Skyscraper City Forum banner
1 - 1 of 1 Posts

·
www.goianiabr.com.br
Joined
·
560 Posts
Discussion Starter · #1 ·
O governador Alcides Rodrigues já investiu R$ 820 milhões na recuperação, manutenção e ampliação das GOs. Outros R$ 500 milhões devem ser investidos neste ano, totalizando R$ 1,32 bilhão. “Uma rodovia bem conservada faz com que o transporte fique mais barato e que tenha mais velocidade no escoamento da produção, agregando, assim, mais valor à nossa produção”, diz o presidente da Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop), José Américo de Sousa. O trabalho também inclui construção de pontes, duplicação de rodovias, construção de colégios Padrão Século 21 e aeroportos. E muito mais será feito até 2010: meta é construir, reformar ou ampliar mais 26 aeroportos no interior do Estado, que serão dotados de pistas que seguem determinação da Anac, terminais de passageiros e balizamento noturno. Também tem investido na reforma e ampliação dos aeroportos já em funcionamento. Para o instalado em Catalão, por exemplo, estão sendo destinados R$ 6 milhões para obras de melhoria, que devem ser concluídas até setembro deste ano. Investir na estrutura da malha rodoviária, principal meio que o País utiliza para transportar mercadorias, também significa retorno. “Para cada R$ 1 investido, há retorno de R$ 10”, diz José Américo. “As rodovias bem conservadas garantem segurança e economia de combustível, barateando assim, o frete”, pontua ele.
Maior segurança e alívio no frete foram para o caminhoneiro Ronan Cândido Ribeiro, 44, a melhor notícia na recuperação e duplicação das rodovias estaduais. Ele diz que já chegou a gastar R$ 5 mil em um ano só com conserto de peças do caminhão, onde transporta gado para todo o Estado: “Com as obras, todos vamos sair ganhando, até os fazendeiros e os consumidores.”

Estrutura
Além de R$ 820 milhões já investidos, outros R$ 500 milhões serão aplicados este ano na manutenção, recuperação, restauração e implantação de novos trechos, e na construção de pontes. “Estes benefícios estão sendo implantados em regiões em desenvolvimento que necessitam de estrutura”, ressalta José Américo.
A Agetop, por determinação do governador, também está duplicando rodovias. “Um dos exemplos é a duplicação da GO-070 Goianira/Inhumas que está em obras”, cita. A frente de trabalho está no trecho de 20,20 quilômetros de extensão de Goianira a Inhumas. Em 2008, o governador Alcides, por meio da Agetop, investiu R$ 2,023 milhões. Este ano, devem ser aplicados mais R$ 7 milhões só neste trecho.
As obras de duplicação da GO-070 estão em fase adiantada. O trabalho vai beneficiar especialmente os municípios de Inhumas, Araçu, Brazabrantes, Caturaí e Goianira. Além de agropecuária pujante, essas cidades contam com usinas, cerâmicas, frigoríficos e granjas que necessitam da rodovia para transportar sua produção. A GO-070 destaca-se por ser um importante elo entre a Capital do Estado e diversos municípios. A rodovia se estende de Goiânia à cidade de Goiás, patrimônio histórico e antiga capital. É a partir dela que os turistas têm acesso à GO-164, que liga a cidade de Goiás a Aruanã.
O caminhoneiro Paulo Cesar de Oliveira, 41, é um dos profissionais que precisam cruzar a GO-070 para trabalhar. O caminhoneiro, que leva até 20 bois em cada viagem, diz que, quando a estrada está ruim, a maior preocupação dos motoristas é quanto às molas do veículo: “Mas a gente está vendo que, pouco a pouco, todas elas estão melhorando. Acredito que até 2010 estarão todas em boa qualidade.”
Outra das mais de 15 frentes de trabalho da Agetop no Estado está na GO-040, rodovia que liga Goiânia a Aragoiânia. Os serviços de recapeamento vão alcançar 15 quilômetros. Investimento supera R$ 4,1 milhões. A Agetop ainda trabalha na elaboração do projeto de duplicação da GO- 213, trecho BR-153/Morrinhos/Caldas Novas. Já foram executados os serviços de topografia e o traçado da rodovia. Ao todo, vão ser duplicados 58km, incluindo a obra do anel viário de Morrinhos. Segundo o presidente, a Agência vai iniciar o processo licitatório assim que o projeto ficar pronto: “Expectativa é darmos ordem de serviço ainda este ano.”
Estão em estudo a duplicação das rodovias GO-020 e GO-139, região de Caldas Novas, até a divisa de Goiás com Minas Gerais; GO-060, de Goiânia a São Luís de Montes Belos; GO-070, de Goiânia até a cidade de Goiás; GO-020, de Goiânia até Corumbaíba; GO-080, de Goiânia até Goianésia; e GO-174, de Rio Verde a Iporá, por Montividiu.

Ações chegam às divisas com outros Estados

O governador Alcides também determinou investimentos em outras importantes obras, como o trecho de aproximadamente 8 quilômetros da GO-210, coincidente com a BR-352, no trecho Davinópolis/Ponte sobre o Rio Paranaíba (divisa entre Goiás e Minas Gerais). Também já foi determinado pelo governador que sejam executadas obras de readequação da plataforma e restauração da GO-210, além da construção de uma nova ponte sobre o Rio São Marcos.
Segundo o presidente da Agetop, o trecho é um importante elo entre os dois Estados. Após a pavimentação, a BR-352 se tornará uma opção para escoamento de produtos e turismo, pois se estende às capitais mineira (Belo Horizonte) e capixaba (Vitória). O processo para a pavimentação foi autorizado pelo governador e está em fase de licitação para contratação de projetos.
Visando garantir uma melhor qualidade de tráfego à população da região, o governador Alcides Rodrigues também tomou a iniciativa de construir uma nova ponte sobre o Rio São Marcos, pois a atual possui apenas uma faixa de tráfego com cinco metros. A nova obra terá o dobro. O governador, por meio da Agetop, vai ainda restaurar o trecho de 37 quilômetros entre Davinópolis e o entroncamento da BR-050, aumentando sua capacidade estrutural. Estes projetos também estão em fase de licitação.
 
1 - 1 of 1 Posts
Top