SkyscraperCity banner

1 - 20 of 230 Posts

·
Per ardua surgo
Joined
·
12,003 Posts
Discussion Starter · #1 ·
Acredito que estas fotos podem agregar algo ao nosso fórum.

Fotos: ATarde


Cerca de 2.030 funcionários estão trabalhando nas obras


Eixo leste tem 211 quilômetros e 12 barragens


No Trecho I do eixo Norte está sendo construída a Barragem de Tucutu


Obra está dividida em 14 lotes, todos já licenciados


Eixo Leste envolve cinco municípios entre Pernambuco e a Paraíba


As máquinas estão em plena operação


Canal de aproximação do eixo Leste com o Rio São Francisco



Caso os Foristas achem desnecessário ou inapropriada a divulgação das fotos NESTE FÓRUM, recorreremos à Moderação!
Abraços;
 

·
Registered
Joined
·
28 Posts
Imagina os gastos dessa obra,é uma grande manobra política,e ainda põe em risco a vida do rio.E mesmo que não pejudique o rio,ainda assim será que os benefícios são maiores do que os gastos??
 

·
Registered
Joined
·
5,673 Posts
Interessante, gostaria de saber mais sobre isso. Acredito que estudos sobre impactos ambientais foram feitos e nem o rio nem as regioes envolvidas sofrerao danos com isso.
 

·
Registered
Joined
·
532 Posts


Pensei que era uma mina ou algo assim. A obra realmente é muito grande! :eek2:
 

·
Campinas/Sampa
Joined
·
1,036 Posts
Faz zilhões de anos que essa obra vem sendo discutida politicamente e tecnicamente...Dai ainda de vez em quando alguém vem e fala q num houve debate...

Eu pessoalmente sou a favor da obr e me incomodo muito com o jeito arrogante como alguns ilustres geografos nosso como o proprio azziz ab saber falam de que a transposiçao iria matar o rio por que os técnicos do governo "desconheceriam o ciclo hidrico da região". Falando assim da impressão de que só ele sabe e que os outros engenheiros q comceberam o projeto são inferiores em conhecimento ou imcompetentes e inaptos.

Acho que c a gente (humanos hehe) em pleno século XXI não sermos capazes de modificar a natureza a nosso favor de maneira sustentável utilizando de todo o nosso conehcimento adquirido ao longo de nosssa exiswtencia dai ta hora de a gente desistir de tudo e se rendermos ao medo de fazer as coisas e estacionar nosso desenvolvimento.

Exemplos de transposiçao bem sucedidos e mau sucedidos existem aos montes...Talvez ainda não nessa escala do São Francisco mas de qualquer forma ja existe um arcabouco de experiencias que ao me ver permitem conceber teccnicamte esse projeto sem matar o rio São Francisco.
 

·
Registered
Joined
·
27,484 Posts
Faz zilhões de anos que essa obra vem sendo discutida politicamente e tecnicamente...Dai ainda de vez em quando alguém vem e fala q num houve debate...

Eu pessoalmente sou a favor da obr e me incomodo muito com o jeito arrogante como alguns ilustres geografos nosso como o proprio azziz ab saber falam de que a transposiçao iria matar o rio por que os técnicos do governo "desconheceriam o ciclo hidrico da região". Falando assim da impressão de que só ele sabe e que os outros engenheiros q comceberam o projeto são inferiores em conhecimento ou imcompetentes e inaptos.

Acho que c a gente (humanos hehe) em pleno século XXI não sermos capazes de modificar a natureza a nosso favor de maneira sustentável utilizando de todo o nosso conehcimento adquirido ao longo de nosssa exiswtencia dai ta hora de a gente desistir de tudo e se rendermos ao medo de fazer as coisas e estacionar nosso desenvolvimento.

Exemplos de transposiçao bem sucedidos e mau sucedidos existem aos montes...Talvez ainda não nessa escala do São Francisco mas de qualquer forma ja existe um arcabouco de experiencias que ao me ver permitem conceber teccnicamte esse projeto sem matar o rio São Francisco.

Por mais que tenhamos "bastante" conhecimento ele ainda é pouco para dizer com precisão o que poderá ocorrer no caso do São Francisco, por exemplo.

Eu me arriscaria a dizer que hoje não existe um modelo hidrológico que represente com precisão satisfatória a bacia do São Francisco.

O que toda e qualquer pessoa envolvida nessa área tem consciência é que os impactos no meio ambiente (não só do entrono do rio) serão gigantescos e os benefícios reais não serão tão grandes.

Por fim, acho muita inocência acreditar que o homem é capaz de fazer toda e qualquer intervenção no planta sem, com isso, trazer prejuízos ao meio ambiente.
 

·
turbilhão dicotômico
Joined
·
537 Posts
Faz zilhões de anos que essa obra vem sendo discutida politicamente e tecnicamente...Dai ainda de vez em quando alguém vem e fala q num houve debate...

Eu pessoalmente sou a favor da obr e me incomodo muito com o jeito arrogante como alguns ilustres geografos nosso como o proprio azziz ab saber falam de que a transposiçao iria matar o rio por que os técnicos do governo "desconheceriam o ciclo hidrico da região". Falando assim da impressão de que só ele sabe e que os outros engenheiros q comceberam o projeto são inferiores em conhecimento ou imcompetentes e inaptos.

Acho que c a gente (humanos hehe) em pleno século XXI não sermos capazes de modificar a natureza a nosso favor de maneira sustentável utilizando de todo o nosso conehcimento adquirido ao longo de nosssa exiswtencia dai ta hora de a gente desistir de tudo e se rendermos ao medo de fazer as coisas e estacionar nosso desenvolvimento.

Exemplos de transposiçao bem sucedidos e mau sucedidos existem aos montes...Talvez ainda não nessa escala do São Francisco mas de qualquer forma ja existe um arcabouco de experiencias que ao me ver permitem conceber teccnicamte esse projeto sem matar o rio São Francisco.
A questão da obra é mais embaixo. A obra é muita antiga mesmo, fala-se nela desde o império, e de certa, é fundamental que estes municípios tenham um acesso decente à agua, para a partir daí poderem gerar algum outro tipo de criação de renda. Mas a questão política da obra é muito forte, também. O rio São Francisco há décadas que vem sobrecarregado já de hidroelétricas e barragens. Acontece que isso não é sentindo na nascente, ou no meio do rio, lá nas Barragens de Sobradinho, a fraqueza do rio é sentida no final, depois da última barragem, jé entre Alagoas e Sergipe. Já perto da foz, o rio está quase morto. Hoje o mar avança fortemente dentro do rio já mais de 140 quilômetros adentro, e não há nenhum projeto aliado ao projeto de transposição que trabalhe para a restauranção ou requalificação do rio.

Eu sou do sertão Alagoano, e desde criança, minha praia de fim de semana era o São Francisco. (Mais precisamente na cidade de Pão de Açúcar). Do rio caudaloso em que eu brincava na infância, hoje sobraram bancos de areia rasos que permitem a travessia do rio à pé até Sergipe. Sem dúvida Alagoas e Sergipe são os mais prejudicados com essa lenta morte do velho chico, mas como são estados pequenos e pobres e que não têm o poder de lobby de estados como Ceará e Pernambuco, só mesmos alguns geógrafos e ambientalistas mais extremos para falar contra a transposição.

Mas não, eu não sou contra a transposição em si, acho uma obra fundamental para tentar fazer com o Nordeste avance um pouco mais rumo ao desenvolvimento. Mas é fato a forma leviana em relação ao rio com que a obra vêm sendo levada, e não vai levar muito tempo até que a situação do Rio se torne insustentável, e até talvez a água não chegue sequer nesses canais e barragens. De toda forma, é uma questão muito complexa e polêmica, não dá para se tomar partido assim tão facilmente.
 

·
Registered
Joined
·
22,319 Posts
Tomara que essa obra venha gerar riquesas no sertao e facilitar a vida do sertanejo.

Valeu pelas fotos, a obra parece estar a todo vapor. :eek:kay:
 

·
Registered
Joined
·
22,319 Posts
^^ muitos ecochatos deveriam se alimentar somente de agua, luz solar e ar, voltar a morar em arvores e cavernas e serem menos xiitas.:lol:

Vamos comer muitas frutas e outros alimentos produzidos na caatinga. :)
 

·
Registered
Joined
·
215 Posts
Os "mais pobres" latifundiários, pela milionésima vez, serão os responsáveis por uma agricultura extremamente eficiente e utilizadora de tecnologias científica e economicamente viáveis - desde os adubos químicos (pilares da agricultura moderna) à transgenia (pilar da Revolução Verde).
Ponto para o Nordeste :)

Os marxistas, pela bilionésima vez, reclamarão da "concentração" de terras, pois para eles tudo tem que ser distribuído direitinho, mesmo que para isso o Estado tenha que gastar centenas de milhões em desapropriações para sem-terras e estes recebam tudo DE GRAÇA - ou seja, o cúmulo da vagabundice. Educação de qualidade e capacitação técnica moderna, porém, ficarão de lado, pois não se deve ensiná-los a pescar e sim dar-lhes o peixe. Eles são coitadinhos seculares e devem ser tratados como ursinhos de pelúcia - ora, se são pobres é porque foram necessariamente injustiçados pelo Estado protegedor da propriedade privada, pois esta é a lógica marxista.
Os sem-terras, então, encherão o saco do governo anualmente em troca de tudo que é mordomia de infraestrutura (saneamento, luz elétrica, estradas etc.) e não pagarão nada por isto (a exemplo dos índios). Fora a fortuna pública que será destinada a empréstimos que serão pagos com descontos absurdos (se é que serão) e o desrespeito a algumas normas ambientais como as reservas legais e a conservação de matas ciliares. Muitos vendem as terras que ganharam do big pa.
Depois virá meia dúzia de otários que nunca saíram de seus centros urbanos, vestidos de vermelho, com cigarros de maconha e dirigindo utilitários extremamente poluidores, para defendê-los e berrar contra os transgênicos, a adubação química, as multinacionais, a transposição do rio São Francisco, a pavimentação da BR-319, as usinas nucleares, as hidrelétricas, os arrozeiros da Raposa/Serra do Sol etc. Todos estes ecochatos marxistas se esquecem de que são filhos de empresários e/ou de que são seus recursos financeiros vieram do capitalismo, de que suas excretas são lançadas diariamente em rios mortos e de que suas moradias têm um consumo energético absurdo devido à ineficiência de iluminação, mas eles preferem amaldiçoar o capitalismo e as obras de infraestrutura. E adoram ir ao McDonald's e tomar Coca-Cola.

Hipócritas.
 
1 - 20 of 230 Posts
Top