Skyscraper City Forum banner
1 - 20 of 50 Posts

·
UNICAMP
Joined
·
1,195 Posts
Discussion Starter · #1 ·
Samantha Maia
25/06/2008
Após a concessão dos cinco lotes de rodovias paulistas (Dom Pedro I, Ayrton Senna, Carvalho Pinto, Marechal Rondon e Raposo Tavares), em fase de audiência pública, o próximo projeto a ser lançado no Estado será o do trecho Leste do Rodoanel, segundo o secretário de Transportes, Mauro Arce. O plano deve ficar pronto até o fim do ano, e a iniciativa privada será responsável pela construção e operação dos 40,6 quilômetros de vias que ligarão o ramo Sul do Rodoanel, em Mauá, às rodovias Ayrton Senna e Dutra. "É uma obra que se sustenta com o pedágio", diz Arce.


O corredor de exportação, que envolvia as rodovias Dom Pedro I, Ayrton Senna, Carvalho Pinto e Tamoios, e chegou a ser anunciado como a primeira Parceria Público-Privada (PPP) do Estado, não avançou. A duplicação da Tamoios, por ser mais complicada, está sendo discutida com as cidades da região. As demais vias foram incluídas no atual pacote de concessão. "O projeto do corredor de exportação não existia", diz. Arce destaca que uma das maiores dificuldades da obra é a questão ambiental.


Desde a segunda passada, até segunda que vem, estão sendo realizadas as audiências públicas das concessões dos cinco lotes de rodovias paulistas e das federais BR-116 e BR-324. Assim como as estradas Dom Pedro I, Ayrton Senna, Carvalho Pinto, que faziam parte de uma PPP, o governo federal defendia que a entrega das rodovias baianas à iniciativa privada só se sustentaria com aporte de dinheiro público. Embalados pelos deságios das últimas licitações, os governos concluíram que as empresas podem tocar sozinha as obras.


"O interesse demonstrado pelas empresas nos últimos leilões deu novas referências para a elaboração dos projetos", diz José Augusto Valente, consultor em logística e transportes. Segundo ele, o aumento substancial do volume de tráfego em relação aos primeiros programas de concessão em 1998 faz com que hoje o poder público consiga atrair empresas com taxas de retorno bem mais baixa. O movimento nas rodovias concedidas subiu 9,7% de 2004 a 2007, 4 milhões de veículos a mais nas estradas, segundo estudo da ABCR, entidade que representa as concessionárias. "Todos cobram projetos de PPPs, mas o primeiro objetivo dos governos é a concessão tradicional, em que o privado assume os investimentos sem necessidade de aporte público", diz Valente.


Depois de dez anos sem novas concessões, o segundo lote de rodovias sob o domínio do Estado e da União a serem privatizados vêm na seqüência dos primeiros. Em outubro de 2007, sete lotes federais foram concedidos, e em março desse ano foi privatizado o trecho Oeste do Rodoanel, única parte já construída do arco rodoviário.


O total de investimentos para os cinco lotes de rodovias paulistas, que inclui vicinais, é de R$ 7,9 bilhões. São 1,8 mil km de vias a serem concedidos por 30 anos. A tarifa máxima de referência será de R$ 0,11 por quilômetro para pista dupla e R$ 0,08/ km para pista simples, vencendo quem oferecer o maior deságio. A outorga foi fixada em R$ 3,5 bilhões. O projeto está sendo detalhado em audiências públicas durante essa semana na capital. O governo quer assinar o contrato em novembro desse ano.


O pedágio das rodovias Ayrton Senna e da Carvalho Pinto, devem cair, pois a tarifa-teto estabelecida no edital equivale ao valor cobrado hoje pela Dersa. Por outro lado, a Marechal Rondon tende a ter uma tarifa mais cara, por não ser hoje tarifada de acordo com a quilometragem, segundo Arce. As demais dependerão das propostas. "Esperamos uma grande concorrência para essas concessões, e por isso um grande deságio", diz. No caso do trecho Oeste do Rodoanel, a CCR levou a concessão com uma tarifa de R$ 1,17, valor 61% menor que o teto do edital.


Para operar o novo lote de concessões federais, com 667 quilômetros dos trechos da BR-116 da divisa de Minas Gerais a Feira de Santana (BA) e da BR-324 de Feira de Santana até Salvador, deverá ser oferecida a menor tarifa abaixo do teto de R$ 3,15. Durante 35 anos de concessão serão investidos R$ 2 bilhões em melhorias, e a taxa interna de retorno foi fixada em 8,95%, a mesma dos últimos lotes. A minuta do edital está disponível para consulta, e haverá audiência públicas em Salvador, no próximo dia 26, e em São Paulo no dia 30.


A partir do dia 1º de julho, os pedágios das rodovias do Estado de São Paulo serão reajustados em 11,52%, de acordo com o IGP-M acumulado entre junho de 2007 e maio de 2008. Em 2007, o reajuste ficou em 4,39%, e em 2006 não houve, já que o IGP-M do período teve deflação de 0,33%.

Fonte: Valor
 

·
Sou do eixo, sou do mal!
Joined
·
4,595 Posts
Ótima noticia, esse trecho é muito importante e seria muito bom ter o rodoanel pronto totalmente até 2014, mas o trecho norte vai ser uma dor de cabeça pra sair. Vamos ver...
 

·
Registered
Joined
·
4,529 Posts
^^ Isso se sair porque pelo que tenho visto vai ser meio dificil mesmo. A nao ser que os ecochatos deem uma maneirada.
Mas o trecho leste tem mais suburbio do que mata, o que será preciso mesmo são diversas desapropriações, pois o trecho corta uma parte muito populosa da Grande SP.

O trecho norte que terá esse problema, e será uma obra muito cara.
 

·
Registered
Joined
·
2,783 Posts
^^ vero.

Pelo que vejo, eles estão querendo contornar a Serra da Cantareira, ao invés de fazer uma penca de túneis. Se for assim, vai desapropriar boa parte da Zona Norte, prinicpalmente na região Noroeste, que é Perus, Pirituba, Cachoeirinha...

Vamos ver no que vai dar.
 

·
Registered
Joined
·
5,549 Posts
^^ vero.

Pelo que vejo, eles estão querendo contornar a Serra da Cantareira, ao invés de fazer uma penca de túneis. Se for assim, vai desapropriar boa parte da Zona Norte, prinicpalmente na região Noroeste, que é Perus, Pirituba, Cachoeirinha...

Vamos ver no que vai dar.


pensei que eles iriam "afastar" e não entrar pra dentro de SP, onde você viu isso? :bow:
 

·
Koolgreen
Joined
·
538 Posts
Tb ouvi uma vez que fariam o contorno por fora da mancha urbana no trecho norte!!!! isso aumentaria em vãrios quilometros o percusso, mas traria menor impacto ambiental.
Mas enquanto não e contruido otrecho norte, poderá ser feito uma comunicação Da Dutra com a Bandeirantes pela D. Pedro I e Fernão Dias!!!! que vcs acham....
 

·
Sou do eixo, sou do mal!
Joined
·
4,595 Posts
^^
Ai não! Não quero rodoanel passando perto do meu bairro. Queria que fosse por tunel, o projeto original é mais legal! hahahahahaha
 

·
Registered
Joined
·
38,510 Posts
Esse mapa é do primeiro projeto do Rodoanel, na época em que o Trecho Oeste estava sendo construído. Agora já estão pensando em passá-lo ao norte da Serra da Cantareira, para reduzir o impacto ambiental. Poderiam fazer túneis para que ele passasse por baixo da serra, mas acredito que ficaria caríssimo, e ninguém gostaria de construir esse trecho caso fosse assim. Mas vamos ver, né? Não imaginava que o Trecho Leste fosse ser cogitado nessa gestão. Quem sabe não cogitam o Trecho Norte já no início da próxima gestão ou no final da gestão atual?
 

·
Registered
Joined
·
4,430 Posts
Será que não é rentável fazer o trecho norte com Shield?
 

·
Sou do eixo, sou do mal!
Joined
·
4,595 Posts
Será que daria pra ter pelo menos os trechos oeste,sul e leste pronto para 2014? Pelo que eu li o norte não vai estar pronto até lá. Quem sabe com a copa, mas acho dificil.
 

·
Registered
Joined
·
4,529 Posts
Será que daria pra ter pelo menos os trechos oeste,sul e leste pronto para 2014? Pelo que eu li o norte não vai estar pronto até lá. Quem sabe com a copa, mas acho dificil.
Acho que é possível sim, as pra isso tem que começar assim que terminar o trecho sul, e 2014 é ano de eleição também... aliás 2014 tem tudo pra ser o ano... L2 até Tatuapé L5/L6, VLT até Morumbi, CPTM totalmente modernizada, trecho leste do rodoanel e por ai vai...
 

·
**16º ano**
Ano XVIII
Joined
·
25,891 Posts
O que as eleições não fazem, hein? Tudo pra em 2010 o Serra poder falar que fez N coisas.

BTW tomara que saia mesmo, pq pelo projeto original já era pro Rodoanel estar todo pronto...
 
1 - 20 of 50 Posts
Top