhas, como alargamento de esquinas (para atender ao raio de 25m), mudanças de sinalização, ajuste de recuos...

Em uma análise rápida, calculei que nada menos que 90% da zona sul fica em uma distância de 200m de alguma estação. Considerando que o headway será menor e mais constante do que de um ônibus, arrisco chutar que poderíamos reduzir em mais de 80% os ônibus que circulam pela região. Restariam os ônibus de passagem (Centro x Barra) e os que atenderiam micro regiões (Urca, Leme).

Os próximos passos estão a caminho. Estou fazendo o mesmo estudo integrando os bairros da grande Tijuca (Tijuca, Maracanã, Vila isabel, Rio Comprido, Grajaú...) e São Conrado. Também estou tentando conseguir com a FETRANSPOR os dados de passageiros carregados por linha, para poder criar um memorial descritivo do dimensionamento das linhas e, quem sabe, um estudo de viabilidade econômica do sistema.

E para quem quiser, tenho esse arquivo em um tamanho absurdamente estúpido (7000X11000) e assim que achar um local que aceite tal monstruosidade, subo. Infelizmente o GIS eu ainda não posso compartilhar.

http://imgur.com/bnD1vfh
 

·
Rawr
Joined
·
17,861 Posts
Não consigo ver o VLT com linhas tão grandes. Pra mim VLT é um veiculo pra regiões mais fechadas, pra um publico menor. Eu até acho boa essa ideia da linha turistica, só passar pela orla, mas agora essas que passam por dentros dos bairros não. Viraria bagunça, muita gente, muita lotação... Perde toda a graça.
 

·
Registered
Joined
·
4,747 Posts
Fugindo um pouco da sua proposta, mas seguindo na ideia de linha pela orla, há algum tempo fico imaginando que seria uma boa fazer VLT na praia da Barra e Recreio, integrando com metrô e BRT, com linhas sobrepostas (entrando na Av. das Américas em algumas das ruas que vão até a praia, como Aryton Senna, Ponte Lúcio Costa, Gláucio Gil, Gilka Machad, Alceu de Carvalho).
 

·
Moderator
Joined
·
5,542 Posts
Não consigo ver o VLT com linhas tão grandes. Pra mim VLT é um veiculo pra regiões mais fechadas, pra um publico menor. Eu até acho boa essa ideia da linha turistica, só passar pela orla, mas agora essas que passam por dentros dos bairros não. Viraria bagunça, muita gente, muita lotação... Perde toda a graça.
Lembrando também que esses VLTs modernos (como os que serão implantados no porto) tem uma capacidade de subir rampas bem restrita, então eles não conseguiriam subir alças de viadutos e de trevos.
 

·
to gulag!
Joined
·
27,865 Posts
A ideia é interessante mas acho que seria mais interessante linhas menores mais focadas em atendimento a bairros do que para a cidade, fazendo integração com estações de metro evitando assim o grande deslocamento de massar em um unico ponto e substituindo os onibus e carros nas ruas!
 

·
Registered
Joined
·
35 Posts
Discussion Starter · #6 ·
Discordo do tamanho das linhas. Vejo espaço para os dois tipos de VLT no Rio de Janeiro e entendo que uma linha um pouco maior, como a Centro x Urca, substituem muitos ônibus que hojem circulam pelos bairros. Além disso, convenhamos, os bairros da Zona Sul nem são tão grandes assim.

Vou pesquisar a questão do ângulo máximo que esses carros aguentam e ver se os elevados atendem ou não esse requisito! Isso pode deixar o projeto um pouco mais caro, dado que precisaria de um investimento maior na infra...
 

·
Registered
Joined
·
8,657 Posts
Muito bom o seu trabalho e achei bem interessante a sua proposta.

Alguns pontos que acho que poderiam ser reavaliados:

1- meio desnecessário as linhas verde e rosa (não entendi o sentido dessa linha tão próxima da linha azul e fazendo o mesmo trajeto do metrô).

2- Já na linha Azul o trecho que passa pelo Aterro do Flamengo também é desnecessário, o trecho que liga a Orla de Copacabana-Ipanema/Leblon à Gávea está de bom tamanho. A linha vermelha já atende bem a região do Aterro.

3- A linha Azul claro poderia ganhar uma pequena extensão para se conectar com a Linha Azul em Botafogo.

4- Seria interessante expandir essa ideia, fazendo uma linha ligando a região de Botafogo ao VLT da Zona Portuária, passando pelo Sambódromo, Rua Pinheiro de Machado e Aterro, integrando com a linha de Santa Tereza no meio do caminho.
 

·
Registered
Joined
·
12,827 Posts
Achei legal a proposta e o trabalho, mas na prática as linhas fariam o mesmo trajeto que o metrô... Seria mais interessante uma extensão para a Grande Tijuca, na minha opinião... :)
 

·
Registered
Joined
·
35 Posts
Discussion Starter · #9 ·
1- meio desnecessário as linhas verde e rosa (não entendi o sentido dessa linha tão próxima da linha azul e fazendo o mesmo trajeto do metrô).
Próxima, mas complementar. A rosa tem uma função bem mais paradora do que a azul. Enquanto uma tem 5 estações, a outra tem o dobro. Essa tem a nobre função de reduzir ao máximo a circulação de carros dentro de Copacabana, sem impactar ou sobrecarregar a turística.

E lembre-se, o VLT é um transporte bastante localizado, de forma que não será predatório com o Metrô.


2- Já na linha Azul o trecho que passa pelo Aterro do Flamengo também é desnecessário, o trecho que liga a Orla de Copacabana-Ipanema/Leblon à Gávea está de bom tamanho. A linha vermelha já atende bem a região do Aterro.
A Linha azul nesse trecho serve para fazer uma conexão expressa com o SDU, interligando-o com a grande massa da malha hoteleira da cidade. Concorco completamente que é um exagero, mas lembre-se, ela está para o Rio como o RER B está para Paris.

3- A linha Azul claro poderia ganhar uma pequena extensão para se conectar com a Linha Azul em Botafogo.
Essa não ligação é proposital e serve para forçar a pessoa que vai para Botafogo pegar a vermelha ou descer antes, na estação Praia de Botafogo, onde a Turística cruza com a Vermelha.

Também tive a mesma dúvida que você, quando a concebi, mas em uma pequena simulação que fiz, me dei conta que a linha turística poderia ser sobrecarregada caso houvesse a conexão. Espero, em algum momento, ter tempo de preprar um memorial descritivo com o resultado dessas simulações e desses cálculos que fiz.


4- Seria interessante expandir essa ideia, fazendo uma linha ligando a região de Botafogo ao VLT da Zona Portuária, passando pelo Sambódromo, Rua Pinheiro de Machado e Aterro, integrando com a linha de Santa Tereza no meio do caminho.
Sim! Concordo e assino embaixo. Já estou trabalhando em mais duas integrações: essa passando pela pinheiro machado, bem parecida como você descreveu, e uma segunda - bem polêmica - usando o rebouças para interligar a Zona Sul com a Zona Norte.

A polêmica se faz no grande trecho sem pontos. O headway não é impactado por conta da altíssima demanda. Mas a questão é: vale a pena tomar uma faixa do túnel ao custo de reduzir (chutando) uns 50% dos ônibus? Em um primeiro momento tendo a responder que sim, mas vale o estudo.
 

·
Registered
Joined
·
35 Posts
Discussion Starter · #10 ·
Achei legal a proposta e o trabalho, mas na prática as linhas fariam o mesmo trajeto que o metrô... Seria mais interessante uma extensão para a Grande Tijuca, na minha opinião... :)
A integração com a Grande Tijuca está sendo preparada e para mim é tão prioritária quanto a Zona Sul!

Agora, quanto ao fato de fazerem o mesmo trajeto do metrô, não vejo problema algum. Primeiro porque o metrô está sobrecarregado, então qualquer ajuda é um alívio. Segundo porque como a ideia é reduzir drasticamente a quantidade de ônibus, tem que haver uma alternativa. Terceiro porque são sistemas complementares, sendo o metrô (e a linha azul - turística) troco-alimentadora e o restante da malha os braços capilares. No fim teríamos um sistema mais robusto e ágil.
 

·
Registered
Joined
·
8,657 Posts
^^

É louvável colocar o VLT como opção ao metro, mas continuo achando que a linha Rosa seria desnecessária, já que a linha azul (que passa pela orla) poderia fazer contraponto ao metro.


...


Sim! Concordo e assino embaixo. Já estou trabalhando em mais duas integrações: essa passando pela pinheiro machado, bem parecida como você descreveu, e uma segunda - bem polêmica - usando o rebouças para interligar a Zona Sul com a Zona Norte.

A polêmica se faz no grande trecho sem pontos. O headway não é impactado por conta da altíssima demanda. Mas a questão é: vale a pena tomar uma faixa do túnel ao custo de reduzir (chutando) uns 50% dos ônibus? Em um primeiro momento tendo a responder que sim, mas vale o estudo.
Quando vi o mapa que vc fez também pensei numa linha passando pelo Rebouças. Acharia bem interessante. Seria possível fazer uma linha em Y com uma ponta indo para a Zona Portuária e outra ponta indo para o Engenhão (passando pelo Maracanã e Vila Izabel)?
 

·
Registered
Joined
·
35 Posts
Discussion Starter · #12 ·
^^
Quando vi o mapa que vc fez também pensei numa linha passando pelo Rebouças. Acharia bem interessante. Seria possível fazer uma linha em Y com uma ponta indo para a Zona Portuária e outra ponta indo para o Engenhão (passando pelo Maracanã e Vila Izabel)?
Com meses de atraso, finalmente posso te responder.

Uma das maneiras de se diminuir o headway é justamente colocar mais linhas passando pelo mesmo trilho. Assim, melhor do que uma linha em Y, a melhor alternativa é colocar duas linhas separadas.

Eu já avancei com o desenho para cobrir o VLT do centro e a expansão para o Maracanã, Vila Isabel, Tijuca e Rio Comprido. Assim que o desenho estiver pronto e eu terminar de calcular as rotas e estações com suas restrições, coloco aqui o material.
 
1 - 12 of 12 Posts
Top