Skyscraper City Forum banner

7° desafio- qual será????

1 - 8 of 8 Posts

·
Registered
Joined
·
2,264 Posts
Discussion Starter · #1 ·
Como eu disse, se houvesse muitas reclamações a respeito dos projetos anteriormente apresentados eu daria uma 2ª alternativa. O projeto eleito foi o cidade da copa-PE, porém alguns foristas reclamaram e alegaram grande complexidade para um curto período de tempo e pouco conehcimento de alguns para tal fim. Decidi fazer uma votação entre a Cidade da Copa e um segundo projeto, o Complexo aquaviário do capibaribe, umasolução para o tranporte urbano do Recife que começa a sofrer com a falta de alternativas. é um projeto bem mais simples compardo ao do Cidade da Copa, a escolha é de voçês:cheers:

Novamente o Cidade da Copa

1°Cidade da Copa- FIFA WORLD CUP 2014/BRASIL



-Histórico do projeto e contexto geográfico-social:
O projeto Cidade da Copa foi o escolhido para a representação de Pernambuco para sediar jogos na copa de 2014 e deu sorte. Pernambuco será uma das cidades sedes da copa do mundo 2014, e agora corre contra o tempo para construir a Cidade da Copa. Em um terreno no município de São Lourenço da Mata, na Grande Recife. São Lourenço é um município bem pequeno e sem avanço nenhum, basicamente industrial e foi escolhido pela facilidade territorial e contexto geográfico, pois se localiza bem no centro da região metropolitana. O projeto prevê a construção de uma cidade com hospital publico metropolitano (o hospital metropolitano norte), campus da UPE, shopping, hotéis, complexo residencial, empresarial, parques/lazer públicos, lagoa e estádio para sediar jogos da copa do mundo. Uma cidade planejada, com toda infra-estrutura e tecnologia pensada e apropriada para a região.

-Proposta:
Aliar conceito, arquitetura e planejamento, exigindo o máximo em criatividade e idéias

-Desafio:
A Cidade da Copa é grandiosa e compões város equipamentos por isso será construída em fases. A 1ª fase compões complexo empresarial, shopping, complexo comercial, complexo residencial, áreas de lazer/cultura e 2 hotéis. O desafio é planejar “apenas” a 1ª fase + sistema viário.

- Postagens:
O projeto é grande e só faltam 5 anos para a copa, as construções precisam correr e é necessário p projeto em 16 dias, para que tudo esteja pronto na data prevista. O desafio será dividido em 3 etapas. 1ª( complexo residencial classe média baixa, classe média e classe média alta+ parques/lazer publico) entrega a partir de 24/07 até 26/07 2ª etapa (complexo comercial + shopping grande/médio porte)entrega de 29/07 até 31/07 e 3ªetapa(2 hotéis 5 estrelas + sistema viário com transporte público) entrega de 04/08 até 06/08.

PS¹: O forista pode escolher em realizar apenas uma ou duas etapas desde que conste um planejamento da etapa faltante e que se respeite o cronograma.

PS²: Renders, imagens, foto ilustrações, plantas, paisagismo, etc sempre contam pontos na apresentação de seus projetos, contudo é de fundamental importância que sejam apresentadas no projeto: Volumetria das torres, do shopping e lazer com suas especificações técnicas, assim especificações técnicas da etapa faltante.



2° Complexo Aquaviário do Capibaribe:
Trasporte Aquaviário do Rio Capibaribe- RECIFE



Recife - Transporte no Capibaribe

Recife, cidade-anfíbia. Entrecortada por rios e canais, que formam ilhas, ilhotas, mangues e alagados habitados por cerca de 1,5 milhão de habitantes. O Rio Capibaribe, principal da cidade. Rio limpo e dos banhos mornos de Gilberto Freyre. O rio sujo, agonizante e "sem plumas" de João Cabral de Melo Neto. A "Veneza Brasileira" dos livros de história. Mas, em vez de gôndolas e turistas, o que se vê resume-se a lixo, esgoto e assoreamento das margens. Um potencial desperdiçado. O futuro ameaçado de uma cidade que assiste, atônita, ao degringolamento de suas artérias urbanas. De carros e caminhões entulhados nas ruas, de movimento parado. Enquanto, ao lado, escorrem as águas dos mananciais, livres e vazias. Uma rica malha fluvial, de 270 quilômetros de extensão, da foz até a nascente em Poção, no agreste pernambucano, que, após muitos anos de tentativas e promessas, deve, finalmente, ser aproveitada.

Agora em março, o governo do estado, através da Secretaria das Cidades, em parceria com a Prefeitura do Recife, deve abrir um processo de licitação pública de estudo técnico para navegabilidade do Rio Capibaribe. A expectativa é que a partir de abril comecem avaliações para implantar hidrovias na bacia que já foi navegável. Durante o ciclo da cana-de-açúcar, era o rio que servia de trilho para escoar o melaço, a madeira e especiarias que saíam da casas de engenho.

A sinalização da obra, embora seja histórica, toca na ferida de uma antiga promessa que o poder estadual "desengavetou". Em 2007, um grupo de trabalho fez expedições pelo rio para estudar a possibilidade de ele ser explorado economicamente. Dez anos antes, o então prefeito Roberto Magalhães já havia contratado uma empresa americana para fazer dragagem do rio, mas o projeto não foi adiante. Outros fracassos também foram amargados nos anos 1970, durante a gestão do ex-prefeito Augusto Lucena, que chegou a importar um barco europeu. Tudo em vão.

Agora o secretário Humberto Costa parece estar convictode que irá transformar o Capibaribe em "estrada". Segundo a secretária executiva da pasta, Ana Suassuna, as embarcações já deverão estar a todo vapor em 2010. Serão três rotas: duas turísticas e uma de transporte de massa. Esta última é a mais audaciosa. Pretende transportar passageiros por 14 quilômetros de extensão, do Centro até o bairro de Dois Irmãos. O projeto segue o modelo da cidade de San Antonio, no Texas, onde o aproveitamento de canais rasos, com apenas 45 cm de profundidade, fez da cidade uma referência mundial em transporte de massa pelo rio.

Embora o projeto não esteja pronto, Ana adiantou ao Diario que deverão ser construídas plataformas fluviais, inclusive algumas intermodais (fazendo integração com ônibus e metrô). Cada píer será instalado em locais de maior fluxo de pedestres. Os prováveis candidatos são os bairros de Santo Antônio, Derby, Jaqueira e Dois Irmãos. Também devem ser criadas embarcações expressas, em conjunto com outras de velocidade média, para tornar atraente a alternativa aquem tem carro.

Barqueiros - Em Casa Forte, na comunidade do Cabocó, os barqueiros José Severino, 67 anos, e o seu irmão Antônio da Cunha trabalham no local desde a juventude, um ofício repassado pelo pai. Na Jaqueira, funciona outra jangada, que faz, em média, 40 viagens por dia até a Torre. "Pego todos os dias, para ir e voltar da escola. É mais rápido e econômico", conta Víctor Dias, 14 anos, estudante da 8ª série do Colégio Damas.

O Rio

l Tem 270 quilômetros de extensão
l Corta 42 municípios de Pernambuco
l 15 pontes passam sobre o rio no Recife
l Nasce em Poção, no Agreste de Pernambuco
l Deságua no mar, no Recife



******************DESAFIO: O RIO COMO SOLUÇÃO PARA O TRANSPORTE URBANO



O complexo aquaviário é formado por 6 estações/paradas de baixo fluxo e 2 estações de integração multimodal/alto fluxo (integra ônibus, metrô e Barcobus)que cortam alguns bairros do Recife(Centro-Zona Norte-Zona Oeste) chegando a Cidade da Copa - São Lourenço da Mata através do Rio Capibaribe.

-----------Estações Multimodais:
Atracagem para partidas/chegadas:
• Pontos para Barcos-táxis
• Pontos para Barcobus

Espaço para receber o público
• Área coberta para 200 a 300 pessoas, incluindo 100 lugares sentados
• 10 Banheiros públicos homens
• 10 Banheiros públicos mulheres
•1 passarela de integração com estação metrô recife(apenas na estação recife)

Armazenamento dos barcos:
• 12 lugares para barco- táxi (dimensões: 12x4m - cerca de 20 passageiros)
• 8 lugares para Barcobus (dimensões: 20x6m - cerca de 80 lugares)

Privado:
• 3 guichês
• 3 escritórios para empresas pessoal
• 1 sala de reunião
• 1 sala de repouso para o pessoal
• vestiários e banheiros para o pessoal
• Local de armazenagem

Programa complementar: *opcional!
• Comércios/lojas
• Informações turísticas e locais
• Exposições
• Cafés/Lanchonetes


------Estações/ Paradas
• Espaço coberto/protegido do sol: 30 pessoas
• Bicletário
• Ponto de informação
• Estacionamento para carros, em função da parada escolhida
• Portão de acesso à embarcação
O projeto será dividido em três lotes:
Lotes:
1°- Estação Ilha do leite, Estação Ilha do Retiro, Estação Derby, Estação Torre.
2°- Estação Jaqueira, Estação Casa Forte, Estação Apipucos, Estação Brennand.
3°- Estação Multimodal Recife, Estação Multimodal Cidade da Copa.
Datas de entrega:
1° - de 24/07 até 26/07
2° - de 29/07 até 31/07
3° - de 04/08 até 06/08

A votação se encerra no dia 22/07 no fim da tarde, quando será lançado o 7° desafio. Votem e se preparem!!!!!!!:nuts:
 

·
Santo André, SP
Joined
·
1,510 Posts
Votei no Complexo Aquaviário para mudar um pouco. Mas isso já tá virando uma feira, duas votações pra escolher :X
 

·
Registered
Joined
·
2,264 Posts
Discussion Starter · #4 ·
mas foi minha palavra pow, como alguns reivindicaram que o outro projeto tava muito complexo, eu disse.
 

·
Ser paraense é atitude!
Joined
·
4,845 Posts
Não entendi mto bem o que é pra fazer no 2º... nem sei aonde é pra fazer :D
 

·
Registered
Joined
·
2,264 Posts
Discussion Starter · #7 ·
Não entendi mto bem o que é pra fazer no 2º... nem sei aonde é pra fazer :D
Bem, Recife é cortada pelo rio capibaribe e começa a sofrer com problemas no transito. Ja deveria existir um transpote hidroviário aqui mas até hoje não existe. Esse ano um grupo de estudantes de arquitetura da europa vieram aqui para realizar estudos e projetos para o sistema. Os foristas devem projetar as estações principais e as estações secundárias ao longo do rio, como foi colocado acima. Se for aprovado, será colocado mais detalhes como fotos e informações, mas é basicamente isso!!!!
 

·
Santo André, SP
Joined
·
1,510 Posts
^^ Prefiro muito mais o segundo, pra sair do padrão. Projetar estações é muito mais legal.
 
1 - 8 of 8 Posts
Top