Skyscraper City Forum banner
1 - 12 of 12 Posts

·
Registered
Joined
·
306 Posts
Discussion Starter · #1 · (Edited)
Jot' Alves

ACESSIBILIDADES - Obra custa 14,3 milhões de euros
Variante de Tavarede inaugurada até Agosto
Nada será como antes, no cruzamento do Galo d´ Ouro. A nova estrada vai acabar com o estrangulamento nos semáforos da Chã.

Só quem tem de se fazer à estrada no cruzamento da Chã e sentir na pele o calvário dos semáforos que ali se encontram reconhece a importância de dois novos quilómetros de rodovia. É por isso que a variante Galo d´ Ouro é considerada uma das mais importantes obras rodoviárias da Figueira da Foz. Porém, a partir de Agosto, ou talvez ainda em Julho, o estrangulamento do trânsito naquela zona da freguesia urbana de Tavarede passa à história.
Com a variante Galo d´ Ouro, quem pretender entrar ou sair da cidade através da EN109 evita o referido cruzamento, que passa a ser utilizado pelos residentes. Ou seja, quem circular entre a Ferrugenta e a Ponte Edgar Cardoso passa a utilizar a nova estrada. Esta solução tem repercussões positivas no trânsito da cidade, e sobretudo em Tavarede e na Chã. A obra custa 14,3 milhões. Só em expropriações foram aplicados 3,5 milhões.
Segundo fonte da secretaria de Estado das Obras Públicas, não há derrapagens orçamentais. Recorde-se que há mais de uma década que as entidades do concelho tentavam convencer a tutela da importância da obra, que esteve durante vários anos no plano de investimentos da Administração Central. A variante, com duas faixas de rodagem em cada sentido, foi enfim lançada em Julho de 2008 pelo secretário de Estado da tutela, Paulo Campos.

O Alto de Brenha
pode esperar

“Já não era sem tempo”, dizem uns. “Mais vale tarde que nunca”, defendem outros. O vice-presidente da Câmara da Figueira, Lídio Lopes, realça o “bom relacionamento” entre a autarquia e o dono da obra, a empresa pública Estradas de Portugal, para a disciplina do trânsito. Os trabalhos obrigaram a constantes alterações, na sua zona de influência.
O autarca frisa que tudo foi feito no sentido de “perturbar o menos possível”. Contudo, Lídio Lopes não se esqueceu de lembrar que “a variante de Tavarede foi discutida, em sede de reunião de câmara, em 1997...”. Por isso, acrescentou: “no dia em que ela for inaugurada, ficaremos todos satisfeitos, mas com a convicção de que devia ter sido construída há muito tempo”. Lamenta ainda que o troço da EN109 entre a variante e o Alto de Brenha não fique com duas faixas de rodagem no sentido Sul/Norte.
Victor Madaleno é o presidente da Junta de Tavarede. “A variante é das obras mais importante feitas nos últimos anos na freguesia”, qualifica. Mas antes da inauguração, ressalva que quer ver solucionadas “algumas pequenas obras”. Nomeadamente, a construção da rede de águas pluviais e os acessos para peões na zona de Vila Robim.

in http://www.asbeiras.pt/?area=coimbra&numero=72794&ed=12062009



Estudo imapcto ambiental não técnico (thanks rpc08)
http://www2.apambiente.pt/IPAMB_DPP/docs/RNT1096.pdf



As fotos foram tiradas em andamento ...















































 

·
Registered
Joined
·
7,109 Posts
Eu só não percebo como é que chamam a isto IC1 se se trata da N109...oficialmente o IC1 é a A17. Que raio de mania de tratar as coisas com um nome falso mas mais pomposo :nuts:

^^Oh Barra acho que estás a ser demasiado exigente, vê-se bem onde é isto... Retirado do resumo não-técnico:

 

·
Registered
Joined
·
20,282 Posts
Agora falta prolongar um pouco mais a norte até ao cruzamento de Brenha - o ideal era mesmo duplicar até ao cruzamento da EN109-8 para Quiaios:) - e a sul resolverem e duplicarem o atravessamento da Gala, nomeadamnete a rotunda - e o ideal era duplicarem até Marinha das Ondas e ao início do IC8:) -. Não só são zonas de intenso tráfego como permitiria ligar directamente aos nós de Quiaios - a norte - e do IC8 - a sul - da A17 evitando a quem quer aceder à Figueira ter que percorrer e em muitos casos desnecessariamente a A14.
 

·
Hugs are always free
Joined
·
4,910 Posts
Eu só não percebo como é que chamam a isto IC1 se se trata da N109...oficialmente o IC1 é a A17.
Estava a pensar o mesmo....
É mau demais.... a numeração das nossas estradas não tem lógica nenhuma :bash:
 

·
Registered
Joined
·
306 Posts
Discussion Starter · #10 ·
Agora falta prolongar um pouco mais a norte até ao cruzamento de Brenha - o ideal era mesmo duplicar até ao cruzamento da EN109-8 para Quiaios:) - e a sul resolverem e duplicarem o atravessamento da Gala, nomeadamnete a rotunda - e o ideal era duplicarem até Marinha das Ondas e ao início do IC8:) -. Não só são zonas de intenso tráfego como permitiria ligar directamente aos nós de Quiaios - a norte - e do IC8 - a sul - da A17 evitando a quem quer aceder à Figueira ter que percorrer e em muitos casos desnecessariamente a A14.
urgente, urgente mesmo era colocar um novo piso desde a ponte da balança (Mira) até Calvão. Esse bocado está num estado lastimável, e a meu ver era mais urgente que estas obras na Figueira da Foz ....
 

·
Registered
Joined
·
20,282 Posts
^^

Também concordo, e já agora aproveitar para fazer bermas decentes que é coisa que também não existe... mas eu estava a referir-me a obras de maior vulto. Essas nem deviam ser história porque não se deveria deixar uma estrada chegar ao estado de degradação em que o troço que refere se encontra...:eek:hno:
 

·
Registered
Joined
·
4,752 Posts
urgente, urgente mesmo era colocar um novo piso desde a ponte da balança (Mira) até Calvão. Esse bocado está num estado lastimável, e a meu ver era mais urgente que estas obras na Figueira da Foz ....
Sim isso tambem e' urgente, mas dizes a ultima parte porque nunca tens de correr a atrevessar a N109, porque nao ha passadeira nem passeio, na Cha.
 
1 - 12 of 12 Posts
Top