SkyscraperCity banner
Status
Not open for further replies.
1 - 5 of 5 Posts

·
Registered
Joined
·
498 Posts
Discussion Starter · #1 ·
HOJE EM DIA - 01/06/2008

Gol duplica seu Centro de Manutenção em Confins

Hélio Fraga - Consultor
ESPECIAL PARA O CADERNO DE TURISMO

Com a assinatura de um contrato especial de comodato, pelo prazo de 18 anos, o Governo Federal - através do Ministério da Aeronáutica e da Infraero - vai ceder à Gol Linhas Aéreas uma área de 74 mil metros quadrados, anexa ao Aeroporto Internacional de Confins. Com investimento previsto de R$ 100 milhões, a empresa vai duplicar seu Centro de Manutenção, que atende atualmente a 30 aeronaves/mês, e, após esta obra, terá capacidade prevista para revisões em 70 jatos/mês.
Da parte da Infraero, o documento já está assinado pelo diretor comercial Carlos Alberto Martins de Souza, em Brasília, e pelo superintendente em Confins, Adair Moreira Júnior. Na semana passada, o contrato foi encaminhado à Gol para as providências finais, em São Paulo, onde está o comando da companhia. Posteriormente, será feito um comunicado ao meio turístico e empresarial.
Nessa área plana, bem próxima do terminal, a Gol vai executar - em prazo ainda não determinado - a expansão do hangar e ampliar as instalações de suas oficinas de manutenção, onde, no momento, trabalham 586 funcionários, dos quais 491 nas revisões dos aparelhos de sua frota, e também os da Varig.
A oficina, muito ampla, trabalha 24 horas por dia, em três turnos de 8 horas cada. A frota atual da Gol é formada por 81 jatos, predominando os modelos Boeing 737-800 NG (Next Generation) e os B737-700. Há também alguns Boeing 737-300, arrendados de outras companhias aéreas, como a alemã Lufthansa, e utilizados em rotas domésticas, até que cheguem de Everett, no noroeste dos EUA, todos os jatos previamente encomendados.
O terreno a ser cedido em comodato fica entre o atual hangar e as instalações de carga aérea e inspeção aduaneira, na direção do terminal de passageiros. O Centro de Manutenção foi inaugurado em julho de 2006, com investimento superior a R$ 32 milhões na época, tendo parceria com o Governo de Minas.
Segundo fontes da Gol, os investimentos foram plenamente compensados e o Centro de Manutenção vem prestando os melhores serviços. A revisão mais rigorosa, que é o chamado Check D, ainda não é feita em Confins. O Check C demora, em média, 17 dias; e uma revisão completa do sistema de trem de pouso varia entre 6 e 7 dias. Quanto menos tempo o avião ficar parado para revisões, melhor para os resultados financeiros da companhia.
Essa duplicação do Centro de Manutenção em Confins é informação exclusiva deste Caderno. Acredita-se que a diretoria da Gol fará um comunicado oficial sobre este novo investimento, em data a ser confirmada, também para o mercado de capitais, já que suas ações são negociadas na Bolsa de Valores.

Abav esteve no Centro

Nada sobre essa duplicação foi comentado durante a visita da diretoria da Abav/MG ao Centro de Manutenção da Gol, na semana passada, para conhecer mais detalhadamente o trabalho de revisões das aeronaves, percorrendo o hangar e as oficinas, bem como o almoxarifado, e assistindo a um vídeo promocional. Roberta Lage, que supervisiona a área comercial da Gol em MG, veio de São Paulo para agradecer a colaboração dos agentes de viagens.
Estiveram presentes o presidente José Maurício M. Gomes, a ex-presidente Regina Casale, o vice-presidente Peter Mangabeira e outros diretores, como Reinaldo Fleming, Maria do Socorro Brasil e Hernon Franco.
A principal reivindicação dos agentes à Gol é a criação de um vôo Confins-Guarulhos, na faixa das 15/16 horas, diariamente, para alimentar as conexões internacionais dos mineiros que viajam com destino aos Estados Unidos, Canadá, países da Europa e Oriente, e capitais da América Latina.
Como não existe vôo neste horário, eles têm de deixar Confins entre meio-dia e 13 horas, e ficar mais de 8 horas à espera da conexão internacional em Guarulhos. Há opções de vôos no meio da tarde para o Aeroporto de Congonhas, obrigando os mineiros a tomar ônibus ou táxi e seguir em direção a Guarulhos, enfrentando colossais engarrafamentos de transito na Marginal.
Normalmente, o percurso Congonhas-Guarulhos é feito em 45 ou 50 minutos. Nos dias de grandes engarrafamentos, pode levar mais de 2 horas, ocasionando a perda da conexão internacional e forçando a remarcação dos bilhetes, com multa de US$ 100, e um pernoite nas imediações do aeroporto.

http://www.hojeemdia.com.br/v2/index2.php?sessao=14&ver=1&noticia=940
 

·
Registered
Joined
·
24,262 Posts
Aberto recentemente e já com duplicação à vista

Graças à localização e áreas disponíveis Confins conquistou esse investimento. E tem gente que criticava a sua localização....
 

·
GaLo SeMpRe!
Joined
·
1,864 Posts
Depois da GOL veio a TRIP
e agora esse super investimento de 100 mi!
Muito isso demostra que a mão de obra mineira tem
agradado, confins é enorme cabe isso e muito mais!!!
Esse é o ex-elefante branco do Brasil, graças a Aécio !!!:banana:
 

·
Registered
Joined
·
642 Posts
Era pra esse Centro ser aqui.... Mas os "verdinhos" de Campinas não deixaram ! A GOL tá fazendo tudo certinho , já pensaram ? O Brasil se tornando referência em manutenção ? A GOL com os 737s , a TAM com os Airbus e a VEM com seus inúmeros serviços em diversos aviões , progresso !
 
1 - 5 of 5 Posts
Status
Not open for further replies.
Top