SkyscraperCity banner

26801 - 26819 of 26819 Posts

·
Registered
Joined
·
296 Posts
2020 e ainda tem gente falando de prédio? A pandemia do corona é recente,mas a de "cabeça pequena" tá nesse fórum tem é tempo.
Para os que se acham europeus na Bahia, vai um aviso, antes de se comparar com Feira...vai tentar virar pelo menos o segundo da região, pq tem ficado para trás até de cidades menores.
O mico é grande, mas a vontade de passar vergonha parece ser maior que os prédios feios e baixos da cidade em questão.
 

·
Registered
Joined
·
36 Posts
2020 e ainda tem gente falando de prédio? A pandemia do corona é recente,mas a de "cabeça pequena" tá nesse fórum tem é tempo.
Para os que se acham europeus na Bahia, vai um aviso, antes de se comparar com Feira...vai tentar virar pelo menos o segundo da região, pq tem ficado para trás até de cidades menores.
O mico é grande, mas a vontade de passar vergonha parece ser maior que os prédios feios e baixos da cidade em questão.
Nossa , quanto rancor.... Só gostaria de lhe lembrar que o segundo maior PIB da Bahia é de Camaçari , então , se você chama isso de vergonha , vocês também carregam... Eu poderia esfregar o nosso novo aeroporto , o mais moderno do interior do Norte e nordeste que por sinal estar trazendo muitos investimentos para nossa cidade e região , mas não vou , porque não vale a pena . Que Feira continue crescendo , que Vitória da Conquista continue crescendo , porque isso só vai nos beneficiar. Nossas cidades caminham com as próprias pernas , não só Feira mas Vitória da Conquista cresce sozinha , infelizmente o governo do Estado só investe em Salvador e região metropolitana . Não vou brigar , só falei de um ponto que pra mim realmente faltava em Feira , como né Conquista tem uma carência por mobilidade urbana ( infelizmente isso ocorre em todo país ) . Se isso ofendeu alguém , me desculpe ! Não foi minha intenção.
 

·
* в α я я є ι &#
Joined
·
8,299 Posts
Amigo, comparar verticalização é um assunto que o fórum passou de maneira mais crítica nos anos 2005 a 2010, por ai.

Era uma bagunça tão generalizada que nem a moderação conseguia filtrar os locais que ocorriam.
Era BAN e suspensão pra todo lado, imagine.

Nos dias de hoje, essa comparação/crítica que você fez foi tão descabida que não será punido, pois a moderação não espera mais por esse tipo de comportamento na criação de um city x city do nada, ainda mais em um sub que não corresponde a sua localidade.
 

·
* в α я я є ι &#
Joined
·
8,299 Posts
Afirmar com veemência que Feira está parada no tempo é de uma irresponsabilidade enorme, pois não se julga sem conhecimento presencial ou pelo fato do estágio de obras estar parado.

Cada forista possui a sua vida pessoal para cuidar, alimentar isso aqui é uma ocupação secundária sem fins lucrativos.
 

·
Registered
Joined
·
6,107 Posts
PS: Tava estes dias afastado no tread e não sei se já foi postado, mas fiquei animado com o render que vi do restaurante panoramico do Charmant, que tem previsão de inauguração para dezembro. Da rede tivoli e o 3 do mundo, os outros 2 são em Lisboa e SP. e deve vim mais novidades por ai...
Soube no início do ano que vai ser da bandeira Seen, que tem no Tivoli Moffarej, em SP. Não sei se é uma boa pedida trazer um restaurante deste perfil para Feira de Santana, pois as avaliações no Trip Advisor são excelentes, mas os preços não são tão compatíveis para a renda local (tem prato que chega a $400).
 

·
Registered
Joined
·
6,107 Posts
Pois eu irei me deslocar de Salvador bem feliz pra pegar o por do sol e a vista noturna desse restaurante.
Eu também irei. Mas não irei com frequência a um restaurante deste preço. É como ir a SP e visitar uma cantina italiana. Você não vai todo dia. Estou me referindo à sustentabilidade financeira do empreendimento no tempo.
 

·
Visitante desde 2002
Joined
·
3,998 Posts
Nossa , quanto rancor.... Só gostaria de lhe lembrar que o segundo maior PIB da Bahia é de Camaçari , então , se você chama isso de vergonha , vocês também carregam... Eu poderia esfregar o nosso novo aeroporto , o mais moderno do interior do Norte e nordeste que por sinal estar trazendo muitos investimentos para nossa cidade e região , mas não vou , porque não vale a pena . Que Feira continue crescendo , que Vitória da Conquista continue crescendo , porque isso só vai nos beneficiar. Nossas cidades caminham com as próprias pernas , não só Feira mas Vitória da Conquista cresce sozinha , infelizmente o governo do Estado só investe em Salvador e região metropolitana . Não vou brigar , só falei de um ponto que pra mim realmente faltava em Feira , como né Conquista tem uma carência por mobilidade urbana ( infelizmente isso ocorre em todo país ) . Se isso ofendeu alguém , me desculpe ! Não foi minha intenção.
Essas cidades não crescem sozinhas assim não. Uma está a uma hora e meia de Salvador. Já a outra está a uma hora e meia da fronteira de Minas. Todas cortadas por uma das principais BRs do país. São localizações estratégicas, levadas em questão pro desenvolvimento.

O governo baiano está investindo em Salvador, pois estava muito precisada. O urbanismo era precário para uma cidade turística. Tá tudo ficando ótimo e digno. Depois o governo deve investir nas outras importantes cidades do estado. É tudo dinheiro do agronegócio do oeste do estado.
 

·
Registered
Joined
·
1 Posts
Olá, Acompanho esse fórum a um bom tempo, cerca de 4 anos, durante esses anos, discursões sobre a verticalização da cidade são recorrentes, mas pouco se fala dos seus reais impactos desse processo para uma cidade como Feira De Santana. Diante disso vim elucidar com os conhecimentos que possuo.
A verticalização muitas vezes é impulsionada pela baixa concentração de espaços disponíveis ou pelo plano de expansão do municio. A horizontalização de cidades, especialmente de cidades pobres como Feira, tende a prejudicar o seu desenvolvimento, o aumento da extensão urbana da cidade influi na chegada dos serviços essências a essas localidades,como,a parte viária,energia,iluminação,postos de saúde,escolas públicas, segurança publica dentre outros.A verticalização em uma cidade como Feira onde o orçamento da cidade é muito baixo, levando em consideração seu porte, tende a densificar mais os investimentos o que levaria há uma melhor oferta de serviços públicos.
 

·
A Bahia é onipresente!
A Bahia nasceu livre
Joined
·
13,004 Posts
Feira tem uma estrutura viária sensacional, e como eu disse antes, muitas capitais por aí não chegam nem perto. Não há deficiências na questão energética e de iluminação. Também não conheço deficiências na estrutura de escolas públicas e postos de saúde, alguém que conhece melhor pode se pronunciar, mas a verdade é que Feira tem uma rede hospitalar muito interessante. Pelo visto, essa cidade pobre de recursos consegue contornar esses possíveis problemas mesmo sem o excesso de verticalização.
 

·
Visitante desde 2002
Joined
·
3,998 Posts
Olá, Acompanho esse fórum a um bom tempo, cerca de 4 anos, durante esses anos, discursões sobre a verticalização da cidade são recorrentes, mas pouco se fala dos seus reais impactos desse processo para uma cidade como Feira De Santana. Diante disso vim elucidar com os conhecimentos que possuo.
A verticalização muitas vezes é impulsionada pela baixa concentração de espaços disponíveis ou pelo plano de expansão do municio. A horizontalização de cidades, especialmente de cidades pobres como Feira, tende a prejudicar o seu desenvolvimento, o aumento da extensão urbana da cidade influi na chegada dos serviços essências a essas localidades,como,a parte viária,energia,iluminação,postos de saúde,escolas públicas, segurança publica dentre outros.A verticalização em uma cidade como Feira onde o orçamento da cidade é muito baixo, levando em consideração seu porte, tende a densificar mais os investimentos o que levaria há uma melhor oferta de serviços públicos.
Esse modelo de cidades compactas que crescem pra cima, é mais pra países pequenos que não tem espaço pra nada. Prédios de mais também aglomeram muitos carros. Tem de ficar atento pra não gerar problemas com o trânsito.
Quanto a questão das necessidades, muitas serão as mesmas. Se você tiver mais crianças e adolescentes, morando onde já tem uma escola, ela não dará conta do recado e a cidade precisará construir outra do mesmo jeito!

Que estranho que não vejo os baianos defenderem uma futura conurbação entre Feira e Salvador. São só 116 Kms, mas o problema estaria nas poucas e pequenas localidades pelo caminho, pra ajudarem nessa conurbação.
 

·
Visitante desde 2002
Joined
·
3,998 Posts
...se instalarem um polo industrial grande na 324, em Mata da Aliança e incentivarem a ocupação do norte da Bahia de Todos os Santos, acenderiam o pavio pra essa conurbação Feira/Salvador explodir.
Acho que sou o primeiro na história da humanidade a pensar e propor isso! KKKKKK (rindo alto)

Mas a mega ponte pra Itaparica, tiraria todo o possível interesse nisso tudo. 😕
 

·
Registered
Joined
·
36 Posts
Os governantes daqui fazem com que a cidades dependam de Salvador , principalmente na área da saúde em buscar de tratamento . Uberlândia mesmo é referência na saúde , dificilmente alguém sai da cidade pra ir para capital em busca de tratamento . Aqui tudo tem jogada política ! Ano passado mesmo inauguraram a policlínica de Guanambi , depois que fizeram a propaganda retiraram todos os equipamentos .
 

·
Registered
Joined
·
98 Posts
Tendo em vista que aqui tem urbanistas, engenheiros civis, arquitetos e pessoas entusiastas do assunto a mais tempo que eu, me submeto a julgamentos.
Mas em minha humilde opinião, Feira carece de investimentos pesados em saúde, tanto privada quanto pública. A pública, do meu ponto de vista é a mais problemática, pois depende do governo federal ou do estadual, tendo em vista que de fato a cidade é muito grande e tem um orçamento curto em relação a seu tamanho, porém isso não exime o governo municipal, que tem que buscar investimentos de grande porte para o município para que por sua vez haja aumento na arrecadação. E obviamente, sem querer tomar partido de ninguém, é necessário investimento público responsável e eficiente, mas isso não é exclusividade de nosso município.
Quanto a outros equipamentos públicos, novamente sem tomar partido de ninguém. Como disse já moro aqui a tempo suficiente para ter acompanhado boa parte dessa era de Ronaldo. Ele pode ter implementando escolas municipais em diversos setores da cidade, mas não adianta ter uma escola nova, se não há suporte adequado de forma continua. Além do mais, há escolas que estão caindo aos pedaços, e isso remete novamente aos recursos escassos e mal aplicados.
A questão do abastecimento e do saneamento público ainda são extremamente deficientes, o governo do estado vem realizando investimentos, é verdade, mas até agora ouvimos queixas, principalmente no que trata do fornecimento, se não me engano Rui Costa e Wagner investiram 500 milhões e não vimos o resultado ainda, e que ouve os programas de rádio pela manhã, ouve constantemente as queixas.
Outra coisa que ouço queixas com frequência, não é da disponibilidade da rede elétrica, mas por exemplo, da péssima gestão da iluminação pública, que tem melhorado, tenho que ser honesto quanto a melhora, mesmo que pouca, melhora sempre é melhora. Uma coisa bem deficiente, não sei se o termo técnico correto é esse, mas é a proteção da rede elétrica, se der uma chuva forte, em alguns setores da cidade é muito provável que o fornecimento seja interrompido, observo isso desde que vim para Feira.
Enfim, nessa discussão de verticalização versus horizontalização da cidade não se resumirá na concentração regional de recursos públicos e privados, ou na dispersão deles, mas sim na utilização planejada desses recursos. O município tem um PDDU que me parece não ser seguido à risca. Para melhorar essa situação, o município precisa fiscalizar melhor, e além disso, parar com esse negócio de lanche grátis. Uma construtora não pode simplesmente comprar um terreno, construir e coletar os louros. É óbvio que elas assume alguns riscos no investimento, mas ela também vende uns casebres por uns preços absurdos. Então, creio que seja necessário rever algumas coisas, as empresas precisam apresentar uma contrapartida social, e na minha opinião, só emprego não é suficiente, tem que haver algo que seja permanente.
O mesmo vale para indústria, não só em Feira, se uma indústria se instala num local é porque há uma oportunidade promissora naquele local. Devem haver contrapartidas de ambas as partes. Não adianta instalar uma unidade aqui, e para os munícipes estarem disponíveis apenas os cargos que remuneram menos, para mim isso é solução temporária, e há sempre uma desculpa de não haver mão de obra qualificada local para ocupar melhores cargos, isso é uma mentira descabida numa cidade do tamanho da nossa. E muitas vezes, quando alguém daqui ocupa um cargo maior, não recebe o mesmo que se o cargo fosse ocupado por alguém numa região mais desenvolvida.
 

·
Registered
Joined
·
36 Posts
Tendo em vista que aqui tem urbanistas, engenheiros civis, arquitetos e pessoas entusiastas do assunto a mais tempo que eu, me submeto a julgamentos.
Mas em minha humilde opinião, Feira carece de investimentos pesados em saúde, tanto privada quanto pública. A pública, do meu ponto de vista é a mais problemática, pois depende do governo federal ou do estadual, tendo em vista que de fato a cidade é muito grande e tem um orçamento curto em relação a seu tamanho, porém isso não exime o governo municipal, que tem que buscar investimentos de grande porte para o município para que por sua vez haja aumento na arrecadação. E obviamente, sem querer tomar partido de ninguém, é necessário investimento público responsável e eficiente, mas isso não é exclusividade de nosso município.
Quanto a outros equipamentos públicos, novamente sem tomar partido de ninguém. Como disse já moro aqui a tempo suficiente para ter acompanhado boa parte dessa era de Ronaldo. Ele pode ter implementando escolas municipais em diversos setores da cidade, mas não adianta ter uma escola nova, se não há suporte adequado de forma continua. Além do mais, há escolas que estão caindo aos pedaços, e isso remete novamente aos recursos escassos e mal aplicados.
A questão do abastecimento e do saneamento público ainda são extremamente deficientes, o governo do estado vem realizando investimentos, é verdade, mas até agora ouvimos queixas, principalmente no que trata do fornecimento, se não me engano Rui Costa e Wagner investiram 500 milhões e não vimos o resultado ainda, e que ouve os programas de rádio pela manhã, ouve constantemente as queixas.
Outra coisa que ouço queixas com frequência, não é da disponibilidade da rede elétrica, mas por exemplo, da péssima gestão da iluminação pública, que tem melhorado, tenho que ser honesto quanto a melhora, mesmo que pouca, melhora sempre é melhora. Uma coisa bem deficiente, não sei se o termo técnico correto é esse, mas é a proteção da rede elétrica, se der uma chuva forte, em alguns setores da cidade é muito provável que o fornecimento seja interrompido, observo isso desde que vim para Feira.
Enfim, nessa discussão de verticalização versus horizontalização da cidade não se resumirá na concentração regional de recursos públicos e privados, ou na dispersão deles, mas sim na utilização planejada desses recursos. O município tem um PDDU que me parece não ser seguido à risca. Para melhorar essa situação, o município precisa fiscalizar melhor, e além disso, parar com esse negócio de lanche grátis. Uma construtora não pode simplesmente comprar um terreno, construir e coletar os louros. É óbvio que elas assume alguns riscos no investimento, mas ela também vende uns casebres por uns preços absurdos. Então, creio que seja necessário rever algumas coisas, as empresas precisam apresentar uma contrapartida social, e na minha opinião, só emprego não é suficiente, tem que haver algo que seja permanente.
O mesmo vale para indústria, não só em Feira, se uma indústria se instala num local é porque há uma oportunidade promissora naquele local. Devem haver contrapartidas de ambas as partes. Não adianta instalar uma unidade aqui, e para os munícipes estarem disponíveis apenas os cargos que remuneram menos, para mim isso é solução temporária, e há sempre uma desculpa de não haver mão de obra qualificada local para ocupar melhores cargos, isso é uma mentira descabida numa cidade do tamanho da nossa. E muitas vezes, quando alguém daqui ocupa um cargo maior, não recebe o mesmo que se o cargo fosse ocupado por alguém numa região mais desenvolvida.
Você simplesmente disse tudo ! O governo do Estado faz com que todas cidades da Bahia dependam de Salvador para algo , principalmente na saúde . Lauro de Freitas é praticamente Salvador, agora vão inaugurar Hospital Metropolitano . Feira e Conquista precisando de um hospital desse porte para atender a cidade e a região eles não fazem , Vitória da Conquista ainda é pior , longe da capital e ainda tem que atender a região sudoeste e a região norte de Minas . Volto a repetir : o governo do Estado só investe em Salvador e região metropolitana . As outras cidades e municípios vivem de migalhas ! O mesmo acontece com o aeroporto de Feira , não investem porque não querem perder demanda .
 

·
Registered
Joined
·
3,527 Posts
Engraçado é que alguns falam da pouca verticalização de Feira como se tivesse no interior do nordeste alguma cidade verticalizada, todas são pouco verticalizadas, algumas um pouco mais, mas todas são muito pouco verticalizadas, e praticamente nenhuma possui o sistema viário que Feira possui, Feira é uma cidade toda plana com várias avenidas largas. Tem cidade no interior do Nordeste que possui um pouco mais de verticalização mas em compensação com ruas estreitas, sistema viário ruim, muitos predinhos baixos, não vejo muita vantagem nisso não.
 

·
Registered
Joined
·
3,527 Posts
Você simplesmente disse tudo ! O governo do Estado faz com que todas cidades da Bahia dependam de Salvador para algo , principalmente na saúde . Lauro de Freitas é praticamente Salvador, agora vão inaugurar Hospital Metropolitano . Feira e Conquista precisando de um hospital desse porte para atender a cidade e a região eles não fazem , Vitória da Conquista ainda é pior , longe da capital e ainda tem que atender a região sudoeste e a região norte de Minas . Volto a repetir : o governo do Estado só investe em Salvador e região metropolitana . As outras cidades e municípios vivem de migalhas ! O mesmo acontece com o aeroporto de Feira , não investem porque não querem perder demanda
Existe uma questão histórica de Feira ser oposição ao governo estadual, quase sempre é essa rixa politica que faz com que sejam poucos os investimentos por parte do Governo estadual, prevalece a politicagem e a visão tacanha dos políticos. Com relação ao aeroporto, eles não tem interesse, justamente pela proximidade com a capital que possui um aeroporto internacional, sim é olhar pequeno para o Estado e a pujança de Feira, afinal Feira contempla uma região com mais de 1 milhão de habitantes.
 
26801 - 26819 of 26819 Posts
Top