SkyscraperCity banner
1 - 13 of 13 Posts

·
Registered
Joined
·
10,060 Posts
Discussion Starter · #1 · (Edited)
Olá a todos! Aproveitando a discussão que surgiu no último thread feito sobre Uberaba, sobre a preservação do patrimônio histórico na nossa região, vou disponibilizar na internet algumas fotos antigas de Araxá a partir de uma revista produzida pela Fundação Cultural Calmon Barreto.

Quem me conhece sabe que adoro fotos antigas e é muito difícil encontrar fotos antigas de Araxá na internet, por isso tomei a iniciativa de divulgar as que foram publicadas na revista da Fundação chamada Trem da História, já que aqui elas terão visibilidade, até pra quem se interessar em procurar sobre o passado da cidade no google.


























Memorial de Araxá Atualmente - Retrata o município com um rico acervo de personagens que fizeram história.


foto panoramio: rosesoriano


Extra: Atlas Corográfico Municipal, uma publicação oficial, datada de 1926, constituída pelo conjunto de mapas municipais do estado de Minas Gerais.




Se lembrar mais de algo acrescento aqui depois.
 

·
Registered
Joined
·
5,673 Posts
Sensacional!!!!

As fotos das ruas são impressionantes; a construção dos hoteis no Barreiro devem ter dado o que falar na época.....obras gigantescas!

Gostei mto do thread....vai ficar pra história....hehe.

PS....(nem sabia que São Gotardo, ja foi São Gothardo...haha...chique demais...na época ainda era uma vila!)
 

·
Registered
Joined
·
10,060 Posts
Discussion Starter · #5 · (Edited)
Obrigado pelos comentários!


Sensacional!!!!

As fotos das ruas são impressionantes; a construção dos hoteis no Barreiro devem ter dado o que falar na época.....obras gigantescas!

Gostei mto do thread....vai ficar pra história....hehe.

PS....(nem sabia que São Gotardo, ja foi São Gothardo...haha...chique demais...na época ainda era uma vila!)
Essa reportagem do Estadão descreve bem a saga que foi a construção do Grande Hotel:



Monumento - Projetado pelo arquiteto campineiro Luis Signorelli, em estilo "missões", a monumental obra teve início em 1938 e foi concluída em 1945, meses antes da deposição de Vargas. Para a construção, foram recrutados os mais renomados engenheiros, técnicos, artistas plásticos e especialistas em hidrologia do Brasil, da Alemanha e da Itália. O chefe do Estado Novo só pôde presenciar a inauguração do balneário em abril de 1944.

Hoje, compreende-se que, com a ousadia do projeto, Vargas e seu homem forte em Minas, Benedito Valadares, estavam tentando copiar o espírito da época: Mussolini, na Itália, e Hitler, na Alemanha, realizavam obras portentosas para mostrar a força do Estado. Nunca se soube quanto os governos federal e estadual gastaram no conjunto arquitetônico de 33 mil metros quadrados de área construída. Mas pode-se imaginar o trabalho colossal exigido para a edificação.

Situada na região cerrada do Alto do Paranaíba, Araxá estava distante de tudo - sem estradas asfaltadas e com uma linha férrea cujos trens consumiam 18 horas entre a cidade e a capital mineira. Por isso, costuma-se comparar a construção do conjunto à de Brasília.
E com uma agravante: a indústria brasileira ainda não se habilitara a fornecer a maioria dos materiais exigidos pelo projeto. Concluída a empreitada, o visitante teve motivos para se impressionar com os imensos salões e corredores do andar térreo do hotel, revestidos em mármores de Carrara, iluminados com lustres de cristais da Boêmia, janelões com cristais bisotados, vários afrescos em suas paredes, magníficos vitrais e mobiliários em madeira de lei - da cana da Índia ao jacarandá.

O magnífico hall de entrada, conjugado pouco à frente com o salão de inverno, são de extasiar o mais refinado dos estetas. Acrescente-se, ainda na área comum do térreo, os imensos saguões que abrigaram o cassino; o salão de baile, a boate, o salão de leitura, o salão de jogos, o cine-teatro de poltronas estufadas, os três restaurantes e o classudo Scotch Bar, em estilo inglês. Nos jardins, duas piscinas, muito verde e um silêncio que convoca à contemplação. Seu paisagista atendia pelo nome de Burle Marx. "Uma semana em Araxá, um ano de vida a mais", era um dos slogans vigentes na época de ouro da estância.
 

·
Registered
Joined
·
10,060 Posts
Discussion Starter · #6 · (Edited)
Falando na construção de Brasília, muitos desconhecem a ligação entre Araxá e a construção da capital. Quem se interessar tem a história completa no endereço:

http://www.aconstrucaodocatetinho.com.br/capitulo2.html

(...)A idéia de construir uma casa (o Catetinho) para dar de presente ao Presidente Juscelino, no Planalto Goiano, nasceu a 12 de outubro de 1956(...)

(...)Em menos de vinte e quatro horas, o arquiteto Oscar Niemeyer conclui, no dia 13 de outubro de 1956, o projeto definitivo do 'Palácio de Tábuas' para servir ao Presidente Juscelino durante a construção da futura Capital(...)

(...)Num contato com o engenheiro Bretas Bhering, diretor da FERTISA – uma fábrica de adubos que o então governador Juscelino Kubitschek havia criado em Araxá – Roberto Penna consegue, por empréstimo, uma patrol, um jipe e um grupo gerador. Em Araxá, mais um amigo adere à iniciativa – o comerciante e aviador Agostinho Montandon.(...)

Cópia de original do telegrama enviado pela FERTISA, de Belo Horizonte para Araxá, em 18 de novembro 1956.




(...)Em outros dois documentos estão relacionados os nomes dos funcionários que seguiram em caravana para Brasília, estes sim, os verdadeiros operários e demais trabalhadores que prestaram sua mão-de-obra na construção do Catetinho. Por fim, o quarto documento enumera os veículos e as máquinas de propriedade da FERTISA integrantes do comboio que partiu de Araxá levando os materiais e os funcionários.(...)

(...)Ao todo, seguiram para Brasília o engenheiro e mais trinta funcionários da FERTISA cujos nomes constam nas duas relações seguintes. Destes, vinte saíram de Araxá em caminhões no dia 19 de outubro de 1956. No dia seguinte, seguiram mais seis funcionários e o engenheiro Roberto Penna em duas caminhonetes e um jipe. Os outros quatro restantes foram de ônibus nos dias 28 e 29 do mesmo mês. (...)

(...)Além dos funcionários, os caminhões transportaram um farto material de construção incluindo tábuas, portas, vigotas, caibros, telhas, cimento, material hidráulico e elétrico, tambores vazios para colocação de água durante a construção e outros com gasolina e óleo diesel para reabastecimento no local da obra, ferragens, ferramentas, máquinas pesadas de terraplenagem (trator e patrol), peças para veículos e trator, utensílios de cozinha, camas e roupas, medicamentos e gêneros alimentícios. (...)




(...)Esses pioneiros, vindos de Araxá, chegaram a Brasília em primeira hora, num local ermo. Para eles tudo era desconhecido e apontava para uma grande aventura com ares de constantes desafios. Ali, nada existia, a não ser a velha sede daquela fazenda, rodeada por um formidável chapadão com suaves ondulações, a perder de vista, onde predominavam árvores de troncos e galhos retorcidos, características do cerrado. O terreno era constituído de uma natureza hostil e infestado de cobras, notadamente, cascavéis. No entanto, nessa região o sol nascia raso, na cor de ouro. À tarde, descortinava-se um belo cenário ornado por um lindo pôr-do-sol. Durante a noite, as estrelas que formam a constelação do Cruzeiro do Sul pareciam indicar que ali era realmente o coração da Terra de Santa Cruz. (...)




(...)Início da construção do Catetinho. Vêem-se, à esquerda, a betoneira levada de Araxá, fabricando concreto e, à direita, ao fundo, o trator também trazido da FERTISA, sendo descarregado da carreta.(...)




(...)Dr. Roberto Penna (segurando o chapéu) com um grupo de amigos de JK, idealizadores do Catetinho, entre eles, ao fundo, Oscar Niemeyer.
Do lado esquerdo, vê-se a caminhonete DODGE da FERTISA, levada de Araxá. (...)






Tem a história completissíma no link que postei acima. Aproveitei pra postar já que esse thread trata de coisas velhas mesmo :lol:
 

·
Registered
Joined
·
10,060 Posts
Discussion Starter · #10 ·
Já que encontrei mais fotos, estou atualizando o thread.

Hotel Radio, onde se hospedava Santos Dumont







 
1 - 13 of 13 Posts
Top